Google+ Badge

sexta-feira, 27 de dezembro de 2013

MEDITANDO E FALANDO DE AMOR...

É um ato de entrega...quando há VERDADEiIRA entrega do Ser ao amor este ato sagrado...A ENTREGA... LIMPA...PURIFICA....TRANSFORMA...mas por um mistério insondável destes que os humanos se engalfinham para entender...é no fundo O VERDADEIRO AMOR quando realmente sentido e vivenciado o nome desta tal ENTREGA...Sem ela o melhor dos 'amores' azeda!!!

Embaixo texto de Sofia sobre o mesmo...enquanto ela escreve e produz suas jóias eu entro num momento mais reflexivo...se algo surgir nos postaremos...

Amor e Luz...

Valter Taliesin




Quero chegar lá na frente, viver muito, e em certo instante parar, eu quero olhar pra trás e ver tudo que construi através do amor, do trabalho honesto, da solidariedade, do perdão, da fraternidade, das lições retiradas dos meus erros mais profundos; ver o mundo por onde percorri e concluir que:

Valeu a pena o esforço, minha vida fez valer a pena, sem mim muita coisa seria diferente!
 

Sofia de Melo Volante



Sempre soube que amor é planta. Mas vim descobrir, já na flor dos anos, que a amizade também é planta; estranha planta que pode nascer ao longe, e alimentar-se de sonhos, de palavras, mas também de silêncios e delírios. Que vive no entredito, no entrevisto, no imaginado; na sutileza do que se supõe descoberto. Na espera, na familiaridade da semelhança, na estranheza das confissões, na riqueza da discordância.
E floresce com pistilos de ansiedade vermelha, e se derrama em gotas de orvalho e fragilidade, e se revela aos poucos, temerosa como uma virgem; porque o coração é terra bravia, e a alma alquebrada, na solidão construiu sua fortaleza.
Mas a vida me trouxe presentes, risos de ouro, mensagens de incenso, e histórias de mirra; e olhos sinceros, e contatos secretos, que se constroem no espanto de ver-se refletida em afetos alheios. E imagino uma estrela que brilha, quase do outro lado do mundo, quase ao alcance das mãos.
Por todas essas maravilhas, me ajoelho ante a planta que brota de minhas entranhas, plena de sumo e verde e encantamento; e agradeço as promessas simples, de vegetal esplendor. E tremo, porque me sei na presença do sagrado; e temo, pois meu coração se abre, vibrante e exposto como a flor das manhãs.
Depois encontro tuas palavras, e meu peito se enchem de seiva nova, e o riso se faz cascada para lavar a alma e as vestes, e o caminho se faz companhia. E uma lágrima foge, e rola, se torna alívio e consolo; porque sei, que apesar das águas e lembranças que nos separam, tu, entendes.

Sofia de Melo Volante

Se queres descobrir o amor em teu ser, primeiro observa o nascimento das flores sobre as pedras, o nascimento da borboleta em seu casulo tão limitado...
Observa o sol nascendo e iluminando o que há pouco era só escuridão...
Se queres conhecer o amor, observa o movimento gracioso dos ventos por entre as flores e vê as sementes sendo lançadas para outros solos, transformando-os, delicadamente, sem pressa...
Observa a generosidade com que a natureza te acolhe, mostrando com seus movimentos a importância de te sentires como ela te sente.
Se queres sentir amor, olha para os teus irmãos com a disposição de, sem julgamento, vê-los como eles são...
Olha para ti e aceita o que vem do teu coração, banhando teu ser de luz e confiança...
Se queres compartilhar o amor, apenas estende tua intenção e ela chegará ao mundo e a ti retornará, trazendo-te as bênçãos Daquele que sorri com tua conduta.
Se queres prosseguir com o amor, procura viver de acordo com as dádivas que te foram dadas...
Apenas caminha por entre os percursos que para ti já estão preparados e vai, vai com tua luz, iluminando o que parece ser escuro, respeitando cada ser que o teu caminho acolher, compartilhando o teu conhecer, a tua alegria e a tua integridade enquanto Filho de Deus.

 Sofia  de Melo Volante



A ilusão no coração, não existe...é real...
mas, mesmo pensando que é somente ilusão,
que bom que é materializar essa ilusão...
quanta ternura o coração consegue juntar...
e nos dar o calor,
da ilusão do AMOR!

A ilusão no coração, não existe...é real...
todo o mal desaparece...
tudo é luz, tudo é cor...
só isto é...a ilusão do AMOR!

e...para ser feliz, só preciso,
que o meu coração sinta a ilusão.


Sofia de Melo Volante

"Amar é olhar para dentro de si mesmo,e dizer: Eu quero! É viver inversamente; É sonhar com uma gota de realidade e realizar uma gota desse sonho. 
É estar presente até na ausência. 
Amar, é ir até a morte,é acordar para realidade do sonho, é vencer através do silêncio. 
Amar é ter em quem pensar,é a razão que ninguém teria razão para nos tirar! 
É ser só de alguém e nunca deixar esse alguém só. 
É pensar em você tão alto à ponto de você escutar! 
É ser feliz até com um pouco,quanto muito não é o bastante.
Amar, é anistia ao coração,é sonhar o sonho de quem sonha com você!
É sentir saudades,é chegar perto na distância.
Amar é a força da razão,é quando os momentos são eternos!
Amar é ser adulto e se sentir criança,é viver a vida em versos e ao inverso.
É a maior experiência na vida de um homem...
Mais acima de tudo, amar, é crer em Deus, porque Deus é amor!
E você, é tudo que um dia eu pedi para mim!"

Sofia de Melo Volante

Quando há pureza os outros não ficam com medo de nós nem nós ficamos com medo dos outros.
Não há ameaça de perda ou dano, somente amor puro.
Amor puro reconhece a individualidade inerente
de cada pessoa e a respeita. Não há categorias.
Não há rótulos. Deus nunca nos rotula.
Ele vê cada um de nós como seres humanos únicos.
Ao conhecer nossa singularidade eterna ele nunca
tenta nos tornar algo diferente do que somos.
Nossa felicidade está em ser o que somos.

Sofia de Melo Volante

Pureza que enfraquece o meu corpo
Pureza essa que fortalece a minha alma
Essa Alma que a principio tão fraca e doce
Será ela hoje a tamanha grandiosidade

Como pode doce alma tornar-te tão pura e ao mesmo tempo tão forte?
Como pode fraca alma tornar-te tamanha grandiosidade?

De onde vens grandiosa divindade?
Como podes vim de um nada se tens uma razão?

Que razão é esta que tanto me completa?
Serás tu o amor que a tão pouco me realizou?

Agradeço a ti anônima sensação
Pois sem ti não seria hoje essa alma que a tão pouco se realizou.

Para que rimarmos textos? Se sabemos que por trás de tais palavras existem milhares de significados?

As palavras tem o seu brilho e você também tem. Realize-as e faça com que as suas palavras brilhem no coração de cada vós ...AMOR

Sofia de Melo Volante

Não sei escrever tudo o que sinto,
mas sei sentir e com um amor imenso cada
pedacinho da vida.
Não sei amar de morrer porque para mim amar é viver.
Não sei sonhar todos os meus sonhos, só sei sonhar
o que o meu coração pede.
Não sei dar tudo de mim, mas me esforço para dar
o que posso.
Não sei quase nada da vida, mas sei que é bom existir.
Tudo o que eu sei é que a vida é linda e que enquanto
houver um mínimo de ternura para oferecer,
a vida vale a pena viver.

Sofia de Melo Volante


Compreendi que viver é ser livre... Que ter amigos é necessário... Que lutar é manter-se vivo... Que pra ser feliz basta querer... Aprendi que o tempo cura... Que magoa passa... Que decepção não mata... Que hoje é reflexo de ontem... Compreendi que podemos chorar sem derramar lagrimas... Que os verdadeiros amigos permanecem... Que dor fortalece... Que vencer engrandece... Aprendi que sonhar não é fantasiar... Que pra sorrir tem que fazer alguém sorrir...Que a beleza não está no que vemos, e sim no que sentimos... Que o valor está na força da conquista... Compreendi que as palavras tem força... Que fazer é melhor que falar... Que o olhar não mente... Que viver é aprender com os erros... Aprendi que tudo depende da vontade... Que o melhor é ser nós mesmos... Que o SEGREDO da vida é VIVER !!!”

“E umas das coisas que aprendi é que se deve viver apesar de. Apesar de, se deve comer. Apesar de, se deve amar. Apesar de, se deve morrer. Inclusive muitas vezes é o próprio apesar de que nos empurra para frente. Foi o apesar de que me deu uma angústia que insatisfeita foi criadora de minha própria vida.


Sofia de Melo Volante


Não espere um sorriso para ser gentil...Não espere ser amado para amar...Não espere ficar sozinho para reconhecer o valor de um amigo...
não espere ter muito para compartilhar um pouco... não espere a queda para se lembrar do conselho...
o espere a dor para acreditar na oração...Não espere ter tempo para servir...Não espere a magoa do outro para pedir perdão
nem espere a separação para se reconciliar...
não espere...porque você não sabe quanto tempo tem.


Sofia de Melo Volante





VÍDEOS SAGRADOS

Balada de piano - Twilight

Remember When - Alan jackson

The moment of peace - Sarah Brightman & Gregorian

Friday Im in love - The Cure


Fonte Youtube









Fonte de imagens Google

Nenhum comentário:

Postar um comentário