Google+ Badge

quarta-feira, 26 de junho de 2013

MAGIA...A sabedoria ancestral velada e revelada nos(as) iniciados(as)

São 3 textos em que procuro meditar sobre este tema que revela o mistério da energia divina atuando na criação...

A MAGIA DA VIDA...A MAGIA DO BEM...



O BEM TEM MAGIA? 



E O MAL TEM?



NÃO ESPECIFICAMENTE JÁ QUE MAGIA É MAGIA 

NINGUÉM A TEM PARTICULARMENTE APESAR DE 

UM(A) OU OUTRO(A) TER MAIS DIGAMOS, TALENTO 

PARA A MESMA!



MAGIA É ENERGIA DIVINA É PODER DE DEUS(A)!

O BEM E O MAL SÃO A VIBRAÇÃO INTERNA COM QUE 


É FEITA A MESMA!



O RESULTADO DA NOSSA DIVINDADE; DO NOSSO 

LIVRE ARBÍTRIO, DE NOSSA LIVRE ESCOLHA!

SEJA UM MAGO...UMA MAGA...



SEJA UMA ENTIDADE SAGRADA E VIBRE LUZ NESTE 

MUNDO CONSCIENTEMENTE!



VIBRE ESTA LUZ QUE PODE TRANSFORMAR O MUNDO 

EM COISAS NOVAS EM UM VERDADEIRO PORTAL 

SAGRADO DE BENÇÃOS UNIVERSAIS!


UM PORTAL ONDE TODOS OS NOMES DIVINOS, 

TODAS AS VISÕES SOBRE O DIVINO TERÃO VEZ E 

OPÇÃO NA UNIDADE DA FONTE QUE SE MULTIFACETA 

NA FORMA!


PAX E LUX

VALTER TALIESIN


M.A.G.I.A.

M=13 + A=1 + G=7 + I=9 + A=1 = 31 = 4

Este é o valor na língua portuguesa e na numerologia pitagórica desta palavra sagrada...

Vamos meditar...

Comecemos pelo começo a primeira letra...M...

Temos uma letra realmente Mãe o M, letra mãe no alfabeto hebraico, início da palavra Mãe em muitas línguas do mundo e cujo número é o 13.
Longe de ser um número de azar um número profundamente sagrado.

13 é o valor da somátória de Israel e seus 12 filhos, Jesus e os 12 Apóstolos, Arthur e seus 12 cavaleiros do graal, Carlos magno e os pares da França dentre outras coisas portanto esta intimamente ligado ao significado da iniciação entre guru e discípulos, iniciador e iniciados.

Desta forma13 é no tarô a carta da morte que significa sobretudo
TRANSFORMAÇÃO, TRANSMUTAÇÃO, RENASCIMENTO,RENÔVO...a morte do velho e o renascimento do novo... 'EIS QUE FAÇO NOVAS TODAS AS COISAS' ...diz o Cristo no novo testamento...através da morte tanto iniciática e alegórica, quanto literal deixamos o mundo antigo e adentramos um novo mundo...o que reforça ainda mais o caráter Mãe desta letra e o caráter iniciático do 13.

13=4 se fatorizarmos o valor do 13 encontramos o 4 do Imperador no tarô; o governo do mundo, o senhorio da terra, o rei do verão, Arthur Pendragon, Carlos Magno, Davi, Salomão e tantos reis míticos podem ser vistos aqui...são os senhores da terra, os filhos sagrados da Mãe escolhidos para servirem como rei sagrados ligados ao mistério da colheita, da riqueza e do poder...percebam como a mítica de todos estes reis e demais monarcas ligados ao sagrado mesmo sob o véu do monoteísmo como é o caso de Davi e Salomão e ainda do Cristo vem recheados destes mistérios de riqueza, fartura, poder, força, comunhão com a terra, paz no mundo, amor etc ou seja; uma união íntima intríseca entre rei e terra...Assim tanto Cernunnos o grande Deus consorte da Deusa o rei galhudo e o messias, o filho de Deus, o filho do homem...podem ser vistos como único e mesmo mistério; a síntese suprema da unidade da vida e rei supremo do mundo porvir.

Como letra Mãe o M nos remete também a civilização de Mu ou Lemúria uma das civilizações mães da humanidade que juntamente com Atlântida (as duas mais célebres)traz nos mistérios de seus nomes os segredos do início da sociedade humana.

Em seguida temos o A...

1 é o valor desta letra, a primeira na grande maioria dos alfabetos e que tem na unidade a potência de seu significado...

A origem de tudo, o UM, o ponto de onde tudo procede e para onde tudo vai, o início e o fim...O ALFA E O ÔMEGA...se a primeira letra manifesta a Mãe esta manifesta o Pai o gerador da vida.

Nesta palavra(Magia) trazemos a unidade duas vezes como segunda e última letra; primeira e última vogal.

Chegamos a Atlântida. Se Mu pode ser considerada de forma feminina como um útero sagrado onde nasceu as civilizações Atlântida pode ser vista como seu complemento gerador masculino, como um potente A.

Vista como o Pai(no caso aqui Poseidon seu fundador e senhor dos mares) , arrivista, imperialista, Atlântida é de certa forma o início do patriarcalismo no mundo, das grandes guerras, das grandes batalhas, das grandes conquistas da visão do racional em detrimento do intuitivo, da ciência que domina ao invés da comunidade que sintoniza. Não é a perca da magia já que a mesma era muito valorizada em Atlantis mas de uma crescente visão de poder e força da mesma ao invés de holística e sintética como deveria ser e imagino ter sido em Lemúria.

Enquanto o mito de Mu apresenta uma sociedade mais arcaica, ligada à terra, à Mãe, aos mistérios femininos, do holismo, do comunal, Atlantis vai progressivamente se revelando uma civilização potente e patriarcal, conquistadora e imperialista...extremamente tecnológica e científica sem desprezar a magia mas empregando-a à partir de certo ponto de forma completamente danosa para si e toda a terra.

Ambas trazem em seu apogeu e ocaso o melhor e o pior do emprego das energias femininas e masculinas da vida...o ideal seria uma civilização síntese das energias das duas...e é o que espero se manifeste quando da ascensão da terra.

1 no tarô é o mago; um representação do pai exercendo o poder de gerar vida, de criar mundos a partir de si e de sua shakti, a energia divina a energia da Mãe...o mago age como um Deus na criação e é o que veremos mais detalhadamente na próxima letra mistério da palavra sagrada.

No meio da palavra temos o G...

7 O Número da plenitude, da completitude, da perfeição da manifestação divina é seu número e nos remete ao demiurgo, o criador da vida material, o criador e ordenador da vida na terceira dimensão O GRANDE GEÔMETRA DO UNIVERSO...em outras palavras; o Filho da Mãe e do Pai; o herdeiro de todas as coisas, o governante supremo das mesmas. Simboliza também a raça humana como herdeira e filha do sagrado casamento entre Pai e Mãe em escala microcósmica e todo o universo em escala macrocósmica.

7 no tarô é o carro divino, a merkabah, a carruagem celeste com a qual transpomos dimensões e penetramos nos mundos mágicos do divino, do ilimitado.

Assim o mago une-se à sua shakti e manifesta a sua merkabah e sua aparição neste mundo é como o Filho divino, o demiúrgo criador do universo material o senhor do caos e da ordem.

Depois aparece o I...

9 é o valor desta letra e temos aqui o mistério do divino oculto em todas as coisas.

No tarô o 9 é o eremita, o misterioso habitante das cavernas. O eremita é o mago maduro, o ancião dos dias, o divino em sua faceta mais misteriosa.

9 também é o número da universalidade, da totalidade...através do 9 vemos o fim do ciclo, o término da ronda o complemento da evolução.

É inicialmente uma letra fálica mas neste caso aparece como sintético pois representa o fim de toda a obra para qual a magia é feita, para qual o emprego do poder do Pai e da Mãe pelo demiurgo ou pela humanidade tem seu fim e assim o mistério se revela.

Tudo termina para ter um novo início em um outro A...

Como vimos A vale 1 e portanto a magia leva o demiurgo, o hierofante, a humanidade, a sacerdotisa ao ponto real de fazer valer o poder da magia, da mãe e do pai através de si terminando a obra evolutiva e dando um novo início à todas as coisas.

Claro, como disse esta é uma analise da palavra através da numerologia pitagórica, o mistério do tarô na língua portuguesa. Em outros idiomas provalmente outros insights seriam obtidos o que não invalida o nosso mas apenas corrobora o vasto manancial que se encontra na palavra em qualquer língua.

A somatória total da palavra nos da a vibração 31/4...o 3 da Imperatriz a Mãe em sua visão frutífera e universal(Eva) aliado ao 1 do mago o pai sagrado e consorte divino (Adão)nos traz o 4 do Imperador já comentado aqui e também o número da criação universal, das 4 regiões do horizonte(norte, sul, leste e oeste), da criação material e do cubo cósmico de 24 lados iguais síntese de toda a criação, dos seis dias criativos(24= 2+4 =6 temos aqui o mistério da sacredotisa no 2 onde poderiamos ver a figura de Lilith criada em paridade com Adão original, mas um mistério original e primário do feminino aliado ao 4 do imperador o mistério masculino e o resultado é o 6 dos enamorados onde um homem, o mago travestido de imperador ou Adão tem de escolher entre duas mulheres;Lilith a dualidade original com o homem para tornarem-se UM e Eva a dualidade secundária advinda dele ou seja; do UM advém o 2...na dualidade LILITH E ADÃO temos o mistério do YIN E YANG macrocósmico e na de EVA E ADÃO a dualidade dentro de cada ser vivo interna, microcósmica)no centro do qual se desenrola todo o drama cósmico...dai temos 24 mais 1(o centro) e teremos a vibração 25/7 da perfeição, plenitude e completitude acenando como diz o Gênesis para o mistério de que... 'Deus olhou e viu que tudo era muito bom, perfeito e completo e foi a tarde e a manhã do dia...SÉTIMO.'

Assim o 'descanso' de Deus, do demiúrgo criador(G) detentor do poder do Pai (A)e da Mãe(M) no dia sétimo é a deixa para percebermos que no descanso de Deus inicia-se a atividade evolutiva, a ronda evolutiva dos humanos. Deus descansou de sua obra criativa não porque seja falível, mas 'descansar' é um aforismo, uma metáfora para celebrar a vinda e a manifestação no cenário do mundo dos novos criadores em evolução. A era dos humanos, a era evolutiva da vida ciente universal.

Deus assim se faz de centro em figura dos bastidores.
Manifesta o 9 (I)do eremita, o abscondido, o oculto e se torna a Daath no universo , o segredo dentro dos humanos (A PRESENÇA EU SOU) e por trás de todas as coisas. Não deixa de ser a Fonte mas esta velada por um novo ator uma nova atriz no centro das coisas; o homem, a humanidade que agora trilham uma nova ronda de 6 dias criativos no dia do descanso divino(o sétimo) evoluindo para que ao término(o sétimo humano) possam dar início a um novo mistério, um novo A.

Pax e Lux

Valter Taliesin





Os Sábios sagrados as sábias iluminadas da história 

da MAGIA...


LILITH - A primeira mulher segundo a mitologia judaica criada em paridade com Adão segundo interpretação de Gênesis 1.26-27...depois tornou-se
a rainha dos demônios e elementais(e vampiros segundo outros)e esposa de Lúcifer.


ADÃO - O primeiro homem teria recebido de Deus toda a sabedoria ancestral e passado aos seus filhos e filhas...Adão pode ou não ser meramente um arquétipo da humanidade mas é sobretudo o despenseiro original da Sabedoria no mito.

EVA - A primeira mulher oficial da teologia judaica e cristã pois enquanto Lilith foi fei em paridade com Adão ela é uma parte dele que foi modelada ou seja;  Lilith representa o feminino original manifesto em paridade no universo com o masculino advindos da Fonte. É a visão macro da vida. Eva por outro lado é a manifestação do micro no mundo. Na vida manifesta do homem existe uma mulher latente e na vida manifesta da mulher um homem latente que se traduz simbolicamente na busca pela alma gêmea, no casamento entre marido e mulher(quando feito em amor). Eva foi a primeira mãe humana segundo a mitologia bíblica e obviamente partilhou o conhecimento divino original com Adão.

CAIM E ABEL- O mito dos dois irmãos que se amam mas são rivais e depois um acaba matando o outro é um dos grandes mitos que revelam que no início da humanidade dois ramos, duas correntes iniciáticas do conhecimento divino se dividiram no alvor da humanidade e seriam conhecidas pelo tempo adiante como duas fraternidades: a luz e a das trevas, uma fraterna, amorosa, inclusiva e pacífica e a outra que prima pela singularidade, egoísmo, exclusivismo e poder.

SET- Conhecido no alto Egito como o deus das trevas e entre os hebreus como o herdeiro original dos conhecimentos secretos de Adão que deveriam ter sido dados aos irmãos Caim e Abel, com a morte do segundo assassinado pelo primeiro passou a ser o pai da corrente deste(Abel) ou fraternidade branca. Mas como vemos, pela visão egípcia este olhar entre o que é luz ou trevas varia conforme a ótica de quem vê...o mesmo Set que era um herói hebreu era um demônio para os egípcios.

ENOCH - O homem que teria andando com Deus(ou os deuses) Enoch geralmente é aceito como sendo o descendente da corrente de Set mas como havia um Enoch cainíta(filho deste) muitos pensam que em algum momento as duas linhagens se confundiram e que na verdade é o mesmo personagem. Enoch para muitos é o próprio Hermes Trimesgistus da mitologia egípcia.


NOÉ - O grande patriarca antediluviano, protagonista do dilúvio bíblico é associado a outros grandes mitos das religiões do mundo como Utnapshitin, Manu, Deucalião dentre outros e foi o segundo Adão do recomeço do mundo.

SEM, CAM E JAFET - Os filhos de Noé herdeiros da tradição, da sabedoria ancestral(em apócrifos Sem  aparece como Melchizedeck vivendo portanto milhares de anos após o dilúvio)e civilizadores do mundo pós dilúvio levando cada ramo a tradição para os cantos em que foram assim justificando a busca da mesma hoje em dia dentro de cada ramo espiritual e filosófico do mundo. 



MELCHIZEDECK - O Sacerdote do Deus altíssimo, foi ele que saiu ao encontro de Abraão quando este voltou de ferir reis poderosos que invadiram a região e sequestraram Lot seu sobrinho...Dizem que era rei de Salém(um proto nome de Jerusalém) e Abraão identificou o cananeu EL ELYON(Deus altíssimo) com seu próprio Deus, sua própria visão do sagrado.

ABRAÃO - Abraham ou AB - RA - HAM...se quisermos viajar um pouco perceberemos que no nome do patriarca bíblico estão embutidas 3 tradições espirituais...AB ou Pai em hebraico nos remete as tradições hebraicas, amoritas, cananéias, fenícias e sumérias - RA nos remete ao Deus supremo egípcio o sol manifesto o senhor supremo da luz - HAM ou RAM nos remete a tradição ariana, aos mitos da Índia... é como se estivéssemos dizendo; pai sol e pai da raça...
Antes seu nome era Abrão ou AB - RA - M. a mudança de nome é interessante pois este M isolado nos remete a antiga MU portanto ao tornar-se HAM ou RAM é como se estivéssemos vendo o fim de um mistério e o início de outro; o fim de uma raça e o início de outra, de um ramo matriarcal antediluviano e o início de uma visão patriarcal pós diluviana. Assim paradoxalmente talvez por incrível que possa parecer o pai da raça ariana pode ser o mais odiado dos inimigos dos arianos radicais; Abraão....

Como 'pai da fé' ele é considerado o pai da fé monoteísta de judeus, cristãos e islâmicos mas como sabemos que literalmente ele teve diversos filhos e filhas talvez tanto o Egito quanto a Índia tenham recebido tribos(hicsos no Egito arianos na Índia) ligadas ao célebre patriarca que também segundo o Zohar e o Zepher Yetzsirá era um grande mago e sábio das artes sagradas.


Sábios ligados a corrente hebraica de AB -


ISAQUE, ISMAEL - Filhos de Abraão se tornaram pais de duas correntes raciais e espirituais; os israelitas e os ismaelitas.

ISRAEL, ESAÚ, JOSÉ E SEUS 11 IRMÃOS- Aqui as correntes evolutivas abrahâmicas começam a serem focadas em uma linha só, a israelita e depois judaica. Esaú o gêmeo de Israel deixa de fazer parte da corrente principal abrahâmica hebraica e Israel e seus filhos é o foco.



MOISÉS, JOSUÉ - Os grandes libertadores e legisladores hebreus mitologicamente os forjadores da nação israelita. Toda a mitologia hebraica é associada ao nome de Moisés e seu pentateuco e todas as histórias que forjaram o mito é associada a sua pena...verdade? lenda? Não sabemos mas o poder do mito...permanece.

SAMUEL, DAVI E SALOMÃO - O ultimo grande profeta, sacerdote e juiz e os dois maiores reis de Israel, três dos maiores mitos espirituais da História que se tornaram míticos através dos tempos...todo o reino e mito sobre o messias o mitico regente universal do mundo por parte dos hebreus vem das escolhas de Samuel dos reis e da eleição tanto de Davi quanto de Salomão seu filho como monarcas.



ELIAS, ELISEU, ISAÍAS, JEREMIAS, EZEQUIEL, DANIEL E OS PROFETAS - A escola dos profetas é o grande centro iniciático dos hebreus e os verdadeiros guardadores do mito e da sabedoria da raça foram os profetas.

MARIA - Na mãe do Cristo hoje podemos encontrar sincreticamente praticamente todos os ingredientes dos mitos das grandes deusas mães das religiões antigas. 

JOÃO BATISTA - Considerado o arauto do Cristo pelos cristãos é visto contudo como o próprio messias por seus seguidores ainda hoje no mundo. Segundo o próprio Cristo não existiu entre os sêres humanos homem nascido de mulher maior que João, dando a entender que descontando a mítica de seu próprio nascimento(dele Jesus), João é o maior dos sêres humanos.

JESUS CRISTO - Aqui o ramo hebreu encontra sua primeira e mais famosa ramificação conhecida(as anteriores de Ismael e Esaú só se tornarão realmente importantes mais à frente)em Jesus temos o início de uma nova corrente espiritual ainda que não sabemos se esta era sua visão original o resultado foi este: Uma nova religião; o cristianismo já que por esta ocasião após o desterro de 10 tribos perdidas(muitas hoje sendo 'localizadas' inclusive na Índia, China etc) a religião israelita tornou-se judaica nome com origem na única tribo que sobrou conhecida a de Judá. O judaísmo é de onde sairam os cristãos.

MARIA MADALENA, PEDRO, JOÃO, TOMÉ, JUDAS, PAULO E OS DEMAIS APÓSTOLOS - Tanto as correntes ditas heréticas do cristianismo quanto a dita ortodoxa devem quer simbolicamente ou literalmente às figuras de Maria Madalena, Tomé e Judas( entre os heréticos) João( heréticos e ortodoxos) mais Pedro e Paulo(ortodoxos) o nascimento real da religião cristã calcados nos ensinamentos públicos e segredos de Jesus.



MAOMÉ - o fundador do islã nunca negou beber das fontes judaicas e cristãs mas tudo indica, mais do vêio dito herético desta última, o conhecimento que o levou a ter contatos espirituais com a entidade angélica de Gabriel e dai os insights espirituais que definitivamente o levaram por fim à criação do Islã o terceiro e último grande ramo hebreu abrahâmico que abarcou sobre si principalmente os herdeiros de Ismael e Esaú de início tornando-se depois com o tempo universal como outras grandes religiões.

AGOSTINHO, TOMÁS DE AQUINO, SÃO FRANCISCO, MAIMÔNIDES E TANTOS OUTROS GRANDES VULTOS DAS 3 GRANDES RELIGIÕES....- judeus, cristãos e islâmicos deram ao mundo algumas das mentes mais brilhantes que já pisaram este plâneta.  




Sábios ligados a corrente egípcia de RA -


OSÍRIS, ISIS ,HÓRUS  E HATHOR- A trindade original 
egípcia, O casal divino, seu filho e a esposa deste. 
Estas 4 divindades se tornaram na nação a 
encarnação viva do poder de Ra e muitos defendem 
que foram figuras humanas reais.



THOT/HERMES TRIMESGISTUS - O mais célebre iniciado da História como vimos acima foi identificado ao Enoch que andou com Deus bíblico e ao histórico Imhotep grande figura da história egípcia. Hermes é associado tanto ao Thot egípcio quanto ao Hermes grego e era o Deus do Conhecimento, Sabedoria e escrita sendo também considerado o grande mensageiro dos deuses nos oráculos de então.

IMHOTEP - Se não foi a encarnação que deu origem ao mito de Hermes Trimesgistus é seguramente o mais famoso iniciado da história egípcia e associado às construções das pirâmides.

HATSHEPSHUT - Antes de Cleópatra a mais famosa governante do Egito que reinou literalmente como um faraó não como uma rainha, foi antecessora do irmão Tutmés III e tão grande e misteriosa quanto ele.


TUTMÉS III - É tido e havido além do grande governante que foi mitologicamente como o criador da ROSA CRUZ uma das mais míticas sociedade secretas do mundo. 

AKHENATON  E NEFERTITI- Talvez o mais importante dos faraós, criador para muitos do monoteísmo (inclusive alguns pensam ser ele e Moisés a MESMA pessoa) ele e sua rainha reinaram como reformadores da religião egípcia, reforma esta que foi execrada pelos egípcios após suas mortes(ou êxodo como crêem aqueles que defendem ser Akhenaton Moisés).

TUTÂNKAMON - TUT - ANK - AMON - O filho ou herdeiro do trono de Akhenaton foi rapidamente dominado pelo dominadores da religião egípcia para deixar a reforma do pai para trás e readotar a religião politeísta antiga. Apesar disto, segue sendo o mais famoso dos faraós apesar de reinar tão pouco.

RAMSÉS II - O mais glorioso dos faraós Ramsés II não foi o último grande rei mas talvez o mais poderoso  e longêvo deles e um defensor contumaz da religião antiga egípcia sendo que uma parte dos estudiosos entendem ser ele o faraó do êxodo hebreu o que a meu ver não tem fundamento diante dos registros de prosperidade e poderio de seu reinado contra o que reza ter restado no Egito após a saida dos israelitas no mito.

MENERPTAH, RAMSÉS III  E NECAU- sucessores diretos de Ramsés foram grandes faraós e mantiveram por algum tempo a glória e o legado que Ramsés II deixou...Menerptah parece ter conquistado por algum tempo o reino hebreu e Ramsés III simplesmente evitou o domínio da região pelos belingerantes 'povos do mar' que alguns pensam ser os aqueus que haviam conquistado Tróia e dos quais os famosos filisteus foram sucessores(outros mais arrojados pensam serem atlantes e assim colocam o fim derradeiro deste império bem depois da data mítica).
Necau o último grande faraó egípcio antes do poderio de outros impérios na região prevalecer sendo célebre por duas coisas - ter conquistado o reino judeu por algum tempo e depois perdido o domínio da região para as hostes babilônicas em famosa batalha.

PTOLOMEU E CLEÓPATRA- Herdeiro do Egito após a morte de Alexandre o general Ptolomeu se tornou faraó do Egito tendo na figura de Cleópatra não só uma herdeira mais uma das mais míticas figuras dos tempos antigos. Por muitos anos o reino ptolomaico foi uma superpotência da região e mesmo no tempo romano era extremamente rico e importante apesar de militarmente não ser mais tão forte quanto antes.
Os ptolomeus mantiveram vivas as tradições do Egito antigo praticamente adaptando para si as grandezas do mesmo.


Sábios ligados a corrente ariana de RAM -


Estranho falarmos num hebreu na origem da corrente ariana mas isto só é estranho para os preconceituosos.

Ram o grande legislador e conquistador e Abraão a mesma pessoa? 

Alguns estudiosos entendem assim e eu penso que pelo grande movimento dos povos antigos isto não seria nenhum pouco improvável.

RAM OU RAMA - Considerado uma manifestação do Deus supremo Vishnu é também o pai do arianismo. Apesar de no mito ser definitivamente associado à India o Ram do esoterismo é bem diferente. É alguém que chega de fora, provavelmente da Europa e trás consigo a civilização ariana que se torna majoritária na India, Irã etc... e senhora do poder tornando as antigas raças subservientes a si.

ZOROASTRO - Ariano ligado mais à corrente que civiliza o Irã e cia Zoroastro cria uma religião poderosa e dual onde bem e mal se digladiam pela alma dos humanos que tem que escolher qual lado esta. Com o tempo os arianos iranianos e adjacências se tornaram rivais de morte dos arianos indianos a ponto de um demonizar as divindades dos outros.

VIASA - Sábio que escreve e ordena os mitos antigos, a história dos grandes deuses e povos que originaram a India.

KRISHNA - O mais famoso avatar de Vishnu se tornou com o tempo um ramo religioso próprio e poderoso dentro de hinduísmo, o movimento Hare Krishna. O grande isnpirador do Bhagavad gita a mais famosa parte do imortal Mahabharata que por si só já era lendário, e o grande forjador da alma indiana.

BUDA - Milhares de anos depois de Krishna a figura de Buda surge no cenário da India e suas pregações e ensinos criam uma verdadeira revolução espiritual no mundo antigo e com o tempo faz surgir uma religião à parte tão poderosa e influente quanto o próprio hinduísmo...o budismo....

ASOKA, RAMAKRISHNA, AUROBINDO, YOGANANDA, KRISHNAMURTI, OSHO ETC ... - Estes nomes e várias pessoas, vários gurus, vários nomes sagrados ligados quer ao hinduísmo, ao budismo etc... nascidos na Ìndia ou região foram responsáveis pelo crescimento e expansão da corrente ariana pelo mundo...

HELENA BLAVATSKY, HENRY OLCOTT, ANNIE BESANT, CHARLES LEADBEATER, ALICE BAILEY, RUDOLF STEINER, DION FORTUNE, ALEISTER CROWLEY E CIA....- Estas figuras são diretamente responsáveis mesmo sendo ocidentais pela disseminação das religiões arianas no mundo; tanto das tradições celtas  e nórdicas antigas quanto do que vêio da India e regiões...o sincretismo, a religião comparada era a defesa férrea destas almas para que compreendessemos  a origem comum de todas as religiões da terra.

Na verdade tais almas pregavam a  síntese entre as correntes de AB de RA e de RAM e mais ainda; de todas as antigas tradições espirituais do mundo em algo conhedico como A ANTIGA SABEDORIA...a sabedoria ancestral doada pelo sagrado aos primeiros humanos e que sobreviveu velada nas religiões e tradições espirituais do mundo.

Estes são alguns homens e mulheres que deram suas vidas(muitos literalmente) para a evolução não só social mas espiritual da humanidade.

São eles(as) os(as) ponta de lança, os(as) guerreiros(as) da luz de todas as épocas e todos os tempos.

Paz profunda

Namastê

IN LAK' ECH

OM TAT SAT

Valter Taliesin


Imagem postada originalmente por Sofia Melo Volante

Fonte de imagens Google...

Vídeo sagrados

THERION

FAUN

PENDRAGON

LOREENA

SARAH

DAVID ARKENSTONE

Fonte Youtube









Nenhum comentário:

Postar um comentário