Google+ Badge

segunda-feira, 21 de março de 2011

UMA ESCADA PARA O CÉU-divagando sobre Stairway to Heaven-

Talvez a maior música de todos os tempos em se tratando de Pop e Rock , um ícone de gerações e gerações e feita pela única banda que verdadeiramente rivaliza com os Beatles em culto e popularidade(aquela coisa de Beatles x Stones é mais um Corinthians x Palmeiras do Rock dos anos 60...o Led Zeppelin deste trio de Ferro-como são a décadas conhecidos os 3 grandes times paulistanos-seria o São Paulo, segunda maior torcida paulista,terceira brasileira e detentor dos titulos mais expressivos;Hexa brasileiro-com o único verdadeiro tricampeonato de fato e de direito conquistado seguencialmente-,tri libertadores, tri mundial...mas que não faz digamos, o clássico mais rivalizante com o arquirrival que equivaleria nesta divagação aos Beatles ou seja; o Corinthians rs)....LED ZEPPELIN canta e encanta com STAIRWAY TO HEAVEN ...em versão legendada(e comentada ) o que dá para aqueles que não conheciam a letra a dimensão não só do som mas da profundidade filosófica e do hermetismo envolvendo a mesma....UMA ESCADA PARA O CÉU também talvez seja a mais 'demonizada' de todas as canções(seguida imediatamente por Hotel Califórnia do Eagles)principalmente por correntes fundamentalistas cristãs exatamente por causa deste hermetismo da letra e de histórias de mensagens 'diabólicas' ao reverso ou do envolvimento de Page com os ensinos do Mago Aleister Crowley...o fato é que a música fala de desenvolvimento interior, de busca, de conflitos internos que redundam em um beco sem saída,dos dois únicos caminhos (Bem e Mal) que esta disposto ao homem e do livre arbitrio deste ao escolhê-los,faz alusão ao flautista de Hamelin de Mozart...o grande encantador que pode ser associado tanto aos deuses brincalhões e trapaçeiros das mitologias como Loki ou até mesmo ao enigmático Lúcifer da mitologia cristã, a mulher por outro lado me parece remeter a Eva primordial tida como mãe da humanidade e no mesmo instante aquela que buscou a tal escada para o céu, o tal conhecimento do Bem e do Mal que nos faria semelhante a Deus prometido pela Serpente mitológica...assim ela tanto aparece na canção como aquela que detém a luz salvífica(dela viria o rebento que esmagaria o Mal) quanto aquela que abre caminho à danação eterna,pois a busca pelo Divino embute em si o fator X de nossas escolhas boas ou más,e muitas vezes nossas escadas faltam degraus e degraus...
Os trechos da canção jogam o tempo todo com a dualidade da vida, trânsita o tempo todo pelo contexto nebuloso da busca de sentido para nossas vidas, nebuloso porque todas as religiões, cultos,ideologias e filosofias dizem ter a resposta certa para esta busca e nesta toada estamos aqui a milhares de anos nos matando pelos 'acertos' das respostas de nossas religiões,filosifias, ideologias mais caras.
A humanidade definitivamente é pródiga em estabelecer para si mesma parâmetros de dificuldades em sua caminhada e a música só faz refletir este contexto.
Buscamos cada vez mais e mais um sentido para nossas vidas mas no processo pisoteamos descaradamente na busca do outro.
Buscamos a Divindade perdida quer encarando um salvador pessoal vindo de fora para nos salvar e resgatar nossas almas do erro,quer fazendo de um livro o veículo desta salvação, de um profeta ou iluminado ou do Eu pessoal, mas o que empeçhonha nossa caminhada do veneno da Serpente mitológica é que no processo de sermos deuses e deusas fazemos do outro e outra e sua busca(diga-se respostas 'certas' e exclusivas já que parece que todas as religiões redundam nisto)....UM DEMÔNIO!
Nossa caminhada assim tornasse cada vez mais solitária , dolorida, vazia e carente de sentido exatamente porque enchergamos turvamente todo o processo de libertação e egotizamos o mesmo....
A escada para o céu assim deixa de ser uma metáfora da vida Plena, Abundante,Unificada,Amorosa,Inclusiva que deveria ser e É para se tornar uma metáfora de exclusivismo, egoismo,separatividade, violência e confusão...
No afã de alcançar os deuses cada religião, cada grupo constrói sua própria versão da escada e determina quem sobe ou não por ela e dita os requisitos básicos para isto.
Perdemos o senso de dignidade da LIBERDADE, DA IGUALDADE E DA FRATERNIDADE....
Perdemos o senso daquilo que verdadeiramente nos tornar UNOS com Deus.....
A escada para o céu na verdade, no atual contexto em que nos achamos é metáfora de uma humanidade decaída, alijada do contato com o Divino e não da plenitude deste contato....
Deixamos de vivenciar o Divino plenamente em nós para construirmos nossas escadas para escalarmos até o Céu....
Nossas Torres de Babel....
A escada assim tornasse para nós mais simbolo de SEPARATIVIDADE do que de UNIDADE que deveria ser...
A escada de Jacó do sonho deste quando fugia de seu irmão por causa justamente das atitudes apressadas e intempestivas, enganadoras que o próprio Jaco tinha tido com Esaú é um exemplo do quanto estamos distantes do Céu na Terra....no sonho ele via uma escada posta indo da Terra ao Céu, via anjos subindo e descendo pela mesma e no cimo dela...O SENHOR...
Cada grupo religioso que se apóia na Bíblia tem suas próprias interpretações a respeito do sentido espiritual deste sonho mas o que salta aos olhos é duas coisas: primeiro a Solidão de Jacó cá embaixo no deserto sozinho no frio congelante da noite , fugitivo da familia por causa de suas próprias ações, dormindo ao relento tendo uma pedra por travesseiro e a solidão de Deus no cimo da Escada....entre eles(Deus e ele), a escada e anjos subindo e descendo sobre ela...
Estamos ou não estamos diante de um simbolo de ascensão mas também de separatividade?
Jacó não pode subir a escada, só os anjos podem ir até o Senhor e voltar de volta a Jacó....a escada aqui surge como uma  metáfora entre a finitude do homem e a ilimitude de Deus, uma ponte que liga o homem a Deus mas nem o Divino desce em sua plenitude até este (homem)nem este pode de fato subir a dita escada...anjos ou seres INTERMEDIÁRIOS fazem este papel de ligação ....
Bem, provavelmente eu goste mais da interpretação que vê em cada um destes anjos ou melhor dizendo em cada degrau da escada , sephiroths ou regiões dimensionais do ser em direção a Deus, quanto mais perto deste mais elevada, etéria e espiritual e o fato de os anjos subirem e descerem a dita escada denota talvez mais uma metáfora sobre encarne e desencarne de almas na escada evolutiva divina e não meramente de mensageiros para Jacó.
Por outro lado,a alma humana é a escada de Jacó no homem. Quando surge como ligação entre seu corpo e seu Espírito que seria a Centelha Divina dentro do homem.Assim o hermético ditado  'ASSIM EM CIMA COMO EMBAIXO ' E VICE E VERSA cai como uma luva aqui.
Dentro do  homem desenvolve-se um drama tão similar ao externo ou seja; a separatividade entre o Divino em nós de nossa expressão egótica/corporal é tão imenso quanto entre a Divindade transcendente e o homem mortal.
O drama que vivenciamos dentro se reflete fora e vice e versa!
Jacó; o fugitivo Jacó, debaixo de sua humanidade decaída, fracionada, enganadora(ainda que eleita diga-se pelo fato de apesar de ter falhas de caráter extrema, divergia do irmão num ponto;este era totalmente materialista enquanto Jacó anelava pelo Divino e isto foi o fator preponderante em sua escolha. Em suma; o livre-arbítrio dos dois irmãos mais que um suposto absolutismo ou pré-destinação Divinos influiu; neste contexto a pré-destinação na verdade se existiu, existiu no fato de que ambas as almas encarnantes eram conhecidas pelo Divino e suas futuras reações ao chamado do Divino....este pré-conhecimento de Deus por outro lado só teria a meu ver uma explicação a nível humano compreensível se aventassemos a hipótese reencarnatória sobre a de um encarne só, pois senão o contexto DESTINO e PREDESTINAÇÃO tomaria o rumo nebuloso e com certeza injusto das almas fadadas a destruição e a das eleitas para salvação por pura arbitrariedade Divina)sonha com todo o processo evolutivo não só humano mas universal e diria mais multidimensional...
Textos assim tanto servem de conforto para o fiel que vê em sua literalidade o aconchego do Divino ao crente perseguido e confuso quanto se visto com outras leituras que encontrem na metáfora, na figura, no simbolo uma explicação mais filosófica do texto em si.
Mas, quer uma ou outra ou milhares de interpretações... a escada para o céu continua assombrando o imaginário teológico com suas metáforas embutidas num dos sonhos mais famosos que um humano já teve.
E se trazida para o contexto da música do Led vemos que ela não perde seu poder de metaforizar a vida e a eterna busca humana por SI mesmo e Deus em e além de nós.
A busca por nossa identidade eterna passa pela dolorosa constatação de que estamos ainda muito distantes do nosso ponto de chegada, e que esta chegada só se dará  com pleno êxito se encetarmos esta jornada DENTRO DE NÓS primeiro, unindo nosso interior dividido e conflitante!
Qualquer salvação exterior que fugir disto me parece pura ilusão e maia além de um atentado ao bom senso!
NINGUÉM LIBERTA NINGUÉM SE ESTE ALGUÉM NÃO QUISER.....NEM JESUS!
Ele mesmo disse que estava à porta E BATIA aquele que ABRISSE ele entraria e cearia com ele!
ELE JAMAIS FORÇA PORTAS OU ACEITA QUE PREGUIÇOSOS SEJAM AJUDADOS POR ELE SEM A DIVINA CHAMA DA BUSCA!


Ouçam a canção  e lêiam a legenda e meditem no sentido de uma das mais famosas obras da História das artes mundiais...


Pax e Lux

Valter Holístico

http://www.youtube.com/watch?v=AJwsdcvFXHc

Nenhum comentário:

Postar um comentário