Google+ Badge

segunda-feira, 24 de março de 2014

22 SIGNOS SAGRADOS... expressos em textos...

Reflexão...

ALEF

Desistir das coisas, situações e das pessoas nunca foi a minha praia. Sempre acredito e vibro positivamente para que o melhor aconteça...
Sempre espero que as pessoas melhorarão, encontrarão seu rumo, seu caminho na vida, como eu aliás, gostaria que as mesmas pensassem e vibrassem a meu respeito. Agora, tudo funciona segundo livre arbítrio e sintonia(no caso de pessoas) e merecimento e sintonia(no caso de coisas e situações)..nada é por acaso e sem consequências...tudo faz parte de uma grande teia cósmica. sagrada, invisível mas extremamente real em seus efeitos pois são o campo quântico onde construímos com seus fios(energias) nossas ditas e desditas da vida...nossos céus e nosso infernos...nossas luzes e nossas trevas...nosso bem e nosso mal...
Assim seguir perdoando, amando mas JAMAIS pactuando com o mal(o desvirtuar das energias) em mim ou seja em quem for é definitivamente salutar para construirmos um mundo melhor, onde melhor as almas possam crescer e evoluir e recebermos finalmente de braços abertos o NOVO MUNDO que chega...
Digo chega porque tenho absoluta certeza que isto JÁ É um fato nos mundos interiores que envolvem: o mundo crístico e búdico(ATZILUTH - KETHER, CHOCKMAH, BINAH, D'AATH - YOD), átmitco e mental superior(BRIAH - CHESED, GEBURATH, TIPHARETH - HE), mental inferior e astral(YETZIREH - NETZAH, HOD, YESOD - VAU) e etérico e físico(ASIAH - MALKUTH - HE) que por fim se manifestam progressivamente na queima de carma coletivo e no purgar da terra para o estabelecimento de uma nova humanidade...
UM DESABROCHAR DE NOVO MUNDO ATRAVÉS DE UM NOVO SER, EM CADA UM DE VÓS...

Valter


Imagem de Matisse

Reflexão...

BETH

Aquele momento do 'estalo' quando surge dentro de si a ideia sagrada, o insight renovador, o caminho não traçado ainda por mãos humanas só as divinas, do divino morante em ti.

Este momento é o grande canal do 'Momentum' de Deus que demonstra o que diz Efésios 11.1...
Que a Fé é o firme 'Fundamentum'(o Momentum advém deste lugar conceitual) daquilo que esperamos, é uma prova de Realidades(dimensões do Ser) que não são vistas com nossos olhares toldados pelas ilusão tridimensional.

Valter

Imagem... Manet

Reflexão...

GUIMEL

Irrite sua própria vaidade...
Faça aquilo que mais irrita seu egoismo crônico...
Engula um sapo de vez enquanto só para não levar desaforo para FORA(de ti aos outros) casa ao invés do 'bom' e velho personal de sempre...PARA(sua ego!personalidade) casa...
Inverta as bolas um pouco, seja um verdadeiro subversivo...SUBVERTA A SI MESMO...diga não a tudo o que lhe separa das pessoas...
Não estou dizendo para 'abaixar o chifre' e deixarem montar-te NÃO!
Estou dizendo: EXPERIENCIE...não se acostume com respostas fáceis comportamentais de ninguém MUITO MENOS as tuas; questione-se sempre mais do que questionas aos outros, procure novas respostas para suas velhas perguntas enfim...SE RECRIE!

Valter

Imagem Monet

Reflexão...

DALETH

Só é 'de Jesus' quem entende o homem mais do que entende a ESSÊNCIA no homem...só é 'de Cristo' quem realmente vê dentro de si o mesmo mistério que atuou em Jesus o qual costumamos nomear...Cristo Jesus...

A maioria dos religiosos de carteirinha pensam ser 'de Cristo' mas só o são 'de Jesus', o conceito literal da mensagem... aqui estão a maioria das igrejas e seus exclusivismos e divisionismos...

O problema é que o tal 'eu vou para o céu e você não vai' é a marca registrada desta compreensão parcial e equivocada destas com relação aos mistérios crísticos interiores revelados na pessoa de Jesus como Cristo Jesus ...e cada um diz que é o outro e não o seu grupo que mudou o tal 'til' da Lei e da Palavra.

Entretanto só entende de verdade quem ou o que foi o mistério divisor de águas... Cristo Jesus, quem dá um passo além e olha dentro de si e vê o grande mistério se desenrolar lá, no profundo recesso de seu ser...este, vê por um prisma totalmente novo a si mesmo, o manifestar da mensagem divina; antes, durante e depois do evento crístico da palestina a 2 mil anos atrás e percebe um fio de ouro entremeando tudo e todos a Cristo(o grande mistério cósmico e interior) manifesto no evento... Cristo Jesus, o Momentum divino de restauração humana no espaço/tempo...o mesmo mistério que hoje se desenrola DENTRO de cada um pois que teve exatamente esta intenção, não criar mais uma religião, nem a 'única' verdadeira.

Valter

Imagem...Renoir

Reflexão...



No bale da vida não tenha medo de cair uma ou outra vez...

Tenha medo sim de não ousar, de ficar parado(a)...

Este sim é um 'medo santo'. Existe medo que paralisa, medo que te faz agir irrefletidamente mas este é o famoso 'medo evolutivo', aquele que nossos ancestrais usaram para dormirem empoleirados em árvores, em cavernas fechadas por enormes pedras, andarem em grupo e se armarem para escaparem dos predadores daqueles tempos.

Na verdade é a pura coragem de ousar e criar seu próprio destino e não esperar passivamente que algo ou alguém determine por você...

Amor e Luz...

Valter

Imagem de Degas...

Reflexão...

VAU

quando as estrelas faltarem com sua luz não temas...

Tens uma estrela ai mesmo dentro de ti e que SEMPRE BRILHARÁ nunca te deixando no escuro...

Permita que sua luz te inunde e te encha por completo de luz.

Valter

Imagem... Van Gogh

Reflexão...

ZAYÍN

Tem aqueles momentos que pelo perene de suas cores deixam de ser momento e se tornam pontos de luz na eternidade iluminando qual faróis a caminhada dos humanos rumo a Realização.

Nele ou em um deles gosto de viver cada dia pois é um verdadeiro ponto fixo enquanto estar perenizado na eternidade mas mutante, mutável e motivador de energias que se renovam e que se recriam ajudando no recriar de muitos que dele se aproximam...

Valter...

Imagem de Delacroix

Reflexão...

HETH

Estes são momentos tortos onde a alma se agita e se agiganta.
E neste agigantar-se percebemos gigantes espirituais onde jamais
suspeitaríamos se os olhássemos meramente com olhares comuns, 'olhares de carne'...é nestes momentos em que olhamos com o olhar do espirito que percebemos suas auras brilhantes, reluzentes...
Claro, quem tem olhos para ver evidentemente, quem não tem vai continuar vendo todo mundo como uma massa comum de contradições nada mais...e pior; sendo mais um(a) perdido(a) na mesma.

Valter

Imagem de Picasso...

Reflexão...

TETH

A viagem é um dos grandes caminhos iniciáticos que a muito tempo vem sendo usado pela humanidade...

A borboleta fruto da transmutação da lagarta no casulo é outro símbolo dos grande mistérios...

A viagem por mar então parece trazer ainda mais vivo e evidente este senso de aventura que a muito domina nossos corações. Nossos ancestrais olhavam o mar e imaginavam o que pudesse haver do lado de lá, olhavam o céu e sonhavam com as estrelas...assim nau e borboleta trazem consigo a mensagem do mundo do ser transmutado e transformado. Um ser único e sagrado perante os olhos de Deus.

Todas as viagens são um símbolo da maior aventura de todas, a descoberta do divino em si. E a transmutação da borboleta é o resultado simbólico deste novo ser. O caminho externo então se abre de par em par para um ser recriado e este vai embora mundo afora cumprir seu destino.

Valter

Imagem de Dalí

Reflexão...

IOD

O conhecimento não deve ser um fim em si mesmo mas um meio...

"O TEMOR DO SENHOR É O PRINCÍPIO DA SABEDORIA"...

Bem, para os olhos ocidentais que adoram apossar-se da cultura alheia esta frase parece um louvor, uma ode ao medo, à neura...tanto para os que o defendem quanto para os que o criticam.

NÃO É!!!...

Não suporto o extremismo, nem dos fanáticos fundamentalistas defensores literais dos escritos nem fundamentalistas do oposto, os críticos viscerais pois ambos compram gato por lebre quando interpretam os escritos sagrados pelo olhar pobre, limitado e comum da literalidade.

O 'temor' aqui nada mais é que CONHECIMENTO...o hebreu estudava a Toráh, penetrava em seus mistérios, ia além da letra que mata para a vida dos escritos, SEU ESPÍRITO e nesse penetrar intenso e profundo passava por diversos níveis de leitura dos textos. Assim TEMOR DO SENHOR É OUTRO NOME PARA CONHECIMENTO DAS COISAS DIVINAS, é o ler, o estudar, o meditar, o buscar nas tradições e mais; o praticar com determinação e fé...o que os antigos vivenciaram e receberam do sagrado em si mesmos... é como diz...O PRINCÍPIO não um fim em si mesmo...o fim é algo mais profundo e não atingível meramente pelo estudo...A SABEDORIA...mas o valor do conhecimento, do estudo, da busca é reconhecido como tal...este é o grande valor das tradições espirituais do passado... não engessar-nos mas permitirem que as usemos como um aio, um cicerone do sagrado até que a Sabedoria nos acene lá no profundo do Ser e diga...VENHA!

Valter

Imagem de Mondrian

Reflexão...

KAF

A morte mais temida pela humanidade é contudo a menos trágica, existe uma morte muito pior(nem vou entrar aqui no contexto 'morte eterna' que esta é suscetível de debates também eternos)...é a morte espiritual, aquela que corta o vínculo entre todo o resto e o divino em si, entre todas as formas de expressão de um ser e o Ser nele morante, existente.

Tem gente, como diz o Cristo no Apocalipse, que 'tem nome de vivo mas esta morto'...frequenta igrejas, ufana-se de ser salvo, de que irá para o céu, mas NO FUNDO é cascão puro... não tem essência, ou melhor; TEM mas desligou-se voluntariamente dela preferindo erigir uma deidade criada por suas próprias mãos e temeridade das temeridades; como 'fonte' (as tais cisternas rotas que tanto o Cristo falava)das energias divinas ao invés da verdadeira FONTE...

Eles estão todavia não só nos templos e igrejas tradicionais, mas em diversos outros lugares de culto só que no fundo prestam cultos a si mesmos e ao egocentrismo dos demais 'irmãos na fé'...todos mortos com aparência de que estão vivos pois abdicaram voluntariamente do contato com a verdadeira essência divina em si...

Valter

Imagem de Cézanne

Reflexão...

LAMED

Certos demônios interiores precisam ser decapitados imediatamente antes que levem corpo, mente, coração, personalidade e alma para aqueles abismos terríveis e insondáveis interiores(mas que parecem trevas exteriores pois aparentam se manifestar fora da sagrada Presença Eu Sou em nós) onde, como diz o Cristo...'Não sairá dali enquanto não houver pago o último ceitil.'

Valter 

Imagem de Rubens

Reflexão...

MEM

O mistério da relação ou da natureza da relação entre Jesus o Cristo e Maria de Magdala(Madalena) parece ser daqueles que só descobriremos quando nos vermos frente a frente com os protagonistas se houvermos encontrado méritos evolutivos para chegarmos até as dimensões altíssimas do Ser em que os mesmos se encontram...
Todavia quem sabe numa via intermediária, nos lugares celestiais( as dimensões que se espalham como camadas de cebola em torno da Terra) possamos acessar os registros akháshicos e descobrirmos tudo o que se passou naqueles tempos?...
Para ver como a 'heresia' parece permear a maioria dos grandes artistas do fim da idade média, eis aqui mais um fora Leonardo e os mais falados quando este assunto vem a tona:
A tela é esta de EL GRECO...
Vejam atrás da Virgem; quem aparece?
Madalena...
Obviamente uma cena simbólica pois que na época do nascimento do Cristo, mesmo que esta fosse mais velha que ele duvido e muito que fosse tão mais velha assim(uns 14 ou 12 anos mais já que esta por exemplo seria a idade da própria Virgem quando o gerou segundo alguns mitos...14)...desta forma Greco nada mais faz do que atiçar ainda mais o fogo da 'heresia'..
O que faz Madalena aqui neste quadro?
Porque especificamente ela e não um outro discípulo, ou mais deles, fazendo sala para a família 'desposynii'?
Talvez porque fosse ela uma desposynii também?
Será que o fato de se encontrar atrás da Virgem não fala alguma coisa?
Como se a tela dissesse: depois da Mãe...virá a Esposa?
Claro, o fato de pintores por mais talentosos, geniais e famosos que tivessem sido pintarem cenas assim não significa que as coisas se deram exatamente assim obviamente na vida dos retratados...mas acena para a certeza de que o veio oculto da 'heresia' sobreviveu às perseguições durante centenas de anos e estava MUITO vivo em plena idade média...
E agora?
Bem, basta vermos nos últimos 12 anos tudo o que já se falou, escreveu-se, debateu-se e filmou-se sobre isto que teremos nossa resposta!
Mistérios em cima ou dentro de mistérios...

Valter

Imagem de El Greco...


Reflexão...

NUN
Nossos sentidos podem ser nublados pelo foco das coisas, pelo prisma em que olhamos as tais...
Assim não valorize tanto suas impressões sobre as coisas mas permita-se sempre ouvir o que Aquele que conhece todos os primas e matizes dentro de si tem a dizer sobre o assunto...dali não vem erro!

Esta imagem é interessante, você vê uma sombra de um homem dormindo pouco acima um cajado que lembra o caduceu(lembra não é, bem dito) e bem acima uma luz, e dentro dela uma sombra iluminada de um homem contemplando...muito interessante.

Valter

Imagem de Turner

Reflexão...

SAMEKH

Tem pessoas que deveriam receber o codinome...TESTADORA DE LIMITES...nos testam até 'sangrarmos na alma': testam nosso amor, nossa paciência, nossa liberdade, nossas escolhas, nossas opções, nos levam a pontos absurdos de tolerância e paciência...
Porque fazem isto?
Talvez porque no fundo duvidem de si mesmas!
De sua sinceridade, de seus sentimentos, desejos, vontade, sonhos, capacidade em realizar-se...não de nós!
No fundo o que fazem no trato com as pessoas que se colocam em seu caminho é o que gostariam de fazer a si mesmas e MUITAS até fazem e no processo perdem pessoas preciosas em suas vidas!

Valter

Imagem de Gauguin

Reflexão...

AYIN

Obras de pessoas tidas como alquimistas geralmente trazem mensagens mais que subliminares e não podia ser diferente com esta pintura de Hieronymus Bosch...

Pássaros e humanos juntos, um homem branco e uma mulher negra, aves e humanos com a mesma altura e em alguns casos parece que se fundindo, mesclando, se amalgamando...um deles cavalga um pássaro e sobre sua cabeça há algo como que um envoltório em forma de gota que vem diretamente de uma gota menor logo acima... Tudo se passa na natureza, todos estão como vieram ao mundo, nada de não natural esta sobre o corpo dos humanos, nada não natural faz parte do ambiente, nada criado ou feito por mãos humanas faz parte do ambiente, os significados se os há estão no natural, na natureza, naquilo que não pode ser fabricado ou feito.

Valter

Imagem de Bosch


Reflexão...



Um(a) sábio(a) é uma pessoa que conheceu profundamente os mecanismos da vida e se descobriu cada vez mais livre e acima deles, não impondo seu ritmo mas fluindo com os mesmos, sorvendo cada experiência para aquele lugar em si onde ocorre a transformação e a transmutação...ali ele opera a alquimia das energias dos momentos naquele MOMENTUM único onde deuses e deusas são forjados ante O SER TRANS UNIVERSAL ...

Valter

Imagem de Friedrich

Reflexão...

TSADÊ

O sagrado feminino carrega em si e deixou marcas indeléveis no coração da humanidade para não precisar de defesa de ninguém mas simplesmente de SENSIBILIDADE para que ele se manifeste plenamente no seio de nossa sociedade. Não faço nenhum favor aqui à Deusa, a face da Mãe Divina...Shekináh/Binah, na eterna unicidade do Divino em tudo presente em dizer tais coisas...o importante é contudo vibrarmos nesta unicidade a verdade que, mulher e homem SÃO na divindade o grande mistério do Um que se faz Dois e do Dois que se torna ILIMITADO para que em essência possam ser novamente o Um indiferenciado agora não mais somente em sentido de Ser mas de pleno amor por ser o Ser de um para cada um...

Valter

Imagem de Lorde Tennyson


Reflexão...

QOF

O crucificado entre os mundos não fala de religião, fala do conceito cósmico e crístico que desce à matéria, encarna-se para que a vida crística possa ser despertada no interior de cada ser.

A imagem é de um poder sensorial absolutos...
O Cristo crucificado nas estradas da vida, nos caminhos do mundo e em torno de si o drama do sofrimento humano continua, agora por uma perspectiva nova; a do centro, de onde flui a energia crística trazendo um novo olhar para estas velhas questões entretanto a pergunta que não quer calar é...
QUANTOS HUMANOS PERCEBERAM ISTO NESTES 2 MIL ANOS DESDE O ENCARNE E DRAMA FÍSICOS DO AVATAR DO AMOR?
Quantos perceberam além das religiões que se levantam e caem INCLUSIVE no nome Dele o germe do infinito na concepção crística?

Valter

Imagem de Chagall

Reflexão...

RESH

Evocação é o ato de atrair para si, para um ritual, entidades de seu interesse e de sua vibração...

As 'pessoas lúcidas e racionais' não acreditam nestas coisas, parece até que vivemos em um mundo lúcido e racional não é mesmo?

Invocação é o ato de abrir a alma e o coração ao Eu maior, ao divino em si morante e em tudo permeante, dependendo completamente de sua graça, de suas revelações.

A primeira geralmente esta associada a entidades de diversos níveis e graus diversos, alguns inferiores outros superiores ao humano e à vibração do oficiante...evocar também nos fala de lembranças portanto de tradições, fórmulas e regras a serem seguidas para que tudo funcione; mais do externo que do interno mas também pode significar coisas internas que a alma trás em si, de suas experiências...portanto pode ser tanto do que foi vivenciado como do que se sabe que foi vivenciado por outrem...

A segunda esta associada basicamente a Deus seja o mesmo entendido como Emanente(Deus em tudo), Imanente(Deus nos seres cientes) ou Transcendente(esta presente em tudo e atuante nos seres cientes sendo de fato a ÚNICA CIÊNCIA real e genuína...A FONTE) e aos grandes avatares e emissários desta ÚNICA LUZ...

AMBAS dependem mais da sinceridade e vontade do oficiante que do outro lado para funcionarem... a diferença é que a segunda é absolutamente segura quando vem da Fonte(o único perigo é do oficiante distorcer depois a mensagem mas dai vai da responsabilidade dele e do discernimento de quem ouve) enquanto a primeira depende MUITO do grau de pureza do oficiante, de sua vibração e do que atrai para o ritual.

Valter

Imagem de Spitzweg

Reflexão...

SHIN

Um olhar traduz uma alma...

Um olhar celebra um momento congelado no tempo...

Um olhar faz uma ponte entre quem olha e quem é olhado...

Um olhar pode ser de luz ou de trevas, de benção ou de maldição...

Um olhar pode acariciar ou seduzir, agredir ou violar...

Um olhar pode ser remédio ou pode ser o sintoma da doença...

Um olhar pode alimentar uma alma ou sugar uma vida...

Um olhar pode trazer refrigério ou mais aflição ainda...

Um olhar pode guiar ou pode ser veículo de mais confusão...

Um olhar pode ser infantil, juvenil ou maduro...

Um olhar pode descortinar horizontes e dimensões, mas pode fechá-los também...

Um olhar sacia mas também pode viciar...

Um olhar pode reconstruir, ajuntar ou pode retalhar ainda mais uma alma já fracionada...

Um olhar pode interpretar uma época, refletir um mundo ou pode ser o sinal mais profundo do mistério das eras...

Um olhar... pelo seu olhar transitam energias, seres, dimensões e o que você recebe e pensa a respeito de todos eles...

Um olhar é a janela da alma, a luz desta ou trevas dependendo do que a mesma tenha e traga dentro de si...

Um olhar...zelemos pelo nosso olhar, valorizemos o que e mais; como olhamos a vida... quanto ao como somos olhados somente criemos pelo nosso olhar proteção de luz em torno de nós para só passar coisas que nos abençoem...

Valter

Imagem de Vermeer


Reflexão...

TAW

O que é a beleza e a graça para você?

O que te traduz e o que você interpreta como bela(o) e graciosa(o)?

O belo e o gracioso são subjetivos ou objetivos?

Se subjetivos nascem naquele ponto onde não há descrição mas se objetivos trazem consigo a marca de nossas impressões, de nossas interpretações e acenam para coisas concretas(de palpável, visível aos sentidos e não o definidor do que é real) em nosso entorno.

Uma é a essência misteriosa que anima outra a estampa esplendorosa que aparenta.

Uma é eterna a outra temporal, entretanto mesmo a temporal pode perenizar-se não na ausência do tempo no conceito do que é belo e gracioso mas num tipo diferente de olhar sobre o mesmo que tem muito a ver com o próprio tempo que traz tanto no que vê quando no que é visto traços novos interiores e exteriores que atraem tanto quanto o antigo atraia ou em alguns casos até mais.

Existem mulheres e homens que na maturidade são mais assediados que quando jovens, até por pessoas bem mais novas, e isto não empana a beleza anterior delas(es) mas reflete que evoluíram de si para os outros de tal forma que passaram a ostentar algo novo, delicioso para quem olha que só a maturidade lhes trouxe.

Já outras(os) passam a juventude e a primeira maturidade sendo divinizados pelo que estampam mas depois fenecem qual uma flor cortada do talo.

O que isto nos diz?

Que a beleza objetiva é um fato do mundo tridimensional e a subjetiva do mundo interno e superior e quando a alma tem esta plenamente manifesta, a objetiva sofrendo as mutações da passagem do tempo e as agruras das relações humanas recebendo suas energias torna até o 'feio' em bonito, o supostamente degradante em coroa de glória e as marcas de expressão em pura expressividade de coisas atrativas e sedutoras onde a lisura da pele talvez trouxe apenas um brilho fosco...
Naquele covinha de ruga pode ter mais luz atuando que em toda a superfície lisa anterior da pele exatamente porque antes a luz se perdia e não era apreendida pelo olhar enquanto agora quem olha vê um brilho intenso onde antes só havia luminescência...mas claro, estou falando daquelas(es) que 'tem garrafa para vender' não de qualquer um(a)... daquelas(es) que que sabem do tesouro que trazem dentro de si e sabem administrar o mesmo ao longo da vida...não é definitivamente talento de todas(os)...mas para quem...SABE...e em muitos se torna um verdadeiro elixir da juventude se não em perpetuar o que o tempo gasta em pelo menos tornar o aparente dano em uma nova concepção de belo e a mesma mais duradoura quiça...imortal!!!

Valter

Imagem de Leighton

Reflexão...

A LETRA PERDIDA

Enquanto muitos tentam descobrir os mistérios da terra, do céu, dos mares etc...o próprio ser humano é o mistério mais assombroso de todos os tempos independente de sabermos (ou EXATAMENTE porque isto sabemos) das trevas que povoam sua alma...

O ser humano surge como um mistério até mais desafiador do que Deus se olhado por certos prismas pois implica em tentarmos entender toda a contradição interna humana...contradição esta que desafia a milhares de anos teólogos, filósofos, ideólogos de todas as estirpes e vertentes.

Somos tão estranhos e contraditórios ao ponto de criarmos até todas as nossas visões sobre a outra grande face do mistério último...DEUS....NESTE SENTIDO ENQUANTO DEUS É A GRANDE FACE CABALÍSTICA OLHANDO PARA O INFINITO O HUMANO SURGE COMO A PEQUENA FACE OLHANDO PARARA A CRIAÇÃO...

Todas as grandes religiões, MESMO as tidas como reveladas por Deus em um certo momento passam a sofrer a compreensão humana do mesmo e dai surge um tremendo paradoxo...quanto mais próxima do subjetivo for esta visão mais objetiva(atuante no mundo) e benéfica é a mesma e quanto mais próxima do objetivo(aparentemente concreta, palpável) e lógica for a mesma torna-se detentora de doutrinas, dogmas e tradições que se revelam com o tempo alienantes, alienadas(sem um objetivo realmente claro e bom)e que parecem totalmente caóticas a quem tem bom senso...e muitos entenderiam isto como...subjetivo pois não há forma definida nisto tudo...

Assim percebe-se boquiaberto que quanto menos literal, menos doutrinal for um humano mais possibilidade real tem de acessar o divino em si e de contribuir sem preconceito e exclusivismo com a luz que quer raiar no outro.

Este mistério e esta complexidade contudo não deve nos congelar, nos desaminar...esta aparente contradição que somos não deve ser um entrave mais o maior e melhor dos desafios para começarmos JÁ a maior de todas as nossas aventuras...

Conhecer-se a si mesmo é o primeiro e maior dos desafios da jornada pois quando é encetado DEUS se revela logo ali mais...pelo menos um dedinho Dele...

Valter

Imagem de Kandinsky


VÍDEOS SAGRADOS

MUSICA HEBRAICA














FONTE YOUTUBE









Nenhum comentário:

Postar um comentário