Google+ Badge

quinta-feira, 1 de maio de 2014

A MÃE DO MUNDO...A face feminina do sagrado...



A Mãe do mundo...

Envolta em mistérios ela caminha pelos desertos, pelos vales, pelas planícies, pelas montanhas, pelos recessos e pelas alturas da terra. Flui através de suas fontes e riachos, forma seus rios, cria seus lagos e deságua em seus mares e oceanos. 

Estas na terra úmida e fofa de onde nascem e produz-se todas as ervas que produzem frutos ou enriquecem a vida com seu viço, beleza e vigor formando bosques onde ninfas e faunos sagrados vem brincar e louvar-te com amor, estas nas tocas e vilas incrustadas nas árvores de onde surgem gnomos baixinhos e carrancudos para um novo dia e no festival das fadas que encantam os animais de suas florestas todos os dias com as cores e as mais belas imagens da criação.

Estas nestas águas que correm e que enchem de vida todos os cantos e recantos que tocam, num bale insinuante, cativante, enfeitiçante, mágico como uma grande odalisca sagrada e enfeitada com os diademas da mais pura de todas as belezas...bale que se torna no corpo da mãe d'água, das nereidas, das sereias, dos tritões, de cada um dos seres animados, de carne e osso ou fantásticos deste líquido sagrado que inunda o mundo inteiro verdadeira dança criativa, gerativa e vital!

Estas neste vento, as vezes brisa fresca, as vezes bafo escaldante, as vezes suave as vestes terríveis tufões e vendavais mas que quer tocando ou revolvendo a terra renova-a de vida, e pelas ondas de seu sopro voam os elfos cantando e salmodiando mais uma aventura que a vida lhes oferece cruzando os céus com os pássaros que observam tudo com olhares cúmplices e sabedores do grande mistério que tudo envolve.

Estas neste fogo que queima no centro de todas as coisas, no centro do planeta regenerando a partir de si a vida em todas as suas facetas e nuances, neste fogo, neste bailar de salamandras , de entidades fosforescentes, quentes, poderosamente chamativas e criativas, perigosas e ao mesmo instante extremamente necessárias para que os grandes mistérios da vida permaneçam ou sejam criados ou recriados. Nenhum cadinho alquímico que se preze pode dispensar este fogo e estes seres sagrados que engendram o inominável!

Estas no éter misterioso que descendo como prana sagrado deste centro de pura vida que é o sol é a energia de vida de todos os seres vivos e nas asas de devas e anjos trazes os mistérios deste centro misterioso, reflexo do Logos solar, este Ser magnânimo, vivo sagrado que tomou para si como suprema responsabilidade a manifestação da vida em todo o sistema solar, em todos os planetas que o integram e que se regozija com a glória que a vida tomou na expressão terrestre.

Sois a luz envolvente que nada deixa de tocar e abraçar com seus braços quer rigorosos ou amorosos.

Nada nem ninguém escapa de teu olhar, de teu toque, de tua Presença sagrada, secreta mas poderosamente influente.

A Mãe do mundo não é mero conceito é pura realidade sintônica, pura energia de vida que nos envolve, que nos torna o que somos, que molda nossos corpos, nossos humores, nossos egos e se abre em leque para nossos corações, mentes, almas e espírito.

Nesta interação sagrada somos cada dia mais e mais canais de um mistério que não sabemos bem como definir mas que sentimos cada dia mais forte mais constante em nós, atuando em nós, através de nós, em todas as coisas e seres.

É a Mãe que na forma da kundalini, a serpente sagrada sobe pelos centros energéticos à procura do esposo. Shakti buscando Shiva, e quando se encontram é como uma explosão de luzes criativas dentro e ao redor de nós, destruindo o que deixou de ser, criando o que nunca foi, reconstruindo o que merece ser reaproveitado e assim mantendo tudo e todos debaixo de um ir e vir de energia, de um constante fluxo de amor, sintonia, vida e pura luz.

Neste momento o mundo inteiro mesmo que não saibam estão sob seu manto de puro amor e luz!

O mundo inteiro esta debaixo de sua grapa e de sua eterna e perene felicidade!

O mundo inteiro se descobre e ti mais humano, mais divino, mais sagrado, mais amoroso, mais vivo, mais feliz, mais unitivo mais abençoado!

Assim sois óh! divina Mãe; óh! Máter Réia, óh! Démeter, óh! Tétis, óh! Perséfone, óh! Maria, óh! Isis, óh! Hathor, óh! Ishtar, óh! Cibele, óh! Mama Pacha, óh! Morrigan, óh! Madalena, óh! Devaki, óh! Maia, óh! Malkuth, óh! Ashera, óh! Binah, óh Shekinah, óh! Gaia, óh! Parvati, óh! sarasvati, óh! Lakshmi, óh! Afrodite, óh! Palas Atena, óh! Ártemis, óh! Hera, óh! Durga, óh Tara, óh Sekhmet, óh! Freya, óh! Kubaba, óh Hécate, óh! Selene!

OM SHANTI SHANTI SHANTI

ÓH SOFIA!!!


Valter

VÍDEOS SAGRADOS


















FONTE YOUTUBE









FONTE DE IMAGENS GOOGLE

Nenhum comentário:

Postar um comentário