Google+ Badge

sábado, 18 de fevereiro de 2017

EU E O TEMPO - O TEMPO E EU -




NOSSOS RASTROS PERDIDOS E ESQUECIDOS PELA MENTE COMUM NO RIO DO TEMPO SÃO CONTUDO O QUE NOS PRENDE OU NOS LIBERTA PARA UM NOVO RAIAR DE DIA.
ACORDAR, TRANSMUTAR E TRANSCENDER BEM E MAU FEITO É A GRANDE CIÊNCIA DO SER...IMORTAL E ETERNO!

Valter Luís


EU E O TEMPO - O TEMPO E EU

Eu devoro o tempo mais que o Tempo me devora...

Aliás; dou a ele a impressão que devora, que vence, que envelheço, mas dentro sou cada vez mais e mais jovem.


Ele olha por fora e vê seus 'estragos' nas linhas e nas curvas que ele pensa estar impingindo à mim, mas mau sabe ele que simplesmente pego o que me dá e no cadinho sagrado transmuto isto em energia que remoça cada vez mais minha alma, meu coração e minha mente; abençoando até meu ego cada vez menos renitente.


Tudo isto porque não foco nele, não aceito sua tirania, não observo suas leis. Sou um Ser fora do Tempo e do Espaço que provisoriamente usa o espaço/tempo para cumprir um propósito que para o Tempo é puro mistério.


Nele, no propósito, neste plano sagrado, não há diretrizes que o Tempo leia e decifre, ele não consegue. E assim dou-lhe a ilusão que vence, que me corrói, que se alimenta de mim, mas sou Eu que o devoro, sou eu o São Jorge que pisa no Dragão do tempo.


Ficarei aqui mais alguns anos brincando de esconde com ele, fazendo com que se sinta o deus que intenta ser, o absoluto que projeta em si mesmo, e quando ele nem bem esperar dou-lhe uma rasteira, pulo fora Dele e do espaço e levo comigo tudo aquilo que 'roubei' deles e eles nem perceberam. E dai usarei isto para criar além do espaço/tempo um universo de possibilidades que o devorará definitivamente de lá...sugando-o, escoando-o, chupando-o e quando ele acordar deixará de ser o que é, e terei vencido sua tirania para sempre.


Outros e outras como eu estão a fazer o mesmo, estão a devorar-lhe a partir da cauda, sugando-o, devorando-o, enquanto passam-lhe a imagem de que vence e são estes que conjuntos e unificados no Não Tempo lhe darão futuramente o golpe mortal; futuro este que já existe num presente além das suas malhas e que ele sem imagina que lhe espera para findar-lhe o reinado.


Imortalidade e Eternidade aqui e agora é o que Vivo e Eu Sou e ele nem sabe e nem percebe isto. A morte? Ora, nem ela sabe; mas é só uma carruagem para mim e outros que como eu vem e vão daqui quando terminam o que vieram fazer. Numa nebulosa ilusão ela também sonha que é tirana, mas como o tempo seu irmão e aliado, esta com seus dias contados.


Sou imortal, sou eterno!!! E todo(a) aquele(a) que descobre esta verdade em si venceu os 3: o Espaço que também se acha absoluto e detentor do direito de reter almas - mesmo quando se entende e se vê como umbral, purgatório, inferno ou até céu, pois até mesmo o mais belo dos céus não passa de pura maia -. o Tempo e seu rio que parece interminável e não navegável e a Morte com sua presença fria e intimidativa se achando a grande rainha da noite.


Já os venci, e muitos fizeram o mesmo...é questão de...tempo, SIM...questão de usar o que peguei deles mesmos...E EM DEUS(A)...SER UM SÓ SER COM O OCEANO DA VIDA!!!

Paz e Bem

Valter Luís

VÍDEOS SAGRADOS

Across The Universe - Beatles

Time - Pink Floyd

Child In Time - Deep Purple

Wrapped Around Your Finger - The Police

Stairway To Heaven - Led Zeppelin





CAMELOT - Através das Areias do Tempo -



Um Rei, uma Espada, um Trono, um Reino, um Mago, uma Bruxa, uma Rainha, um Filho vilão, um grupo de Cavaleiros e um Segredo...

Camelot nos surge no tempo fugidio como a canção da utopia que todas as raças um dia cantaram em diferentes sintonias...

Por mais lendária que possa ter sido o mito perdura independente da veracidade ou não da história.

Em cada nação e povo da terra o mito da terra utópica, do reino que se diferencia e se sobrepõe à todos os reinos é de uma insistência impressionante.

Teria tal mito surgido no tempo dos reis sacerdotes do início da civilização moderna(em torno de 4000 AC) ou é algo mais profundo em nós e mais antigo em nossa História?

Camelot na verdade é uma das faces e versões do mito e apesar de ser uma das mais famosas, se não a mais famosa, é uma das mais recentes que temos.

Lemúria, Atlântida, o reino Davídico/Salomônico de Israel, o reinado de Ramsés, a Troia de Homero, a Babilônia de Nabucodonozor e seus jardins suspensos, a Creta antes do cataclismo, O reino de Rama na Índia, a própria Roma dos áureos tempos etc...fora os mitos de cidades fabulosas de supostas dimensões diversas à nossa como: Kun Lunn, Shangrillá, Sambhalla, Agartha, Asgard, Olimpo e mesmo Avalon, o celeiro, o berço a matrix da própria Camelot e outras que não há certeza de que dimensão eram como: o Eldorado, Paititi etc...


Estas são imagens mais antigas do que Camelot na idealização, ou de um reino real que alcançou enorme desenvolvimento e poder e criou em torno de si a aura mítica de reino eterno ou de uma manifestação real e o mais fiel possível deste conceito no mundo por meio de um povo que em algum momento alcançou a virtude coletiva necessária para manifestá-lo como tal!

Depois de Camelot poucos foram os mitos surgidos desta envergadura e geralmente no 'novo' mundo' na medida em que as riquezas de maias, incas, aztecas etc...eram descobertas e seu grau alto de civilização e tecnologia arquitetônica revelados! Mas mesmo assim tivemos um grande exemplo na figura de Preste João e seu reino fabuloso que a 500 anos despertou a cobiça de portugueses, espanhóis etc...que como todos os reinos que fazem parte desta mítica nunca foi descoberto mas todos juram que existem indícios de que pelo menos algo, alguma coisa factual gerou o mito.

Assim é Camelot... 


Arthur é uma figura enigmática bem como Morgana, Merlin e às demais...O que foram...SE foram, ainda é debatido...

Me lembro um dia, a mais de 28 anos atrás quando fui comprar uma coleção de banca chamada: "Grandes Líderes" que ao perguntar se já tinha saído o volume sobre o Rei Arthur o dono me disse - 'Já sim, mas nem sei porque lançaram isto, sobre um cara que nem...existiu!'....Não quis contestá-lo mas sai pensando... O que dava tanta certeza à ele que Arthur não existira e também; o que dava tanta certeza a mim que SIM, que ele existirá!?

Percebi então naquele momento como é tremendo o poder do mito! O mito trás uma mensagem do mundo dos ideais como diz Platão e nos aponta o sinal de uma sociedade mais justa, sagrada, fraterna e evoluída; um lugar que, por sermos DIVINOS em essência é de pura Utopia ainda que nossas personalidades sempre interfiram e as imagens utópicas resvalem muitas vezes em preconceitos quer raciais, religiosos, ideológicos etc...como bem sabemos de coisas que no passado nos trouxeram MUITAS amarguras... mas ESTA ALI...a potencialidade do utópico, do ideal, do sagrado... esta ali... DENTRO DE CADA UM DE NÓS, como que esperando acontecer, manifestar-se, esperando quem sabe o povo certo para a hora certa, a humanidade no ponto que deve e tem que estar para poder manifestar-se!

Os peregrinos ingleses, ancestrais dos norte-
americanos vieram para cá para construir aqui a Nova Jerusalém...em uma terra onde se imaginava, manava "Leite e Mel", como foi a Canaã utópica de Moisés e dos seus! Criaram a mais poderosa nação da atualidade e um dos mais poderosos impérios já vistos! De certa forma acertaram e de certa forma também desastrosamente erraram pois O Reino virar um Império nunca é o ideal da Verdadeira Utopia divina! O Reino consagrada... o Império escraviza! 


E voltando nossos olhos cá para a América de baixo...

Seria idiotice continuar crendo que o Brasil recebeu este nome por causa de um pau que queimava melhor que os outros gerando um brasil tremendo quando os que 'o descobriram', os portugueses, estavam vivendo a época fervilhante das lendas sobre HY BRAZIL, a terra mítica dos povos europeus perdida além do oceano Atlântico...E ainda falando de Brasil e de utopias...não faz muito tempo Antonio Conselheiro criou um movimento messiânico de terra sagrada e rei sagrado no nordeste brasileiro que levou à uma pequena guerra civil, e virá e mexe aparecem comunidades aqui ou acolá tentando manifestar este reino idílico.

Mas voltando àquele dia na banca... tenha existido ou não percebi que o que me atraia para a figura de Arthur era a mesma coisa que afastava aquele homem dela; o mito erigido em torno da figura seja ela real ou lendária!

Esta é a diferença do mito para a lenda...o mito pode ser tecido em cima de figuras reais ou não reais pois contém em si o germe da verdade de UM OUTRO PLANO...O PLANO VERDADEIRAMENTE REAL...a lenda por outro lado pode ser só o que é...um conto da carochinha puro e simples sem nenhuma intenção de coisa alguma e totalmente fictícia.

Hoje SEI que algo mais profundo ainda que o mito sempre me ligou à figura de Arthur etc... mas naqueles tempos via que basicamente foi isto que, na minha compreensão causava atração em mim e repulsa naquele homem à figura do grande rei: 


O mito criado em torno dele...

Este para mim acenava para uma figura tão extraordinária no seu tempo que histórias e mais histórias foram sendo acrescentadas como uma camada de cebola sobre ela; e para ele era exatamente estas camadas de cebola que diziam não ter nada no final das contas.

Camelot quer tenha existido próxima ao mito ou bem distante dele entretanto exerceu um fascínio e exerce mais ainda agora sobre os buscadores da luz quanto mais percebemos o quão carente está este mundo de...


VERDADE E JUSTIÇA!!! 

QUÃO CARENTE ESTAMOS DE REIS(governantes) QUE SEJAM HONESTO, DEVOTADOS, BENIGNOS E DEDICADOS À CAUSA DO BEM COLETIVO E DE PESSOAS EM TORNO DELES(AS) QUE VIBREM NA MESMA SINTONIA E CLARO...UM POVO QUE MEREÇA ISTO E NÃO OUTRA COISA POIS NUMA DEMOCRACIA O POVO RECEBE O QUE MERECE...O QUE NÃO ERA O CASO DOS REINOS DE ENTÃO PURAS MANIFESTAÇÕES DO GOVERNO SAGRADO!!!

Entretanto é possível um governante sagrado eleito democraticamente?

Esta é uma pergunta que teremos que responder nos anos que virão...a democracia primeiro tem que permitir nascer UM POVO SAGRADO para que dentre ele nasçam OS GOVERNANTES SAGRADOS!!!


Um povo sagrado não permite JAMAIS que o ilícito seja feito em nome de interesses escusos com desculpas esfarrapadas de assistencialismos isto ou aquilo; um povo sagrado ao perceber que seu governo esta sendo cooptado por grupos de interesses particulares para usarem a máquina governamental para pintarem e bordarem vai às ruas, vai à TV, rádios , às urnas etc e diz NÃO ainda que isto gere um caos social momentâneo e fira nossas necessidades mais imediatas MAS impede a longo prazo de que um mal maior se estabeleça e se perpetue através do poder.

Enfim, esta na hora de respondermos nossas mais secretas e sagradas perguntas sobre como construiremos ou não o reino dos mitos finalmente no plano tridimensional.

Paz e Bem


Valter Luís

(Texto originalmente escrito por mim sob pseudônimo em perfil do Facebook e agora acrescido de alguns detalhes por mim lembrados)





VÍDEOS SAGRADOS


ENAID

Road To Camelot



Lady Of The Lake

O Espírito de Excalibur

Merlin's Secret

Avalon







FRAGMENTOS DA ALMA

O Coração brada e ruge ao Universo repleto do Som da Vida e dizendo em alto e bom som...
EU ESTOU AQUI!
Valter Luís



Eu te amo isto é um fato... o que eu não posso é tirar o teu medo... isto deve ser obra de tua Alma diante de minha boa vibração.

Valter Luís



O que Eu Sou que não um toque de(a) Deus(a) no mundo cá "debaixo", este...de cores, sons e texturas que encantam e enfeitiçam as/os mais fracas(os) mas que para o(a) Sábio(a) é apenas uma esplendorosa estação de passagem para novos rumos do Ser e do Estar!?

Valter Luís


Onde mora o Direito reina a legalidade... onde mora a Justiça reina a equanimidade...
Nem sempre o que é legal é equânime e nem sempre o que é de Direito é de Justiça... "O Diabo" mora nos detalhes da legalidade do Direito e "O Deus" mora na equanimidade da Justiça!
Valter Luis


O Abismo de um coração ferido não curado é incomensurável...ao deixarmos tristeza, rancor, mágoas e afins dominarem nossas emoções e sentimentos estamos a permitir que um abismo nos separe do nosso melhor, das coisas que realmente valem à pena e significam o melhor que podemos ser nesta vida.
Valter Luís

O cheiro da Felicidade esparge-se da Alma que liberta das amarras dos sentimentos negativos permite-se através de sua Alquimia ascender aos mais puros sentimentos de unidade, de liberdade, de amor, de paz e de alegrias nascidas da experiência de vencer todas as oposições dentro e fora de si para sua mais perfeita realização em Deus(a).
Valter Luís


Saídas/Adias
O momento passou porque tu o adiaste...
Cada momento é um ponto quântico de possibilidades rumo ao Infinito...
Adiar nem sempre é sair ainda que adias pareça o inverso de saídas sem a ênfase do agudo acento.
A saída é uma porta em potencial para à diversidade. A saída se manifesta quando todas as possibilidades se esgotaram!
Na saída estão em verdade novas entradas...
Portanto eis aqui o Grande Mistério:
"A SAÍDA É UM PORTAL MAIS QUE PORTA!"
Um portal é uma imensidade contida em uma fenda temporal! Um rasgo no Espaço/Tempo que se expande para além de qualquer horizonte visível!
Assim, Adiar só é Saída quando o portal ainda não é de todo visível.
Do contrário, sair da zona de conforto e adentrar o Desconhecido é o certo à se fazer.
Valter Luis



Das imagens que falam ...
Das imagens que traduzem a Alma...
Das imagens que despertam insights e liberam boas energias...
Das imagens que se agigantam na mente e traz no coração o que de melhor há em si...
Das imagens universais e cósmicas...
Das imagens que falam Segredos e A Voz é a profundeza do Silêncio...
Das imagens que vibram Luz e criam no Caos potencial a Ordem dos Pontos e Ondas coesos...
Das imagens simbólicas, metafóricas, analógicas, figurativas ... verdadeiros Portais para Mundos não vistos pelos olhos carnais...
Das imagens que despertam no humano o DNA das/dos Deusas(es) de uma Nova Criação...
Das imagens que falam-nos do Retorno dos que em verdade nunca foram mas aguardam nas Sombras do Tempo O Ponto ideal do Renascer Coletivo a partir do Ponto Alpha da Massa Critica que tem em Si a responsabilidade de Ser O SER no Ponto certo do OM para que enfim o Ponto Ômega se torne o Portal do Infinito...
Das imagens que contém em Si as mais sublimes Melodias que Anjos cantam nas Mais ricas esferas experiências...
Deus(a) em imagens e A Imagem Suprema em nós que as contém e as revela.


Se fui o que sei porque não ser mais profundamente e melhor ainda agora este ser que EU SOU?
O que me faz letárgico às vezes?
Pode ser o comodismo ou algo mais sombrio... as consequências, nem sempre prazeirosas do ser o Ser em um mundo que cultua o prazer sensorial acima de tudo, e não mede esforços para passar a imagem de que Felicidade está em ter e fazer mais que em Ser...
Talvez o mau do século não seja; nem a intolerância e nem a violência que ela traz consigo mas esta alienação, quer por comodismos, medos ou sei lá mais o que...do ser-se o Ser em si nos bons e maus momentos, nos caminhos e descaminhos... é que faz com que a contra-face( e para ditos sádicos ou masoquistas é a própria face) trevosa do prazer... A dor, reine como reina em nosso mundo.
Penso sinceramente que se crescesse o número dos que vivenciam o Ser, veríamos um decrescer dos males pessoais e consequentemente sociais e o prazer sensorial seria vivenciado ainda mais intensamente pois estaríamos conscientemente presentes em cada momento trazendo neles o Momentum Criativo... o prazer sensorial Não É o Mal ou efeito dele, é sim uma válvula sagrada para usufruirmos deste mundo mas não o objetivo da Vida em Si... este é ser o Ser o resto são consequências de isto Ser ou não ser... bem feito. 


Cada mulher do mundo tem dentro de si o potencial de Ser em expressão a Mãe do mundo...SOPHIA...

Sophia abraça toda a Terra como uma mãe faz com sua filha e seu filho...

Sophia a de infinitas faces!

Sophia aquela que muito amou porque é simplesmente a Sabedoria em forma de Amor ou melhor...o Amor em forma de Sabedoria!

Uma mulher quando se deixa despertar para este mistério dentro de si, ela se torna um verdadeiro farol neste mundo!

Através dela então todas as faces conhecidas e outras nem sequer percebidas de Sophia emergem das profundezas do Ser...tanto em Amor quanto em Rigor pois rigor é apenas o amor em sua expressão última, quando todas as coisas foram esgotadas para despertar as almas dormentes e completamente inundadas de egoísmo exacerbado.

Sofia, Kubaba, Ceridwen, Isis, Ashera, Afrodite, Gaia, Cibele, Shekinah, Morrigan, Freya, Yemanjá, Tétis, Hathor, Ishtar, Hera, Deméter, Perséfone, Ártemis, Atena, Réia, Nuit, Pacha Mama, Ninhurshag, Ana, Ceres, Oxum, Uriel(sim em muitas tradições é um arcanjo feminino), Sêmele, Susana, Joana,
Dana, Astarte, Hécate, Selene, Lilith, Eva, Sara, Sheba, Rebecca,
Raquel, Léia, Aghar, Raabe, Ruth, Esther, Débora, Naamah, Ereshkigal,
Judite, Morgana, Guinevere, Viviane, Ilgraine, Maria, Maria Madalena,
Salomé, Dorcas, Priscila, Tereza de Ávila, Hildegard Bilgen, Fátima,
Sheherazad, Cleópatra, Boudicca, Kwan Yin, Iansã, Belona, Sif, Kendra,
Parvati, Lakshmi, Sarasvati, Durga, Tara, Sita, Maia, Devaki, Bastet, Sekhmet, Helena, Binah, Malkuth, Cristina, Brigitte, Bárbara, Vera, Lúcia, Vitória,...


Senhora de muitas faces...
...quantos nomes...faces conhecidas e desconhecidas para revelar o mistério feminino na divindade...

E cada um pode ser um potencial desperto dentro de ti mulher e mais...

Podes despertar potenciais DELA ainda até hoje não revelados, e cujas origens estarão em ti, como canal da manifestação divina Dela.

Então, deixe o medo e seja sua plena feminilidade em absoluta consciência sagrada...

Seja a Mãe dos deuses e dos humanos...

Seja o mistério dentro de si....

SEJA!!!

OM TARE TUTTARE TURE SOHA...


Valter Luís

VÍDEOS SAGRADOS

STEVEN HALPERN & GEORGIA KELLY

PAUL HORN

MIKE OLDFIELD


GANDALF







sábado, 4 de fevereiro de 2017

A MULHER UNIVERSAL...


O que é a verdadeira ❤️ Paixão 🌹e o verdadeiro 💕Amor 🌷que não Eu e Tu querida Amada ...completamente nus... absolutamente nus... plenamente nus de nossas vidas passadas enquanto viciadas pelo medo e as más recordações e absolutamente vestidos de Alma, de Nova Consciência e desta Paixão e deste Amor que per si nos faz Absolutamente Íntegros?
Valter Luis



E Ela aprendeu a cantar e a bailar quando Coração e Mente se fundiram num OM através do Conhecimento...
Valter Luis


A Noite derrama-se na noite e envolve corpos e almas em doces canções... algumas de ninar outras de amar e muito! O suspiro da que descansa e o soluço da que ama são testemunhas do atuar que A Noite faz na noite... E Eu qual um Sacerdote das Escuras reentrâncias da Grande Mãe Negra te encontro; olhar brilhante, radiante de estrelas e vestida de luar com uma frase solta no vento que só meu Coração decifra e entende.
Valter Luis


O Fogo Sagrado eleva-se na Alma das Grandes Mulheres Síntese...
Suas vestes exteriores são douradas e vermelho flamejantes refletindo a Devoção Apaixonada que carregam dentro de Si pelo Sagrado e pela Alma que elegeram como Amada...
Seu Conhecimento, Sabedoria e Riqueza são vastos, incalculáveis...

O homem que encontra uma mulher como esta tem que ser com H maiúsculo assim como elas são mulheres com M maiúsculo pois SE quiserem se ligar a alguém será por livre escolha e por atração vibratória absolutamente interessantes para si mesmas.
Mulheres Eva ... Mulheres Lilith... Mulheres Isis... Mulheres Madalena...
Mulheres Atená... Mulheres Ishtar...

Mulheres ...MULHER!
Valter Luis


Este meu lado selvagem te deseja e te ama tanto quanto este outro civilizado. Não há monstros quando falamos de Amor e Paixão... há sim energia primal em forma totêmico/ animal que se expande atraindo a fêmea dentro de ti como se te desnudasse toda... e te libertasse de tuas amarras auto impostas ou por outrem impostas...
ou melhor dizendo; te incentivasse pelo cheiro, pelo olhar, pelo som da voz, por todos os meios possíveis para que tu mesma possas te libertar e vir ao festim de Amor e Paixão... Branco e Vermelho ...que através de meu olhar todo meu ser convida-te... um Macho Alfa puro ... todo seu...😍🌹💕S.
Valter Luis



Uma Mulher Amada e Amante é como O Santo Graal... nunca se esgota, nunca envelhece(fica sábia) e as marcas do Tempo só a tornam mais interessante e desejável ao Ser Amado que não a trocaria jamais por nada nem ninguém. Nela há uma busca constante Deste, nas profundezas de seus mistérios, como foi na Demanda do Santo Graal pelo Sagrado Rei e seus Sagrados Cavaleiros. Existem mulheres e Mulheres ... existem homens e Homens... os opostos podem até se atrair e muitas vezes fatalmente trair... mas aquela(e) e aquilo que é sintonia e sincronia permanece para...SEMPRE!

Valter Luis


A Mulher quando realmente quer tem dentro de si pincel e tinta, prumo e esquadro, compasso e régua, cinzel e talhadeira e cria dentro e a partir de Si o relacionamento Sagrado que outras sequer suspeitam. Ela sabe atrair para si O Homem e não um homem qualquer. Ela tem sintonia com A Alma do Amado e no Corpo deste vê estampada(o) a Beleza, o Poder e o Magnetismo desta Alma Mágica como Mágica é sua própria Alma... Cristo disse que se pedirmos pão ao Pai/Mãe Celestial ou Peixe Ela/Ele não nos dará Pedra ou Cobra no lugar...Alguém quer melhor lição da Lei da Atração do que esta? Deus(a) ou o Universo, ou seja lá como tu queres não dará nada contrário porque tu vibras pelo teu melhor!!! Em sintonia altíssima!!! Então Amiga querida pare de se queixar de sua má sorte no Amor e passe a vibrar e ser esta Mulher com M maiúsculo dentro de ti para atrair para si um Homem de igual calibre. E QUE FIQUE ...onde outros graças ao divino passaram rapidamente pois nada tinham a ver contigo...
Valter Luis


O Deus e a Deusa é simplesmente a necessidade de reconhecer, não os opostos na divindade, nem muito menos uma dualidade divina mas sim O EQUILÍBRIO entre as duas polaridades da Energia em todas as coisas. A Divindade tem em Si, em absoluto equilíbrio, O Feminino e O Masculino...
DEUS enquanto Criador TEM que ser Criadora...DEUSA ...mas enquanto Absoluto Transcendente esta Acima de classificações...
A mais bela visão tanto do Deus Quanto da Deusa para mim, além da celta aqui apresentada é a indiana...
O BAILAR DE SHIVA & SHAKTI ...
A. divindade criando mundos e mundos sem fim bailando e cantando...
Como disse Nietzsche: " NÃO CONSIGO ENTENDER UMA DIVINDADE QUE NÃO DANCE "...
ou algo mais ou menos assim.
Deus(a) dançando para mim é a mais bela imagem que possa haver do Grande Manifesto!
Valter Luis

Ela se reveste de vestes sagradas, de penas cintilantes no branco diamantino; entre penas poderosas alça voo livre e leva consigo a Magia das Eras...
Ela está a reconstruir o mundo inteiro!
Ela está a revelar os mistérios mais profundos àquelas(és) que se mostram aptas à Ser...
Ela é A Eterna, conhecida por muitos nomes mas Sabedoria Divina manifesta no Conhecimento das Eras lhe cai muito bem.
Ela nunca esteve longe de ti apesar de voar por todas as dimensões...
Estas dimensões afinal tem dentro de Si, cada uma delas, um portal por onde Ela sempre vem quando invocada pela Alma solicita.
Então nada temas ....
Segue firme

 adiante...



Almas que se reconhecem em uma brisa...um leve sussurrar do vento...

Seres cujos olhos são como dois portais que eleva-os aos momentos sagrados de outrora...

Duas almas que ao se tocar despertam cores, tons e sons na natureza em torno de si...

Entidades sagradas de um mundo que já não existe mais mas que persiste no amor que as une...

Amor este que consegue dizer o indizível até por telepatia...

Duas almas, dois destinos, dois caminhos que se tornam um só...ontem....hoje....sempre...

Dois sonhos que se fundem quando percebem que na realidade sempre foram um só...


Dois corações cujo termo enamorados ainda soa pobre e apaixonados não atinge a essência do que sentem um pelo outro...

Simbiótico, sintônico, são termos que apenas resvalam na verdade que os une...

Verdade...por falar nela quem define o que quando duas almas simplesmente ...SÃO?

Elas não precisam nem de juri, nem de juiz, promotor não lhes prejudica e nem precisam de advogados para se defenderem...

O amor este mistério central da vida é a única coisa em que se alicerçam, confiam e se firmam...

Amor....a única Verdade que tais entidades sentem e pressentem dentro e em torno de si...

Olhar desta forma dentro uma da outra...somente almas deste porte podem fazê-lo...

Nada na terra se compara com a energia que une estas duas vidas...


Simplesmente são o que são....sem tirar e nem por...


Simplesmente são... amor em manifestação...

Valter Luis

As Grandes Mulheres Mágicas e seus cabelos encantados...
Houve um tempo antes dos salões de beleza e seus cortes e penteados que os cabelos eram considerados a Força e o Poder da Mulher ou ao menos um símbolo destes. Além do sentido da beleza claro...Mulheres poderosas como Boudicea e Maria Madalena por exemplo, diz a tradição, tinham cabelos vermelhos ou ruivos( alguns que acreditam na família do Graal aliás tem Boudicea como uma das herdeiras de sangue e poder sacerdotal de Madalena)...
Outras como Maria Mãe teriam seus cabelos castanhos, cor de mel... metáfora das abelhas insetos símbolos do Santo Graal... Cleópatra, a poderosa rainha do Nilo e da tradição das Grandes Mulheres parece ter tido cabelos desta cor.
Cabelos negros como a noite podemos encontrar em duas Mulheres cujos nomes e feitos perderam-se nas brumas da Lenda... Lilith e Isis... o mito também confere à Morgana e Viviane a mesma tonalidade de cabelo. 

Cabelos dourados como o Sol encontramos nas grandes sacerdotisas do vril, nas míticas Valquírias do norte cujas maiores representantes eram as grande rainhas Vikings... 
No mito das 3 belas Deusas que foram até Paris para que ele escolhesse entre elas a mais bela... Hera era ruiva, Atená tinha cabelo castanho e Afrodite era loira... Paris a escolhe e depois recebe da Deusa a dádiva de ter para si a mais bela das semideusas: Helena...também loira! 
Devo supor que Perséfone ou Ártemis fossem as morenas do panteão... até por causa de suas atribuições... rainha dos Infernos(mas quando como Core era a Deusa das estações e era representada loira) e Trevas uma e rainha da Noite, Natureza e Lua(honra que dividia como Deusa Tríplice com Selene e Hécate; ela como A Jovem, Selene como A Mulher e Hécate como A Anciã) a outra.
Aqui nesta foto temos um penteado celta na cabeça de uma Mulher da Tradição cujo cabelo reluz como a vermelhidão rubra do fogo.
Os adereços denotam uma Alta Sacerdotisa da Deusa e do Deus...
Um invólucro da beleza selvagem e extremamente natural da Mulher de então estava em seus vastos e revoltos cachos saltando ao vento!
Cabelos que despertavam paixão, amor, poesias, canções e sobretudo respeito pelo poder da Mulher através dos Homens da Tradição.
Portanto mais que ser bela ou estar na moda A Mulher Sagrada exalava poder e força além da beleza, no que vestia e no que ostentava sobre os ombros!


Fascinada entre carícias e encantos
estava você perdida em amores fátuos
até que teu coração cantou mais alto
e disse: quero mais muito mais!
E eu vim a ti!
Cheguei de mansinho como quem nada
quer mas tudo deseja e fiz dele meu trono!
Nele me sentei e dei total atenção aos
mais pequenos ruídos e sons que teu coração
fazia.
E ali sentado eu te dizia:
NADA TEMAS!
TUDO DARÁ CERTO!
E dali passei a construir pontes entre ti
e as coisas belas ao seu redor.
A murmurar-te palavras doces quando o
amargo se tornava insuportável,
a colocar uma pitadinha de pimenta


quando a frieza do insosso dominava
o cenário,
a incrementar teus temperos, sempre
que buscavas uma receitinha diferente.
Fiz coisas contigo que nem em seus
sonhos mais loucos imaginasses
ser alguém capaz, te levei para lugares
dentro de si, de seu prazer e de seu
deleite que nada ou ninguém antes
te levou.
E entretanto percebi que ainda não me
conheces como eu te conheço...
Ainda pareces buscar por mim como
se vitima fosse de uma miragem,
alguém que perto da fonte todavia
morre de sede.
Saibas entretanto que de há muito
eu estou aqui e quero fazer de ti e
em ti um manancial de felicidades.
Tudo tu poderás ser e fazer se perceberes
que aqui já estou e sou em ti...
Bem vinda...
Sou Eu...
O Amor em vestes de gala!

Paz e Bem

Valter Luis


Parafraseando Chico...

MIREM-SE NO EXEMPLO DAQUELAS MULHERES... DE ÁVALON!

Sim amigas!

Não existe melhor exemplo no mundo passado, presente e futuro de mulheres sagradas, de mulheres com conteúdo, de mulheres excepcionais, de mulheres que uniam em si tanto o profano quanto o sagrado com tal capacidade de ser quanto as mulheres de Ávalon.



E as mulheres de Ávalon não existem num passado utópico e ideal somente.

NÃO!

Elas estão presentes, aqui e agora!

Encarnadas entre nós, trazendo em si e através de si toda a filosofia, toda a postura de ser de Ávalon.

Aqui mesmo em meu círculo de amigas e amigos eu tive a honra e a felicidade de conhecer algumas delas. Não irei citar nomes aqui para não constrangê-las nem muito menos as que não forem citadas.

Mas elas sabem que falo delas, sabem que se encaixam no estereótipo sagrado, sabem que o véu sagrado lhes cae como uma luva.

Amor, liberdade, espiritualidade, respeito, honra, magia, sedução, poder, contato com a natureza, total abertura a Mãe Terra e ao Pai Céu, uma facilidade em detectar energias de homens realmente sagrados, homens que abençoam suas vidas e acrescentam, quer como parceiros na jornada quer como amigos e irmãos de caminhada...

As mulheres de Ávalon estão entre nós!

Aqui e agora encarnadas!

Repletas de luz para doar aos que tiverem a honra de contatá-las e sensibilidade para senti-las e ouvi-las, mas sobretudo ouvirem seus próprios corações, suas próprias almas que os levam até estas mulheres mágicas.

Tanto em sua luz quanto em suas trevas...quer Eva, quer Lilith, elas são o que são...grandes sacerdotisas da Mãe, abrindo caminhos e percepções para um mundo único e sagrado.

Se Chico tivesse se mirado mais nas mulheres de Ávalon, do que de Atenas, que apesar de toda a suposta democracia mantinha cabresto à suas mulheres, talvez sua música tivesse sido ainda mais célebre e luminosa mostrando a riqueza profunda das mulheres de Ávalon, que nunca se submeteram mas sempre acenaram ao homem para com elas viverem em paridade de igualdade social, esta dualidade sexual linda, esta diversidade sagrada que é o feminino e o masculino em manifestação no mundo.

MIREM-SE...

MAS MIREM-SE NO EXEMPLO DAS MULHERES...DE ÁVALON!!!

Paz e Bem

Valter Luis


Mulher...

No M encontramos a Mãe o ser que abrange tudo e todos, que evoca a mais bela descrição do divino... A DEUSA, o ser que nos fala de entrega absoluta, plena e completa. Também evoca a Musica das esferas o som que envolve cada ponto do mundo sim encontramos o M de mundo pois o mundo nasce e renasce constantemente como se adentrasse um útero...Assim no mundo quando estamos perceptivos percebemos a música universal das cordas sagradas da vida. A canção que tudo envolve e encanta. a canção que acena para possibilidades infinitas de ser.

E por falar em Útero temos o U deste e que também nos leva ao Universo e este à Unidade...unidade que se torna diversos...que se esparge qual mistério em todas as dimensões ser...Assim o útero eterno infinito de AIN SOPH e de onde procedem todas as formas de vida universais quando a Luz se manifesta dela e a partir dela cria todo o contexto evolutivo. do Útero Infinito de Ain Soph nasce ou se manifesta a Unidade do uno, O Um original que tudo contém e deste tudo conter se manifesta o universo, as múltiplas facetas desta vida una tornada diversas, e mais...ilimitadas.


No L temos a Liberdade de ser e se fazer plena, a Liberdade tão cara a cada um de nós, cantada e decantada em versos e prosa. O Leite maternal que alimenta a prole, que fortalece o infante para dar seus primeiros passos que faz deste a criança, o futuro dos humanos. E pro fim a Luz, o primeiro ser manifesto, a primeira imagem do Eu Sou, a primeira Voz ouvida na escuridão primeva. Da Luz tudo procede pois como Filho e Filha do útero sagrado ela contém em si o germe da dualidade, do masculino e do feminino, no claro oculta a profunda escuridão do mistério que revela o que pode ser assimilado por quem tem capacidade em ver.


No H temos o Hoje o momento sempre presente, a facilidade de lidar com questões práticas e multifacetadas de ser várias em uma, a habitação que é onde se forma o lar, o ambiente onde se desenvolvem as células familiares e então o H de Hipátia de Alexandria, um dos mais emblemáticos símbolos da mulher plena, uma figura ímpar que sacrificada pelo ódio machista da visão torta da religiosidade bruta assinou com sangue o fim da era pagã de Roma antiga, não que esta fosse santa, longe disto, Roma pagã foi tão ou mais cruel que a cristã mas Hipátia simbolizava um outro lado tanto de uma quanto de outra...o lado livre, do pensamento leve e profundo ao mesmo tempo que não se deixa dominar pelos achismos e puras crendices.

No E encontramos o Embrião o ser formado no útero sagrado, a vida que nasce do seio da mulher para plenificar-se no mundo, temos o Eterno, o senso de perene, o sentimento de que a morte não é um fim em si mas um meio para algo maior e mais vasto, quando nascemos, morremos diz um ditado, ali já começamos a morrer, é uma visão fatalista que não comporta a grandeza do ato de dar a vida, de dar a Luz de trazer um mundo novo, sempre, através de si. O Elemento primordial, os elementos que advém deste e constituem as estruturas universais da manifestação da vida.


E enfim no R encontramos o Reino o conceito feminino da sociedade ideal, divina e sagrada...O Reino de Deus é sua Glória ou seja; sua face feminina, a matéria ou Mater Réia...sim encontramos Réia oculta neste reino, a Mãe de todas as formas materiais, a Mãe que dá forma a todos os contextos de vida...Ou seja; neste contexto de reino ou Malkuth o Infinito espaço escuro Ain Soph torna-se na múltipla face da Mãe de todas a vidas, de todos os reinos e seres vivos...O reino de Deus... Neste reino encontramos o R de realeza onde tanto homem quanto mulher são Rei e Rainha. São os arquétipos do tipo sagrado original que deve crescer e multiplicar e ascender a si mesmo e toda a vida em redor para um novo uno, um uno agora que se dá em Amor...em plenitude amorosa de Relação... Sim a relação fecha o ciclo assim como a relação do um que se torna dois o abriu, a diferença é que os dois se tornaram diversos, ilimitados diversos, diversificados diversos que agora através do amor e não mais da obrigatoriedade de serem são UM só em plenitude de liberdade e sintonia.

Muito mais poderíamos encontrar de significados nesta palavra...MULHER...mas o que já vimos traz um fiat de lux salutar e interessante sobre o mesmo. As pessoas podem ter a opção sexual que quiserem, podem exercê-la da forma como bem entenderem mas conceitualmente HOMEM E MULHER são arquétipos importantes da geração da vida, e assim será para todo o sempre e digo mais; trazemos dentro de nós os dois arquétipos e a forma como os desenvolvemos no mundo é já outra história. Basicamente macho e fêmea somos, mas a riqueza e a beleza com que expressamos esta masculinidade e esta feminilidade é o que torna tudo mais interessante. Assim ninguém tem direito de julgar ninguém quanto a sua expressão sexual, até porque ser homem ou ser mulher é muito mais que NASCER HOMEM OU NASCER MULHER...É VIVENCIAR EM SI O ARQUÉTIPO PLENO DE UM OU DE OUTRO E PERMITIR QUE EM SI O OPOSTO SE COMPLETE E SE COMPLEMENTE...
Assim um homem pleno, um macho alfa não é o machista mas o que ama tanto e tão devotadamente a mulher que simplesmente a sente como uma com ele, igual a si em tudo, apesar da diversidade de sensações que compõem um e outro e não se sente menor, inclusive em expressar seus sentimentos.
A mulher plena não é a feminista mas aquela que sente e percebe o homem como um companheiro de jornada e não um rival a ser confrontado, aquela que sabe curar a cisão que se formou entre os sexos através de uma vida plena e plenificante e não de metáforas que conduzem mais ainda á divisão... que não abre mão de suas conquistas mas não vê nisto um campo de batalha.

Em amor e luz...

Valter Luis

VÍDEOS SAGRADOS

KARUNESH

SOLITUDE


A JOURNEY OF THE HEART


MORNING CELEBRATION


EVENING REFLECTIONS