Google+ Badge

sexta-feira, 3 de agosto de 2012

A BELA DA TARDE ENTRE OS ANDRAJOS DA VIDA

Percebes-te a quase nudez orgulhosa da bela perdida entre as migalhas da vida?


Não?


Pois acredite....ela existe!


Geralmente ignoramos quando uma pessoa perdida na sarjeta é segundo nossos conceitos 'velha' 'feia' e maltratada pela vida...


Entretanto você era bela...


As marcas do lugar em que estavas e do uso do tempo e da vida sobre você não fizeram de ti menos bela...


Perdida entre colchões e cobertores, entre outros tão 'descamisados' como você lá estavas tu...


E  seu belo semblante e sua sensualidade natural que poderiam fazer de ti uma estrela, uma dama ou até uma 'periguete' da vida tão em moda hoje em dia por sua beleza e sedução. Contudo estavas ali...  você, naquele lugar, naquela situação...


Interessante como que todos que passavam quer fossem homens ou mulheres olhavam a cena....a bela entre os andrajos da vida....e você mesmo parecia nada notar....nada pressentir, que aquelas pessoas todas não te julgavam mas apenas...ADMIRAVAM...como se vissem um linda flor num lamaçal!


Retirante?


Não sei, mas parecia, pela quantidade de colchões na rua, de crianças ao redor, se não fosse o cheiro de abandono no ar poderiam até passar por ciganos mas não, não eram....eram os desabrigados da vida, que sem ter onde morar, juntam-se num canto, fazem um acampamento e tentam sobreviver...


Você ali, na subida da São João pertinho do largo do Paissandú tão pertinho da mais famosa esquina do Brasil imortalizada pelo ícone da MPB quando falava dos sentimentos que lhe acometiam quando cruzava a Ipiranga com a São João e do não menos famoso bar Brahma que orna  a dita esquina...


Cabelos loiros ao vento e como dizia o Rei na musica que fez para Caê o tal ícone da MPB que citei....'Debaixo dos caracóis dos seus cabelos, uma história pra contar de um mundo tão distante '...


De repente você chamou um nome e veio uma criança tão linda como você atender-te,  com certeza sua, que deixava as mãos de um homem, também de belo porte e que parecia ser o seu homem, pelo jeito embevecido que lhe olhou...


Mulher de fibra deve ser você que não abandona o amado nem na mais desoladora situação...


O que aconteceu na vida de uma família tão aparentemente distinta e no entanto tão semelhante a todos os necessitados deste mundo de Deus?


Pois é, nossos necessitados estão mudando, estão cada vez mais parecidos conosco, mais distantes do visual 'maloqueiro' que tanto sinalizavam os tais para os nossos preconceitos velhos de cada dia...


Se não fosse você ali, sentada naquele colchão,entre aqueles cobertores, naquela rua, com aquela beleza e de certa forma... dignidade, talvez não acordaria para perceber que a miséria não anda escolhendo caras e bocas e que este sistema demoníaco e injusto que vigora neste país e neste mundo não anda mais escolhendo vítimas...


Fui-me embora levando-te na mente, você, seu homem e sua cria  e só então percebi que apesar de seus colchões e cobertores.....estava um sol de raxar...


Deus te ajude cara amiga, a você ,sua família, aqueles que estavam ali contigo ou em qualquer outro lugar onde estas cenas estão se tornando cada dia INFELIZMENTE... mais comum....


DEUS NOS AJUDE!!! 




Abraços


Paz e Luz


VALTER TALIESIN




OM TAT SAT 




Vídeos interessantes sobre o assunto...


Vinhas da Ira....este filme fabuloso do grande John Ford estrelado pelo não menos grande Henry Fonda coadjuvado pela soberba Jane Darwell imortal como sua mãe e baseado na imortal obra do excepcional escritor John Steinbeck....reflete bem o que quero dizer neste texto....




THE END musica tremendamente impactante dos Doors que dissecam bem este mundo  gasto e esperando urgentemente uma transformação...



O Fim

Este é o fim
Belo amigo
Este é o fim
Meu único amigo, o fim
Dos nossos elaborados planos, o fim
De tudo que permanece, o fim
Sem salvação ou surpresa, o fim
Eu nunca olharei em seus olhos...de novo
Voce pode imaginar o que será?
Tão sem limites e livre
Precisando desesperadamente...de alguma...mão de estranho
Numa terra desesperada?


Perdido numa romana...selva de dor
E todas as crianças estão loucas
Todas as crianças estão loucas
Esperando a chuva de verão, sim
Tem perigo no extremo da cidade
Passeie pela estrada do rei, bem
Cenas estranhas dentro da mina de ouro
Passeie pela estrada do este, bem
Passeie pela serpente, passeie pela serpente
Para o lago, o antigo lago, bem
A serpente é longa, sete milhas
Passeie pela serpente… Ela é velha e sua pele é gelada
O oeste é o melhor
O oeste é o melhor
Vá lá, e nós faremos o resto
O ônibus azul está nos chamando
O ônibus azul está nos chamando
Motorista, aonde está nos levando?


O matador acordou antes do amanhecer, ele pôs suas botas
Ele tirou uma foto da antiga galeria
E andou pelo corredor
Entrou no quarto em que sua irmã vivia, e...então ele
Pagou a visita a seu irmão, e então ele
Ele andou pelo corredor, e
E ele veio até a porta...e ele olhou para dentro
"Pai?", "Sim filho?", "Eu quero te matar."
"Mãe...Eu quero...te foder."


Venha bem, tente conosco (3x)
E me encontre atrás do ônibus azul
Fazendo um foguete azul, No ônibus azul
Fazendo um rock triste, vamos, sim
Matar, matar, matar, matar, matar, matar


Este é o fim, belo amigo
Este é o fim, meu único amigo, o fim
Dói te libertar
Mas você nunca vai me seguir
O fim da gargalhada e das mentiras suaves
O fim das noites que tentávamos morrer
Este é o fim


Fonte Youtube















              FONTE GOOGLE IMAGENS





2 comentários: