Google+ Badge

terça-feira, 28 de setembro de 2010

A Caminhada!

Por mais estreita que seja a estrada não tem jeito; temos que trilhá-la!


Não temos como fugir da misteriosa verdade de que estamos vivos!


E como são diferentes as expressões e situações de cada humano encarnado!
Como cada um de nós tem desde o encarne coisas só nossas que por mais que sejamos iguais no sentido de sermos HUMANOS,aos outros semelhantes ,são contudo nossas, de nossos méritos e deméritos passados(?)!


SIM OU NÃO!?


Por mais que crêiamos na probabilidade de uma única existência( mas o debate um encarne versus multiplos encarnes continua e cd ld tem a meu ver fortes argumentos),fica difícil as vezes aceitarmos tantas diferenças, tantas situações particulares de cada humano encarnado nesta esfera de vida sem crermos  na multiplicidade de encarnes!


Ou não!?


Abortos, mongolismo,excepcionalismo,defeitos físicos,genialidades,retardo mental,doenças genéticas,encarnes em povos privilegiados ou oprimidos,relacionamentos familiares sintônicos ou antagônicos e por ai vai!


Porisso a impressão que se tem as vezes , aliás a certeza para muitos, e que isto tudo nos passa é que nossa aventura é antiga!


Nossas idas e vindas seriam  velhíssimas!


Mesmo assim concordamos que é um fato que a vida ainda é um mistério!


E que bom que assim seja, pois independente do que realmente se passe após o desencarne ou antes do encarne, O numinoso! O enlevado! O glorioso! Nos assoma inteiro, chamativo através das brumas do mistério!


No fundo entendo As Brumas de Avalon do mito,assim:
Aquilo que não só oculta o fabuloso, o Divino de nós, mas que nos serve de incentivo para acharmos as chaves que abrirão o Caminho em meio à elas!


As brumas nos desafiam a encontrar Avalon e Avalon nda mais é que o Éden versão celta, e o Éden é aquilo que buscamos em nosso Eu mais recondido, O Paraiso Perdido(?) das míticas tradições.


Aquele estado anterior , qdo recém criados em priscas eras não tinhamos começado ainda nossa aventura por LIVRE ESCOLHA nesta realidade ilusória!


E então em cada dia e experiência podemos descobrir o caminho da volta!


Porisso a caminhada por mais estreita que seja a via, espinhoso o caminho ou brumosa a senda, nos trás este sentido sacro de que chegaremos lá!


Basta focarmos o Alvo!


AVALON,ÉDEN, EU SOU etc...!


Abs ,


Valter.

Nenhum comentário:

Postar um comentário