Google+ Badge

terça-feira, 12 de fevereiro de 2013

IDÉIA OU ATO?...IDEAL OU REAL?...ESSÊNCIA OU EXISTÊNCIA?...Quem precede o que?





A ideia precede o ato ou o ato precede a ideia?

Sartre já tentou responder isto ao intuir que a existência precede a essência...mas focou meramente o humano nesta questão já que Deus não era definitivamente seu interesse...




Se acertou na mosca ou não, não sei mas seja como for idealismo e realismo... platônico o primeiro e aristotélico o segundo continuam na essência ou como queriam... na existência desta pergunta...

Acho que enquanto existirem humanos buscando a iluminação existirá esta pergunta...

Aliás. a própria iluminação...precede o ato de iluminar-se ou o ato de iluminar-se precede a própria iluminação?...

Em outras palavras; a iluminação é um estado que buscamos...IDEAL de Ser ou o estado ideal de Ser surge do ato da busca?

Percebam que na raiz destas perguntas esta a própria origem da vida...

Esta o próprio paradoxo do que entendemos por...DEUS...apesar de Sartre fugir Dele como certa 'pessoa' foge da cruz....

Deus é existência antes de essência? 

Ou Deus é a essência antes da existência?

Segundo a cabala e a filosofia indiana  EXISTÊNCIA ou seja o EU SOU...Kether ou Brahman...manifestam-se a partir de AIN(Ain...Ain Soph...Ain Soph Aur) ou PARABRAHMAN...tais termos soam para nós ...negativos ou seja; com conotação de NADA enquanto existência, enquanto manifestação de Ser e Ego...ou de definições e conceitos...

Pelo menos na visão mais esotérica das grandes religiões parece que Platão vence a disputa quanto ao IDEAL que é eterno e ilimitado e manifesta-se como REALIDADE e Existência...chama-se ideal porque tem em si TODAS as formas mas não tem explicitamente forma nenhuma...é pura potencia para vir a Ser...

Já a visão mais exotérica, teológica das grandes religiões enfatizam O SER de Deus....sua existência como ponto de origem de todas as coisas...para os mesmos a visão correta é positiva ou seja; O GRANDE EU SOU não é a expressão visível de Deus ou primeira consciência universal, mas a única e verdadeira expressão e fonte universal da vida que sempre foi o que foi...a existência de Deus é definitivamente o enfoque e a essência um eterno mistério que esta vedado ao humano até inquirir quanto mais contestar...esta questão de o que existia antes do EU SOU ou seja; antes de Deus manifestar sua consciência como o primeiro ente não existe pois Deus é...SEMPRE...uma infinita e eterna consciência sem começo e sem fim...nesta visão esta coisa de NADA negativo antes do EU SOU...não existe...Aristóteles, não é de se admirar, ganha terreno na teologia bíblica pós concílios exatamente por isto...

Nós humanos trazemos contudo dentro de nós uma fome de conhecimento, de busca muito grande...nesta busca e nesta fome não nos contentamos com pouco...mesmos os mais simples dentro de sua limitação percebemos que as vezes mudam, evoluem(no sentido de mexer-se...evolução enquanto movimento), andam em outra direção... quantas vezes vemos pessoas de mentalidade dogmática, básica e arcaica em uma religião ou ideologia sair dali e procurar um outro grupo tão fundamentalista quanto mas às vezes extremamente o oposto doutrinário ao que saiu?

Nos perguntamos...porque então mudou se em 'essência' continua o mesmo?

Parece que olhando tais pessoas Platão engole rapidinho Aristóteles pois a existência de tais pessoas parece condicionada à essência ou seja; aos valores mais íntimos que ela tem consigo...e que se manifestam sempre... independe da doutrina que ela siga e persiga...

Vemos isto claramente com Paulo; de fariseu fanático se tornou um cristão idem...a mesma essência e caráter que tinha defendendo o farisaísmo ele utiliza na defesa do cristianismo e para ele o rompimento foi visceral pois passa a praticar com a mesma paixão que contestava os atos e doutrinas da nova religião rejeitando completamente a anterior como ultrapassada e cumprida...para ele o judaísmo não era falso, mas terminou sua missão em Cristo e ponto...a partir dai existia por teimosia pois sua ERA tinha findado em Jesus Cristo...o novo Adão, a nova dispensação de Deus para o mundo...em sua visão o judaísmo não passava de um aio ou seja; um escravo que ensinava o filho ou filha do Senhor os caminhos da luz, mas com a maturidade da criança o aio se tornava dispensável, era assim que ele via a Lei em relação a Graça, Moisés a Jesus e o judaísmo ao cristianismo...

Se podemos ver uma abertura enquanto visão espiritual ao perceber Cristo como universal e não meramente judeu contudo esta visão se prende SEMPRE a perspectiva de A VERDADEIRA VERDADE ou seja; não existe a visão de que esta-se em mais uma porta mas NA PORTA...apesar desta agora ser mais larga, mais democrática, mais espaçada e não aceitar só judeu mas qualquer humano...todavia É A ÚNICA PORTA...e não existem outras...

Mas por outro lado alguém poderia dizer que tais valores, a visão de mundo que a pessoa tem na verdade são eles também um resultado da existência, que nasceu com a criação que teve etc...

E aqui mora a raiz de uma outra querela...

A pessoa nasce com predisposições, inclinações etc...  a isto e aquilo ou se torna isto e aquilo por aprendizado e por experiência de vida?

Mais uma vez...ideia e ato... ideal e real....essência e existência...predestinação ou livre arbítrio...se confrontam...

O debate é tão grande que mesmo uma religião aparentemente monolítica como a cristã que se ab roga (não somente ela claro) em ser A VERDADE se vê dividida nestas questões...Calvinos, Luteros, Agostinhos, Aquinos etc...e muitos bebendo quer no platonismo e mais ainda no aristotelismo  se dividem em diversas escolas e correntes teológicas interpretando O MESMO livro que entendem soar tão monolítico quando afirmam ser literalmente... A VERDADE OU A PALAVRA DE DEUS...

A pergunta que não quer calar diante disto claro é...

SE ALGO TÃO VITAL QUANTO A NOSSA SALVAÇÃO PESSOAL É DETERMINANTE PARA NOSSAS VIDAS E UM FUTURO ETERNO... PORQUE O LIVRO QUE SUPOSTAMENTE É A FONTE DA VERDADE TEM TÃO GRANDE RIQUEZA DIVERSIVA EM SUA APARENTE UNIDADE QUE TANTAS RELIGIÕES, SEITAS, GRUPOS, TEOLOGIAS, DOGMAS E DOUTRINAS PUDERAM SER CRIADAS EM CIMA DELE E NA GRANDE MAIORIA DAS VEZES UMA CONTESTANDO VEEMENTEMENTE A OUTRA A PONTO  DE AO LONGO DOS ANOS TEREM MATADO IRMÃOS E IRMÃS EM NOME DE SUAS CONVICÇÕES... FORA COMBATER OUTRAS RELIGIÕES RIVAIS?

Onde esta a lógica e clareza de revelação aqui?

Revelação implica em trazer à luz o que esta escondido...como uma coisa que estava escondida pode aparecer como verdade universal e tomar diversas facetas assim e muitas vezes em conflito uma com as outras?

Não que eu acredite que a Verdade seja monolítica ou monocromática...longe disto...acredito SIM que ela tem diversas facetas ou 'máscaras' como definia Campbell mas na RAIZ estas facetas NÃO SÃO antagônicas, mas inteiras em si, no que revelam e COMPLEMENTARES entre si no que não revelam ou não se aprofundam ou seja; muitas vezes o estudo das RELIGIÕES COMPARADAS é a grande sacada para o buscador espiritual quando saem do nicho dogmático querido e começam a respirar os ares da liberalidade da busca e as diversas opções da jornada no Caminho...estudando a espiritualidade como um todo ele(a) passa a ter uma visão mais global, inclusiva e menos dogmática das coisas...uma coisa que ele(a) não vê aqui ele(a) pode encontrar acolá e assim sucessivamente...uma não negando mas COMPLEMENTANDO a outra naquilo em que uma enfocou e a outra não ou só tocou na superfície....

O Caminho com certeza é UM SÓ para Deus...mas as religiões se enganam e enganam pessoas quando se dizem O CAMINHO...são no máximo veículos...transportes que usamos na jornada, no Caminho....uns mais velozes outros mais seguros, uns mais pesados outros mais leves,uns mais democráticos outros mais elitistas, alguns mais modernos outros bem mais arcaicos, mas são VEÍCULOS....não o Caminho...

ESTE(O Caminho) É E SEMPRE SERÁ DEUS MORANTE EM CADA CAMINHANTE TORNANDO- SE PROGRESSIVAMENTE ELE MESMO O CAMINHO QUE NELE ESTA... QUER EM POTÊNCIA ORIGINAL OU JÁ EM PLENA MANIFESTAÇÃO E EXPANSÃO PARA A PLENITUDE DO SER...

Na realidade este texto não propõe tomar partido nem de Aristóteles(e por tabela Sartre) nem de Platão mesmo reconhecendo que talvez eu tenha uma predileção pelas posições do mestre em relação ao discípulo, do segundo em relação ao primeiro...todavia reconheço que o debate esta LONGE de ter obtido uma resposta favorável e definitiva
quer para um ou outro...




Assim este texto tem intenções de continuar fazendo as perguntas...talvez tentando fazê-las por novos ângulos, desafiando novos olhares mas sempre PERGUNTAS...e deixar as respostas para quem realmente tem condições de dá-las(se é que existe tal pessoa encarnada claro) ou dos pretensiosos que acham que as tem...não que não me ache em condições de dar uma resposta que entendo boa...mas não acho que minha resposta seja importante quando o debate ainda continua em todas as esferas do saber e da espiritualidade deste mundo...e a contar que bastando ler outros textos meus aqui será o suficiente para captarem qual a resposta que dou para estas questões e que me satisfaz(pelo menos por enquanto) nesta altura em que estou da jornada...

Assim continuar perguntado diante da continua diversidade de respostas prontas e artigos de fé que temos por ai para mim é o essencial nesta busca....ou seria o existencial?...

rsrsrs.....

Seja como for...o fato é que a busca continua...e neste baile estamos todos nós quer perguntemos ou não...nos preocupemos com isto ou não pois de uma forma maravilhosa...

SOMOS!!!

OM TAT SAT...



Abraços

Paz profunda

Valter Taliesin

Vídeos interessantes...

Vídeo bem legal...um grupo de jovens estudantes cantam uma canção que enfoca o debate   realismo x idealismo...

Vídeo com pequena biografia de Jean Paul Sartre...

Platão x Aristóteles ...vídeo feito por alunos com um pouco do que cada um defendia...
Fonte Youtube





Fonte das fotos...Google...

Nenhum comentário:

Postar um comentário