Google+ Badge

segunda-feira, 7 de março de 2016

A IMPORTÂNCIA MÂNTRICA DO PENSAR, SENTIR, FALAR E AGIR PLENO E CONSTANTE NO AMOR DIVINO....



Texto anteriormente publicado em um post único com outros textos alguns anos atrás e que agora merecidamente ganha um post só seu aqui no Blog...


Esta santa loucura!
Ah! Que loucura!
Amar a Deus,
quando nada no
horizonte faz que o
veja, pelo menos
não um semblante,
uma forma que diga:
EU SOU DEUS!
Amar a Deus sem
planos ou projetos,
simplesmente por
amar, por sentir em si
vibrar a luz do amor...
Amar a Deus sem
medo do inferno,
sem o sentido de que
deva-se ter medo do
que em verdade deva
ser amado.
Tem um monte de gente
que afirma amar a Deus...
Mas no fundo só querem
fugir do inferno!
Falam do inferno o tempo
todo!
Dizem que é para alertar
os que vão para lá...mas
sinceramente...para mim,
ESTAS pessoas que tanto
dele falam é que lá estão
e não se deram conta disto!
Quem esta em Deus fala
de Deus, fala do amor,
fala de vida e esta com
abundância...este falar
de Deus, por si só muda
a vida de quem ouve,
vê e escuta...
Se o amor não mudar uma
pessoa nada mudará!
O amor é a maior energia
que procede de Deus, ao
ponto de dizermos ser Deus.
Sem amor nada somos, nada
realmente percebemos de real,
de sagrado!
Sem amor não passamos de cascas,
cascas pregando salvação e no
fundo vivendo em puro fel de condenação
achando que somos salvos.
Não é salvo quem fala constantemente
no inferno, é a mais triste das criaturas,
pois independente do inferno existir
ou não o que existe de fato é Deus...
Falando Dele tudo muda!
Almas são transformadas e o
mundo se faz novo!
Esqueça o inferno...
FALE DE DEUS!!!
Deixe o inferno onde ele deva
estar...com quem vibra com ele!
Você não vibra?
ESQUEÇA-O!
FOQUE EM DEUS!
Paz e Bem
Valter Taliesin


VÍDEOS SAGRADOS

Gospel - vozes e execução femininas

Amazing Grace - BYU Noteworthy A Cappella cover

Come thou fount of every blessing/I you could hie to kolob - Elenyi & Sarah

You raise me up - Celtic Woman

Hallelujah - Lidsey Stirling

Where you are - Mandi Mapes







Nenhum comentário:

Postar um comentário