Google+ Badge

segunda-feira, 10 de outubro de 2016

UNIVERSO INTERIOR - O REINO DO OLHO DO HÓRUS -

Os tempos e as estações está a passar. O Rio da Vida segue seu curso, sua espiral; como escada de Jacó onde descida e subida são o circuito das eras. Há contudo um Ponto, um Centro, onde tudo converge e se tornar OM...
Valter Luís (Taliesin)


Bem maior não há do que uma consciência tranquila...ela é o resultado de emoções, desejos, sentimentos, pensamentos, palavras e ações coesos com A FONTE...
Valter Luís(Taliesin)

Na noite nossas carrancas abrem-se e a verdade do que estamos a ser, podemos ser e somos em verdade aflora em sonhos, pesadelos ou insônia...boa noite...bom descanso e bons sonhos.
Valter Luís (Taliesin)


A dor da alma não pode ser mascarada ou falsificada por paliativos quaisquer. Quando a alma dói é porque nós enquanto ego/consciências estamos a fazer e a vivenciar escolhas bem distantes de nosso mais profundo anelo.
Valter Luís(Taliesin)


Os olhos da Alma debruçam-se sobre o cenário que se lhes descortina e quanto mais for sua disposição em caminhar maiores serão as possibilidades que se descortinam ante ela, pois os olhos enxergam até onde tua Alma diz: "Eis-me aqui"...
Valter Luís (Taliesin)

Os Mistérios e a Revelação caminham de mãos dadas. AMBOS estão dentro de ti e a Inteligência manifesta uns através do Conhecimento e a outra através da Sabedoria. Mas há um fio Sagrado que tudo liga; A Consciência e sua evolução/revolução.
Valter Luís (Taliesin)

Tinha-se conseguido a agenda mas onde estava a disposição?
Muitas vezes sabemos o que deve ser feito; o que nos falta contudo é aquele algo mais que desencadeia o processo.
Sem este 'algo mais' impérios foram perdidos, reinos foram destruídos e vidas simplesmente perderam a razão de ser.
Valter Luís Taliesin


A alegria de perceber-se Eterno é a mesma para a Mulher e Homem Sagrada(o) que percebesse finito... pois seu olhar está naquilo que em si é Eterno e que usa de sua finitude momentânea para revelar as riquezas de sua Alma com este Eterno nas ondas revoltas desta aventura dos sentidos tão necessária para que A Grande Obra...A Grande Síntese...seja Real...
Valter Luís Taliesin



Estes são tempos desafiadores. As coisas que temos que enfrentar contudo são velhas conhecidas da humanidade. A diferença está na quantidade e na intensidade.
Valter (Taliesin)

Um segredo sussurrado aos ouvidos de muitas(os) iniciadas(os) no tempo presente é um enigma daqueles: 'decifra-me ou te devoro'...
E este é: ' O TEMPO ACABOU E...O TEMPO NUNCA ACABA...' quem tem olhos para ver e ouvidos para ouvir saberá do que fala tal segredo sussurrado... 'do que acabou e do que permanece' e digo; nem sempre todas as conclusões vão ter a mesma cor e textura mas no final tudo fará e dará sentido para estes(as) que mudarão suas vidas para sempre.
Valter Luís Taliesin




Das melhores coisas que possamos fazer na vida talvez a mais significativa seja olhar com carinho e afeto para nós mesmos... para nossa história de vida, como experiência; para o presente atual, nosso palco, nossa cena no aqui e no agora; e para o futuro … a tela que ainda iremos pintar, com fé e segurança de que tudo está bem.

Valter Luís (Taliesin)

As colunas do Templo de Salomão se erguem majestosas ostentando o lugar dos mistérios em ti. Não existe Templo externo que não seja reflexo do interno e Deus ou Diabos são consequências vibracionais dos adoradores. Existem templos erguidos pelos homens em nome de Deus que em verdade são casas de espíritos maléficos pois quem santifica um lugar é a INTENÇÃO E A VIBRAÇÃO dos que ali cultuam...
Valter Luís (Taliesin)

Os mistérios do universo quando te encontram não respeitam teus pudores. Entram quais redemoinhos de luz multifacetada e NADA que não seja REAL permanece.
Valter Luís (Taliesin)

No baú das frustrações ela encontrou um portal para a mais poderosa das magias...A ALQUIMIA... Dentro de si, de seu coração, este baú de tantas dores, ela viu surgir e brilhar a mais pura das jóias.... A Grande Síntese...
Valter Luís (Taliesin)

Tudo tem seu preço... MAS...nem sempre nos convém certos preços por prazeres tão efêmeros. O preço mais em conta é aquele que pagamos pelo que não perece mas torna-se imortal.
Valter Luís(Taliesin)



DAN GIBSON

 







Nenhum comentário:

Postar um comentário