Google+ Badge

quarta-feira, 31 de julho de 2013

OS DONS DIVINOS PARA UMA HUMANIDADE EM CONFLITO...



O que seria um dom de Deus...um dom divino?

Algo alheio a humanidade, vindo de fora, trazido pelo Espírito divino como parecem crêr fundamentalistas e ortodoxos ou algo INTERNO, inerente a nós DESPERTO pelo Espírito
quando permitimos que ele atue em nós e através de nós A GRANDE OBRA?

Penso que a segunda opção é a real e verdadeira!

Os dons de Deus, os dons divinos não estão fora que precisem ser DADOS, DOADOS, TRAZIDOS de alguém ou algum lugar mas estão EM NÓS naquele lugar onde o próprio Deus esta e mora!!!

Não é nosso com certeza no sentido de EGO E PERSONALIDADE mas o É ENQUANTO EU MAIOR E ALMA!

Enquanto alma porque esta já os tem desenvolvido ao longo de eras, enquanto eu maior porque ele é a fonte dos mesmos, Ele é a Presença Eu Sou Divina em nós.

Aquilo que manifestamos de Deus em nós e através de nós nada difere do mesmo poder criativo que sustém as mais distantes esferas planetárias, galáxias, quasâres etc...

E quais seriam estes dons divinos que estão dispostos EM nós para usufruirmos e curarmos nossa civilização e o plâneta?

São variados e multifacetados assim como variada e multifacetada é a manifestação de D'US mas alguns podem ser elencados bastando uma pequena observação do que acontece ao redor de nós...

Vejamos...

1. AMOR

O amor é divino e por ser divino, expressão de Deus, de sua essência, ele é a base de toda a estrutura criativa e perceptiva.

Sem o amor não existe mais nada!

Sem o amor, não existe sociedade, não existe, família, não existe casal, não existe ente humano!

O amor é o maior dos dons de Deus!

TUDO GIRA EM TORNO DO AMOR!

E quando olhamos nosso mundo o que mais vemos?

Ausência de amor ou uma compreensão puramente erótica do mesmo mais nada!

E erotismo não sustenta uma sociedade sem o ágape a faceta mais inclusiva e fraternal do amor!

O erotismo é condicionado ao desejo, à atração, aos fluídos, ao encontro de almas afins sintônicas, de personalidades atrativas mas o ágape é puramente ser um COM TODOS , ser irmão e irmã, ser fraterno, ser caridade em ação, ser um foco de luz pulsante IRRESTRITAMENTE de amor em prol de tudo e todos! Até de quem não 'merece'!
Isto não significa que a justiça não deva ser feita aliás; FAZER JUSTIÇA neste caso é a mais forte expressão de amor que podemos usar e demonstrar com um irmão ou irmã renitentes e praticantes ostensivos do Mal pois o que queremos não é vingança mas que SE ARREPENDAM e mudem de vida.

Desprezamos porque amamos pouco, nos separamos porque nosso amor é só meramente físico - quando o é - 
nos machucamos porque só vemos nossos interesses egoistas antes de duplos(casal, parceria) ou multiplos(sociedade global) interesses que devam se harmonizar numa sociedade justa e inclusiva que trabalhe pelo interesse maior da fraternidade, igualdade e liberdade. E por fim nos MATAMOS quando simplesmente matamos dentro de nós as ligações entre nossa personalidade e a alma e destas com o eu maior consequentemente passamos a nos ver à parte do outros, um tipo de 'elite' mas não no sentido de evolutiva já que esta é inclusiva e trabalha pelo bem comum almejando o elevar dos demais(fraternidade branca por exemplo), mas exclusiva e interessada apenas no seu próprio 'bem'. 

Cada guerra do mundo tem sua explicação em humanos que não sabem amar de verdade e praticam a EXCLUSIVIDADE E A EXCLUSÃO!

Cada ser que sofre no mundo por qualquer motivo encontra nesta mesma explicação o real motivo do seu sofrer!

Desta forma o amor é VITAL se quisermos implantar a nova era neste mundo.

2. PAZ

A ausência de amor provoca a ausência de paz...simples assim!

Quem não ama não tem paz pois a paz é o estado natural e beatífico que o amor divino cria dentro da alma do servidor da luz.

O amor é para a paz o ativo!

A paz como um campo receptivo recebe as energias do amor e cria o ESTADO DE PAZ no Ser e este passa a ser a condição de vida deste na terra.

Deixe de amar e o ser deixará de ter paz!

Assim nossa humanidade não tem paz porque dentro de si não há paz e não tem os humanos paz dentro de si porque o amor é deficiente!

O dom da paz assim surge quando o dom do amor atua!

Um está absolutamente ligado ao outro de forma indelével!

3. FÉ

A fé sem obras é morta...e as obras sem fé não tem proveito nenhum.

Mas tanto uma quanto a outra sem AMOR para nada se aproveita.

Apenas obras de fé nascidas do amor pelo divino em nós e em todas as formas de vida tem valor perante o sagrado!

Assim a fé que é o poder e a força divina criativa atuando em nós e através de nós é tremendamente necessária para recriarmos o mundo...mas a fonte dela é o amor divino em nós. Sem isto construiremos coisas perecíveis tão somente.

4. ESPERANÇA

A esperança divina não traz confusão segundo Paulo.

O que significa isto?

Que esperar e nada acontecer alguma coisa errada esta.

A esperança verdadeira, real de Deus é diferente porque enquanto ESPERAMOS em Deus a fé esta atuando em nós criando mecanismos para manifestarmos o que esperamos e quando chegamos no ponto culminante de manifestação...SE MANIFESTA!

Assim a esperança genuína não é o meramente quedar-se sem nada fazer anelando algo ou alguma coisa mas uma atividade interna de fé que posiciona todo o interior do humano para o ponto culminante onde o que se espera se manifestará.

E o que se manifestar terá nascido da fé, uma fé obtida num estado de paz interior nascida do amor divino operante em nós.

5. FELICIDADE

Por fim o quinto dom que quero enfocar é...SER FELIZ!

SIM!!!

Ser feliz também é um dom!

Um dom aliás que TODOS temos latentes em nós esperando apenas ser manifesto!

E ele INDEPENDE de coisas externas!

Ele na realidade mais que um dom é o RESULTADO de tudo o que falamos acima operantes no humano, na sociedade humana!

Do amor nasce o estado de paz, da paz nasce a fé atuante e viva, da fé viva vem as obras de fé que se traduzem em ações afirmativas no mundo e esta fé é o aliçerce de toda nossa esperança de construirmos vidas melhores e uma sociedade melhor e consequentemente...SERMOS FELIZES!

Percebemos assim que o operar dos dons divinos em nós é um interligar-se perene entre um e outro e a origem de todos é o DOM DO AMOR!

OLHEM PARA O MUNDO!

OLHEM EM TORNO DE VOCÊS!

TUDO ISTO É RESULTADO DO QUE SE PASSA DENTRO DE NÓS!

Nossa culpa nossa máxima culpa!

Não é questão de pecado original mas de manter-se conscientemente(consciência aqui entendo como sabermos e percebermos que temos que ser e podemos ser melhores mas permanecermos teimosamente menores do que somos ou podemos ser) num estado inferior àquele que Deus projetou para nós...que o sagrado em nós quer que vibremos e vivamos!

Ou talvez ESTE seja o pecado original...a tal queda:

"Permanecer num estado de vibração inferior consciente de que podemos estar muito acima dele mas não estarmos porque nosso egoísmo é mais importante para nós que o BEM MAIOR de tudo e de todos!"

Mas não é algo que não podemos deixar, não possamos vencer, ao contrário; toda nossa epopéia é um drama que pontua a necessidade dos humanos perceberem que podemos e devemos vibrar em esferas cada vez mais ascendentes para elevarmos a vida na Terra ao patamar que Deus sempre quis que tivesse.

Fazendo isto estaremos finalmente exercendo os dons de Deus latentes em nós... tornando-os de passivos em ativos, num mundo terrivelmente carente dos tais.

E ASSIM A GRANDE OBRA ALQUÍMICA FINALMENTE SERÁ FEITA!!!

Paz profunda

Valter Taliesin

Vídeos sagrados

PHILLIP GLASS - 73 minutos de musica

PHIL THORNTON - 65 minutos de música

PAUL HORN & STEVEN HAULPERN - 57 minutos de música

OLIVER SHANTI - 122 minutos de música


ANUGAMA - 61 minutos de música

AURIO CORRÁ - 71 minutos de música

Fonte Youtube




Fonte de imagens Google


Nenhum comentário:

Postar um comentário