Google+ Badge

sexta-feira, 28 de fevereiro de 2014

TRÊS VISÕES INTERIORES



Contar as bençãos é um costume antigo da espiritualidade...
A divindade instruiu Abraham a contar as estrelas do céu - obviamente que foi um eufemismo, Deus não quis usar os termos chocantes que talvez fizessem o velho Abraham morrer do coração, não quis mostrar a guerra racial e espiritual que adviria de suas linhagens tanto carnais quanto espirituais, sim pois os cristãos apesar de diferentemente dos islâmicos(só os descendentes de Ismael e os filhos de Quetura mais de seu neto Esaú) e israelitas (filhos de seu neto Israel)não serem majoritariamente descendentes físicos dele(apesar de existirem muitos cristãos de origem árabe e até judaica) o são espiritualmente, por outro lado se ele lembrasse que estrelas do céu é mais que os astros brilhantes mas um símbolo dos grandes hierarcas divinos lembraria das velhas guerras nos céus entre os tais e veria que nem tudo seria cor de rosa na sua descendência - mas naquele momento era para ele focar estes astros brilhantes e sonhar, sonhar e sonhar para saber o quanto seria abençoado e quanto sua descendência alcançaria de poder e influência no mundo futuro. 
Este recurso de 'contar as bençãos' é uma arma eficaz contra a mania de contarmos as derrotas, as perdas, os danos.
A oração do Pai Nosso por exemplo, é uma fórmula cabalística de contar as bençãos e atrair mais bençãos ainda...a benção de Israel também(Ouça Oh! Israel ...o Senhor é UM só - Unidade Manifesta...OM...em 3 raios de expressão divina AUM, AMÉM - )...
Contar as bençãos é abrir-se a um universo de possibilidades criativas!
Contar as bençãos, é ter fé, é confiar, é descansar no divino em nós, é movimentar a roda dos acontecimentos e é sobretudo ser humilde e grato por ser um canal de luz neste mundo tão tenebrosamente dissociativo pelas ações humanas destituídas de gratidão e amor.
Falar de humildade é ofender certas pessoas, certas 'espiritualidades' que entendem que por sermos DEUS EM AÇÃO não devemos nada a ninguém muito menos a uma divindade externa. Esquecem os mesmos que somos SIM a divindade em ação mas esta está nublada pela personalidade, pelo ego menor e limitado com o qual interagimos no mundo e percebemos primeiramente as coisas e pessoas...é daqui que deve vir a humildade em reconhecer Deus em SI e ALÉM de si...de ver Deus como a Fonte de todas as boas coisas da vida...do EGO...Afirmar noite e dia sem cessar que você é Deus não te torna Deus te torna um ególatra insano do qual os outros fogem mas VIVER este Deus que você SABE Ser em essência submetendo seu ego humildemente as diretrizes que Dele vem para viveres no mundo é um progressivo mergulhar no mar da divindade e então um dia quando olharem para você os demais humanos verão somente Deus nada mais...sem precisar você ficar se esgoelando TODA VEZ que você é Deus, que Deus esta dentro e não esta fora etc como se isto fosse a ultima das novidades e pior, alguns pensam que é algo particular deles...pois as pessoas vivenciarão em ti, ao teu redor, através de ti, onde você chegar e até onde você só se projetar através de seus escritos, da lembrança que as pessoas tem de você... que Deus e você são UM e que elas e Deus são UM também...e o Grande Mistério finalmente será revelado em sua inteireza e integralidade de Ser.
Assim, contar as bençãos é no fundo você contar as contas do rosário sagrado e invisível, num mantra espiritual que te eleva até as mais altas esferas do Ser.

OM MANI PADME HUM

Amor e Luz 

Valter Taliesin




Porque somos em manifestação o que criamos noite e dia sem cessar, ainda que este ser não seja o Ser de fato mas um fazer ser de conta, um fazer de acertos e erros, de limitações por nossas próprias mentes e corações nublados de ego...

Sim, pois num coração onde a Sabedoria não apita e numa mente onde a Palavra não ecoa, o ego pinta e borda, a personalidade escraviza a alma, numa bizarrice sem freios e sem tamanhos invertendo a ordem natural das coisas e da manifestação.

Nascemos para caminhar neste mundo com os olhos, os ouvidos, o sentir da alma, nascemos para que nossa personalidade fosse o canal de ligação entre nossa alma encarnante e o corpo que sensorialmente tudo externamente vê, toca e interage. Se porventura estamos agora dominados pelo egoísmo medonho é porque em algum momento deixamos de permitir que a alma seja ama e senhora e permitimos que nossa personalidade usurpa-se o trono da Sabedoria em nosso coração e da Palavra(Verbo Divino)em nossa mente.

Sim, eles são divinos e sagrados, são as manifestações, Yin/Yang de nossa Presença do Eu Sou; a Alma Divina(Sofia) e nosso Santo Cristo Pessoal(Logos), o casal alquímico e sagrado que num enlace de pura luz divina realiza as bodas alquímicas no humano limitado, na personalidade em nós e transmuta nosso corpos e abençoa tudo ao redor.

Entretanto ao permitirmos que as ordens dos fatores sejam alteradas(e aqui elas tem sim importância) o caos se instala dentro de nós e a partir de nós criando o que estamos vendo noite e dia em jornais, revistas, TV e portais de internet no que se refere à desgraça, dor, corrupção, violência, maldade, ilusão e maia.

A personalidade NÃO É diabólica, ela é a criança rebelde e curiosa que precisa do aio para caminhar corretamente rumo a sua evolução e ascensão...e este aio é o Espírito Divino, o grande ajudador, o grande consolador, que desce do coração do Cristo e de Sofia em nós e quando permitimos(pois ele é educador, aio e portanto educado)ele faz em nós muito mais do que pensamos e pedimos a Deus.

Apesar da Presença do Eu sou ser Deus em nós e de manifestar-se através da Palavra e da Sabedoria e estes através do Espírito Santo o grande ajudador...e portanto serem TODO PODER...TODO AMOR...TODA LUZ...eles jamais farão algo se a consciência, a pessoa em si não permitir que se faça...afinal...Liberdade é você até escolher se ferrar na vida se for o caso...mas quando você se cansa de ser trouxa...as mãos divinas em ti estão estendidas para receber-te, curar-te , renovar-te e recriar-te conforme sois em essência.

Assim é...

Amor e Luz...

Valter Taliesin


Buscar...Refletir...Aplicar...

Desta forma estarás construindo o verdadeiro Templo de Deus na terra que sois vós.

O Templo de Deus é cada lágrima sagrada derramada pelas dores e sofrimentos que não tem um veio egoísta e maniqueísta, mas um profundo sentido de Justiça Divina em ação.

O Templo de Deus é cada cântico entoado por teus lábios quer nos bons ou nos maus momentos no qual tua alma reflete a luz que mora em ti e no qual refulges no mundo esta mesma luz em tonalidades diversas de toques onde chegas e te encontras.

O Templo de Deus é teu profundo momento de meditação e tua oração mais sincera, e o momento mais profundo ainda onde ouves Deus falar em ti, naquele lugar onde pode um único Ser estar, morar, e ser...Deus em ti...

O Templo de Deus é cada obra de amor que fazes a teu próximo mesmo quando ele 'não mereça' mas você simplesmente vai e faz, quando você releva as ignorâncias, as pisadas de bola... concordo que as vezes a melhor forma de demonstrar amor é ser 'duro', e usar de sinceridade não fazendo papel de panaca pois tem MUITA gente que aprende com um olhar de carinho e MUITOS outros que só aprendem com o olhar severo e repreensor, o Espírito Divino na verdade estará em si em cada situação se deres lugar operando a melhor forma de tratar cada caso, cada situação cada pessoa para o BEM MAIOR... seu, de seu próximo e da manifestação da vida em geral.

O Templo de Deus é com certeza cada tijolo da paz que 'excede todo o entendimento e compreensão', desta paz que se manifesta em ti e a partir de ti, nos momentos mais inusitados, quando tudo parece sossobrar ao teu redor e te leva a agir de forma com que a bondade divina seja glorificada em tua vida e no mundo em torno de ti.

O Templo de Deus se revela quando você espera em Deus, e deixa que tua alma encontre aquela alma sagrada que vai juntamente consigo empreender a jornada terrestre, marido e mulher, amante e amada(o) unidos, preenchidos de desejo, de paixão, de sintonia, de cumplicidade, de companheirismo, de afetuosidade e sobretudo de amor, muito amor, além de todas as diferenças que possam ter as quais pelo contrário, trabalham em conjunto pelo bem do todo da relação.

O Templo de Deus se revela nas verdadeiras amizades que forjas na vida, no amor fraternal, na companhia com almas amigas, irmãs e afins em prol do trabalho que dentro de vós diz... JÁ.

O Templo de Deus é minuciosamente arquitetado e depois construído dentro de um coração sereno, uma mente criativa, um ego obediente aos ditames internos, uma consciência plenamente desenvolvida e liberta da ilusão, de uma alma realmente livre e consagrada ao eu maior para dele tudo receber e fazer.

O Templo de Deus é construído quando você enfim se percebe UM com cada irmão e irmã e entende que eles são tudo e todos não só os humanos...

A pedra sob a qual caminhas, a grama verdejante e as frondosas árvores, as belas flores e os doces frutos, a terra fofa que os manifesta, a água que preenche tudo de vida, o fogo que revitaliza e energiza todas as coisas, o vento que leva de um para outro lado o prana sagrado, bem como os elementais que neles atuam...é cada animal, cada ser vivo...cada hierarca da luz...

E quando você percebe você e tudo se tornou um imenso trono divino, um templo sagrado onde só existe amor e luz.

EIS O TEMPLO DE DEUS...A MORADA DE DEUS COM OS HUMANOS...

Nossa ação divina e criativa todos os dias forjando um humano novo e um mundo novo!

Amor e Luz

Valter Taliesin



VÍDEOS SAGRADOS

RIUICHI SAKAMOTO














FONTE YOUTUBE








FONTE DE IMAGENS GOOGLE






AS CANÇÕES DE UM AMOR


O AMOR PODE COMEÇAR, CRIAR RAÍZES, CRESCER E FRUTIFICAR DE DIVERSAS FORMAS.

OS TEXTOS ABAIXO RELATAM COMO DUAS ALMAS, DOIS CORAÇÕES, DUAS PERSONALIDADES SE ENCONTRARAM, SE SENTIRAM ATRAÍDOS DESDE O INÍCIO, MAS VIRAM O AMOR CRESCER PRIMEIRO COMO UMA LINDA PLANTA CHAMADA AMIZADE, MAS NÃO PAROU POR AI... DEPOIS FOI PROGRESSIVAMENTE SE TORNANDO OUTRAS COISAS, SE COLORINDO COM AS CORES DA ATRAÇÃO MAIS FORTE, DO DESEJO, DA PAIXÃO, DOS SONHOS LÚDICOS, MAS SEMPRE ALICERÇADOS EM ALGO MAIS SAGRADO, MAIS FIRME, UMA ENERGIA PURA DE AMOR, DE RESPEITO, DE SINTONIA, DE EMPATIA, DE SACRALIDADE, ONDE POUCO A POUCO AS SIMILARIDADES SE TORNARAM UMA VERDADEIRA SINFONIA E AS DIFERENÇAS ESCADAS EVOLUTIVAS, DEGRAUS DE ASCENSÃO QUE AJUDAM OS DOIS A SEREM MAIS E MELHORES...

CLARO, AINDA HÁ MUITO A PERCORRER, PERIGOS TREMENDOS SEMPRE HÁ NO CAMINHO....EXISTEM AQUELES E AQUELAS QUE SE APROXIMAM COM AMORES FALSOS SUGERINDO QUE SUA FORMA DE AMAR VALE MAIS A PENA QUE O QUE OS DOIS TEM, EXISTEM AS LEMBRANÇAS DE AMORES PASSADOS QUE PODEM AINDA CRIAR DORES QUE NÃO SÃO DESEJADAS, EXISTEM VERDADEIROS VAMPIROS ASTRAIS EM FORMA DE GENTE QUE ASSEDIAM AMBOS E TENTAM MINAR O QUE É TÃO BELO E SAGRADO, EXISTEM OS INIMIGOS DA LUZ ENCAPADOS ATRÁS DE TODOS ESTES POBRES ILUDIDOS POR MAIA QUE TENTAM FAZER SEMPRE QUE A INFELICIDADE SEJA PRIMAZ NAQUILO EM QUE ENXERGAM A FELICIDADE, POIS ESTA LHES FERE OS BRIOS TREVOSOS..
.EXISTE ENFIM AS PRÓPRIAS FRAQUEZAS E FRAGILIDADES DE AMBOS QUE SE NÃO FOREM BEM ADMINISTRADAS PODEM SER TREMENDOS EMPECILHOS. MAS ACIMA DE QUALQUER COISA ESTA O AMOR E O RESPEITO QUE AMBOS DESFRUTAM UM PELO OUTRO, O DESEJO DE SER E FAZER FELIZ, O AMOR QUE DEPOSITAM PELAS CRIANÇAS SAGRADAS QUE ESTÃO COM ELES E AS PESSOAS DE LUZ QUE LHES RODEIAM E SOBRETUDO DEUS QUE NADA DEIXA FALTAR ÀQUELES QUE SE ENTREGAM AO SEU SENHORIO E DIREÇÃO.

ASSIM SENDO, CONFIANDO NESTA LUZ, SEGUIMOS AMBOS...SOFIA E VALTER,,,

O QUE VIRÁ DEPOIS, BEM; SE FORMOS SINCEROS E ÍNTEGROS UM COM O OUTRO, COM O DIVINO EM NÓS, COMO TEMOS SIDO ATÉ AGORA DEUS ESTARÁ SEMPRE CONOSCO FAZENDO O MELHOR PARA NÓS...O RESTO...BEM, O RESTO NÃO PASSA DISTO... RESTO, MAIS NADA...

OM NAMAIAH SHYVAIAH!

MARANATA! ORA VEM SENHOR JESUS!

VALTER TALIESIN




Nossos caminhos são agora um só caminho, nossas almas, uma só alma.
Cantarão para nós os mesmos pássaros, e os mesmos anjos desdobrarão sobre nós as invisíveis asas. Temos agora por espelho os nossos olhos; o teu riso dirá a minha alegria, e o teu pranto, a minha tristeza. Se eu fechar os olhos, tu estarás presente; se eu adormecer, serás o meu sonho; e serás, ao despertar, o sol que desponta.
Nossos mapas serão iguais, e traçaremos juntos os mesmos roteiros
que conduzam às fontes escondidas e aos tesouros ocultos.
Na mesma página do Evangelho encontraremos o Cristo, partiremos na ceia o mesmo pão; meus amigos serão os teus amigos, perdoaremos com iguais palavras aqueles que nos invejam.
Será nossa leitura à luz da mesma lâmpada, aqueceremos as mãos ao mesmo fogo e veremos em silêncio desabrochar no jardim a primeira rosa da Primavera. Iremos depois nos descobrindo nos filhos que crescem, e não mais saberemos distinguir em cada um os meus traços e os teus, o meu e o teu gesto, e então nos tornaremos parecidos. E nem o mundo nem a guerra nem a morte, nada mais poderá separar-nos, pois seremos mais que nunca, em cada filho, uma só carne e um só coração.
Que o homem não separe o que Deus uniu. Que o tempo não destrua a aliança que nos prende, nem os amores, o amor.
Que eu não tenha outro repouso que o teu peito, outro amparo que a tua mão, outro alimento que o teu sorriso. E, quando eu fechar os olhos para a grande noite, sejam tuas as mãos que hão de fechá-los. E, quando os abrir para a visão de Deus, possa contemplar-te como o caminho que me levou, dia após dia, à fonte de todo amor.
Nossos caminhos são agora um só caminho, nossas almas, uma só alma. Já não preciso estender a mão para alcançar-te, já não precisas falar para que eu te escute...
 — com Valter Taliesin.


Sempre soube que amor é planta. Mas vim descobrir, já na flor dos anos, que a amizade também é planta; estranha planta que pode nascer ao longe, e alimentar-se de sonhos, de palavras, mas também de silêncios e delírios. Que vive no entre dito, no entrevisto, no imaginado; na subtileza do que se supõe descoberto. Na espera, na familiaridade da semelhança, na estranheza das confissões, na riqueza da discordância.
E floresce com pistilos de ansiedade vermelha, e se derrama em gotas de orvalho e fragilidade, e se revela aos poucos, temerosa como uma virgem; porque o coração é terra bravia, e a alma quebrada, na solidão construiu sua fortaleza.
Mas a vida me trouxe presentes, risos de ouro, mensagens de incenso, e histórias de mirra; e olhos sinceros, e contactos secretos, que se constroem no espanto de ver-se reflectida em afectos alheios. E imagino uma estrela que brilha, quase do outro lado do mundo, quase ao alcance das mãos.
Por todas essas maravilhas, me ajoelho ante a planta que brota de minhas entranhas, plena de sumo e verde e encantamento; e agradeço as promessas simples, de vegetal esplendor. E tremo, porque me sei na presença do sagrado; e temo, pois meu coração se abre, vibrante e exposto como a flor das manhãs.
Depois encontro tuas palavras, e meu peito se enchem de seiva nova, e o riso se faz cascada para lavar a alma e as vestes, e o caminho se faz companhia. E uma lágrima foge, e rola, se torna alívio e consolo; porque sei, que apesar das águas e lembranças que nos separam, tu, entendes.
 — comValter Taliesin.

A beleza do desnudar-se pudico, meio sem jeito mas com muita graça e no entanto repleto de desejo de olhar mais profundamente e de ser olhada mais profundamente... vou descobrindo a cada releitura deste teu texto(e de todos os outros na verdade)...é um prazer relê-lo, tentar descobri-lo mais um pouco. Não são palavras fáceis, a princípio até despertam alguns questionamentos, mas depois percebe-se uma sutileza toda própria, toda sua, toda rodeada e decorada com este teu jeitinho de ser tão teu, tão especial, tão SOFIA que aprendi amar e respeitar com toda minha inteireza de Ser. Percebe-se um fio de ouro, dourado, que liga termos como amor e amizade...percebe-se que da amizade sincera pode surgir o amor mais inesquecível, tremendo, intenso e sagrado que se tenha notícia e que ligue duas almas. Percebe-se um escrevinhar de novas fórmulas, percebe-se o código, o sagrado código e a secreta chave com a qual uma alma e só ela, tem acesso a outra alma... Este teu jeito absolutamente pessoal e intransferível de ser o Ser e que por estas sagradas sintonias e mistérios do sagrado se parece tanto com o meu o qual fez até com que certas 'criaturas alienígenas' lessem coisas minhas como se fossem suas e vice e versa rs...isto me faz cada vez mais navegante intrépido de teu mar de mistério e pura luz e amor...I LOVE YOU MINHA SOFIA!     

Reflexões de Valter sobre o texto de Sofia acima...


O amor não conhece fronteiras, mares, empecilhos ou impedimentos...

O amor é como um farol sinalizando de alma para alma...de destino para destino...

Existe amizade entre duas almas que se amam?

Claro, com certeza, mas existe mais; existe desejo, existe paixão, vontade de estar junto, cumplicidade, sintonia, companheirismo para criar um mundo, um universo juntos, como Deus e Deusa do mesmo...

Existe aquele toque especial que torna a vida do outro diferente, significativa e de certa forma destacada das outras vidas que amamos também e nos rodeiam, não que amemos menos os filhos, as filhas, os pais, os familiares... NÃO, mas sabemos que de forma misteriosa e sagrada, como se fosse um outro eu nosso(todos nós humanos somos UM enquanto essência divina mas falo aqui do eu perceptivo, consciente e individual), somente aquela alma tem o código, a chave que acessa o recesso mais profundo do nosso coração da qual todas as demais são afluentes não o rio principal...o rio principal ...é ela...

Como entender um amor e um sentimento assim?

Não precisamos, basta a nós VIVERMOS o mesmo dia a dia, sentirmos esta alma amada, sagrada, tão nossa e nós tão dela que nem podemos imaginar como que um dia quisemos ser de outra(o) e nem imaginamos querer outra(o) pessoa que não seja ela... é um entregar-se inteiro, sempre e cada dia mais.

O amor assim abarca uma aventura no bom sentido(este termo, aventura, passou a ter má fama depois que os pilantras de plantão começaram a empregá-lo para suas escapadelas da vida digna mas originalmente vem do latim "ad venture", e significa literalmente 'o que vem pela frente'... é enfim o mistério que o divino reserva para as almas sagradas e corajosas...), a aventura de um navegante do mundo misterioso de Nárnia, ou de um desbravador da terra média vencendo as tentações dos anéis sedutores, símbolos do inferior ilusório que querem prender a alma aos relacionamentos efêmeros, ou ainda de um Ulisses retornando para sua Penélope não importando que tudo e todos venham contra si por 10 longos anos de vicissitudes e tentações além dos 10 da longa guerra de Troia, e por fim de uma Maria Madalena, a qual enquanto todos fogem atemorizados diante do túmulo vazio espera chorosa à porta da tumba de seu amor, sozinha, numa solidão/solitude sem definição possível em termos alfabético/linguísticos, até que seja a primeira a vê-lo como ele REALMENTE É, antes de qualquer um.
E porque isto? Porque ela tinha o código secreto, a chave personal do amado que nenhum outro tinha, de acesso àquele lugar onde era só dele e por um caminho misterioso tornou-se só dela também e vice e versa. Ainda que num sentido mais lato, abstrato, inclusivo e divino tudo e todos fossem realmente UM Nele, ela todavia se tornará numa outra extensão personalizada dele mesmo e ele dela.
Assim ela ali, diante de seu amor com aparência física diferente, de outra esfera do Ser, agora com um semblante glorificado, ela se percebe detentora da chave como nenhum(a) outro(a) quando ele lhe chama naquele tom peculiar e que só a ela chamava e se dirigia...MARIA...e tremendo de amor ela responde carinhosamente do jeito que somente a ele e a mais ninguém se diria com seu apaixonado e entregue...' Raboni'...pronto, ele abriu aquele lugar secreto nela que só ele conhecia e ela adentrou também aquele lugar secreto nele que só ela entendia e as escamas caíram dos olhos e ela o viu face a face...no sentido mais profundo de tal termo(existe um livro dito apócrifo - ou dois, pois Pistis Sofia é um deles, sendo o evangelho de Maria Madalena se não me engano o outro - que deixa bem claro isto, esta percepção única que Jesus tinha de Madalena e ela tinha dele e de sua obra e que ninguém mais conseguia captar ou partilhar e isto independente de terem ou não sido marido e mulher de fato e de direito)...

Assim é este mundo fantástico e soberano do amor entre duas almas realmente sintônicas entre si!

Valter
 — com Sofia De Melo Volante.

OS ENCONTROS, A PAIXÃO E PRINCIPALMENTE O AMOR SEMPRE TEM TRILHAS SONORAS QUE EVOCAM NAS DUAS ALMAS O MELHOR DE SI MESMAS. ESTAS SÃO APENAS ALGUMAS DA GRANDE QUANTIDADE DE MUSICA QUE NOS TOCAM, TALVEZ AS QUE MAIS POSTAMOS UM AO OUTRO POR MOMENTOS ESPECÍFICOS QUE VIVÍAMOS. NÃO SEI SE SÃO OS MELHORES OU NÃO MAS CALAM FUNDO EM NÓS...

SARAH BRIGHTMAN DELIEVE ME


FOREIGNER - I WANT TO KNOW WHAT LOVE IS


CHRISTINA PERRI  - THOUSAND YEARS - TEMA DE TWILIGHT


PIANO BALAD - TWILIGHT EDWARD E BELA

ANNIE LENNOX - INTO THE WEST

PEDRO ABRUNHOSA - ILUMINA-ME


BEYONCE -HALO - TWILIGHT

DANITY KANE- STAY WITH ME - TWILIGHT

SARAH BRIGHTMAN E MUVRINI ´ TU QUIERES VOLVER


LOREENA MCKENNITT - DANTES PRAYE'S


OLIVER SHANTI - WOKANTONKA



ALAN JACKSON - LIVING ON LOVE


LESIEM - FIDES


THOMAS BERGESEN - REMEMBER ME


ERA - DONT' YOU FORGET ABOUT ME


FONTE YOUTUBE






FONTE GOOGLE IMAGENS

quinta-feira, 27 de fevereiro de 2014

REALMENTE O QUE SE SENTE...






Se você perdeu tudo, menos a fé, nada está perdido.

Sofia de Melo volante

No ideal de lutar terás a satisfação de vencer.

Sofia de Melo volante

O desejo de fazer deve sempre ser maior do que o medo de errar.

Sofia de Melo Volante

Não tenha medo de viver! Não há certezas, apenas tentativas. Tudo depende do que você decide neste exato instante. Cada dia tem o seu segredo: delicioso, mágico. Medo é um atraso de vida. São transformações para o nosso crescimento pessoal, experiências para melhorarmos como indivíduos. Emoções, medo de gostar, medo de não dar certo, medo de aceitar desafios, medo de viver! Vale a pena deixar de aproveitar as oportunidades da vida, por puro medo? Pode acontecer de tentar e não dar certo? Sim, pois o futuro a Deus pertence. Mas se realmente você quer, deseja com a sua alma, arrisque! Não sinta culpa, pense em sua felicidade. Não importa a duração, e sim, a intensidade dos sentimentos. Prefira mil dias em um, do que um dia em mil. Programe-se para dar a virada na sua vida! Vale a pena deixar de aproveitar as oportunidades da vida, por puro medo? Pode acontecer.

Sofia de Melo volante


Você já se encantou alguma vez com coisas simples?
Com a água que cai, límpida e transparente, tocando sua pele com carinho, deixando-a aveludada e perfumada.
Com a planta de mil folhas, onde se escondem os vasos condutores da seiva, nos traços mais perfeitos.
Com o mar, na sua imensidão, suas tonalidades esverdeadas e a luz beijando a superfície no vai e vem.
Com o inseto minúsculo, camuflando o seu mini-sistema de vida, com asas desenhadas pelo Pintor perfeito.
Com o sol longínquo, a abraçar seu corpo ofertando poderosa energia em toda a extensão.
Com a inocência da criança, que acredita que o mundo já é perfeito, distribuindo o sorriso sincero e a confiança permanente.
Com a fidelidade dos animais domésticos.
Com a diversidade de raças, rostos e cores que dão vida ao planeta.
Com as cores do arco-íris que se confundem e ao mesmo tempo são distintas.
Com a risada sincera e desembaraçada que limpa a alma e o coração.
Com os alimentos, na sua multiplicidade de cores e sabores que saciam a fome e mantêm as energias das células, sustentando a vida.
Com as montanhas, em múltiplas e sucessivas camadas, sumindo no horizonte.
Com a alegria que brota dos corações, entre amigos sinceros.
Com a inteligência dos homens, que a cada segundo é superada por novas e úteis descobertas.
Com o poder do pensamento, que transforma tudo em realidade.
Com as lições de amor que o meigo Rabi da Galiléia nos deixou.
Enfim, você já se encantou alguma vez com coisas simples como um gesto sincero, sem disfarce?
Com o olhar seguro, sem desvio?
Com o toque suave, com energia?
Com o pensamento puro, sem hipocrisia?

Sofia de Melo Volante


"A grande arte da vida é acordar 

depois de um sonho, levantar 

depois de um tombo, e sorrir 

depois de uma decepção!"

Sofia de Melo Volante



É maravilhoso encontrar a simplicidade, a disponibilidade, o olhar puro e o gesto pronto.

Que bom que você veio!
O encontro é algo divino e maravilhoso
É maravilhoso,
Encontrar um coração que vem!
É maravilhoso encontrar a simplicidade, a disponibilidade, o olhar puro e o gesto pronto...
É maravilhoso encontrar num riso aberto, uma alma corajosa, um desejo de ser MAIS.
Aqui, se realiza a maravilha do encontro, porque você se fez presente...
Realiza, porque você veio, trazendo um pouco de seu próprio manancial cristalino: um pouco das suas próprias canções de ninar; um pouco das suas histórias de crianças; um pouco de você mesmo...
Esteja em casa e abra o seu coração!
A sua presença, há de nos deixar mais ricos, há de nos aumentar as esperanças, há de nos fortificar as energias, para a luta de construir...
Que o MUNDO de hoje precisa...
Com as nossas mãos apertando as suas mãos encontraremos
novos rumos!

Sofia de Melo Volante
Faço parte da vida daqueles que tem amigos...
Pois ter amigos, é ser feliz!
Faço parte da vida daqueles que acreditam...
Que ontem é passado, amanhã é futuro...
E hoje é uma dádiva, por isso é chamado presente!
Faço parte da vida daqueles que acreditam no Amor.
Que acreditam que para uma história bonita não há ponto final!
Sou casada com o Tempo.
Ele resolve todos os problemas.
Ele reconstrói corações, cura machucados, vence a tristeza...
Juntos, eu e o Tempo tivemos três filhos:
A amizade, a Sabedoria e o Amor!!!
A Amizade é a filha mais velha.
Uma menina linda, sincera, alegre.
A Amizade brilha como o sol...
A Amizade une pessoas, pretende nunca ferir, sempre consolar!
A do meio é a Sabedoria...culta, íntegra!
Sempre foi mais apegada ao pai, o tempo.
A Sabedoria e o Tempo andam sempre juntos!
O caçula é o Amor.
Ah! Como esse me dá trabalho!
É teimoso, às vezes só quer morar em um lugar...
Eu vivo dizendo:
- Amor, você foi feito para morar em dois corações, não em apenas um...
O Amor é complexo, mas é lindo, muito lindo!
Quando ele começa a fazer estragos...
Eu chamo logo o pai dele, o Tempo!
E aí, o tempo sai fechando todas as feridas que o amor abriu!
Uma pessoa muito importante me ensinou uma coisa...
Tudo no final sempre dá certo!!!
Se ainda não deu, é porque não chegou o final.
Por isso, acredite sempre na minha família!
Acredite no Tempo, na Amizade,na Sabedoria e principalmente no Amor...
Aí, com certeza um dia, eu, a Felicidade,
Baterei à sua porta!
Tenha tempo para os sonhos...
Eles conduzem sua carruagem para as estrelas!

Sofia de Melo Volante





Todas as coisas na Terra passam...
Os dias de dificuldades passarão...
Passarão também os dias de amargura e solidão...
As dores e as lágrimas passarão.
As frustrações que nos fazem chorar... 
...um dia passarão.
A dor da perda do ser querido, passará.
Ficará a saudade...
Dias de tristeza...
Dias de felicidade...
São lições necessárias que, na Terra,
passam, deixando no espírito imortal
as experiências acumuladas.
Se hoje, para nós, é um desses dias repletos
de dor, paremos um instante.
Elevemos o pensamento ao Alto,
e busquemos a voz suave e amorosa do Pai
a nos dizer carinhosamente:
Isso também passará...
E guardemos a certeza
pelas próprias dificuldades já superadas,
que não há mal nem dor que dure para sempre.

Sofia de Melo Volante


"A cada momento em que você rejeita uma e outra verdade, você também
rejeita a possibilidade de melhorar como pessoa.
E ao deixar de melhorar como pessoa, também deixa de fazer felizes a
todos aqueles com quem se relaciona."

"A esperança é uma coisa boa, talvez a melhor, e o que é bom nunca morre."

"A fé é a coluna mestra que nos sustenta nas horas de desespero."

"A fé não poderia ser sustentadora sem o estado de espírito da esperança."

"A fortuna não consiste em ter, senão merecer."

"A preguiça caminha tão devagar que a pobreza em pouco tempo alcança."

"A revolução é fundamentalmente a luta contra a morte dos amigos
e dos inimigos."

"Algumas vezes os melhores nadadores morrem afogados e os melhores
cavalheiros caem dos cavalos."

"Alto deve ser o valor de suas idéias, não o volume de sua voz.
O mundo ouve mais quem fala baixo, mas pensa alto.
Enquanto Hitler gritava bastante,
Ghandi falava baixo,
Chaplin fazia cinema mudo,
e Cristo não levantava a voz.
Fale baixinho...
Mostre que seu pensamento
caminha além de sua voz."

"Amor é um labirinto em que a entrada é fácil e a saída é difícil."

"As injúrias são razões de quem não tem razão."

"As chagas da dignidade nunca cicatrizam."

"As pessoas enumeram as falhas daqueles que as fazem esperar."

"Chegará um dia em que nossas recordações serão nossa única riqueza."

"É mais fácil ser sensato para os outros do que para si mesmo."

"Há casais que jogam com os sonhos como se jogassem tênis.
Ficam à espera do momento certo para a cortada.
O que se busca é ter razão e o que se ganha é o distanciamento.
Aqui, quem ganha sempre perde".

"Há sempre uma mulher no íntimo de todas as grandes coisas."

"Insucesso é apenas uma oportunidade para recomeçar de novo com
mais inteligência."

"Muitas vezes a dúvida é o início da sabedoria."

"Não fique se queixando por sua vida estar vazia, por não se sentir feliz,
por não ter o que fazer.
Antes, procure ajudar um amigo que atravessa problemas sérios,
os necessitados, os carentes.
O excesso de atenção a si, não ajudará a busca da felicidade."

"Nunca deixe de fazer algo de bom que seu coração lhe pede.
O tempo poderá passar...
E a oportunidade também!"

"O maior erro do ser humano, é tentar tirar da cabeça aquilo que não
sai do coração."

"O maravilhoso da fantasia é nossa capacidade de torná-la realidade."

"O supérfluo dos ricos é o necessário dos pobres."

"O tempo voa, o sol nasce, a sombra cai...deixai-os ir,
pois o Amor tudo cobre."
(Inscrição num relógio de sol, sem autoria)"

"Onde há paz e meditação não há nervosismo nem dissipação."

"Quem sua vida complica seus cuidados multiplica."

"Pior do que ter mil inimigos é ser o seu próprio inimigo".

"Se começarmos a viver a vida em busca do Deus que está por todos os
lados à nossa volta, todos os momentos passam a ser uma oração."

"Tudo o que é aceito sem questionamento vira rotina."

"Um momento de paciência pode evitar um grande desastre, um
momento de impaciência pode arruinar toda uma vida."

"Um velhaco acha sempre outro que o desbanca."

"Vencer as imposições dos sentidos é a mais gloriosa das vitórias."

Sofia de Melo volante

Sempre soube que amor é planta. Mas vim descobrir, já na flor dos anos, que a amizade também é planta; estranha planta que pode nascer ao longe, e alimentar-se de sonhos, de palavras, mas também de silêncios e delírios. Que vive no entre dito, no entrevisto, no imaginado; na subtileza do que se supõe descoberto. Na espera, na familiaridade da semelhança, na estranheza das confissões, na riqueza da discordância.
E floresce com pistilos de ansiedade vermelha, e se derrama em gotas de orvalho e fragilidade, e se revela aos poucos, temerosa como uma virgem; porque o coração é terra bravia, e a alma quebrada, na solidão construiu sua fortaleza.
Mas a vida me trouxe presentes, risos de ouro, mensagens de incenso, e histórias de mirra; e olhos sinceros, e contactos secretos, que se constroem no espanto de ver-se reflectida em afectos alheios. E imagino uma estrela que brilha, quase do outro lado do mundo, quase ao alcance das mãos.
Por todas essas maravilhas, me ajoelho ante a planta que brota de minhas entranhas, plena de sumo e verde e encantamento; e agradeço as promessas simples, de vegetal esplendor. E tremo, porque me sei na presença do sagrado; e temo, pois meu coração se abre, vibrante e exposto como a flor das manhãs.
Depois encontro tuas palavras, e meu peito se enchem de seiva nova, e o riso se faz cascada para lavar a alma e as vestes, e o caminho se faz companhia. E uma lágrima foge, e rola, se torna alívio e consolo; porque sei, que apesar das águas e lembranças que nos separam, tu, entendes.

Sofia de Melo Volante


VÍDEOS SAGRADOS

PHIL COLLINS

VANGELIS
 

FOREIGNER


RAUL SEIXAS


THOMAS BERGESEN

PEDRO ABRUNHOSA






FONTE YOUTUBE





Fonte de imagens Google