Google+ Badge

sexta-feira, 22 de outubro de 2010

Até que enfim é Sexta Feira!


Eram os idos de 1978 e esta frase foi usada como titulo de filme na época da Era Disco em que figurava Donna Summer a rainha daqueles tempos do show business como maior chamariz de bilheteria!

Os brothers e as sisters saiam felizes de escolas,universidades e 'trampos'... corriam para casa...banhavam-se, colocavam seu melhor 'pano', seu melhor ' butty' , se perfumavam, gomalinavam os cabelos e lá iam se divertir nas discotheques, a febre da época.

HIPPOPOTAMUS , CROCODILLUS,TOCO e cia reinavam em Sampa como STUDIO 54 imperava em New York!

Estavamos em plena era do desbunde um período  onde o desencanto com a sociedade estabelecida e tb alicerçado pelo fim do sonho paz e amor da era hippie e da revolução das flores iniciaram um processo febril de diversão regado a muita musica 'escapista',bebidas,sexo e drogas sem fim!

O ld bom era a descontração generalizada, a falta de compromisso com ideologias isto ou aquilo,a facilidade de ser e fazer feliz sem depender de neura nenhuma!

O ld ruim era a alienação, a falta de contato com a realidade nua e crua da vida e o contexto aids que viria depois só demonstrou isto com mais força e dor!

Mas a humanidade sempre foi assim; sempre primou por polaridades nunca por meio termo rs!

No cinema blockbusters da fantasia, suspense e aventura como Tubarão,Contato Imediatos e Star Wars disputavam espaço com musicais recheados de hits deliciosamente pegajosos como;Embalos de Sábado a noite,Grease e este...Até que enfim é sexta feira que citei no início!

Mesmo gdes roqueiros de outrora foram pegos pela era do desencanto e desbunde geral  e nunca vimos no hard rock figuras tão coloridas e maquiadas qto estas surgidas na segunda metade dos 70!

Mesmo os sinistros KISS e suas máscaras faciais transmitem bem o conteúdo visuo/surreal que simbolizaram aqueles anos!

Bem, e porque estou sendo tão prolixo!?

Porque de certa forma me peguei saudoso daqueles tempos onde parecia que o mundo ainda tinha conserto... apesar do ser humano hehehe!

Não que seja negativista muito pelo contrário; mas os desbundados de ontem apesar de serem os pais da geração atual, pareciam mais distantes das neuras que vivemos hj apesar de td clima guerra fria que ainda perdurava no mundo e do desencanto pelo que poderia ter sido mas não foi.

Talvez foi o primeiro sinal de aviso que recebemos , não sei!

Mas dei tantas voltas para só dizer no fim que: bem; ....divirtam-se e se possível desbundem um pouco rs!

Um pouco de descontração não faz mau a ninguém mas...NUNCA SE ESQUEÇAM das gdes causas!

A diversão nos alivia a vida mas as gdes causas nos impulsionam a mudarmos o contexto e transmutarmos as coisas que oprimem o mundo!

Pax e Lux!

Valter

segunda-feira, 11 de outubro de 2010

INFÂNCIA

Sabe aquele sabor eterno de docê aventura?
Aquele sentido perene de novidade?
Aquele brilho mantido no olhar?
Aquele desejo por coisas inauditas?


Pois então...


Porque muitos de nós, talvez a maioria, parecemos perder estas coisas?


Porque passados os 30 anos a vida parece tão progressivamente enfadonha que pouco a pouco muitos de nós vamos nos enterrando em casamentos mau resolvidos, empregos levados com a barriga e compromissos sociais repletos de modorrenta rotina?


Na Infância estão nossos melhores sonhos ou nela ainda nos encontramos próximos daquele mundo deixado do outro lado, mundo do qual viemos e esperamos voltar um dia, no qual sentimos ter nosso verdadeiro Sêr incólume e plenipotencializado?


Será que este ainda recém perdido sabor de eternidade, de perenidade é o que nos mantém tão elevados,livres, leves e soltos na infância!?


Pouco a pouco contudo vamos perdendo isto...


Vem a adolescência, depois a juventude e novas descobertas tanto fisiológicas, quanto sociais parecem nos afastar mais e mais deste quadro idílico e idealístico....


Entretanto como estamos descobrindo a nós mesmos e o mundo em torno de nós, adolescência e juventude ainda são períodos deliciosos de descoberta, de busca... mas estas de um outro teor, de uma outra fibra!


Equanto que na infância as côres  são pontilhadas pela fantasia na adolescência e juventude o que mais importa é um mergulho de cabeça nas experiências senso/materiais.


Neste período formamos nossas relações e laços mais fortes ou pelo menos mais vívidas de amizade, de sexualidade e de atividades neste mundo tridimensional.


Também é neste período que requer-se maiores cuidados e vigilância com estas descobertas senso/materiais principalmente no quesito diversão+substâncias lícitas e ílícitas pois a maioria dos vícios são construídos neste período da vida também.


Entretanto guardando-se algumas exceções(e nestes tempos de tanta violência física e sexual contra infantes infelizmente cada vez maior) , na infância estamos embriagados por um outro tipo de realidade e experiências que nos fazem navegar no mundo como se este fosse um oceano perene de novidades e descobertas.


Não é a toa que os contos de fadas, os desenhos animados, os quadrinhos e principalmente as brincadeiras a sós ou em grupo são os meios mais acessíveis para este contato com esta realidade do fantástico.


Em nossos dias contudo o mundo cibernético tem propiciado as crianças dos ultimos 10 anos um veículo mais prático, fácil e moderno de acessar estes mundos de côres, sons, imagens e fantasia como até hoje nem cinema, nem Tv,nem jogos eletrônicos ou quadrinhos tinham propiciado.


O bom é que estamos diante de uma tecnologia que se apresenta incalculável e indefinível tanto em grau quanto intensidade o que nos leva indagarmos até onde poderá a criança de agora e do futuro acessar e atingir estas possibilidades de vivenciar os mundos interiores e idílicos de cada uma,trazidos agora em primeira mão em cenas e imagens de mundos virtualmente criados, em relação as vivências de crianças de eras anteriores...


Por outro lado o ruim é que poderemos ter crianças viciadas num outro tipo de droga, uma overdose tremenda de novos dados, novas imagens que poderão afastá-las de um convívio social mais pleno de descobertas no mundo real ou tridimensional que só podem ser feitas quando se caminha nas ruas, pisa-se no chão, sente-se o cheiro das coisas no ar, a frangância da mata molhada, o cheiro das flores, o calor do sol, a chuva no lombo, o toque de outras crianças e palavras  de amor e carinho de pais presentes e não entregues a lide de cada dia somente ou em suas próprias distrações equannto suas proles navegam indefinidamente nas ondas do Cibermundo!


Fora o tenebroso perigo de nossas crianças terem contato fora de hora e antecipado com coisas eminentemente do mundo adulto ou no mínimo da juventude e adolescência !




Assim se até hoje as diversões , as brincadeiras e o mundo fantasioso das crianças surgiam mais naturais e seguros para um infância sadia. Hoje temos mais possibilidades e potencialidades de fantasiar mas um enorme perigo de contrapeso se não forem colocados limites nestas descobertas do mundo cibernético com relação à: tempo( as horas passadas diante dos games e computador) espaço(o tempo dispendido num lugar específico, diante de uma tela, num mundo virtual) e principalmente; de conteúdo(o QUE as crianças estão acessando) e de interatividade(com QUEM elas estão interagindo na internet).


A Infância tem que ser o mundo mais seguro e mais livre possivel....


Contraditório?


Não crêio!


 Seguro porque é de responsabilidade dos adultos proverem todo espaço, todo  material ,todo cuidado,todo limite,toda proteção e dicas para que a imaginação do infante se derrame soberba e célere em busca daquilo que lhe assome da alma mas dentro de um círculo amoroso que lhe diga que nos importamos, que nos interessamos pelas descobertas dele.


E livre porque do interior da criança deve proceder aquilo que é mais poderoso que mil bombas atômicas que são as imagens da vida sem os vicios das amarguras e castrações de outras idades!


Mudando novamente de foco seria possível por outro lado para nós adultos , cavalos velhos, realmente readquirirmos um pouco pelo menos desse lado mais descontraído, sonhador, leve, solto e inocente que um dia todos nós tivemos?


Claro, quando digo isto estou pensando em crianças que tiveram um ambiente o mais normal possível em torno de si não aqueles que tiveram o que chamamos de infância castrada quer por pais ausentes,abusadores de toda ordem,contextos sociais de excassez extrema ,guerras ou sabesse Deus mais o que e que cada vez mais parece quantificar-se em torno de nós infelizmente.


Seria possível para nós uma visão, um olhar mais benigno e menos viciado em relação ao mundo, as coisas e as pessoas?


Será que um dia poderemos resgatar aquela segurança interior que nos fazia correr aos pulos pela pinguela com a agua correndo solta lá embaixo sem medo de na mesma cairmos e nos afogarmos?


Veja bem; o perigo de cair e morrer afogado sempre existiu tanto para o adulto quanto para a criança atravessando as pinguelas da vida mas quantas vezes enquanto criança passavamos correndo sobre ela, pulando , gritando, empurrando um ao  outro com aquele senso, com aquela certeza de que algo nos protegia ,nos impedia de cair e morrer(não que não pudessemos cair ou morrer claro)aquela certeza de que nada era proibido ou difícil demais?


Imagens e côres pelo menos, senão a segurança, de um mundo mais interessante?


 Será que poderiamos resgatar esta confiança na vida?


Não é obviamente evolutivo um adulto se tornar criança no sentido de deixar de ser responsável  ou consciente do mundo adulto mas quando Cristo nos convida a nos tornarmos crianças e diz que quem não fizer isto não herda o reino divino o que ele quer realmente dizer?


Para mim ele quer que nós resgatemos esta leveza de sêr, esta confiança ilimitada na vida e nos poderes que a regem, esta capacidade de olharmos e vermos em tudo, absolutamente tudo ,uma possibilidade de sermos felizes e plenos como é cada criança diante de seu castelinho de areia, de uma brincadeira de pega pega, de uma corrida em desabalada carreira rua afora atrás de uma pipa,de uma amarelinha bem pulada,de uma boa queima,de uma alegre brincadeira de roda,ou até para os modernos diante de um bom jogo de videogame por que não!?


Que encaremos nossas responsabilidades e mundo de adultos com olhar menos amargurado e mais plenificado!


A plenitude que vem de dentro para fora, não aquela adquirida no mundo da matéria através de dinheiro ou muletas afetivas!


Quando crianças ficavamos de mau e de bem um com o outro num piscar de olhos,não carregavamos amargura indefinidamente no coração.


 Hoje nossos relacionamentos empacam porque temos tanto para dizer um ao outro, cobrar, recriminar que não temos tempo nem de ouvir e pior; de fazermos as pazes conosco mesmo quiça com este outro !


Ser criança, ser infante para nós adultos é portanto um exercício de liberdade criativo e restaurador de estados interiores de pura plenitude!


A infância resgatada então produzirá adultos menos indolentes, menos neuróticos, menos rancorosos,menos egoistas com seus relacionamentos e mais, muito mais livres e solidários como nem de perto temos idéia ou exemplos visíveis do que seja isto!


As disputas territoriais,espaciais e sociais diriam alguns, começam contudo nas crianças que brigam por espaços entre si, por destaques nas brincadeiras infantis....


Sim, neste sentido talvez estejam certos MAS...enquanto estas rusgas infantis terminam quando terminam as brincadeiras de faz de conta ou mesmo durante elas nós adultos perpetuamos nossas mágoas, acentuamos nossas divisões,maximizamos nossos preconceitos e nos tornamos cada vez mais mais isololados,violentos e infelizes.


Esta capacidade de ligar e se desligar de situações criadas é talvez a dádiva perdida que mais faz falta aos adultos de nossos dias, perdidos em tantas coisas que prorrogam o sofrimento na Terra.


Libertemos nossas almas com a inocência pura do desejo de vermos no mundo um lugar de descobertas e de delícias sem fim que só a criança mais genuína tem e transmite aos borbotões!


(Feliz dia das crianças para TDS nós  tanto dos que são em corpo   qto dos que são eternamente na alma!) Obs...este texto foi publicado no ultimo dia das crianças no Brasil...12 de Outubro de 2010...




FOREVER YOUNG!!!


Pax e Lux...


Valter Holístico

sexta-feira, 8 de outubro de 2010

Excalibur










      Fonte Google imagens...



      Espada sagrada pelos deuses forjada
      De ferro celeste e incorruptível
      O forjador Divino criou tua forma.

       Desde priscas eras simbolo de força e poder
      Desde quando o mundo era virgem emblema da justiça e do reino
      Tú fostes a celeste lamina que derrotou o Opressor original.

      O grande Arcanjo rei venceu a batalha contra o Rebelde usando-te.
      E depois entregou-te para ser na Terra simbolo da liberdade
      Empunhada por reis e sábios de todas as eras.

      Teu lugar de descanso é Avalon
      Mas teu lugar de ação é qualquer lugar onde impere o Mal
      Pois tua lâmina abomina a injustiça.

      Arthur o grande rei recebeu-te de Merlin o grande mago
      Quando este lhe apresentou à senhora do lago
      Foi este um dos dias mães da Terra, um dia forjador de mitos.

      Tú fostes o verdadeiro cetro da justiça de Camelot
      Tú fostes o verdadeiro norte da sagrada cavalaria
      Tú fostes a separação entre a luz e as trevas.

      Excalibur mistério de eras se escondem em ti
      Segredos sussurados em tanto lugares
      Sussurros dos ventos que conhecem os fados dos homens.

      Excalibur quem te empunhará agora?
      Quem poderia passar no crivo da separação e eleição?
      Haverá no mundo um justo de fato e de direito para tomar-te?

      As eras passam céleres
      O globo gira sem parar e os povos convulcionam a Terra
      Hoje o tempo urge como nunca urgiu em todos os tempos.

      Tempos de Angustia envolvem as almas dos homens
      Almas que choram angustiadas esperando mais um vez
      Que das brumas dos tempos você ressurja!

      Excalibur...poderosa, invencível
      Radiante ,cravejada de brilhantes
      Mais forte e cortante que o diamante.

      Pronta para as batalhas da justiça
      Pronta para as batalhas do reino
      Pronta para as batalhas da vida.

      Excalibur secreto segredo do vencedor
      Excalibur potencia destruidora do Mal
      Excalibur espada sem igual!



      Fonte Google imagens...



      Agora um vídeo sagrado sobre Excalibur...Excalibur A Past and future secret de Blind guardian...com cenas do filme homônimo clássico de John Boorman de 1981
      Fonte Youtube


      Abraços 

      Pax e Lux

      VALTER TALIESIN


quarta-feira, 6 de outubro de 2010

A Luz de SHAMBHALLA....O Mistério de AGARTHA!


Existem mitos que transcendem tempos, estações,espaços e civilizações e perpetuam-se no imaginário popular, em relatos de indivíduos e grupos que passam de pai para filho,mestre a discípulo ,histórias que encantam gerações ....

Agartha e Shamballa são dois destes mitos que a milênios despertam nos humanos um desejo de numinoso , de mistério,de supranatural.

Dizem os relatos que existiriam nas entranhas da Terra uma civilização ou segundo alguns duas ou mais civilizações ocultas de nossa civilização atual e externa que seriam tanto espiritualmente qto social, cultural e tecnologicamente milhares de anos mais evoluídas do que nós e que em certos momentos decisivos de nossas História influiriam diretamente sobre os rumos de nossa nações, povos e raças.

Para aqueles por exemplo; que entendem esta mesma civilização como uma só vêem em Agartha o designativo geográfico deste reino e em Shamballa o reino em si!

Para aqueles que pensam em duas civilizações distintas contudo seriam reinos independentes entre si e até rivais sendo que alguns aventam que um ou outro inclusive seriam um reino de luz e o outro de trevas.

Já outros apresentam até outros reinos como prova de que tais civilizações são multifacetadas e não únicas.
Como Bulwer Lytton que em sua obra A raça futura falou da civilização do Vríl.

Perde-se no tempo segundo tais lendas a origem destes povos.

Alguns entendem que os mesmos vieram de outros planetas;Vênus segundo alguns, Sírius ou Órion segundo outros e que Shamballa originalmente teria existido em priscas eras no deserto de Gobi na China e teria sido a primeira civilização do planeta.

Shamballa só teria se tornado intra terrestre com o tempo com o constante afastamento de nossa civilização dos ditames da Lei Divina da qual Shamballa era disseminadora e guardiã na Terra.

Ao transferir-se para o interior da Terra contudo Shamballa não teria abdicado do direito e dever de governar a Terra mas faria isto agora de forma oculta e indireta através dos luminares que enviaria a superfície com a mensagem do Rei do Mundo, senhor absoluto de Shamballa e Agartha e diretor supremo da evolução em nosso planeta.

Certos grupos de estudiosos e esoteristas creem inclusive que todo fenômeno ufológico dos dias atuais e de todas as eras são originários em Agartha ou seja; são veículos desta civilização intra terrestre e não extraterrestre ou multidimensional.

Por falar em multidimensional outros creem que este reino pouco ou nada teria de físico ou de nossa constituição física pelo menos, de material ,mas seria multidimensional ou até espiritual.

Estaríamos assim falando na verdade de uma Hierarquia sagrada que sob a batuta do Rei do Mundo exerceria o controle de todos os níveis evolutivos e espirituais do planeta.

Aproveitando-se disto é que grupos opostos à visão de Agartha e Shamballa como reinos de luz e evolução interpretam tais reinos ou tal reino como provas conclusivas do Inferno das mitologias ocidentais e o Rei do mundo com nada menos que Lúcifer ou Satan o antigo Querubim ungido, o Arcanjo caído dos mitos do povo do livro(judeus,cristãos e islâmicos) e que na verdade tal reino teria o único objetivo de conquista global e alijamento progressivo da humanidade do verdadeiro Reino de Deus, a Nova Jerusalém que seria de outras esferas e não daqui mesmo ainda que em outra dimensão.

A mentira trevosa e não a verdade luminosa seriam os objetivos dos "agarthianos" ou "shamballenses" que em suma seriam anjos caídos e demônios!

Bem, estas questões de interpretações mitológicas variam muito e quando se coloca  o interior da Terra neles realmente se olharmos civilizações outras que não a judaico cristã veremos que Hades, Sheol,Tártaro eram mesmo títulos de regiões infernais onde os mortos iriam e onde em certos círculos, penitentes sofreriam .

Mas mesmo nestas vemos que nem tudo seriam trevas ou sofrimento existiria por exemplo; o campo dos abençoados, os campos Elísios onde as almas dos grandes heróis iriam e mesmo na teologia cristã vemos que Cristo foi aos infernos pregar seu evangelho aos cativos e de lá levou cativo o cativeiro o que segundo certas interpretações teológicas seria nada mais nada menos que o paraíso terrestre lugar dos justos que até a morte e ressurreição do Cristo estaria  também dentro da Terra.

Seja lá o que for ou como se interprete o mito Shamballa/Agartha o fato é que ele persiste e cresce na medida em que os povos vão compreendendo que a possibilidade efetiva de não estarmos sós no Universo mas sermos quer espiritualmente, multidimensionalmente ou efetivamente fisicamente irmanados com outras raças inteligentes uma possibilidade muito real.

Shamballa e Agartha contudo prevalece a despeito da oposição como conceitos tão sublimes quanto o de Éden , Ávalon, Hiperbórea e outros mais onde o homem enxerga uma utopia original, um pais ideal, um reino paradisíaco onde todas as coisas boas são não só uma possibilidade mas uma realidade factual.

Enxergamos no mito mais que a letra, a história, a lenda... vermos um cerne,uma essência basilar do que somos e poderemos ser me parece mais justo em se tratando de Agartha/Shamballa.

É a mítica constante e eterna do paraíso original perdido e o desejo de reconquistá-lo!

Paz a todos

Valter

VÍDEOS SAGRADOS

A GRANDE SHAMBHALLA - MENSAGEM


AGARTHA - FULL ÁLBUM 

AGARTHA - MÍSTICA, MITO , HISTÓRIA - DOCUMENTÁRIO

VOZES DE SHAMBHALLA - FULL ÁLBUM

FONTE YOUTUBE




FONTE DE IMAGENS GOOGLE

terça-feira, 5 de outubro de 2010

Entendendo a verdadeira Paz

A humanidade sofre de dores atrozes ,sentindo no peito um amargo aperto porque sente que o estado de instabilidade entre povos e nações poderá nos levar a uma catástrofe social e coletiva de proporções nunca antes vistas.

Charfutamos no lodo e na lama da irracionalidade de nos sentirmos mais próximos de Deus(?),mais inteligentes, mais civilizados,mais instruidos, mais ricos, mais bem nascidos, mais geograficamente bem localizados,mais prendados, mais isto mais aquilo que o outro, que outros povos e não entendemos o porque estamos do jeito em que estamos.

Como ter-se paz entre povos e nações se partimos do ponto que somos diferenciados e exclusivos?

Não estou aqui a negar diferenças que realmente existam entre os povos mas diletando em cima do poder que damos a estas diferenças qdo entendemos serem as mesmas fatores definidores de excelência de A sobre B e vice versa.

Não estou aqui tb a negar que existam hj aqui encarnadas pessoas de N tipos e graus evolutivos mas como entender alguém como mais evoluido que outrém se este valorizar tanto a separatividade, o exclusivismo, o preconceito, o racismo, o nacionalismo!?

Não seria o oposto ou seja; não deveriam os mais evoluidos, mais avançados(e aqui trabalho em cima de potencialidades interiores somente não meramente de diferenças externas que podem ter surgido meramente por mais sorte ou melhor acesso as chances que cd sociedade nos dá)aqueles que se sentem bem acima do vulgo e da massa os mais interessados, em ajudar, em preparar caminhos, em serem facilidadores dos supostos menos evoluidos?

Como entender uma pessoa evoluida se esta atua com uma capacidade de separatividade tão gde que muitas vezes descamba nos guetos, nos pogroms,nas chacinas, nos holocautos da vida perpetrados por estes que se acham superiores?

Desta forma como poderemos ter paz efetiva neste mundo se a desigualdade não só mora dentro de cd um de nós por td o que temos e somos e manifestamos como se externaliza por meio de nossas atitudes com o outro?

Um gigante espiritual , um genio intelectual deve criar em torno de si um redoma  e afastarsse da vida e do mundo ou fazer o oposto e atuar posivamente neste mesmo mundo?

A paz como estado universal entre os povos será conquistada somente qdo o sêr humano entender que ela começa dentro de cd um de nós ao assimilarmos nossas diferenças e contextualizadas de forma diferente do que temos feito até agora.

Temos que obter paz entre nossos conceitos e preconceitos ou seja; sanar a divisibilidade dentro de cd um de nós para com tds para que esta nv postura, este nv estado, esta unidade renascida, onde vemos tds como um só em nossa multifacetude possa se manifestar no mundo exterior.

A paz como conceito é um estado de Sêr perene na harmonia e  na unidade.

Sem este sentido dentro de nós é impossível querer tornar nossa sociedade e nosso mundo algo pacífico.

Desta forma podemos inferir e supor que qdo cd um de nós desperta para esta verdade estamos criando um momentum, um campo de energia sagrado,uma massa critica, onde pouco a pouco cd desperto unindo-se em comunhão pacífica aos demais poderá atingir um momentum critico onde qual um big bang de luz pura poderemos desencadear um movimento qual onda onde outros serão sistematicamente despertos para esta mesma verdade e unidade.

Esta onda crescerá e atingirá tds as estancias do planeta e a medida que as pessoas forem despertas as barreiras entre pessoas e povos vão cair uma a uma!

Aqueles que abominam a paz neste dia se sentirão orfãos procurão implementar o ódio e não conseguirão mais pois a maioria de nós teremos atingido outro estado, outra sintonia de sêr.

Ninguém conseguirá fazer a cabeça de ninguém para a guerra porque a guerra, ou melhor aquilo que nos separava dentro de cd um de nós terá sido transmutado em unidade!

E dai qual será o destino destes renitentes se continuarem lutando contra esta onda de transformação global?

Ou despertarão com o tempo ou serão realocados daqui(pela Hierarquia da evolução na Terra eu crêio) para algum outro lugar onde vibrem na sintonia deles pois aqui não terão mais espaço!

E este planeta finalmente poderá atingir seu potencial evolutivo porque seus filhos e filhas diletos estarão em paz consigo mesmos e com tds e dia a dia tds as diferenças externas serão dissolvidas na unidade do amor e da paz e cd individualidade não será egótica mas sintônica, cooperativa,amorosa, pacífica!
Não perderemos a nossa condição particular, individual mas exerceremos esta mesma com amor, com tolerância, com liberdade, com responsabilidade,com urbanidade, com civilidade,com fraternidade, com igualdade não de dons e talentos mas de relacionamento,humanidade.

Assim a paz global depende unicamente do que fazemos HOJE, aqui e agora ,com nossa potencialidade interna para transformarmos a nós mesmos em embaixadores de um nv estado de paz  que começe em nós e alastresse mundo a fora!

Paz a tds...

Valter!