Google+ Badge

sexta-feira, 29 de abril de 2016

PROSA E POESIA...MEDITAÇÕES SOBRE A VIDA...



Não vivemos de passado mas nos alimentamos dos bons momentos que foram e aprendemos com os mais difíceis a sermos melhores...muito melhores....

Valter Ludwig Taliesin

Preciosa ela desce...
traz a necessária umidade,
o frescor, o refrigério...
Chuva, abençoada chuva...
Que tocam telhados e vidraças,
serena e calma, produzindo
sons de ninar...mesmo as torrenciais
tempestades, trazem uma vitoriosa
sinfonia que enche e preenche o ar....
Chuva, as lágrimas de amor da divindade
que exalam cura e benção onde passa e chega.
Valter Ludwig Taliesin

Ela corria enquanto chovia...
No coração as mágoas desciam
como em correnteza, levadas pela
chuva que caia ao seu redor.
Nada ficou a não ser um senso de limpeza
absoluta, livre de sentimentos, emoções que
já tiveram sua função e para nada mais prestavam
a não ser para serem libertos na chuva que descia,
escorria e tudo lavava para um novo tempo.
Valter Ludwig Taliesin


Sabe qual o segredo mais importante de sua vida? Aquele que tu revelas aos poucos para as pessoas, em carinho, compreensão, ajuda, toques curativos, presencial de luz e uma miríades de coisas não planejadas mas que saem de ti naquilo que descrevemos como...humor...ser misterioso(a) é um charme...concordo...mas isto não é sinônimo de alienação nem muito menos de má ação.
NÃO EXISTIU um ser humano mais misterioso e com um secreto segredo do que Jesus...e no entanto o quanto de luz ele não desnudou de si para todos os que o rodeavam sem contudo perder a aura de fascínio e mistério que despertava....
Valter Ludwig Taliesin

A voz é o canal que a alma deveria expressar suas riquezas interiores em um mundo fértil onde o que cai nasce...por não fazer isto é que estão a nascer mundo afora todas as pobrezas e indignidades que a visão turva dos humanos traz de si, daquilo que percebe do que lhes rodeia e lhes desperta os piores instintos. Dai vem as piores conversações, as maldições, as más canções, ou seja; tudo o que machuca, fere e que destrói uma vida e uma sociedade.


Valter Ludwig Taliesin

As duas faces da Mãe Divina; Vida e Morte, são um só Mistério evolutivo. Pelo seio da Mãe passam os que partem e os que chegam...em suma; SEMPRE é o seio da Mãe que faz nascer cá na Terra seres para a vida terrestre, através de seu ventre luminoso e depois os recolhe...de volta ao seu trevoso ventre mas eis aqui um Grande e Maior Mistério ainda; aos que vencem sua provas evolutivas o Anjo negro, face da Mãe Trevosa se torna em um túnel que vai eleva-lo a um patamar de Luz nunca vista se quer sonhada...e a Morte, simbolo de tantas desgraças para os "vivos" na Matéria revela-se de fato UNA com a face mais luminosa, que lhes sorri quando aqui encarnam; o lindo Anjo da Arte. O 13 e o 14 do Tarô são portanto a Mãe em dois trajes distintos para um Grande Propósito evolutivo e ascenso. Juntas estas cartas somatizam 27 que fatorado dá 9 o número da universalidade da vida e final de ciclo...o qual contém o 4 do 13 da Morte sendo simbolo do universo criado(água, terra, ar, fogo) e do 5 do 14 da Arte que é o próprio número do homem encarnado e que revela em si o quinto elemento universal: o Éter ou espirito.
Valter Ludwig Taliesin


Quando um livro é escrito, ele é impresso com o selo da alma que o escreveu e um pouco de cada alma que acreditou naquele projeto..depois, na medida em que for lido, assimilado, entendido, compreendido, por um pouco de cada uma destas almas também. Existem livros que edificam, livros que clarificam, livro que educam, livros que encantam, livros que informam, livros que divertem, livros que fazem o tempo passar e claro; livros perigosos, que abrem portais que assustam, que amedrontam e que nem todo mundo esta no ponto certo para os ler. Mas assim como quando o discípulo esta pronto o mestre aparece assim, quando o leitor esta pronto tais livros caem em suas mãos pois agora é o momento certo para enfrentarem o perigo de sua mensagem. Um livro por si nada é, mas temos que entender que nas páginas dele, energias foram despendidas para escrever, fazer e outro tanto para ler. Estas assinaturas astrais é que são significativas, não as meras palavras, por mais fluentes, reveladoras ou rebuscadas, quiça até toscas que sejam. Se há alma, se há entrega no processo, em algum lugar ele encontrará sintonia. Por isto, os governos totalitaristas morrem de medo de livros, de escritores e de leitores vorazes.
Valter Ludwig Taliesin


Sua mente mente quando seu coração esta ausente.
Somente mente e coração casados, juntos, conseguem
ouvir o fado das eras e neste a Voz que penetra suave...
as mais sensíveis almas do universo.
Suave sim, mas vibrante, esta Voz te convida,
te eleva, te coloca nos pontos mais sublimes
da inspiração, da elegia, da poemática, dos versos,
dos textos, das orações, das devoções, da fraterna
troca, do toque curativo, da alegre e calorosa acolhida
para abraçar o carente, e fazer diferente o usual que
todos fazem igual. Fazer diferente não é regra, mas
um toque especial de cada um quando ouve mais e
melhor a Voz que toca as cordas mais sensíveis de
sua alma.
Deus fala pela fala do humano que abre a boca
com intenção de puro amor e despeja sabedoria e
força curativa em todos que alcança.
Valter Ludwig Taliesin

Pontes que conectam...
Pontes antigas...
antigas pontes...
Fios que ligam lugares
e distâncias, pontos e
pessoas; estradas sob
abismos, caminhos sob
rios e mares, passagens
que trazem em si eras,
antigos tempos, gente
antiga de outrora...e quando
novas se preparam prazerosas
para serem o antigo dos dias
futuros que virão, com novas e
outras histórias...românticas,
dramáticas, decisivas, vitais,
pontes que contam a própria
História dos humanos e dos
tempos mais antigos onde
humanos e raças estranhas
se cruzavam em odes tamanhas
que o tempo marcou em restos
de pontilhões milenares.
Pontes que iniciam....
Pontes que findam...
Pontes imemoriais...
Valter Ludwig Taliesin



Universos de encanto...
encanto que toca almas...
Pontes e portais que se
abrem para caminhos
vastos de aventura...
vastos de possibilidades...
vastos de magia...
vastos de relações...
vastos de emoções...
vastos de vidas variadas...
vastos do Ser; pleno e
pulsante dentro de cada uma
destas formas de vida.
A alma alça voos por estes
portais, por estes pontilhões
universais e se percebe livre,
leve e solta para experienciar a
vida em toda a sua abundância
e exuberância. E tudo isto a eleva
para novos e mais profundos voos
em mundos e mundos de incalculável
luz e potencialidades de Vida e esta...
INFINITA...

Valter Ludwig Taliesin


Ela se viu diante do Mistério,
se percebeu una com o que buscava,
este buscar que não conseguia dar nome,
que não conseguia explicar a ninguém;
uma coisa tão íntima, tão dela e ao mesmo]
tempo tão vasta, tão gigantesca que tudo
e todos parece abarcar.
Ali, diante do luminoso portal, do portal
do mundo dos deuses ela se sentiu eufórica
e assustada, um frio estranho tudo percorria
em si, como uma descarga de energia elétrica.
Por estes portais, profetas e profetizas,
magos e magas, bruxos e bruxas,
sacerdotes e sacerdotisas,
humanos e mais que humanos adentraram
para nunca mais serem como foram antes.
Ela sabia disto, sabia que nada mais seria
como antes fora, e antes já fora uma estranha,
uma de quem os demais as vezes se esquivavam,
uma interrogação em forma de mulher.
Dela sabia que quando voltasse, SE voltasse,
o pouco que lhe conheciam, este pouco, nada
mais conhecido teria...e mesmo assim, ela adentrou
e fez-se um silêncio quase sem fim, quase sem
pausa, mas quando um som se ouviu, foi como se
a luz cantasse a sinfonia das matas, das águas e das
estrelas mais cintilantes dos vastos mundos de Deus(a).

Valter Ludwig Taliesin



VÍDEOS SAGRADOS

GANDALF - GANDALF



KARUNESH - SECRETS OF LIFE


PHIL THORNTON - TIBETAN MEDITATION

DAVID ARKENSTONE - HELL UNLEASHED

PAUL HORN - TRANSMISSIONS INSIDE THE GREAT PYRAMID - PART 1

MIKE OLDFIELD - THE SONGS OF DISTANT EARTH

STEVEN HAULPERN - DREAMER'S JOURNEY


Nenhum comentário:

Postar um comentário