Google+ Badge

segunda-feira, 20 de junho de 2011

A LINGUAGEM DE DEUS....

SERÁ QUE DEUS REALMENTE FALA!? 


Segundo as grandes tradições espirituais da Terra...SIM....e a linguagem usada pelo Grande Manifesto em sua busca por cada Centelha Divina que um dia Dele saiu para a grande aventura da Vida na Matéria é a LETRA E O NUMERO...


Segundo a Cabala cada letra existente no alfabeto(no caso do hebraico 22) é uma manifestação específica divina e cada uma delas transmite sua essência através de um número específico, sendo que as somatórias das letras criam frases que se lidas literalmente contém um tipo de mensagem mas que se enchergadas através das simbologias numéricas e interações entre as mesmas trazem mensagens poderosas sobre a origem do Universo, do homem, do que foi, é e será e tudo o que verdadeiramente se pode revelar sobre a Divindade.


Enquanto a linguagem literal é a forma humana de entender estes mistérios, a figurada ,a simbólica e principalmente a espiritual obtidas nos números que compõem tais letras são as formas que o Divino usa para falar conosco.


Vejamos então estas formas que tanto nas letras quanto nos números o Divino usa para....'FALAR'.


1.Literal.


Significa que aquilo que esta escrito no texto, cada palavra,cada acontecimento, cada lugar, cada personagem são vistos como uma realidade factível no tempo e espaço.
É a forma preferida pela ortodoxia e fundamentalismo de TODAS AS RELIGIÕES sendo que parte-se dos literalistas mais cruentos até aqueles que temperam tal literalidade com pitadas das demais leituras.


2.Figurada.


Significa que o texto em questão é uma figura de linguagem ou seja; são usados textos , palavras que para ilustrar uma verdade destacam um tipo de recurso semântico,fonoaudiológico e de sintaxe... 5 exemplos disto são... a metáfora, a hipérbole,  o paradoxo, a sinédoque e o hipérbato.


Nos texto bíblicos por exemplo a metáfora, a hipérbole e o paradoxo estão muito presentes.


3.Simbólica.


Significa que o texto em questão simboliza algo mais complexo e profundo diria até subjetivo ou no mínimo diferente do usual conhecido daqueles que recebem a mensagem.
Uma bandeira por exemplo, simboliza o sentimento pátrio de um povo ou pode representar algo mais nefasto como uma ideologia facista ou um poder criminoso(bandeira nazista, bandeira da pirataria).
Um selo simboliza a autoridade da pessoa ou orgão que o emite,uma espada dependendo da mitica que a envolve pode significar a unção do rei ideal ou legítimo como Excalibur em relação ao Rei Arthur ou o próprio Messias retornando a Terra para reinar como vemos em Apocalipse cuja espada saída de sua boca simboliza a própria Palavra de Deus...aliás o nome do dito Messias.


4.Espiritual.


Esta é a essência da palavra, a vida oculta nela e no texto, a mensagem ultima e definitiva que todas as formas de leituras anteriores tentaram transmitir através da literalidade, da figura e seus recursos do simbolismo.
Ela é o verdadeiro objetivo do buscador pois este entende que as demais formas de leitura são estradas para ela.
Ela de fato é o caminho que quando tomado se torna cada vez mais emocionante,enriquecedor e significativo.


Exemplo 1


Literalidade....


Quando vemos o antropoformismo com que Deus é visto na literalidade do texto Bíblico, principalmente na Toráh, se nos desarmarmos de pré-julgamentos e preconceitos veremos nesta literalidade não somente o contexto de mortes, julgamentos,nacionalismo, eleições etc... que parecem permear o texto e representar a forma Divina de atuar.
Mas a literalidade aqui tem a função ultima de demonstrar basicamente...


UMA DIVINDADE PRESENTE NO CONTEXTO HUMANO!


Uma Divindade que se preocupa com o homem que Dela se afastou e faz absolutamente TUDO(até julgamentos que provocam dor e morte diga-se) para que o homem saia deste buraco sem com isto ferir-lhe o livre arbítrio e livre escolha(já que ela escolhe por presciência os que vão lhe servir ou seja; calcada na livre escolha de cada um pois esta pré-ciência não é determinista mas vislumbra as infinitas possibilidades quânticas de escolhas de cada um....basta ver que muitos dos escolhidos por ela como Saul,Caim,muitos dos hebreus que deixaram o Egito perderam-se depois devido as suas más escolhas o que corrobora que a presciência divina não é calcada no determinismo salvífico mas em misteriosos níveis e interfaces de escolhas humanas que cooperam para sua obra, mas também sem descuidar da Lei Universal que rege sua criação  a Lei da Causa e Efeito. Ou seja; Carma não é meramente um termo hindu para ações erradas como muitos entendem e que não só prejudicam o homem mas fá-lo reencarnar indefinidamente até que os pague mas a NECESSIDADE(Causa) de cada um dos humanos encarnarem e viverem suas vidas ou aquilo que eles e Deus em SI mesmos PROJETARAM antes de virem aqui. A vivência positiva ou negativa deste projeto sãos os tais EFEITOS da Lei.
Portanto carma é tanto o positivo quanto o negativo que manifestamos dia a dia através das nossas escolhas e não meramente somente a somatória de coisas negativas  que fazemos.


A Lei por sua vez em sua unicidade revelada é o Dharma...ou aquilo que rege toda a criação do micro ao macro sendo que o Carma é a atitude do homem dia a dia perante esta Lei.


Na verdade o Deus da Toráh é simbolizado na Lei Divina....na Lei da Causa e Efeito e no conceito Justiça nele embutido!


Assim, em cada História , em cada acontecimento mesmo por mais hediondo que possa parecer para os olhos humanos e que consideramos ' indignos' de uma Divindade na realidade o que temos são textos que tentam com linguagem humana analisando fatos humanos  tridimensionais, em primeiro lugar definir esta Divindade como PRESENTE NA HISTÓRIA HUMANA, interagindo com entidades humanas em contextos tanto positivos quanto negativos que tais entidades manifestam e por conseguinte.... a forma usada para explicar isto.... é usar termos que ANTROPOMORFIZAM esta manifestação como: Deus irou-se, Deus se arrependeu,Deus se alegrou,Deus se levantou,Deus guerreou,Deus cheirou o cheiro do sacrifício etc...
Entendem Deus presente no mundo tanto em suas alegrias quanto em suas dores, interferindo através tanto da fraternidade quanto da inimizade dos humanos para no final levá-los ao ponto que deseja.
Olhando por este angulo e indo frontalmente contra aqueles que pregam a existência de Inferno e condenação eternos....NADA SE PERDE PARA DEUS NA EPOPÉIA HUMANA....todos tiveram e terão o seu papel segundo suas escolhas terrestres mas todos terão na infinitude das eras que virão oportunidades de escolhas outras.....com ou sem reencarnação!


Exemplo 2


Figurada....
Como vimos anteriormente a linguagem figurada abrange pelo menos 5 recursos linguisticos usados.
A Metáfora talvez seja de todos eles o mais utilizado pelos textos espirituais do ocidente e do oriente.
Quando a lenda budista diz por exemplo que quando Buda meditava sob a Árvore Bodhi quando de sua iluminação... uma enorme serpente lhe fez sombra sobre a cabeça....isto na realidade é uma metáfora da energia kundalini que subiu pelos centros de energia do Augusto Sêr e se tornou sua proteção contra os ataques de Mara o deus da ilusão.


A Hipérbole é geralmente usada para enfatizar uma mensagem com o intento de superlativar algo ou alguma coisa como os 5 pães e dois peixes que multiplicados alimentou multidões que independentemente de terem ou não sido literais ou metafóricos tem contudo na hipérbole da multiplicação e no significado oculto que o alimento tem aqui no texto, seu maior significado pois como se depreende depois Jesus no fundo queria enfatizar o alimento espiritual e não o físico além da imensa carência humano do tal.
Também o dito ....'passar um camelo pelo buraco da agulha do que um rico entrar no reino dos céus' é um tipo de hipérbole usada com um objetivo claro de expressar uma verdade do reino divino que é a de que quem ama as riquezas a ponto de esquecer de sua vida espiritual e da fraternidade humana dificilmente obterá entrada na vida de plenitude com Deus.


Já o paradoxo podemos encontrar por exemplo em frases onde Cristo apresenta uma perfeita sujeição ao Pai e em outras onde se depreende ser Ele UM com o Pai ....Em frases como aquela que diz que Moisés ficou oculto em uma fenda enquanto toda a glória Divina desfilava ante ele....a fenda, o homem, o olhar humano , a passagem da Glória Divina e o que isto implica em ser esta Glória de um ser supostamente ilimitado passando em uma realidade temporal e diante de um olhar limitado e num contexto espacial...enfim; penso este é um tremendo paradoxo.


Já as outras duas formas de figura de linguagem são menos presentes e evidentes nos textos espirituais quer judeus, cristãos ou de outras religiões mas se procurarmos com atenção e jeitinho também as encontraremos.


Exemplo 3


Simbólica...


Vários são os exemplos de simbolos nas religiões que acenam para verdades interiores das tais muito mais profundas.
Vejamos;A Árvora da Vida, a Árvore da Ciência do Bem e do Mal, a Serpente do Éden,as peles que Deus provê para o homem e a mulher depois de sua queda,a marca de Caim,a Arca de Noé,a Torre de Babel,o sacrifício de Isaque por Abraão,os sonhos de Jose filho de Israel,a vara de Moisés,as tábuas da Lei, a Arca da aliança,o maná alimento no deserto, o Tabernáculo e todos os seus utensílios, A Menoráh,A messianidade de Davi e sua linhagem,O Templo de Salomão,a Capa de Elias,as profecias emblemáticas sobre Jerusalém e Babilônia(uma simbolizando a cidade do povo de Deus e a outra a da humanidade decaída),a virgindade de Maria,os nascimentos de João Batista e Jesus,a Estrela de Belém,Os Reis magos,a vestimenta de João Batista,O batismo de Cristo por João Batista,A Ceia de Cristo,Morte,Ressurreição e Ascenção de Jesus,o fato de ter sido uma mulher....Maria Madalena a primeira pessoa a ver o Cristo ressurreto,a descida do Espírito Santo com as consequentes linguas de fogo sobre cada um deles(discipulos no Pentecostes), as analogias entre Cristo e Melchizedeck no livro de Hebreus,Grande parte da teologia paulina sobre Cristo e os maiores simbolos da religião judaica e até universal se prestarmos bem a atenção,toda a simbologia do livro de Apocalipse...isto só para ficarmos na tradição espiritual mais conhecida e familiar a nós que é a Judaico/Cristã....


Exemplo 4


Espiritual....


Talvez a melhor metafísica para traduzir o contexto espiritual sobre a Divindade e seus mistérios encontraremos na Cabala hebraica e na filosofia do Hinduismo.


Assim temos na Cabala Hebraica....


AIN ou O Nada...AIN SOPH ou A Luz....AIN SOPH AOR ou A Luz Ilimitada e por fim as 10 SEPHIRÔTHS ou manifestações divinas que são O Todo no Tudo que é Deus.
Assim Ain como NADA nos fala do transcendente ou da Divindade além da existência objetiva...Ain Soph ou LUZ nos fala da Emanação da Divindade que se manifesta num único ponto de origem na imensidão de seu mistério incomensurável ,Ain Soph Aor no fala desta mesma emanação , desta mesma luz espalhando-se ilimitadamente por todo o vasto oceano do mistério de Deus transcendente dando Origem a partir de Si a cada particula e a cada Centelha Sagrada que habitará infinitas dimensões do Sêr emanadas Dele... antes puro negro mistério transcendente para agora...formas de vida de diversões escalões do sêr evolutivamente  os quais são simbolizados nas sephirôts e nos caminhos ou linhas que as ligam....aqui na luz ilimitada da manifestação da Luz Divina e nas sephirôts vemos o conceito Imanência de Deus presente.


E na Filosofia Hindu encontramos....


PARABRAHMAN ou O Nada , o transcendente....BRAHMAN ou O Grande Manifesto, a Luz....ATMAN ou este Grande Manifesto presente através de sagradas Centelhas divinas em toda a criação(Luz Ilimitada) cujos maiores receptáculos são os Deuses onde a Trindade Brahma/Saravasti,Vishnu/Lakshmi,Shiva/Pavarti são Faces diretas do Grande Manifesto manifestando-se como: Criador,Sustentador.Destruidor/Renovador da Vida portanto esta luz Ilimitada manifestando-se tripartite enquanto Indra o rei do Universo(simbolizado pela sephiroth Kether ...a corôa) e sua corte de deuses são similares as sephiroths e caminhos hebraicos.
E por fim o Espírito dentro de cada ser humano que faz parte ativa nesta grande engrenagem trazendo dentro de si o potencial da Divindade!


Desta forma pudemos ver o quanto a linguagem de Deus é rica, complexa,e contém em si todos os segredos e soluções para todos os problemas humanos do menor ao maior.


Uma pessoa que vê um texto sagrado de forma literal sem boas pitadas de figura, de simbolo e de espiritualidade se tornará uma legalista, fundamentalista, exclusivista que só vê seu umbigo e os daqueles que pensam igual a ela.


Assim a literalidade como linguagem de Deus é mera retórica humana enquanto vazia dos significados mais profundos sobre o Divino.


Desta forma tentar converter uma pessoa para uma religião apenas calcado na literalidade de textos sacros teria um efeito apenas temporário no convertido como podemos ver rotineiramente diante de pessoas que vão do catolicismo ao protestantismo, do protestantismo ao espiritismo, das religiões afros ao catolicismo, do catolicismo ortotoxo ao catolicismo carismático,do evangélico ao pentecostal, do pentecostal ao neo-pentecostal,do cristão ao islâmico, do budismo ao judaismo, da crença ao ateismo e vice e versa!


Se houvesse um texto LITERAL verdadeiramente escrito por Deus dificilmente quem tivesse contato com ele abandonaria a religião  depositaria do mesmo ou criariam N interpretações em cima dos seus ditos pois os mesmos não deixariam conflitos ou margem de dúvidas para serem debatidos.


ENTRETANTO todos aqueles que descobrem na Biblia, nos Vedas, nos Upanishads, na Toráh,no Zohar, no Zepher Yeztsiráh a presença subjetiva mas tremendamente potente do Divino através da figura, do simbolismo e da energia espiritual sagrada nele contidas, infinitamente além das letras e das histórias neles relatas dificilmente andarão mundo afora trocando de religião e se o fizerem farão pelo motivo justo e normal que é o de seguir uma religião que sintonize mais com seu momento evolutivo e não porque FINALMENTE encontraram a Verdade.


Quando Cristo disse 'Conhecereis a Verdade e a Verdade vos libertará'  e 'Eu Sou o Caminho, a Verdade e a Vida....e ninguém vai ao Pai a não ser por Mim' Ele não tinha por objetivo criar uma nova religião como muitos supõem onde ele seria o adorado Deus da mesma....ou uma faceta Dele em 3 mas sim revelar ao homem que...' Nada externo ao homem pode lhe trazer salvação pois todo o falar de Cristo depreende uma reforma intima, um voltar-se para o centro de si, um olhar o coração, as motivações interiores,focar o Espirito Divino dentro de cada um de nós onde Deus se revela, o reino de Deus que somos nós e ali vermos e conhecermos a grande verdade das duas palavras ditas por Jesus acima...Conheceriamos que Cristo esta acima,além e dentro de Todas as religiões que genuinamente ao longo das eras buscaram a Deus com sinceridade mas por uma coisa ou outra se afastaram da luz inicial que Deus revelou no alvor da humanidade porque só ELE é o caminho ao Pai revelado dentro do Sêr de cada humano que fundou tais religiões.
Que Cristo transcende o homem nascido na Judéia a mais de 2 mil anos atrás e como diz o profeta Miquéias 'CUJAS ORIGENS (EM ALGUNS TEXTOS ...SAÍDAS) SÃO DESDE TEMPOS ANTIGOS, DE DIAS IMEMORÁVEIS'(Miquéias.5.3).


Aquele homem nascido na Judéia foi o receptáculo humano que o Cristo preparou para si antes de encarnar num processo que durou milhares de anos de seleção genético/espiritual(tai porque da importância do povo judeu nesta História o que foge totalmente do contexto racial preconceituoso ou elitista mas foca o mistério da dispensação divina em separar um povo para dele através de intenso trabalho genético, psicológico,social e espiritual fazer um receptáculo  ideal para a vinda daquele que seria a cura de todos os demais povos ou seja; ser judeu não faria do Cristo alguém especial muito menos os judeus seriam mais especiais que os outros pelo fato do Cristo ter nascido entre eles mas abriria a porta para todo o contexto humano ser livre por intermédio da vinda do Cristo através do veículo humano/social judaico aprimorado...Cristo(Messias , Ungido este é o significado desta palavra sagrada e pode se referir a qualquer escolhido para uma missão específica por Deus....no caso de Jesus a missão era....manifestar PLENAMENTE na forma humana o contexto Filho da Divindade em sua expressão AMOR e através disto despertar este Filho dentro de cada humano que o aceitasse como Caminho e Iniciador) desejado não só por judeus mas por todos os demais povos como vimos segundo nossa comprensão de Miquéias) e depois santificou(quer se entenda o homem Jesus unitivo ao Cristo plenamente ou seja; totalmente Divino quer o vejamos como um mestre sagrado da mais alta estirpe cheio e permeado pela presença do Cristo Cósmico crêio que o essencial é que o corpo corruptível e humano usado pelo Cristo tornou-se totalmente diferente do que era em vida humana a ponto dos que o conheceram não reconhecê-lo mais e lendo os textos dos evangelhos dá-se a entender que o mesmo poderia aparecer na forma que quisesse e não só de uma única maneira diferenciada da que viveu na Terra...Mc.16.12;Lc.24.13-35))em sua ressurreição... portanto ele se torna... 


 O PRIMEIRO ENTRE MUITOS DOS QUE VIRÃO APÓS ELE...A PRIMÍCIA DOS SÊRES CRISTIFICADOS OU TALVEZ O CRISTIFICADOR DOS CRISTIFICADOS!






E isto não porque somos salvos POR Ele exclusivamente como em um passe de mágica bastando aceitá-lo como salvador ou uma denominação religiosa específica que alega professar seus ensinos ou sacramentos melhor que as outras... mas ATRAVÉS Dele como Caminho,como Revelador e Iniciador dos mistérios, como Doutrinador,como Exemplo de vida,como o Cristo Eterno de Deus que encarnou-se desde a fundação do mundo ou seja; da Presença Cristica no mundo antes de uma encarnação humana específica no tempo e espaço posteriormente conhecida como Jesus o que literalmente revela o mistério do Cristo Interno Incubado em cada um de nós que despertamos após a sagrada missão de Jesus Cristo que no tempo/espaço manifesta como jamais foi feito antes e jamais poderia...{ pois crêio eu, esta era uma missão sua, como Krishna teve a dele, Buda a dele, Hórus a dele dentro desta visão cristica/âtmica e búdica salvífica da qual todos são dispenseiros e co-partícipes em divindade}.... missão para a qual unicamente Ele foi ungido; 'SÊR EM VIDA PLENA CONSCIENTEMENTE HUMANA E DIVINA O CRISTO ETERNAMENTE MANIFESTO NA CRUZ DA MATÉRIA E O CAMINHO PARA OS DEMAIS QUE VIRIAM DEPOIS NA SENDA DA CRISTIFÍCAÇÃO E EXPRESSÃO DO REINO DE DEUS NA TERRA'( o que aqui não seria contraditório já que o hinduismo prega tranquilamente encarnações particulares e especiais do Grande Manifesto como Rama, Krishna e Buda sem contudo negar a capacidade de divinização intrínsica a todos os humanos através do Atman ou Espírito Divino em Si, aliás; estas encarnações especiais do Grande Manifesto tem por missão exatamente despertar o humano para alguma faceta desta Deidade morante dentro de si....)assim se libertos houver são os que em Cristo Jesus e sua obra despertam o Cristo Interno dentro de si e passam a caminhar na luz deste Cristo Interior revelado por Cristo Jesus e sua obra até o fim da jornada!


Pois no final de tudo são nossas escolhas que determinarão nossos destinos!


Cristo cujas origens ou saídas vem de dias imemoráveis trás a mensagem clara de que no cerne de todas as religiões da Terra existe em maior ou menor grau a Verdade Cristíca.


O que houve na realidade foi que com o tempo cada grupo humano foi se afastando desta Verdade original e pouco a pouco o que era subjetivo tornou-se objetivo, o que era metáfora tornou-se literal, o que era simbolo tornou-se materializado, assim o sacrifício do Cristo manifestando-se encarnatoriamente na matéria tornou-se simbolo através dos inúmeros Deuses salvadores das nações; não são falsos deuses, são apenas visões nacionais daquela mensagem original à mulher e a serpente da mitica universal que ouviram da Deidade...'.POREI INIMIZADE ENTRE TI E A MULHER, ENTRE A TUA LINHAGEM E A LINHAGEM DELA , ELA TE ESMAGARÁ A CABEÇA E TU LHE FERIRÁS O CALCANHAR.(Gn.3.15).'


Vem daqui se entendermos como entendemos....que toda a humanidade tem uma origem comum... TODAS as lendas de uma Deusa Mãe e seu filho Salvador do Mundo que existiu e existe....Eva e Seth,Isis e Hórus,Devaki e Krishna,Anahita e Mitra,Sêmele e Dioniso,Maya e Gautama,A grande Mãe e Cernunnos chegando até Maria e Jesus arquétipo mais recente e mais famoso deste mito.


Vejam que tal entidade é FILHO DA MULHER não de HOMEM E MULHER e quando o mesmo tem um pai conhecido humano logo arruma-se um jeito de burlar esta paternidade com alguma engenhosidade... isto é muito sintomático porque veremos a partir de então em praticamente todas as religiões da Terra o mito do Deus gerado de uma Virgem.... uma hora Divina ,outra hora Humana.


Também o texto prefigura a existência espiritual de duas linhagens que duelariam pelo domínio do mundo; a linhagem da mulher; eminentemente crística,búdica, luminosa e com um caráter feminino acentuado e de certa forma matriarcal(beleza, amor,paz,sintonia,mediunidade,informalidade,holismo) e a linhagem da serpente; demôniaca(no sentido grego do termo. de deidades auto-deificadas e personalizadas),egoistica ,trevosa, com um caráter masculino forte e de certa forma patriarcal(poder, força, vontade,formalismo,tradição teologal extrema,liturgia,racionalismo).


A unidade original humana assim se via cindida de repente , depois de um início auspicioso onde Deus e Deusa eram um só na espiritualidade humana, onde a Vontade estava simbioticamente unida ao Amor . em duas partes simbolizadas nestas duas humanidades.


O Feminino e o Masculino originais entrariam a partir de então em choque dentro e fora do ser humano e qualitativamente simbolizariam a busca deste pela Divindade a partir de então.


A linhagem da mulher geralmente trilhou um caminho mais espinhoso... sempre ligado aos profetas, videntes, magos, bruxas, sacerdotisas,paranormalidade,sempre viveu nas periferias dos grandes sistemas religiosos, usufruindo das trevas que este jogava sobre a sociedade para manifestar a luz do livre arbítrio, do contato intimo com Deus/Deusa sem intermediários, da livre análise e interpretação dos textos ditos sagrados...e isto pouco depois da era antediluviana quando viu todos os seus bastiões onde a Deusa era tão soberana quanto o Deus ou melhor dizendo; Deus não era um gênero masculino mas um transcendente manifesto tanto com atributos femininos quanto masculinos, destruidos pelas tribos dos Deuses puramente patriarcais.


Enquanto isso a linhagem serpentina manifestou-se através dos credos que antropomorfizaram a deidade a ponto de justificar todo o tipo de atitude possível inclusive o domínio imperialista do mundo como vontade dos deuses senhores das guerras como as visões mais popular de YHVH,Zeus,Odin,Indra etc atestam....Estes credos formataram-se em doutrinas, dogmas, tradições, confrarias de sábios,liturgias,sacramentos,hierarquias, livros sagrados,mas principalmente e o pior....uma ingerência obscena , invasiva na liberdade pessoal e de escolha de cada ser humano em ter por si só a capacidade de ver além do véu do Mistério se isto lhe fosse de alvitre.
Assim sendo Deuses eminentemente machos passaram a dominar os panteões e naqueles onde havia Deusas as mesmas atuavam de maneira periférica....mas o poder maior do patriarcalismo manifestou-se mesmo quando do monoteismo que não só entendeu uma visão única da Divindade quanto pior....UM GÊNERO único na mesma....o masculino(neste ponto vale ressaltar que a linhagem da mulher esteve presente nas sombras opressoras da ortodoxia vendo na sagrada Unidade de Deus a presença tanto do masculino como do feminino principalmente através da Cabala entre os judeus e o Gnosticismo entre os cristãos) .


O caminho da mulher seria o da Árvore da Vida e o da Serpente o da Árvore da Ciência do Bem e do Mal.


Entretanto isto é um paradoxo já que segundo a lenda a queda advém da falha da mulher em ser seduzida pela serpente e a do homem por ir no mesmo caminho.


E como dissemos antes são nestes paradoxos que encontramos a beleza e a singularidade da linguagem divina a nós humanos.


São nestas aparentes contradições que vemos o revelar dos mistérios arcanos, os significados ocultos e a grandeza dos livros sacros além da letra que mata mas repleta do Espírito que vivifica.


Cristo o redentor do mundo não deveria ser considerado um alienígena pelas demais religiões da Terra porque TODAS elas falam dele em maior ou menor grau mesmo o tempo e a distância tendo levado os humanos a se digladiarem por verdades que no fundo são meras ramificações da VERDADE ORIGINAL!


O fato desta entidade consagrada primeiro no mito através de todos os deuses salvadores e suas histórias e depois associada ao homem de Nazaré não as desmerece como sendo fábulas porque como já provaram os estudiosos de religiões comparadas as similaridades entre os mitos são EVIDENTES,portanto se um mito escrito a milhares de anos antes de Jesus nascer traduzem verdades e acontecimentos destas figuras divinas como Mitra ou Hórus as quais depois a cristandade atribuiu as histórias de Jesus, 3 explicações me vêm a mente....


1.Todas estas histórias inclusive as de Jesus não passam de mitos sagrados que simbolizam e metaforizam o contexto Cristo Universal presente em toda criação e sua encarnação como HUMANIDADE.


2.Todas estas encarnações desta entidade crística aconteceram de fato e de direito no tempo e espaço ao de correr de eras sempre obedecendo padrões específicos que no futuro as identificassem como tais através das comparações mitológicas(talvez aqui a tradução... cujas Saídas são desde tempos imemoráveis de Miquéias explique melhor estas várias encarnações ou vindas desta sagrada entidade do que... Origens) sendo que depois da de Jesus a próxima ser aa do Messias triunfante que retornará dos céus para estabelecer finalmente uma utopia na Terra.


3.Todas estas figuras são na verdade mitológicas calcadas na revelação original que TODAS as religiões tiveram um dia através dos patriarcas e matriarcas da humanidade como os bíblicos Adão,Eva Abel,Seth,Enoch,Noé e seus três filhos,Abraão,Moisés e qualquer outras figuras mitológicas da humanidade similares a estes como Manu,Ishvara,Zoroastro,Rama,Deucalião,Atlas etc...Ou seja; esta similaridade aponta uma ORIGEM COMUM DO MITO E UMA ESPERANÇA COMUM DE TODOS OS POVOS.
Estas figuras mitológicas contudo assinalavam uma encarnação DE FATO E DE DIREITO desta entidade crística conhecida no mito como Hórus,Quetzalcoatl,Mitra, Dioniso,Krishna etc....na pessoa de Jesus Cristo que cumpriu assim em si não só as profecias bíblicas ao seu respeito como cumpriu literalmente o texto bíblico que o chama de O DESEJADO DAS NAÇÕES(Ageu.2.7) pois na verdade ele seria a encarnação prometida de todos os seus deuses mitológicos salvadores pois estes estavam calcados na MESMA PROMESSA feita a mitica mulher original!


Porisso que na minha humilde opinião Cristo pode ser encontrado em QUALQUER RELIGIÃO, assim como os magos  que vieram adorá-lo encontraram-no ao analisarem as estrelas segundo seus conhecimentos alicerçados nas religiões de seus povos(supostamente persa, egípcio ,árabe ou indiano) e viram nele O MITRA, O KRISHNA O HÓRUS profetizado...da mesma forma foi fácil para os discípulos evangelizarem tanto gregos como romanos porque este conceito de Deus salvador já estava presente através das figuras mitológicas de Mitra que então dominava boa parte do império romano  e Dioniso(além de Orfeu  diga-se também) que na versão esotérica grega estava infinitamente distante da visão exotérica de deus do vinho....e sim ligado ao sacrifício, redenção e mistérios.


DEUS NUNCA FICOU SEM TESTEMUNHAS NA TERRA!


E acreditar-se que enquanto a nação israelita entre 2000 AEC quando da chamada de Abraão até o início da evangelização cristã a partir de 32 DEC estava sendo preparada para ser o berço do salvador e celeiro da mensagem sagrada ....os demais povos ficaram na completa escuridão é fazer de Deus uma criatura patética,cruel e risível ou seja; tudo o que ele esta infinitamente longe de o ser.


O fato da mensagem original ter-se disvirtuado a ponto do Deus incorruptível como diz Paulo em uma de suas epístolas passar a ser adorado em forma de seres inferiores etc...só corrobora a DETERIORIZAÇÃO de algo original, verdadeiro em algo conspurcado...o que aconteceu inclusive pode ser visto até no cristianismo onde a doutrina original do Cristo encontra todo tipo de interpretação, onde a Bíblia, a doutrinas dos apóstolos serve para formatar todos os tipos de Igrejas e cultos e para justificar muitas vezes, racismo, facismo,exclusivismo e até chacinas em nome de Deus.


Portanto se isto pode acontecer com o cristianismo, esta deterioração da mensagem original, a ponto de muitos grupos cristãos hoje só sê-lo nominalmente imaginemos religiões ainda mais antigas no tempo e espaço!


E finalmente.... a linguagem de Deus esta presente através da letra e do número não só nos textos religiosos mas no grande livro do Universo ....


Através do DNA, do átomo, da física, da química, da bilogia,da astronomia,da teoria da relatividade, da teoria quântica etc....o homem tem apreendido esta linguagem misteriosa e velada que se traduz em letra e número e mostra o quão formidável é a Criação e AQUELE que esta por trás dela.


Em fórmulas simples(mas que demandaram séculos para serem descobertas) usando letras e números os grandes gênios científicos de nossa humanidade como Einstein, Newton,Bohr e cia nos trouxeram um mundo misterioso, infinito e que pode traduzir em todas as suas infinitas interfaces a voz de Deus falando ao coração de toda criação!


E AS DESCOBERTAS TANTO NO CAMPO DA ESPIRITUALIDADE QUANTO NO CAMPO DA CIÊNCIA CONTINUAM OCORRENDO ATÉ COM MAIS QUANTIFICAÇÃO E RAPIDEZ NOS LEVANDO CADA VEZ MAIS 
PARA O CENTRO DA VERDADE DIVINA!


Portanto Deus(a) continua falando com a humanidade ininterruptamente....


QUEM ESTARÁ DISPOSTO A OUVIR!?




Abraços e muita felicidade a todos...


PAX E LUX


Valter Holístico



























Nenhum comentário:

Postar um comentário