Google+ Badge

segunda-feira, 6 de agosto de 2012

SENHORAS DE AVALON

Lembras-te oh! musa do canto do bardo que enaltecia a Deusa que vestida de luz caminhava entre as folhagens na beira do lago?

Lembras-te oh! entidade sábia do olhar embevecido que inspirou imortais versos?

Onde estão agora oh! musa os prados sagrados onde as senhoras caminhavam  eretas e orgulhosas de sua imensa feminilidade e divindade?

Mulheres sagradas, entidades de uma sabedoria impar que dominavam mundos e homens com conhecimento e magia sem fim?

Oh! Quanto aquelas montanhas contemplaram rituais ancestrais e poder incalculável!

Musa....estes pequenos versos são uma singela homenagem as grandes figuras que caminharam pela mais mágica terra do mundo...

AS SENHORAS DE AVALON....



Uma sociedade matriarcal dominou a céltica por milhares de anos entre pelo menos 3000 AC até a conquista romana em torno de 50 AC mas resistiu bravamente principalmente até meados do primeiro milênio DC nas ilhas britânicas.

Em Avalon - que muitos localizam onde hoje seria o que denominamos Glastonbury e outros uma ilha mítica próximo as ilhas britânicas tão legendária quanto Atlantis e que também sucumbiu as ondas do mar, ou às brumas eternas e dimensionais passando desta para outra dimensão como creem os visionários e ocultistas- estas poderosas líderes influíram no destino de reis e povos e forjaram uma das lendas mais persistentes do mundo.

As senhoras de Avalon eram mais que bruxas, feiticeiras ou sacerdotisas; eram verdadeiras hipóstases da Deusa, da grande Mãe...

Manifestavam elas as energias da própria terra, da própria natureza em prol de toda a comunidade.

Avalon era um verdadeiro centro de iniciação sagrada onde moravam várias castas de sacerdotisas buscando se aperfeiçoar na ARTE cada qual dentro de sua função e de seus talentos.

Na ilha também homens sagrados tinham seu próprio lugar de iniciação e conjuntamente as mulheres faziam da ilha um lugar de muita luz.

Em algumas  versões MAB a rainha das fadas seria a eterna senhora de uma Avalon muito mais etérica em outras ela governava a ilha em conjunto com a senhora do lago. Ela as fadas e esta as mulheres humanas da ilha.

Viviane passou para a posteridade como a mais famosa das senhoras de Avalon enquanto Morgana
é de longe sua filha mais ilustre.

Morgana se notabiliza no mito mais como uma eminência parda da corte de Camelot(nem bem , nem mal) ou seja; uma figura que agindo nos bastidores de fato determina os rumos e a condução dos fatos em um duelo mágico secreto em algumas versões com Merlim e em outras simplesmente implementando a agenda de Avalon.

É no que acreditava por exemplo, Marion Zimmer Bradley que no mundo moderno mais fez para manter-se acesa a chama de Avalon com sua obra imortal... AS BRUMAS DE AVALON e uma série de outros livros que vieram depois enfocando principalmente aventuras anteriores a saga que imortalizou Morgana, Arthur, Guinevere, Lancelot, Viviane e Merlin dentre outros para uma nova leva de fãs da eterna história.

Marion escreve seus livros do ponto de vista feminino, procurando enxergar o mundo de Avalon com os olhos de uma verdadeira iniciada e apresentando seus livros pela ótica de Morgana a mais protagonista entre as suas mulheres.

Ilgraine a mãe de Arthur talvez seja a mais trágica das figuras de Avalon já que deixa a ilha para casar-se com Cornwall para implementar a agenda de Avalon ou seja; de produzirem prole sintonizadas com a religião antiga.

O que acontece contudo entre ela e Uther Pendragon determina um outro futuro para si e sua filha Morgana.

Na maioria das lendas ela é vitima de um engodo perpetrado por Merlim transformando Uther na figura de Gorlois para com ela fazer amor já que Uther se corrói de paixão pela mulher do aliado e posterior desafeto. Mas Marion faz com que ambos se vejam antes de tudo como verdadeiras almas gêmeas destinadas pela Deusa a participarem de uma intrincada dança de Shiva onde casamento e fidelidade não tinham nenhum interesse prático para o PROPÓSITO MAIOR de se gerar a figura do rei sagrado.

Morgause outra grande senhora de Avalon é uma ora irmã outra tia de Arthur nas lendas e algumas vezes confunde-se com a própria Morgana.

Marion brilhantemente faz com que ela fique com a parte da vilania imputada em outras versões da história à Morgana e faz desta mais uma vítima da tia e de suas artimanhas que a usa para vingar-se da irmã Viviane, toda poderosa senhora de Avalon.

Viviane, Ilgraine, Morgause e Morgana são em toda obra de Marion facetas das grandes mulheres da ilha sagrada e cada uma a seu modo uma faceta da Deusa a que cultuam e representam.

A figura de Nimuhê é controversa também.

Alguns a confundem com Viviane mas a versão mais popular é a de uma jovem praticante da magia que encanta um Merlim idoso com sua beleza e vivacidade, torna-se aprendiz e amante deste para no fim traí-lo.

Nem sempre no mito a senhora do lago é uma mulher; no filme excepcional Excalibur de John Boorman e na cultuada e excelente série Merlim do Hallmark por exemplo, ela é um ser do mundo de Mab, tão supranatural quanto esta. No caso dela uma Ninfa das águas...

Zimmer Bradley enfoca muito pouco o mundo supranatural do chamado 'povo pequeno' e prefere focar na magia das figuras humanas do mito e estas femininas.

Merlim é um mero coadjuvante de luxo em suas histórias e não o grande protagonista, tão grandioso quanto Arthur e Morgana de outras.

Guinevere é um caso à parte.

A princípio nada tem a ver com Avalon. Em boa parte das versões do mito ela é uma princesa cristã, todavia o destino ou quem sabe as mãos da Deusa vão fazer que sua vida se entrelace com a  ilha sagrada ao casar-se com o rei sagrado desta e segundo algumas versões envolver-se com o filho de Viviane, Lancelot.

Marion aproveita este veio para ligar sua Gwenhwyfar nome pelo qual nomeia a rainha de Arthur ao mito da ilha eterna e fazer dela também de certa forma uma das grandes mulheres de Avalon.

Entretanto em certas versões Gwennhwyfar é ela também por mérito próprio uma hipóstase da grande Deusa cultuada em Avalon. O filme Rei Arthur que com o tempo se tornou muito cultuado vai por este caminho, onde vemos uma Guinevere selvagem, pagã e guerreira.

Se houve realmente uma ilha real sede de uma escola de iniciadas e iniciados sagradas(os) e se esta ilha foi governada por uma dinastia de sumo sacerdotisas cujo titulo maior foi ou Senhora do lago ou de Avalon...não sabemos. Não sabemos nem com certeza se tais personagens do mito de fato existiram incluso Arthur mas é com certeza uma das histórias mais empolgantes que já tiveram a oportunidade de contarem.

Entendo que por mais que existiram ou não de fato a figura da SENHORA DE AVALON ou SENHORAS este é um dos legados mais poderosos de uma cultura que enxergou tanto nos homens quanto nas mulheres seres com diferenças conceituais mas com igualdade de manifestação como poucas culturas do mundo antigo.

Homem e Mulher sentem o mundo diferente...isto é um fato, por mais que desenvolvamos nosso chamado lado ' feminino' ou 'masculino'... entretanto temos que ter a mesma oportunidade de MANIFESTAÇÃO para manifestarmos esta DIVERSIDADE em UNICIDADE de PROPÓSITO que é a evolução plena e completa de toda humanidade. Fora que mesmo na similaridade sexual,uma figura humana.... homem ou mulher é ...

CADA UM, UM SER HUMANO COM SUAS PECULIARIDADES, MESMO SENDO DO MESMO SEXO!

As senhoras de Avalon perderam sua importância e influência na medida em que o cristianismo crescia e se fazia senhor da antiga terra dos celtas. Entretanto no final de sua obra Marion faz-nos ver que na verdade certas VERDADES podem muito bem sobreviver encapadas por novos conceitos e novas formas de se nomearem o sagrado. Na cena onde uma exilada Morgana vê a veneração que  a VIRGEM recebe das fiéis cristãs adoração ela vê naquilo a sobrevivência do espírito de Avalon e da figura da Deusa, da Grande Mãe Universal que só mudou sua face...

MAIS UMA VEZ!!!

E é isto...

Abraços

Paz e Luz


OM TAT SAT



Site interessantes...

http://pt.wikipedia.org/wiki/As_Brumas_de_Avalon

http://pt.wikipedia.org/wiki/Marion_Zimmer_Bradley

http://encantodeavalon.blogspot.com.br/2008/07/trecho-do-livro-senhora-de-avalon.html

http://www.babyschmitt.com.br/avalon.htm

http://naspaginasdaidademedia.blogspot.com.br/2009/06/magia-de-avalon.html

http://misteriosdeavalon.blogspot.com.br/2011/02/magia.html


Vídeos interessantes sobre o assunto...


Resenha sobre As brumas de Avalon de Marion Zimmer Bradley

Mais uma vez o encanto de The Lady of Shallot da grande Loreena....



FONTE YOUTUBE










                  FONTE GOOGLE IMAGENS













Nenhum comentário:

Postar um comentário