Google+ Badge

domingo, 25 de setembro de 2011

Mistérios de RÉGULUS,FOMALHAUT E SPICA

RÉGULUS





FOMALHAUT





SPICA





Fonte das imagens: Google imagens




RÉGULUS



Régulo (Regulus, α Leo, α Leonis, Alpha Leonis) é a estrela mais brilhante da constelação de Leão.

 Etimologia

Regulus significa pequeno rei em latim, e, antigamente, era conhecida por Cor Leonis (em latim, o coração do leão), pela posição que ocupa no corpo da figura celestial.


Estrela Régulus e a Galáxia anã Leo I


A estrela Régulus no canto superior esquerdo é tão brilhante que por vezes é difícil de observar a galáxia Leo I, podem ser encontradas na constelação de Leão. Leo I é uma galáxia anã esferoidal do Grupo Local de galáxias dominado pela nossa Via Láctea e M31. Pensa-se que Leo I seja a mais distante de várias pequenas galáxias-satélite conhecidas que orbitam a nossa Galáxia. Régulus situa-se a 75 anos-luz de distância, em contraste com Leo I, que se localiza a 800.000 anos-luz. Às vezes, esta galáxia recebe o nome de Anã de Régulus. A luz da estrela dificulta os estudos sobre a galáxia, e só foi detectada visualmente a partir dos anos 1990. Medições da velocidade radial de algumas gigantes vermelhas brilhantes em Leo I permitiram calcular sua massa. Considerou-se, ao menos, (2,0 ± 1,0) x 107 vezes a massa solar. Leo I pode estar encoberta por uma nuvem de gás ionizado com uma similar à da galáxia. Por outro lado, não foram descobertos nenhum aglomerado globular em torno dela e se descobriu que a galáxia não tem rotação. Leo I tem uma metalicidade muito baixa, de ordem de 1% a do Sol. Aparentemente a galáxia experimentou um grande aumento no ritmo de formação estelar há 6 à 2 bilhões de anos. Um nível menor de atividade continuou até há 500 à 200 milhões de anos. Pensa-se que pode ser a galáxia anã esferoidal mais jovem orbitando a Via Láctea.

Nenhum comentário:

Postar um comentário