Google+ Badge

quinta-feira, 22 de novembro de 2012

HERMES TRISMEGISTUS

O que está em baixo é como o que está em cima
Hermes Trismegistus

No Olimpo dos grandes iniciados de todos os tempos a figura de Hermes Trismegistus é uma das mais celebradas e divinizadas.

É indefinido se o grande iniciado existiu no plano tridimensional e quando. Todavia as ideias mais correntes o colocam como o grande iniciado que foi de Atlântida  para o Egito em torno de 8500 AC ou ainda que seja a mesma figura do Enoque Bíblico e este para alguns uma mescla tanto do Enoque descendente de Set quanto o filho de Caim(Gênesis 04.17 e 05.18)  e teria vivido em torno de 3500 AC. Por fim alguns o associam a Imhotep(outros tem o segundo como discípulo do primeiro) que viveu em torno de 2500 AC.

Seja quem foi, se foi e quando foi, Hermes Trimegistus na verdade é uma mescla das deidades egípcia, grega e romana...THOT, HERMES E MERCÚRIO.

Deuses da sabedoria, conhecimento, escrita, arquitetura, das iniciações sagradas e mensageiros dos deuses... com a proximidade entre as 3 culturas estes deuses vieram a ser entendidos como o único e  mesmo deus.

Zecharia Sietchin o famoso autor dos livros sobre os Annunaki e Nibiru vai mais além e além do bíblico Enoque e das 3 deidades associa o grande Hermes a figura de Kukulkan/Quetzalcoatl o deus civilizador dos maias e aztecas e diz que a figura que deu origem a todas estas é o sumério Ningishzida que tinha o mesmo caduceu dos demais como símbolo.

Portanto segundo certas visões Hermes Trismegistus não seria uma mescla destas deidades ma estas deidades seriam o mesmo deus conhecido por nomes diferentes em diversas civilizações mas sempre estando associado a area do conhecimento, da sabededoria e derivados.

Por ter o caduceu associado a si o grande iniciado também é patrono da medicina sendo que Asclépio surge como um provável discipulo seu  mais intimamente ligado à mesma enquanto Hermes abraca diversas áreas do conhecimento e da sabedoria universal.

A tábua esmeralda que segundo dizem continha os ensinamentos deste grande ser é considerada seu grande legado à humanidade e o corpus hermeticum livro que se tornou um dos esteios do ocultismo universal desde a Grécia e Roma um dos ensinamentos mais instigantes sobre espiritualidade já visto.

Obviamente os críticos alegam que o mesmo é muito recente e nada tem a ver com um suposto iniciado de milhares de anos atrás mas seja como for a tradição mítica associa o mesmo a ele.

Com o revivescer do esoterismo e do ocultismo ocidental a partir de meados do século 18 a figura de Hermes bem como do paganismo egípcio e clássico ganharam um folego que parecia um milagre.

Foi como um renascer dos deuses!

Hoje não temos um quadro onde o paganismo seja majoritário como outrora, mas nos últimos 250 anos as figuras de deidades pagãs capitaneadas pelas egípcias, greco/romana e mais recentemente; celtas, nórdicas e meso americanas se tornaram  mais e mais populares.

O tarô é universalemnte conhecido entre os esoteristas como o Livro de Thot e supõe-se que seria um legado do grande iniciado a humanidade contendo os ensinamentos das culturas ante diluvianas em forma de código e assim seria muito mais que um canal de divinação.

Existem cultos exclusivos dedicados ao paganismo e mesmo em seara onde Hermes não é visto como deus nem outra deidade pagã o seja como a cultura e as artes as figuras pagãs são extremamente importantes.

Uma das frases mais conhecidas da História....'ASSIM EM CIMA COMO EMBAIXO' do corpus hermeticum é atribuída ao grande iniciador e ela revela a sintonia entre toda a expressão da vida universal e apresenta o ser humano como um microcosmo espelhando o macrocosmo.

Deus portanto se revela na criação universal(o macrocosmo) e o ser humano como seu corolário expressa em si toda esta imensa obra do criador.

Ler o corpus hermeticum é um exercício delicioso, interessante  e iniciático. Um conhecimento profundo sobre nós mesmos e as formas como a busca pela divindade pode se processar nos humanos.

O mundo de hoje mais que nunca precisa beber nas fontes sagradas atirbuídas ao grande Trismegistus.

Trismegistus porque exercia com imensa sabedoria e conhecimento as 3 funções sagradas: a profecia, o sacerdócio e a realeza sobre os humanos de seu tempo.

Um figura realmente singular e significativa ao extremo para a cultura e espiritualidade humana quer tenha sido um humano terrestre altamente evoluido, um alienígena, uma entidade de outra dimensão, um deus ou meramente uma lenda piedosa mas com poder mitológico tão envolvente e edificante quanto se tivesse sido erigida em torno de personagem real.

Busquemos hoje em dia aquilo que animava o grande Hermes e descobriremos que Deus é UM em qualquer lingua, religião ou filosofia que conheçamos e entenda o universo como algo sagrado.

Para além dos achismos, fanatismos, dogmatismos, doutrinas, tradições e fundamentalismos humanos esta a compreensão hermética de que TUDO adveio do TODO e que este TODO se manifesta e se revela à sua criação sendo o mesmo um ponto, um centro sagrado de luz emanado e imanente na imensidão do desconhecido e do transcendente.

Vejamos agora os Sete princípios herméticos neste texto interessante que encontrei...


Os Sete Princípios da Filosofia Hermética 
:: Graziella Marraccini :: 

I – O princípio de Mentalismo
II – O princípio de Correspondência
III – O princípio de Vibração
IV – O princípio de Polaridade
V – O princípio de Ritmo
VI – O princípio de Causa e Efeito
VII – O princípio de Gênero 


O primeiro Princípio é o Principio do Mentalismo: 

O TODO é MENTE; o Universo é Mental

Este é sem dúvida o mais importante de todos os princípios, já que nele estão contidos todos os outros. O TODO (ou seja a realidade que se oculta em todas as manifestações de nosso universo material) é Espírito, é Incognoscível e Indefinível em si mesmo, mas pode ser considerado como uma Mente Vivente Infinita Universal. Compreendendo a verdade da Natureza Mental do nosso Universo o discípulo estará bem avançado no Caminho do Domínio, escreveu um velho mestre do Hermetismo. Estas palavras continuam atuais e verdadeiras e são a chave para a nossa compreensão das regras e Leis que regem nosso Universo material.

Observaremos que, se o Universo é Mental e nós existimos na Mente do Todo, como tais, nós somos seres mentais e criamos com a nossa mente, à imagem e semelhança do Todo, conforme explica o Segundo Princípio.

O segundo Princípio Hermético é o Princípio da Correspondência:

O que está em cima é como o que está embaixo, e o que está embaixo é como o que está em cima.

A compreensão deste princípio nos ajuda a explicar todos os fenômenos da natureza e compreender a própria existência da vida. Os segredos da Natureza se tornam claros aos olhos do estudante que compreender este princípio chave, aplicado à manifestação universal e que explica os diversos planos do universo material, mental e espiritual. Este é um dos mais importantes princípios e é aplicado na Astrologia e na Alquimia, verdadeiras Ciências de Iniciados, a primeira praticamente desprezada e a segunda quase esquecida. O Princípio da Correspondência habilita o homem inteligente a raciocinar do Conhecido ao Desconhecido ou vice-versa. Estudando a Mônada, ele chega a conhecer o Arcanjo, diz o Caibalion.

O terceiro Princípio é o Princípio da Vibração: 

Nada está parado, tudo se move, tudo vibra

Este princípio nos explica que tudo, em nosso Universo, está em constante movimento, isto é, em constante evolução. Este princípio é facilmente compreensível pois a ciência moderna já o confirmou através de suas observações e descobertas. Ele explica que as diferenças entre as diversas manifestações de Matéria, Energia, Mente e Espírito, resultam das ordens variáveis de Vibração. Desde O TODO, que é puro Espírito, até a forma mais grosseira de Matéria, tudo está em vibração. Quanto mais elevada for a vibração, tanto mais elevada será a posição na escala. (O Caibalion).

Nas extremidades inferiores da escala estão as vibrações mais grosseiras da matéria, que parecem estar paradas. Ao elevarmos nosso espírito nos campos de vibração mais sutis, entramos em sintonia com O TODO e com a Mente Superior, recebendo assim os benefícios dela emanados. Só os Mestres conseguem aplicar corretamente este Princípio de Vibração, conquistando assim os fenômenos da natureza.

Aquele que compreende o princípio de Vibração alcançou o Cetro do Poder, disse um antigo Mestre.

O quarto Princípio é o Princípio de Polaridade: 

Tudo é Duplo; tudo tem pólos; tudo tem o seu oposto; o igual e o desigual são a mesma coisa; os opostos são idênticos em natureza mas diferentes em grau; os extremos se tocam; todas as verdades são meias-verdades; todos os paradoxos podem ser reconciliados

Este Princípio é bastante simples e ao mesmo tempo complexo, e contém o axioma hermético dos opostos, ou seja dos pólos que regem toda a vida manifestada tal como nós a conhecemos. O princípio de Polaridade explica, por exemplo, que Luz e Obscuridade são a mesma coisa, manifestada em variações e graus diferentes. Explica também que o Amor e o Ódio são dois estados mentais em aparência totalmente diferentes mas em realidade iguais pois exprimem somente o mesmo sentimento em graus diferentes. E o melhor de tudo isto é que, no caso da mente, podemos modificar as coisas se dominarmos a nossa própria mente, mudando a sua vibração de grau em grau, de estado em estado, através da Arte da Transmutação Mental.

Com o profundo conhecimento deste princípio o estudante poderá modificar a sua própria Polaridade, assim como a dos outros, transformando Ódio em Amor, Raiva em Perdão, Tristeza em Alegria e até, a Doença e Saúde.


O quinto Princípio Hermético é o Princípio de Ritmo: 

Tudo tem fluxo e refluxo; tudo tem suas marés; tudo sobe e desce; tudo se manifesta por oscilações compensadas; a medida do movimento à direita é a medida do movimento à esquerda; o Ritmo é a compensação

Ao analisarmos este princípio temos que compreender que o Universo, da forma como nós o conhecemos, é influenciado por este constante fluxo e refluxo, por este movimento de atração e repulsão, que o torna tão complexo e ao mesmo tempo tão perfeito. Esta lei se manifesta em todas as coisas materiais (e podemos observá-lo no movimento dos planetas e outros objetos que povoam o Universo), e também nos estados mentais do Homem.

Os Hermetistas compreendem este Princípio, reconhecendo a sua aplicação universal e com os profundos estudos e com o domínio da mente, conseguem dominar os seus efeitos aplicando a Lei mental de Neutralização. Porém, o simples observar desta Lei em aplicação na Natureza nos ajuda a melhor enfrentar as vicissitudes da vida, acompanhando o seu fluxo e refluxo e tentando neutralizar a Oscilação Rítmica pendular que tenta nos arrastar para um ou para outro polo.

O sexto Princípio Hermético é o Princípio de Causa e Efeito:

“Toda a Causa tem seu Efeito, todo o Efeito tem sua Causa; tudo acontece de acordo com a Lei; o Acaso é simplesmente um nome dado a uma Lei não reconhecida; há muitos planos de causalidade, porém nada escapa à Lei”.

Neste princípio existe a verdade de que há uma Causa para todo o Efeito e um Efeito para toda a Causa. E O Caibalion nos ensina também que nada acontece sem uma razão, mesmo se nós a desconhecemos, pois tudo é dominado pela Lei. Para nos elevarmos acima da Lei de Causa e Efeito é necessário muito estudo, muita meditação e a compreensão profunda de todos os Princípios Herméticos que fazem do Iniciado um Verdadeiro Mago.

As massas do povo são levadas para frente, seguindo os desejos e vontades dos outros, do coletivo, onde as causas exteriores se tornam mais importantes do que a vontade própria. As massas agem coletivamente, como agem os animais de uma mesma raça ao se comportarem da mesma forma que seus irmãos. O verdadeiro Iniciado deve elevar-se acima da massa, exercitando a sua Vontade para poder exercer o seu Livre Arbítrio. Para escaparmos desta Lei, que nos ata às sucessivas reincarnações, devemos antes de mais nada controlar nossa mente e nossos atos para superar-mos a casualidade.

O sétimo Princípio é o Princípio do Gênero:

“O Gênero está em tudo; tudo tem o seu princípio masculino e o seu princípio feminino; o gênero se manifesta em todos os planos”.

Estudando este princípio, que nos lembra o princípio de Polaridade, percebemos que o gênero é manifestado em tudo e que o princípio feminino e masculino estão sempre presentes, seja no plano físico que no plano mental e espiritual. No plano físico este Princípio se manifesta como sexo, e nos planos superiores ele tem outras formas de manifestação, mas se mantém igual.

Assim, podemos dizer que todas as coisas manifestadas no gênero masculino possuem também um gênero feminino, e todas as coisas do gênero feminino contém também um gênero masculino. Compreendemos assim que não necessitamos da busca do outro princípio (que aparentemente nos falta), pois tudo está imanente em nós, manifestado na forma do gênero. A compreensão deste princípio nos leva à plenitude e à realização interior e nos proporciona o equilíbrio.


CONCLUSÃO 

Estes Princípios Herméticos, são aplicados pelo Astrólogo, pelo Tarólogo, pelo Homeopata, pelo Terapeuta Floral, pelo Grafólogo, enfim, por todos aqueles que sabem que o Homem faz parte do TODO e como tal não pode estar se não intimamente ligado a este, através de suas Leis Universais. Os Novos Iniciados, aplicam as Leis Universais contidas no Hermetismo para poder dominar, com a mente, as coisas criadas, e assim, realizar o plano do TODO. Devemos agir em busca do conhecimento, sempre com a humildade de servir ao TODO, pois SOMOS TODOS UM.

Ao olharmos o Homem como um Todo harmônico, podemos compreender as razões que o levam à desarmonia, que se manifesta através das doenças físicas ou mentais, dos acidentes e infortúnios. Na compreensão está a cura. Na ‘cura’, encontra-se a chance de um crescimento no âmbito espiritual. Sem estes Princípios, as ciências chamadas “alternativas” seriam meros exercícios de ‘curandeirismo’. No entanto, sob os Princípios das Leis Herméticas, tudo se torna claro e transparente às mentes mais esclarecidas.


Agora alguns livros e mais sites sobre este imenso ser e que pode enriquecer ainda mais nosso conhecimento sobre ele...

http://pt.wikipedia.org/wiki/Hermes_Trismegisto

http://vamospensar2012.blogspot.com.br/2011/07/os-sete-principios-hermeticos-o.html

http://www.fraternidaderosacruz.org/am_atde.htmhttp://www.deldebbio.com.br/2010/04/30/hermes-trismegistus-2/

O livro Corpus Hermeticum atribuido a Hermes Trismegistus

O Caibalion atribuídos a 3 iniciados discípulos do grande Hermes


Abraços

Paz profunda

Valter Taliesin


OM TAT SAT


Vídeos sagrados

Progrmas LUX ESOTÉRICA - Thot... Hermes Trismegistus

Jorge Benjor... canta...Hermes Trismegisto

Fonte Youtube












Fonte google imagens

Nenhum comentário:

Postar um comentário