Google+ Badge

segunda-feira, 6 de maio de 2013

'ETERNOS' 15 MINUTOS DE FAMA...


Houve um tempo que ser celebridade era ter algo para contar, mostrar ou partilhar com as pessoas...

Mesmo astros e estrelas de cinema tinham uma aura, uma energia diferente, especial, seus trabalhos passavam algo, alguma coisa que verdadeiramente despertavam nas pessoas um desejo por fantasia, por novidade, por um mundo de conto de fadas ou de faz de conta que ofuscasse um pouco a dura realidade...

Ou seria desofuscasse? 

Talvez dependa do angulo em que olhamos a realidade tridimensional, quer como passiva e estática - ofuscar o 'status quo' com uma outra realidade - ou atuante e ativa - desofuscar ou arrefecer o impeto de influencia da realidade tri dimensional destrinchando-a, interpretando-a - seja o que for trouxe um pouco de cor, de luz e ação do mundo das telas para nosso mundo hodierno.

[Esta  frase, '15 minutos de fama' teria sido cunhada por Andy Warhol um dos maiores retratistas de celebridades e momentos célebres de todos os tempos e um dos maiores artistas plásticos da História...]


Em outros tempos tais funções eram atributos dos astros e estrelas do teatro e principalmente dos grandes personagens fictícios da literatura dai que cinema, rádio e depois TV vieram trazer à luz as imagens  imortalizadas em celuloide  e som de personagens tanto literais(biográficos) quanto fictícios de literatura e fantasia que criaram uma realidade alternativa onde as pessoas pudessem ir em horas de lazer(ofuscar a realidade) ou que pudesse de alguma forma influir nesta realidade nua e crua trazendo à luz novas leituras e interpretações que pudessem mudar pelo menos algumas coisas(desofuscar a realidade, decifrando-a, influindo-a, tirando o que lhe empana o brilho e permitindo que seu melhor apareça)...

Celebridade assim era ou quem trazia alegria, fantasia e sonho as pessoas ou quem de alguma forma influíssem no seu dia a dia influindo, mudando, transmutando as coisas ou a forma como viam as coisas...aliás; as discussões sobre ser ou não, cinema e TV apenas obras de entretenimento(ofuscar a realidade) ou de interpretação do mundo, da vida e com meios de influir nos tais(desofuscar a realidade) não são nenhum pouco novas...

Outra coisa interessante era que raras mas raras mesmo eram as celebridades que expunham sua vida pessoal ao público(eram outros tempos e além da vida pessoal não ter tanto interesse assim como hoje se tem, até mais que a carreira das pessoas...o contexto social de outrora pedia discrição em muitas coisas ao invés de exposição), consequentemente raras mas raras mesmo eram as celebridades que viviam dando explicações de seus atos, do que fez ou deixou de fazer, se gostava disto ou daquilo, se era hetero ou homo ou o que o valha, paparazzi era muito menos afoito e invasivo e na verdade havia um interesse de manter-se o glamour em torno destas criações do mundo da fama (basta lembrarmos a figura de Rock Hudson, durante toda vida tido e havido por público e imprensa como um dos mais viris e símbolos de heterossexualidade da tela mas que na verdade era conhecidíssimo no meio artístico, do cinema, como homossexual pleno ou seja; não era bissexual...quando morreu infelizmente num tempo em que a ignorância pública - e aqui esta o grande mau daquele e de todos os tempos...o fazer juízo das coisas sem conhecimento de caus plena - associava aids à homossexualidade foi que sua vida até então oculta do grande público veio à público), não creio que isto(esta discrição) fosse uma louvação a mentira, a impostura mas uma ética de não misturar-se alhos com bugalhos ou seja; vida pessoal com trabalho, vida pessoal à vida pública...

Não era com certeza uma sociedade mais tolerante do que esta nossa atual, mas era mais discreta...o preconceito é um mau humano que empesteia nossa sociedade a milênios isto é um fato, mas o que quero dizer é que na verdade as pessoas de então, a maioria tão preconceituosa quanto a atual NÃO SE INTERESSAVA pelo que não lhe dizia respeito na vida dos famosos, não exigia que estes expusessem sua privacidade a troco de poderem entrar em suas vidas através de imagens e sons...

Percebi que algo estava mudando neste contexto quando da morte de Lady Di, ali vi que o limite entre celebridade e público havia sido rompido irreversivelmente pela fome, pela voragem incessante do público em relação aos seus ícones e isto alimentado de forma assustadora pela mídia através da 'nobre' arte dos paparazzi...

E o que aconteceu? Diante daquilo, daquele acontecimento tétrico e triste esta fome, esta sede de destrinchar a vida alheia arrefeceu? 

Não!!!

Muito pelo contrário; começaram a pipocar mundo afora o... faça você mesmo, ou seja; queres conhecer a vida de uma celebridade? 

SEJA UMA!!!

Pouco a pouco isto foi se tornando uma verdadeira obsessão, programas onde 'ilustres' desconhecidos se tornavam estrelas da noite para o dia alimentando até à edição seguinte seus 15 minutos de fama, se tornaram universais e com a explosão da internet mais ou menos na mesma época pudemos perceber que as facilidades para tanto se tornaram ainda maiores...

Hoje sinceramente só não se torna uma celebridade quem não quer ou quem não leva jeito para a coisa...com a poderosa aliança entre internet, celulares, tablets etc... as imagens do dia a dia se tornaram o hit da moda no mundo e pessoas comuns passaram a concorrer pelos holofotes com suas celebridades de outrora...hoje além das celebridades dos meios antigos de comunicação temos as instantâneas criadas aos borbotões pelos sites de relacionamento e outros de veiculação de vídeos(algumas como os célebres Justin Bieber e Lady Gaga se tornando em verdadeiras estrelas do meio artístico)...

Isto é errado?

Claro que não!

Mas mostra que nós estamos fascinados pela luz de neon demais, ofuscados(aqueles que querem usar toda esta tecnologia mas não querem ou não tem jeito para tanta exposição só querendo usufruir do meio na privacidade de seu lar sem alarde) ou desofuscados(aqueles que abraçam o meio de corpo e alma e expõem, destrincham, abrem sua vida pessoal para tudo todos, a ponto de cada milimetro do que fazem dizerem e mostrarem...online) com igual energia por um mundo completamente diferente de 15 anos atrás.

TODOS nós hoje em dia temos chance e potencial de sermos celebridades, nem que seja por um dia, os tais 15 minutos de fama(tempo indefinido que define a durabilidade das famas efêmeras)de pessoas comuns diante dos olhares curiosos e gulosos(e porque não? invejosos) dos demais...

Pessoas alimentam secretamente um misto de admiração, inveja, respeito e despeito por aqueles que se destacam mais nas redes sociais quer por sua beleza, sensualidade, inteligência, humor ou popularidade...temos verdadeiras 'estrelas' online sendo que certos sites de relacionamento alimentam ainda mais esta ego trip chamando aqueles que tem mais amigos ou círculos de amigos de 'POPULARES'...bem, alguns você vai ver ou ler e vê que tem algum sentido...ou são belos, ou sexis, ou bem humorados, ou engraçados, ou vivazes, ou inteligentes...alguns escrevem muito bem, tocam no coração das pessoas...mas outros...bem, outros você tenta entender onde esta a graça...você virá e revira e não entende onde esta tanta popularidade...claro, isto pode ser um problema de percepção de sintonia minha talvez, não sei. Com certeza elas devem ter algo pois se não tivessem não teriam fãs mas isto só demonstra como temos hoje condições de termos celebridades para todo tipo de gosto e desgosto.


NOS TORNAMOS NUMA SOCIEDADE CELEBRE...

UMA SOCIEDADE DE ASTROS E ESTRELAS...

Isto tem seu lado ruim mas também tem seu lado bom pois demonstra que você pode ser o que você quiser ser diante dos olhos dos outros e causar o efeito que quiser causar se tiver competência para tanto sem passar pelos 'rituais iniciáticos' de outrora da fama( e que não faltava nos tais uma certa dose de sorte também)para que alguém se destacasse acima do vulgo e da massa...mas o lado ruim da moeda é o mesmo que atormenta as grandes estrelas não tão fugazes assim dos meios de comunicação mais antigos...a perca da privacidade, a vida escancarada para o olhar do outro de forma algumas vezes cruel e mortal...

Acho que chegou o momento de refletirmos sobre o tipo de sociedade que queremos para um novo paradigma de vida...

Narcisista, hedonista e exposta ao extremo ou exposta mas que permita que idéias, talentos reais, naturais venham à tona, coisas que influenciem positivamente vidas, que mudem e moldem uma humanidade mais inclusiva, sagrada, iluminada, alegre, divertida sem que se torne vulgar, esfomeada por fama e luz(não a divina que enobrece a alma mas a que revela nossa ego/ personalidade peladinha ao mundo todo), insensível à dor do outro a ponto de escancarar o que não deva ser escancarado sem dó nem piedade e nem oportunista usando e abusando da bondade alheia para adquirir com isto ganhos e dividendos?...

Chegou o momento de revermos quanto estamos pagando por nossos supostos 15 minutos de fama, de exposição universal(sim pois somos vistos, lidos e ouvidos por pessoas do mundo inteiro) e principalmente se o que estamos fazendo e que esta nos trazendo toda esta celebridade são coisas que abençoam vida, enobrecem a alma, dignificam o espírito ou somente baboseiras, idiotices e pior; MALDADES mesmo que podem destruir vidas...

Temos hoje condições de sermos famosos, qualquer pessoa, mas principalmente de fazermos a diferença no mundo para melhor...

Temos a oportunidade de curarmos o mundo, as pessoas, a humanidade de forma como nunca tivemos na vida...temos TALENTO...temos MATERIAL...temos VEÍCULO...temos MEIOS SOCIAIS...temos OPORTUNIDADE de fazermos de nossas vidas e da vida do próximo algo novo, abençoado, iluminado, alegre, divertido, feliz...

Nossa presença pode ser uma luz de verdade, uma luz da alma, uma luz do EU SOU, uma luz que plenifique o ego das qualidades do espírito e da alma e desperte nele suas melhores qualidades...podemos usar nossos 15 minutos de fama de forma construtiva, sagrada, efetiva e real no mundo e quando daqui partirmos que fique na memória das pessoas  e ecoe pela eternidade o brilho real e verdadeiro de uma verdadeira...ESTRELA, UM VERDADEIRO ASTRO DE VIDA PLENA , UNIFICADA E UNIFICANTE!!!

SÓ DEPENDE DE NÓS...


Paz profunda...

OM TAT SAT

Valter Taliesin

Vídeos interessantes...

4 das maiores celebridades de todos os tempos do mundo da música e 4 grandes hits clássicos universais da música pop...

Michael Jackson - Billie Jean...

Madonna - vivendo no cinema outra grande celebridade...Evita...

Prince - Purple rain...

Lady Gaga - Alejandro...
Fonte Youtube...



Fonte de imagens Google...




Nenhum comentário:

Postar um comentário