Google+ Badge

segunda-feira, 10 de março de 2014

O DIVINO RIO INVISÍVEL DA INSPIRAÇÃO...

Reflexão...

Tenha calma, tranquilidade, confiança...descanse...
As melhores coisas estão só COMEÇANDO a chegar.
Pare e observe; se não esta visível, esta pulsando em
sua alma...esta ai, viva, doida para germinar e revelar
este ser abençoado que sois.
Tua responsabilidade é dizer...EIS-ME aqui e fazer o seu
melhor NESTE momento(e cada um sabe do que pode
fazer de muito ou pouco em certos momentos da vida), com sinceridade e entrega.
Tudo de bom...
Valter






Reflexão...

A escada de Jacó é um dos grandes simbolismos iniciáticos bíblicos.
Nele, naquele sonho do grande patriarca hebreu estão embutidas várias verdades ocultas para diversos níveis de consciências de discípulos e iniciados indo desde a descida e subida das almas(anjos) nos processos de encarne, os diversos dons, atributos e talentos divinos interiores à nossa disposição(anjos), os próprios hierarcas do mundo espiritual(anjos), os mundos sefiróricos, as dimensões do ser((escadas) e as manifestação da energia divina nelas(anjos) e por fim no ponto central o foco de toda ascensão e evolução espiritual... O Senhor no alto da escada seja ele o Deus interno em nós(o imanente), o Deus manifesto em toda criação(o emanente) e o divino além de todas as definições(o transcendente)...isto para ficarmos nos mais evidentes e claros...mas ali não se esqueçam é... BET...EL...BETEL...A casa de Deus, um portal para todos os mundos, entretanto sem o que acessa, sem a chave, sem o que abre...o humano, nada se diz que estamos onde estamos é aparentemente um lugar como outro qualquer...o que por fim NOS define como a verdadeira casa de Deus, o templo de Deus do qual a até então invisível Betel é mero portal e a pedra de testemunho onde a cabeça humana descansou é o grande marco simbólico e ungido desta Verdade...
Valter




Reflexão...

Se fosses amor serias um poema...
Se fosses beleza serias um espelho...
Se fosses aventura serias o grande
desafio da alma amada...
Se fosses alegria serias a gema da
coroa do amante coração...
Se fosses felicidade serias o próprio
paraíso manifesto em todas as cores e nuances.
Se fosses paz serias o colo que acalenta
a cabeça do que te ama...
Se fosses luz tudo isto acima serias e
nada te faltaria mas...SOIS...falta só
perceberes, sentires e viveres isto...
Valter





Reflexão...

Uma mãe extremosa e seus 3 rebentos(segundo a linha oculta, o fio secreto das 'heresias', pelas cores da roupa - verde e do manto - vermelho da mulher esta seria nada mais nada menos que Marie Magdalene -estas são as cores tradicionais dela - e sua prole sagrada de vocês sabem quem) o poder da imagem traduz em si mais que qualquer palavra poderia traduzir, independente do que a imagem evoque quer de sagrado ou de profano...mas a meu ver TODA maternidade é sagrada ainda que não seja esta a figura em questão...
Valter



Reflexão...

O elixir da juventude e da vida eterna é das magias talvez a mais ansiada pela maioria dos humanos e a mais fugidia, até para os maiores magos e magas...
Merlin encontra isto substitutivamente na juventude e força de Nimuê...o fato dela depois aparecer como 'traidora' desta confiança revela mais uma coisa dos antigos mitos: o fascínio e ao mesmo instante o medo que o sagrado feminino despertava até nas almas mais notáveis, encarnadas masculinas e forjadoras ou pelo menos transcritoras da maioria dos mitos que temos.
Um Merlin, percebe-se, já idoso mas ainda com belos traços nesta imagem olha embevecido Nimuê que segundo tais mitos seria sua perdição e por consequência o início da derrocada de toda Camelot(ao ficar preso no sono imposto por Nimuê - uma metáfora para o amor de ambos? - enfeitiçado na caverna de cristal ele nada pode fazer para evitar o pior) Se Arthur encontra seu sedutor e destruidor na figura do filho bastardo e incestuoso com Morgana, Mordred, e de seu amor tardio de pai..Merlin encontra-o na sua descoberta tardia de homem mas se prestarmos BEM atenção o que certos mitos antigos revelam é algo mais profundo...o medo do homem da força desconhecida e oculta da mulher que reverbera inclusive até nosso tempos tão modernos e aparentemente igualitários pois atrás de Mordred esta Morgana e dela e de Nimuê...o insondável mistério aterrador feminino que assusta muitos marmanjos...
Valter



Reflexão...

Hoje em dia parece uma cena não só comum mas reflete a imensa capacidade e interesse nos últimos cento e tantos anos da mulher revelar-se cada vez mais o ser profundo e sagrado que SEMPRE foi mas ficou soterrado pelo domínio ditatorial daquele que lhe devia ser o OUTRO lado, o complemente e vice e versa. assim no tempo que tal imagem foi pintada esta garota era uma revolucionária, uma pioneira, que provavelmente enfrentou tudo e todos para estar ai com este livro aberto diante de si...Ler e estudar hoje se tornou um deleite puro e uma iniciação sagrada para a mulher enquanto a maioria dos homens parecem encarar isto do ponto de vista daquele que enfastiado pelo muito que recebeu esnoba o que tem. Detalhe interessante é a caracterização dela, um rosto ocidental em trajes orientais...uma imagem de SOFIA Oculta em uma tela de mistérios? Uma mensagem do próximo(para o autor) brotar da ressurreição do feminino sagrado ?
Quem sabe...o fato é que aqui mulher boa parece ser uma mulher com estes olhos que se vê na imagem; sedutores, belos mas profundamente inquiridores, perscrutadores e desveladores de novos horizontes... o fato de ser bela e outras 'cositas' mais é só detalhes.
Valter





Reflexão...

A opressão e supressão do homem pelo homem causa estranheza à almas mais sensíveis, todavia quem observar a evolução lenta e gradual das mesmas nestes corpos/personalidades iludidos e desnutridos de vida verdadeira ao longo dos milhões de anos de evolução percebera que em meio ao pútrido das ações equivocadas e maléficas dos humanos flui um rio dourado de ponto profundo e centrado na mesma, que progressivamente se expande, se expande, e já envolveu alguns dos mais ilustres espécimes da raça em sua correnteza e esta pronto, qual um dique, próximo de se romper e as rachaduras no tecido da ilusória 'realidade' são visíveis e quando isto ocorrer será um novo HAJA LUZ!
Valter




Reflexão...

Intimidade não é para qualquer um, é para quem merece...
Quem realmente toca sua alma, sabe que tocou e te
permite tocá-la(o) de volta numa sintonia pura e sem limites, mas podemos em momentos de certa transparência revelar um pouco de nossa riqueza interior para pessoas que nos cercam ainda que não tão íntimas mas que se revelam perceptivas para o que temos a dizer...
Valter



Reflexão...

Cair nas graças de...ser engraçado...ser gracioso...
As graças são manifestações da beleza do amor divino,
um amor que se metamorfoseia naquilo que a alma
mais evoca, invoca e necessita.
Valter



Reflexão...

O medo ancestral nos faz projetar mais monstros do que nossa imaginação consegue criar. Superamos até mesmo nossos piores temores que por si só já são monstros devoradores.
Estamos vivendo na 'era do medo' a sombra agora tem medo até de si mesma quiça nós dela!
Valter



Reflexão...

Uma cena pode se tornar um poema, um enigma, um mapa iniciático e uma história já eterna, um momento recheado do MOMENTUM pode na
prosa inspirada, na caneta ungida, nos dedos consagrados, no pincel mágico, no toque sagrado se tornar ainda mais portal, ainda mais fractal, ainda mais luz do que sua percepção normal percebeu até agora...assim CANAIS UNGIDOS de luz são SIM extremamente necessários ainda no nosso ponto evolutivo e diria mais; MAIS AGORA DO QUE NUNCA...para com suas sensibilidades sutis sobre o sagrado em nós e além de nós nos fazer voar para alturas ainda mais distantes(profundas) do que já fomos enquanto não descobrimos a fórmula de usarmos nossas próprias asas!
Valter




Reflexão...

Tua criança ferida só pode ser curada quando você reencontrá-la de novo e mostrar que nada do que falaram com chicote na mão sobre Deus e a Vida encontra ressonância onde em ti mora a Verdade...
Valter



Reflexão...

A sensualidade nada tem a ver com a 'distribuição da massa corporal' como querem os 'personal pé no saco' dos dias atuais. Observando obras como esta de Ticiano da para se entender muito bem do que falo sem precisar entrar em detalhes...
Valter



Reflexão

O profundo medo de nossa humanidade e o profundo desconhecimento de nossa divindade interior cria o paradoxal mundo que estamos vivendo...
Enquanto os humanos tiverem medo de sua humanidade; de seus sentimentos, de suas fragilidades e não enxergarem mais além, no mais profundo ainda, vendo no meio deste frágil, deste fio de navalha à separar ordem e o caos, a divindade plena, brilhante e bela que trazem dentro de si... continuaremos repetindo a mesma história pois no fio da navalha ao vermos e unificarmos as duas coisas nos tornamos UM e nos agigantamos.
Valter





FONTE DE IMAGENS GOOGLE E VÍDEOS YOUTUBE







Nenhum comentário:

Postar um comentário