Google+ Badge

sexta-feira, 28 de outubro de 2016

MEDITANDO NO DIVINO ATRAVÉS DO CANTO DO SENHOR -



No Mahabharata... mais especificamente; no Canto do Senhor, o Bhagavad Gita...Deus revela-se em todas as suas nuances e cores... ACIMA das dualidades mas ESTANDO em toda ela...estando na Luz e nas Trevas mas SENDO A GRANDE CONSCIÊNCIA ACIMA DELAS...
O Demiurgo Criador não é maligno mas tão somente uma percepção de nosso olhar sobre a Criação...o Senhor em verdade
tece o Canto conforme a compreensão humana...não há contrastes, não há maldade ou bondade, não há baixo ou em cima...há somente Percepção...tanto dos guerreiros que matam-se no grande campo de batalha ao lado(ou à frente) cumprindo o Dharma através de seus carmas, quanto daquele que alça-se mais além, acima daquela dor, de toda aquela Matrix horrenda, para um olhar mais amplo...além do dual. Arjuna é convidado por Krishna para este olhar...como o Espírito a convidar a Alma à bailar além do baile tétrico das personalidades. De início conflitua em si...chora, revolta-se; não consegue compreender todo aquele ir e vir de energias....tanto puras quanto desqualificadas...tenta demonizar um lado e divinizar o outro...no entanto é levado SIM a perceber o Dharma como a Lei da Vida mas a não demonizar nada, ainda que tenha que "combater o bom combate" contra quem, em falha de percepção desqualifica as energias. Ali naquele campo de guerra entre irmãos e irmãs ele se percebe UNO com eles num ponto muito além do invólucro físico e percebe que toda a ilusão dos sentidos, que causa imensa dor, é fruto da má compreensão dos humanos sobre o divino em si morante e presente em todas as coisas pois ao demonizarem o Demiurgo e enaltecerem um Deus somente transcendente perderam a percepção deste transcendente nas entranhas da própria vida e dos viventes. Por mais Matrix que enxerguemos a vida, por mais que detectemos os usurpadores do Dharma nela, NÃO PODEMOS PERDER DE VISTA O ESSENCIAL...
DEUS É UMA REALIDADE EM E ALÉM DAS COISAS MANIFESTAS!
E portanto basta a mudança de percepção consciencial para se perceber o divino em tudo e em todos e com isto afastar os nefastos, talvez até converte-los em aliados do Dharma...e com isto recriarmos o mundo todo.
O Gita é toda uma revelação de que o Transcendente esta presente no Demiurgo Criador, como um Grande Ponto Divino Consciencial e cada um percebe Nele o que se permite perceber mas somente o APREENDE quem der um passo mais além e se fazer como Arjuna, um discípulo do Espírito...e vencer sobretudo suas próprias limitações interiores em transmutar EM SI antes de fora de si, aquilo que precisa ser transmutado, liberto, renovado...neste sentido a GRANDE GUERRA acontece em duas esferas na narrativa; DENTRO E FORA DE ARJUNA... mas DEUS tem que ser visto e antevisto em todo o processo para que se perceba em e além do aparente o que é REAL E VERDADEIRO....Não dá como fazem muitos, para demonizar a matéria e endeusar o espírito sob pena de perder Deus revelando-se em e além de todas as coisas.


Valter Luis Taliesin

VÍDEOS SAGRADOS

GOVINDA - MANTRA -













Nenhum comentário:

Postar um comentário