Google+ Badge

domingo, 31 de julho de 2016

O CAMINHO DO SHAMAN...

" O Shaman, O Profeta, O Vidente, o Guru, o Iman, O Sábio, O bruxo, O Mago, etc... são os sustentáculos da alma comunal humana... tanto são canais quanto reflexo de tais sociedades. São canais porque manifestam o sagrado às mesmas. são reflexo porque estão neles o que vai na alma comunal... assim um fio invisível espiritual liga tais entidades aos grupos aos quais estão ligados."
Valter Luis



"O canto espiritual quando nasce no centro do coração opera milagres...o guia espiritual de um grupo, um povo, quando verdadeiramente "encantado" e "encantando" pelo mundo de lá trás para os seus as bençãos de todos os que lhe antecederam e abre caminhos para as bençãos dos que virão."
Valter Luis


"Seu espírito ancestral, seu totem animal, seu biotipo de alma e personalidade representado por uma figura dos irmãos e irmãs ditos "inferiores" pelos ignorantes da interação entre as manifestações de vida, tem palavras sagradas para te dizer hoje...vais ouvir?"
Valter Luis


" Ah! A fusão das almas!...A dança tribal!...O encontro entre destinos que entrelaçados perfazem uma colcha imensa e variada de sentimentos, emoções e sensações. Personagens que se tecem, que se evocam nos passos sagrados e nos cantos ungidos por vozes que dignificam o sagrado em si.. Se cada religião da Terra tivesse este senso de entrega ritual não haveria divisões sectárias violentas pois no fim todos se perceberiam OM(UM)..."
Valter Luis

"No Caminho...segue e trilha sua jornada...
Nesta esta a descoberta do Real sobre ti,
sobre tua estada aqui.
Não permita que o medo te domine...
Não deixe que ilusões te ceguem.
Foque no sagrado em ti e prossiga.
Pouco a pouco se descortinará ante si
o imenso caudal de potencialidades e
possibilidades que trazes no âmago de
teu Ser.
Ali todos os conflitos são resolvidos na
compreensão profunda da unidade da vida
e na unificação das energias como OM(UM)."
Valter Luis

"O Espírito que te anima é Centelha divina...
É Fogo que cria o mundo...
É Água que desperta potenciais...
É Terra que frutifica vidas...
É Ar que traz consciência...
É Éter que tudo permeia qual um
manto de luz revelando o que vai no cerne
do Ser."
Valter Luis

"Num nível dual a energia se divide, se ramifica, se multiplica e em muitos casos confronta-se e no confronto há fricção e nesta criação. É uma criação ainda que dolorida...gloriosa!... A águia e a Serpente!... Fogo e Ar!....Terra e Água! Simbolizam as duas energias: masculina e feminina...luminosa e escura...entretanto na figura de KUKULKAN/QUETZALCOATL/VIRACOCHA encontramos o mistério do Éter!... A Serpente emplumada!...a junção da águia e da serpente como OM(UM) mostrando que em um nível mais profundo as criações que realmente ficarão são as que MESMO nascidas em fricção descobrem na JUNÇÃO sua real qualidade. Que bom seria que tudo nascesse em Amor e Sintonia...mas assim AINDA não é. Portanto a atração e a fricção, muitas vezes em conflitos(dai nossa esperança que este atual duro momento dos humanos se revele criando de algo novo e bom!) e não somente no fogo passional...CRIA...mas tal criação carente é de descobrir-se Una e Viva neste OM(UM)...quando isto acontece um casal se torna SÍNTESE...um grupo se torna VIVO...uma união revela o verdadeiro propósito do viver."
Valter Luis


"A Roda da Vida, o Samsara segundo o budismo traz encarnação e esta sofrimento...segundo o judaísmo este sofrimento é o distanciamento voluntário do criado do Criador...segundo o cristianismo este sofrimento só se resolve no Cristo; o qual pela veia ortodoxa é apenas simbolizado no Homem/Deus Jesus Cristo e segundo o veio esotérico que tem neste(Jesus Cristo) o MANIFESTADOR da energia crística, é simbolizado no CRISTO EM SI...no islamismo a unidade divina é essencial para a percepção da vida como algo além do sofrimento e traz certeza para o fiel de que o mesmo NÃO É eterno...no paganismo a Roda é vista como a própria salvação!...A própria vida manifesta é em si a libertação do ser que sofre - NA VIDA ATRAVÉS DA VIDA - para uma nova percepção consciencial...no hinduísmo esta percepção libertadora do sofrimento é o próprio Deus em si no final das contas... é Brahman no Ser como Atman...percebam que no fundo todas as tradições trazem uma contribuição profunda sobre o sofrimento, a vida e o viver...as contradições são apenas e tão somente a limitação humana entre o perceber do problema...a compreensão do problema e a interação do que realmente precisa ser feito para que o mesmo seja saneado. E é aqui que mora infelizmente TODAS as cisões e guerras religiosas."
Valter Luis

"O(A) guerreiro(a) da luz não é movido pelo ódio, pela violência inata, pelo horror à escuridão...ao contrário; ele(a) usa a escuridão como um manto...se alia ao seres da noite, recebe em si o banho do luar e o cintilar das estrelas para vencer os inimigos da evolução das almas.
O(A) guerreiro(a) da luz é filho(a) do(a) Sol mas é amante da(o) Lua!
Ele(a) vê em si o material que cria o mundo tanto no luminoso quanto no escuro, tanto no ardente e radiante quanto no escuro e envolvente.
Ele(a) percebe em si, dentro de si, e através de si as estações que vem e que vão; sabe quanto ficar e quanto sair... sabe como silenciar e como falar...sabe quando aquietar e quando agir.
HOJE é seu tempo sempre...ONTEM são as tradições que alimentam sua alma e AMANHÃ o sonho que idealiza e realiza no HOJE o mundo que tando quer para si e para os demais...contudo sem nada impor...apenas manifestando energias e deixando as mesmas atrair para si aqueles(as) que consigo poderão fazer desta esfera uma esfera de Vida e Encanto."
Valter Luis


"Na Iniciação não há falhas nas iniciações...se houver falhas há no iniciado...e NENHUMA falha é impossibilitadora "eterna" da Iniciação mas pode trazer à tona sombras que precisam ser tratadas e então o tempo se escoa...se esvai e talvez uma vida não seja suficiente para que as mesmas(as iniciações da Iniciação) se manifestem. Entretanto...
SEMPRE É TEMPO NA INICIAÇÃO DE INICIAR!
Sempre é tempo de recomeços...pois no fundo tudo é começo e o meio e o fim encontram nele o germe de ser e se fazer.
Mãos à obra; NUNCA é tarde demais se tu sois...alma com potencial imortal e eterno!"
Valter Luis


"Tu Shaman(isa)...
Tu Profeta(isa)...
Tu Vidente...
Tu Mago(a)...
Tu Bruxo(a)...
Tu Iniciado de todas as ordens e orbens deste Universo Local.
Tu que te encantas com os mundos interiores, tu que te elevas com a poesias, as prosas, as trovas, as canções e a mítica dos grandes feitos e efeitos nascidos de causas poderosas...
Tu que olhas com olhar sonhador os portais mais além...
A ti digo-te:
NADA TEMAS!
O que determinares aqui com Fé e Consciência de Ser nascidas da profunda reflexão interior se fará Realidade em ti e através de ti!
NADA TEMAS!
Teu destino esta traçado por régua e letra dourada nascida em ti, no profundo senso de SER que reina no centro de teu peito!
NADA TEMAS!
Descansa o olhar cansado na Paz reinante em tua alma e prossiga!"
Valter Luis


"A concentração traz a percepção do momento certo do agir.
E então toda ação será fruto da Sabedoria Divina pois Ela
manifesta-se neste verdadeiro ritual da alma em ouvir.
Aquele(a) que trilha o Caminho como Iniciador(a) de almas NÃO PODE jamais perder o fio da meada destas coisas. NÃO PODE jamais descuidar de si e da forma de agir pelo Ser em si sob pena de atrair para si os efeitos dos defeitos coletivos daqueles(as) que iniciastes no Erro. Caminhe seguro(a) de que Deus(a) em ti é uma Realidade que se Manifesta...e nisto estará tua segurança....nisto e na absoluta sinceridade com que buscas e te entregas à Obra..."
Valter Luis


"O Olho da Percepção...
Sem Ele não há Obra,
sem Ele não há Revelação.
Nele vesse um Universo nele
contempla-se portais para Multi-versos.
Ilusões fenecem ante seu fogo purificador,
imagens sombreadas se tornam mais claras
do que o dia e tudo se conhece e se sabe.
Daquele Ponto onde Ele esta e se manifesta
corre o Rio da Vida e a alma se percebe unificada
com todas as coisas e todos os seres.
Falar das obras do Olho é tecer a Teia da Vida
com o poder da Palavra ungida...e então como
jóias, cada uma delas criam ponto por ponto
as interações deste imenso manto nada emaranhado
mas totalmente unificado no Imperecível."
Valter Luis


"Os Deuses e as Deusas são realidades interiores dos humanos.
A partir desta percepção não existe politeísmo nem monoteísmo...o que existe é o senso absoluto do sagrado que toma máscaras para se expressar no mundo.
Deus(a) único... Deus(a) múltiplo são esfera e ondas de expressão e manifestação...é o quantum em sua notória luminosidade manifesta na escuridão potencial quando o(a) Observador(a) esta apto para ver...tanto a partícula(único)quanto as ondas(múltiplo)...
Tomando nas mãos a Criação o(a) Observador(a) realiza este Deus(a) de forma absolutamente única mas também multifacetada(percebem a ALQUIMIA ?) pois mesmo tendo grau de originalidade(EL) a Criação tem graus de multi-facetas(Elohins)... Há O NOME e há OS NOMES pelo qual Deus(a) se revela em tons diversos para compor a Eterna Sinfonia....cores diversas para criar a Imagem unificada pelas diversas partes multicoloridas.
Neste senso de Ser não há conflito e quando houver FORA de si, tem o praticante A ARTE do seu lado para transmutar as energias(Deuses e Deusas) revelando o cerne único das mesmas(Deus/a)...OM(UM) REALIDADE!"
Valter Luis



CANTO XAMÂNICO 









Nenhum comentário:

Postar um comentário