Google+ Badge

quinta-feira, 19 de dezembro de 2013

O GRANDE PAN...O Emanado sagrado



PAN

Geralmente conhecido como um fauno sexualmente voraz das florestas da Arcádia a figura de Pã entretanto evoca um contexto infinitamente superior.

De Pan veio o termo panteísmo que designa a divindade como o universo manifesto.

Desde cedo isto entrou em conflito com a visão do cristianismo pois para este isto seria inconcebível.

Deus criou o universo, Deus não é o universo diziam os cristãos!

Mas na verdade o que significa o emanado que não a matéria com pleno potencial de um dia vir a se tornar consciente, viva, plena, sagrada, repleta de luz e de  vida divina?

Ver Pan como a divindade emanada em nenhum momento tira o contexto da divindade imanente ou do transcendente.

E porque o deus com forma de cabra simboliza esta panteísmo?

E porque com o tempo se tornou esta a imagem de Satan?

A impressão que temos é que no fundo a religião cristã vê nesta figura o demiurgo original que criou o universo material.

Mesmo quando não defendem explicitamente que Satan seja o criador do mundo material mas quando o associam definitivamente a tudo o que é sensorial e material esta religião indiretamente estão dizendo que a matéria é má, demoníaca e não tem nada a ver com o espiritual.

E dai vem um contra senso tremendo!

Eles não aceitam uma divindade inferior, criadora do universo material como os gnósticos  e acreditam que tudo foi criado pelo Deus único mas pelos termos que usam e pela forma com que se manifestam no fundo demonizam a matéria como à parte deste Deus puramente espiritual e bom.

Como pode ser isto?

Mesmo a visão gnóstica pura e mais famosa entre tantas vertentes, de um demiurgo criador(geralmente associado ao YHVH bíblico) egoísta e ignorante de todas as esferas  de manifestação da divindade já não é fácil de ser digerida, quanto mais uma religião que prega um Deus de amor que criou todas as coisas mas que tem a matéria como algo nocivo? Ruim?

Para mim ambos estão equivocados!

Não acho implausível que um demiurgo tenha realmente criado o universo material mas também não acho que ele seja ignorante dos planos superiores de manifestação acima de si e nem que a matéria em si seja má, acho sim que o que acontece aqui na terra nada tem a ver com o demiurgo em si mas com o livre arbítrio humanos. O demiurgo seja ele YHVH, Lúcifer, Satan ou seja o que for não passa de mero promotor da justiça divina no mundo hoje em dia.


De criador da matéria e do corpo material humano ele se tornou no promotor que diante do EU SOU nos humanos demonstra os que devem e os que não devem pagar carmas.

A figura de Krishna no Gita neste sentido me é muito mais simpática como conceito de divindade do que o que o cristianismo ortodoxo apresente e até do que o ramo herético gnóstico mais radical apresenta.


SIM!

Pois não havia um só tipo de filosofia gnóstica mas diversas seitas com diversas teorias sobre estas questões geralmente se completando em muitos pontos mas divergindo bastante em outros.

Pan portanto para mim aqui apresenta-se mais como a figura de Krishna no Gita do que com as idéias mais rudes de panteísmo que existem por ai.


A música de Raul Seixas e Paulo Coelho define MUITO bem a figura de Krishna para nós.

Pã enquanto fauno é um ser eminentemente silvestre, sexualmente ativo e um conquistador inveterado.

Nada tem de um grande deus!

Pan enquanto conceito universal é o oposto disto e uma das mais elaboradas e poderosas visões já vistas ou feitas sobre a divindade.

É mais ou menos o que acontece com a figura de Tétis a filha de Urano e Gaia e Tétis a nereida filha de Nereu e Doris. A primeira tem um conceito mais cósmico evidente em seu mito enquanto a segunda é mais terrestre. 

A primeira é mais urânica e ligada ao grande mar primordial universal e a segunda ctônica e ligada aos mares deste mundo.

Provavelmente a figura de Pan superlativo é uma criação e uma visão dos cultos de mistérios.


Para o vulgo e para a massa apresentava-se a figura do fauno sedutor, sexualmente voraz, e cujo som da flauta encantava os que a ouviam.

Para os iniciados ele era a figura do universo manifesto, a emanação advinda da Fonte, e que contém em si o germe de toda a vida universal.

Eliphas Levi com certeza cria sua figura de BAPHOMET usando tanto a visão do Pã exóterico quanto da figura do Pan esotérico.

De certa forma os satyros cuja figura de Pã os representa não passam de elementais da natureza que serviam de sua forma a figura mistica e sagrada do Pan metafísico!

Pã o Fauno e Pan o universo sagrado se assemelham ao mito de Cernnunos o deus silvestre dos celtas mas também a figura metafísica da própria natureza manifesta.

O sexo no culto a Pan era essencial assim como no beltane a deusa e Cernnunos eram cultuados com orgias sexuais.

O sexo atuava como verdadeira libação à divindade, como forma de agradecimento por todos os bens que a natureza nos proporcionava.

O sexo não era visto como algo profano mas como um canal de expressão tanto de prazer como de comunhão sagrada!

A demonização do sexo é outro erro de uma religião que afasta cada vez mais Deus de sua criação como se esta fosse uma obra espúria de si e não sua maior criação.

Não somos favoráveis a libertinagem sexual, longe disto, somos favoráveis a  CASAIS SAGRADOS, casais que encarem o sexo como fonte de prazer, de comunhão e de ligação com o sagrado.

DEUS SE REVELA NA CAMA DE UM CASAL FIEL!!!


Esta é a grande verdade do sexo!

A deturpação disto é que faz com que o mundo continue esta dicotomia absurda entre luz e trevas!

Encarar o sexo como algo puramente casual ou como algo pecaminoso, estas duas polaridades criaram o mundo fraccionado que temos diante de nós.

Tanto o libertino quanto o fanático estão errados em suas visões sobre o sexo!

Olhe dentro dos olhos de sua amada quando for fazer sexo!

Olhe dentro dos olhos de seu amado!

Procure sentir o suor dos corpos, os cheiros, os movimentos...depois vá adiante... tente ouvir o som da pulsação, do bater do coração, o som da voz...e por fim tente sentir a alma, o ser por trás do ser...sinta-se completamente ligado(a) aquela pessoa. Se fizeres isto terás uma revolução tal em sua forma de ver a intimidade sexual que a promiscuidade deixará de ser uma opção saudável e o celibato forçado uma verdadeiro abominação.

E por trás dos bastidores o grande Pan ri e festeja mais um humano que entendeu o espírito da coisa!

Amor e Luz!

Valter Taliesin


Vídeos sagrados

RAUSL SEIXAS

Gita

Eu nasci a 10 mil anos atrás

O dia em que a terra parou

Metamorfose ambulante

Fonte Youtube







Fonte de imagens Google

Nenhum comentário:

Postar um comentário