Google+ Badge

sexta-feira, 15 de junho de 2012

SAUDADE E SAUDOSISMO...A benção e a maldição das LEMBRANÇAS...

'LEMBRE-ME DE FAZER-TE AS MALAS QUANDO RESOLVERES PARTIR.


LEMBRE-ME DE  DIZER-TE ADEUS SEM CERIMÔNIAS, SEM FRESCURAS.


LEMBRE-ME DE QUE VOCÊ É UM PESADELO CRIADO PELO PIOR MOMENTO DE MINHA VIDA NÃO PELO MELHOR.


LEMBRE-ME SENDO ASSIM... UM DEMÔNIO IRRITANTE E INCONVENIENTE EM TODO O TEMPO PARA QUE JAMAIS EU SEJA TENTADO DE ALGUMA FORMA ME CONFORMAR CONTIGO E RESOLVER TE ATURAR.


LEMBRE-ME QUE TEU NOME É SAUDOSISMO E NÃO SAUDADE...UMA INVOLUÇÃO NÃO UMA EVOLUÇÃO...DA LEMBRANÇA.'


Valter Taliesin




As lembranças são poderosas ferramentas evolutivas quando são usadas de forma
coerente com a liberdade de Ser e Existir.


Tudo o que nos faz estagnar na vida ou pior; retroagir, não pode ser e não é bom.


Um lugar, alguém, alguma coisa ou situação que nos relembre algo bom chama-se saudade e pode ser benéfico desde que fique restrito as suas cercas e limites no tempo e espaço e não invada o nosso dia a dia atual se o fizer pode se tornar progressivamente: irritante...inconveniente...limitante e por fim destrutivo...se o fizer torna-se saudosismo,
uma forma de viver-se deslocado mental e sentimentalmente no espaço tempo como se fossemos um viajante espaço temporal contudo escravizado pelo passado, prisioneiro por um momento dele o que pode ser fatal para uma vida.


Lembrarmos é bom para aprimorarmos as coisas que foram boas e também para não cometermos as tolices do passado.


Um povo sem memória é um povo sem História e como disse alguém uma vez...'Aqueles que esquecem o passado estão condenados a repeti-lo' e obviamente ele pensava no 'mau' passado quando disse isto...todavia o sentido entre lembrança e o sentimento de saudade muitas vezes até gostoso, prazeroso de retermos na mente  certas pessoas e lembranças de fatos pode se tornar um verdadeiro demônio existencial que domina a mente e o coração de alguém a ponto de impedir-lhe tomar novos rumos na vida e diante da crônica impossibilidade de reviver-se este passado perder todo seu referencial.


É um demônio nocivo, uma egrégora negativa
criada  pela própria pessoa, por seu apego a certas lembranças quer boas ou ruins, momentos de felicidade ou infelicidade e que sem que se perceba começa a ditar TUDO em sua vida; desde as escolhas mais comezinhas até as grandes decisões de sua vida.


É uma escravidão dos sentidos tremenda!


Pessoas dominadas pelo saudosismo podem inclusive escravizar um planeta!


O nazismo começou de um sentimento , de um saudosismo idealístico de uma hipotética época idílica de um hipotético povo de raça branca pura, o ariano, e de que esta época era dourada, luminosa exatamente por ser esta raça...'pura'.


A partir de então, deste saudosismo idílico com uma suposta raça mãe ancestral branca e altamente evoluída os ideólogos criaram toda uma doutrina racial que culminou primeiro na necessidade de trazer esta época de volta e na consecução disto com toda uma política segregacionista, de ódio mesmo ao outro, ao diferente deste conceito que não só era um entrave para a consecução deste plano mas a própria razão de ser dele não existir mais, não estar presente. Dai se viram na necessidade de eliminar, extirpar, extinguir este suposto entrave que impedia esta lembrança de tornar-se efetiva e real de novo no mundo tridimensional.


Assim o maior Mal com M maiúsculo dos tempos modernos teve sua origem no saudosismo visceral de meia duzia de doentes mentais e espirituais, escravos de uma lembrança de algo supostamente bom mas que se tornou numa maldição para o mundo inteiro que ATÉ HOJE nos assombra ameaçando emergir sua nojenta cabeça de hidra
vez ou outra.


E não é o único...


TODA IDEOLOGIA TOMADA POR UMA LEMBRANÇA E UM SAUDOSISMO
MESSIANISTA , UTOPISTA E REVANCHISTA
TEM O PODER DE GERAR MALES AINDA
MAIORES DO QUE OS QUE SUPOSTAMENTE
PROPÕE COMBATER...


Só existe uma coisa que pode curar as lembranças
dolorosas do passado e trazer RENOVADAS algumas
coisas boas que se foram em qualquer tipo de 
relacionamento quer pessoal ou coletivo...


O PERDÃO!


Sem ele qualquer recomeço e reinício é manco e esta fadado a terminar destruído.


Perdoar não é fazer papel de bobo ou de idiota, nem
muito menos abrir mão de que a justiça seja feita mas simplesmente deixar aquilo no passado onde ele deve ficar e estar...é lutar como o guerreiro da luz... sem ira ou mágoas no coração apenas com o senso do dever e da justiça.


Se Hitler e os ideologistas nazistas tivessem este senso de perdão dentro de si poderiam ter recriado
como de fato recriaram a Alemanha das cinzas mas
teriam se tornado nos paladinos da justiça universal
não nos algozes do carma negativo humano.


No afã de recriarem algo do longínquo e suposto passado e diante do caos que os rodeavam escolheram alguns bodes expiatórios inclusive todo um povo, convenientemente esqueceram QUEM foi a nação agressora da primeira guerra mundial e
a partir dali resolverem impor ao mundo pela força
a sua ideologia.


Isto num contexto mais universal, em contexto 
pessoal crimes são perpetrados em cima de supostas
boas lembranças, de sentimentos supostamente bons e que prendem de tal forma a pessoa em seu
passado que diante da impossibilidade deste voltar
à ser a leva a matar ou morrer em nome dele.


Quantos crimes de amantes rejeitados(vivemos inclusive aqui no Brasil um caso rumoroso ainda bem fresco neste momento)poderiam ter sido evitados se a lembrança e o apego à pessoas e relacionamentos não dominassem a vida dos envolvidos?


Quantos suicídios teriam deixado de existir?


Fora estes extremos terríveis existem os meio termos tão danosos quanto que se não levam
pessoas e nações às vias de fato todavia
emperram o caminhar destes vida afora.


Pessoas que se prendem a um saudosismo por
coisas, situações e pessoas e vivem a vida como
zumbis tentando 'reconquistar' algo ou alguém
que se foi e não esta nem ai para voltar( no caso
de pessoas) e fazem de suas vidas não um círculo
espiral ascendente mas um círculo vicioso de 
eterna repetição não do fato em si já que quase
nada pode ser revivido mas da ENERGIA deste,
prendendo-se em novas circunstâncias a repetir como robô as mesmas respostas velhas e
carcomidas pelo tempo.


Povos há que esperam sempre o salvador da pátria
entra-se eleição e sai-se delas e repetem-se as mesmas formas de governo apesar de muitas vezes
as caras de pau na frente deles serem diferentes.


E porque isto?


Talvez porque as pessoas que formam esta nação,
este povo continuem respondendo e alimentando
no presente expectativas e sonhos do passado sem
a devida sensatez de repensá-los e redimensioná-los
segundo o momento presente e assumir seu ônus
de fato em todo o processo...


Assumir a responsabilidade de como povo ter direitos e deveres , de escolher governantes que
foquem no bem comum e EXIGIR que seus 
governantes sejam transparentes na condução
da nação e não meramente maquiar fatos com
assistencialismo paliativo que 'resolve' o imediato
mas destrói o processo a longo prazo quando uma
nação vê suas instituições serem abaladas por 
uma séries de denúncias gravíssimas e com enorme
quantidade de provas que atestam que o ilícito
parece rondar boa parte delas e muita vezes as 
maiores e mais destacadas figuras das tais.


ENSINAR A PESCAR NÃO DAR O PEIXE...


Já diz ha tempos o ditado popular...


Entretanto o popularesco nega tal ditado com
sua inconsequente alimentação de vícios antigos.


Dar o peixe pode até ser significativo mas por um
pouco de tempo até que o beneficiado tenha 
condições de pescá-lo por si próprio e mais 
importante...CRIAR condições para que ele o possa.


Do contrário pode-se alimenta-se um processo sem
fim de paternalismo estatal onde todo o sistema se 
torne refém do toma lá e dá cá.


O único passado bom é o que nos serve de lição
quer para evitarmos os erros cometidos ou manifestarmos o que foi bom em oitavas SUPERIORES de realização...


Saudade é bom assim, desta forma...


Saudosismo....


SEM CHANCE...




Abraços


Paz e Luz




VALTER TALIESIN




OM TAT SAT




Um vídeo interessante sobre o assunto...NÚBIA LAFAYETTE grande cantora popular de dias idos canta uma autêntica 'musica de fossa'...'MAIS UMA LIÇÃO'...Este vídeo é exemplar do que eu falei. Reparem que na letra a pessoa em questão sofreu no passado, jurou não sofrer mais mas eis que se vê de novo às voltas com o sofrer o que a leva a uma conclusão totalmente focada e causada no sofrer...de fato ela ainda estava presa ao passado, às mágoas e dores dos relacionamentos que se foram e a energia do presente era simplesmente a energia do passado com nova roupagem e cara...a conclusão que ela tem no final com certeza sera motivo de futuros dissabores pois ela não mudou nenhum pouco dentro de si para atrair coisa diferente para sua vida ou seja; Não aprendeu nem um pouco a tal...MAIS UMA LIÇÃO do título da musica....




FONTE YOUTUBE
















                FONTE GOOGLE IMAGENS











































Nenhum comentário:

Postar um comentário