Google+ Badge

sexta-feira, 20 de dezembro de 2013

URANO...O Pai Supremo

URANO

O PAI NOSSO QUE ESTAS NOS CÉU

Talvez pudemos comparar Urano com Nix a noite misteriosa que envolve Ain Soph com plena possibilidade gerativa.,,,O grande Ain...o nada conceitual.

Ou vermos como os gregos e as religiões pagãs como o Filho que nasce da Mãe Negra e torna-se com ela o governante de todas as coisas!

Urano é o céu estrelado!

Urano é o deus que revela o mito sagrado que revela o primeiro e máximo conceito de Grande Pai, na religião egípcia o céu era uma deusa mas na imensa maioria dos mitos antigos era um deus.

Urano seria a face de ANU o primeiro e mais ancestral dos deuses da civilização moderna(nos últimos de 6 mil anos ) moderna porque? Porque não acredito sinceramente que tudo começou apenas com a civilização Suméria. A impressão que temos com os achados anômalos que pululam no mundo é que a idade da pedra que antecedeu o impressionante florescimento da civilização suméria(que a crer pela arqueologia oficial parece até que surgiu do nada) foi na verdade um período de readaptação civilizatória após um período longo de destruição mundial...

Existiu realmente uma civilização universal antes disto?

Pergunta interessante!

Urano foi castrado pelos filhos porque Gaia já não aguentava mais o 'fogo' do esposo!

Da espuma que seu esperma fez no mar onde caiu o supremo garanhão ainda teve tempo de fazer mais uma filha...AFRODITE a deusa do amor!

Interessante isto!

A beleza e o amor são no mito resultados de um ato violento e fortuito!

A beleza e o amor seriam então anomalias no universo divino segundo este mito?

As vezes olhando o mundo, a violência, o descaso, o pouco caso com que o mundo encara o bem, e as divergências quanto ao que seja belo e amoroso me pergunto se realmente o mito não tem razão e não estamos diante de algo aleatório? Anormal? Não programado?

Ao olharmos o céu em torno da terra qual a impressão que temos?

Que este a envolve qual um amante em um abraço supremo e infinito!

Os egípcios viam diferente, viam uma mãe cujo filho(a terra) estava sendo formado dentro de si!

No mito indiano este era Indra o céu que envolvia a terra, o céu que mantinha acesa a chama das estrelas, da lua e do sol, o céu que era tecido qual uma teia de jóias(teia de Indra), seria portanto uma grande aranha cósmica!

No mito judaico/cristão/islâmico da religião monoteísta Urano finalmente venceu todas as demais divindades incluso Gaia e os filhos pois o mito do pai do céu, do pai nosso que esta no céu é o único que sobreviveu como revelação da figura de Deus.

Na cristã nem tanto já que o pai desta lembra mais Zeus que Urano, mas no contexto geral do mito Urano é o grande pai do céu com roupagem única do monoteísmo.

Na figura do Deus monoteísta termos antes atribuídos ao pai supremo dos deuses se tornam termos referentes ao único deus, ao único ser divino universal!


Como já me referi em outro texto, estranho uma divindade que seja apenas pai e não mãe e que tenha como imago dei homens e mulheres!

Mesmo que foquemos apenas nos contextos mais subjetivos destas imagem e semelhança fica um hiato estranho na compreensão em vermos Deus apenas como Pai e não como Mãe!

O mais ideal a meu ver é vermos o grande mistério sem uma definição específica mas possivelmente podendo ser definido SE QUISERMOS quer como A ou como B pois os termos em si não definem o gênero do ser mas tanto a ação criativa gerativa(pai) e geratriz(mãe).

Urano o supremo sai do cenário no mito grego impotente mas Gaia também com o tempo tem seu ganho.

Os netos divinos da Grande Mãe e do Grande Pai acabaram com milhares de anos de matriarcalismo e de reinado de Gaia e das deusas e deuses titãs(que apesar da fome voraz de cronos reinavam em paridade) e tornaram a figura do pai nas personalidades de Zeus, Poseidon e Hades os supremos governantes do mundo. 

Urano indiretamente estava vingado!

Amor e Luz

Valter Taliesin


Vídeos Sagrados

GILBERTO GIL

Andar com fé

Super homem

Não chore mais



Vamos fugir

Fonte Youtube








  Fonte Google imagens

Nenhum comentário:

Postar um comentário