Google+ Badge

terça-feira, 16 de agosto de 2016

O FIM DA ESCRAVIDÃO - A LIBERTAÇÃO DA TERRA - PROSA E VERSO...



Eu me entrego ao mistério...
Me deixo levar e penetrar nas águas profundas...
Ali onde há encontro com o melhor que há em mim,
o melhor que há na vida...o melhor e o mais surpreendente...
A surpresa de perceber-se uno com a vida, uno com todas
as formas vivas, uno com Deus em todo o seu esplendor.

Nossos corações clamam por mistérios...
Nossas almas clamam pelo Encontro...
Nosso dia a dia vibra diante da expectativa da aventura
sagrada de Ser e se descobrir fazendo o melhor nesta vida.

No fundo ninguém quer ter uma vida fútil...

Mesmo o mais simples dos mortais quer que sua simples
vida tenha para si contentamento...

Nenhum sofrimento é aceito facilmente...por isto precisamos
enxergar nos mesmos algum sentido ou ALÉM deles ver
algum sentido em algo, alguém, alguma coisa para que continuemos,
para que prossigamos nosso caminho em meio as lides da vida.



Por isto a escravidão é a maior das dores, a maior das mazelas,
o maior dos crimes...tão tremendo quanto matar alguém pois
tira-se o direito à vida como o assassínio.

Tanto os que foram feitos escravos quanto os que se fizeram
escravos padecem do mesmo sentido de morte que toca uma
alma que vê seus dias na Terra interrompidos abruptamente.

Os que o mundo torna escravos, desde que o mundo chama-se
mundo, perdeu-se as contas nas brumas do tempo.

Alguns humanos desumanamente tornaram outros serviçais de si
mesmos pelo mero capricho de achar-se melhor que os demais!

Entretanto existe um outro tipo de escravidão...aquela em que
as almas se entregam aos vícios, às dependências, aos controles
das químicas, dos entorpecentes, dos desejos descontrolados,
das manias, dos medos, das emoções, dos egoísmos avassaladores,
da covardia, do nanismo espiritual, da pequenez das ações,
ou pior; do hediondo das mesmas.

A escravidão é o cordão cármico/negativo que une tirano
e tiranizado; seja este o ego sobre a alma seja de humano
para o humano ou de entidades outras.

A escravidão é o que nos faz um planeta em quarentena
espiritual a milhares de anos...um planeta descrito como
"vale de lágrimas", 'prisão", "de expiação", "escola" por
diversas correntes religiosas, mas que NÃO ERA ASSIM!

O que aconteceu?

Nós acontecemos!



Muitos apontam para escravistas de fora da Terra, para
deuses decaídos, para monstros devoradores de almas,
para sedutoras serpentes, para gigantes e cruéis annunakis, 
para Dragões do caos enfim; muitos fixam-se no externo
mas a verdade é que não somos inocentes...em algum 
momento nossas vibrações atraíram os escravistas, em
algum ponto nossas escolhas destoaram de nossas almas,
privilegiaram nossos olhares externos, nossos desejos
personalísticos e isto fez abrir portais para dimensões
de entidades que caíram nesta mesma armadilha antes
de nós e se tornaram vampiros cósmicos...extremamente
poderosos mas decaídos...este é o problema da escravidão;
existem os que se tornam senhores e os que se tornam servos.

E assim eles se tornaram nos senhores e nós, os humanos,
nos vimos dominados pela mais cruel das servidões deste
universo local a ponto do Senhor de Nebadon de forma
extraordinária, primeiro enviar diversos emissários de luz
aqui e depois vir Ele mesmo, algo nunca visto até então,
para quebrar este diabólico círculo vicioso...

Ele penetrou de mundo em mundo...descendo...assumindo
em cada mundo sua capa e vestimenta...de ninguém foi
percebido ou conhecido em seu descenso; assumiu o corpo
dos humanos, e nada davam por Ele...parecia um qualquer...
apesar de despender de si tanto amor e poder...nada acenava
que era Ele...nada dizia que aqui Ele estava...até ser tarde
demais para os escravistas...quando deram por si uma luz
radiante partiu da Terra, estraçalhou véus...abriu caminhos
e os escravistas descobriram-se nus e perceberam que lhes
restava agora pouco tempo...por isto seu desespero, sua
necessidade de nos fazer ignorantes do que somos, do que
o Senhor de Nebadon e cada um dos grande avatares de luz
vieram nos trazer e revelar...QUE SOMOS!
A arma deles é nossa ignorância; quando uma alma acorda 
e se liberta é para eles como uma ferida na pele... 
O tempo deles é escasso agora...estão desesperados...estão
usando de mais violência, mais filtros ilusórios do que usaram
até agora porque o máximo de almas que puderem aprisionar
e levar consigo quando daqui forem escorraçados será
para eles de menor derrota!



Assim a escravidão esta aqui com os dias contados!

TODOS OS TIPOS DE ESCRAVIDÃO ESTÃO A CHEGAR
AO FIM E TODOS OS QUE FORAM FEITOS OU SE FIZERAM
ESCRAVOS ESTÃO A TERMINAR AQUI SUA JORNADA!

Aqueles que descobrirem em si o Cristo vivo estarão livres e
se tornarão canais de liberdade para os demais...quantos mais
puderem tocar e contatar...os outros os que continuarem cegos
à grandeza que reina dentro de si, estes não mais aqui serão 
permitidos habitar e partirão daqui com seus senhores para 
continuarem seus dramas e encenações em outras paragens
mais atinentes com suas cristalizações egoicas, pelo menos
até que esta Ronda Evolutiva se complete! Depois...
Bem, isto é uma OUTRA História para um outro momento...
Só dizemos que DEUS A NINGUÉM OBRIGA UNIFICAR-SE
COM ELE...mas Ele tem A LEI das Rondas Evolutivas em suas
mãos...tempos e estações...início...meio e fim...e cada entidade
consciente deve FAZER por merecer SER UM com Ele no SER.
A imortalidade assim vejo como conquista das consciências
e não como algo NATO para tudo e todos!Só se torna algo
intrínseco às consciências quando estas atingem a unidade
com o Ser em Si mesmas!



Vibrem...alegrem-se amantes da Liberdade...

A escravidão esta com seus dias contados!

Em Amor e Luz...

Valter Luis...

Musicas Sagradas












Nenhum comentário:

Postar um comentário