Google+ Badge

sábado, 10 de dezembro de 2016

PROSAS E POEMAS DE SAGRAÇÃO DA VIDA

Deus nos fala quando nos encontra em silêncio. 

Sofia de Melo Volante



Deus não está aí para realizar o que você quer mas para o que você precisa!
O que você precisa que Deus faça na sua vida? A gente não sabe responder, porque estamos ocupados demais em dizer o que queremos.


Sofia de Melo Volante


Você deve transcender o seu ego
e descobrir o seu verdadeiro ser.
O verdadeiro ser é a parte permanente,
a parte mais profunda de você.
É sábia, amorosa, segura
e cheia de alegria.
 


Sofia de Melo Volante


Tenho defeitos, erro e às vezes falo coisas das quais depois humildemente me arrependo.
Quero que alguém apareça e me diga que não existe neste mundo um ser humano que nunca errou, pecou ou não disse algo no qual depois se arrependeu.
E se um dia isso acontecer eu então direi a todos que quiserem ouvir que eu sou especial ou então não pertenço a este mundo e pedirei perdão e desculpas aos que por mim passaram e foram de alguma forma ofendidos.


Sofia de Melo Volante


É preciso fluidificar de Luz Divina e Cósmica, colocando na corrente cósmica para emanar e direcionar todos os pensamentos divinos e cósmicos para todos, de todos os planetas e dimensões, inclusive para os aflitos e necessitados, vagantes, perdidos e todos os seres viventes.


Sofia de Melo Volante


O homem não precisa de uma experiência mística para saber que o mundo é bom. Basta perceber as coisas belas e simples que existem à nossa volta: ver as gotas de chuva escorrendo pela vidraça, acordar de manhã e descobrir que o sol brilha, escutar alguém rindo. Agindo assim o mundo deixa de ser uma ameaça. Passamos a nos dar conta de que somos capazes de notar o milagre da vida e aceitamos a sensibilidade e o amor que existe em nossa alma. Se formos capazes de ver o que é belo é porque somos também belos já que o mundo é um espelho e devolve a cada homem o reflexo de seu próprio rosto.


Sofia de Melo Volante


Sonha...

Deixa a luz lá fora... Deixa o medo com o escuro...
Deixa os receios juntos da ponte para que o vento os atire de lá abaixo...

Esquece os gritos que te sufocam a alma, o nó na garganta que te impede de respirar em pleno...
Sonha... Sonha com a liberdade... Sonha com o infinito...
Sonha com o impossível, porque apenas é impossível enquanto não lá chegares.

Vá, fecha os olhos, respira fundo e sonha...

É nesta simples características que nós, humanos, nos conseguimos parecer com os deuses... No sonhar e na ambição...

SONHA!
MUITA PAZ.


Sofia de Melo Volante


Perdoar pelos erros cometidos...
Entender atitudes por outrora incompreendidos...
Assumir culpas e defeitos...
Valorizar pequenas vitórias que pareciam sem importância...

Nada disso aconteceria se não houvesse os altos,
Os baixos, as curva, e também, por vezes as quedas...
Nada eh por acaso... Nenhum sofrimento é todo mal...
Basta mudar o foco... tudo é válido...

Então experimente tirar os pés do chão,
Suba, desça, gire, fique de ponta cabeça, perceba, escolha...
O que vai acontecer depois?? Não sei...
Mas não custa nada tentar para ver,
e começar a enxergar de verdade a vida.


Sofia de Melo Volante


Você já se arrependeu de, em determinadas circunstâncias, não ter tomado atitudes que viessem, de alguma forma, melhorar sua vida?

Todos nós, quando fazemos exame de consciência, lembramos de vários agoras que foram perdidos e que não voltam mais.
Que o arrependimento de não ter tido, não ter sido, não ter feito, não ter aceito, costuma ser doloroso e profundo.

Na realidade, o que nos impede, na maioria das vezes, de ter o que queremos, ser o que sonhamos, fazer o que pensamos e aceitar com o coração é a ousadia que não cultivamos.
A ousadia é, geralmente, escrava do medo...

Quantas vezes perdemos a oportunidade de sermos felizes, pelo medo de ter ousadia de amar;
Medo de ousar porque o objeto do amor era mais bonito, mais alto, mais rico, mais jovem, mais culto...
E aí, o tempo passou e o agora também.

Quantas vezes perdemos a oportunidade de realizar um grande sonho, por não termos coragem de ousar, de arriscar deixando para depois ou para mais tarde o que deveria ser naquele agora?
Quantas vezes não pronunciamos, no momento oportuno, as palavras que gostaríamos de dizer, pelo medo de parecermos ridículos e imaturos?
Quantas vezes ficamos por medo de partir?
Quantas vezes partimos por medo de ficar?
Quantas vezes dizemos baixinho o que na verdade gostaríamos de gritar?
Quantos agoras perdemos esquecendo que o risco pode ser a salvação de muitas alegrias de nossas vidas?

O medo que nos impede de ser ousado agora, também está impedindo você de perceber a linda pessoa que poderá ser...
Não deixe que os momentos passem.



Sofia de Melo Volante



Quando você olhar a sua volta e achar que o mundo se perde em confusão, que os homens se agridem e se destroem em angústias, olhe para dentro de você;

Lembre-se que sua vida não está lá fora, não depende do que você ouve, mas do que está na sua consciência.

O mundo dos outros não é o seu mundo, a menos que você contribua para a degradação e confusão externas e comuns a muitos setores.

Quando olhar à sua volta e só enxergar problemas, busque sua verdade interior, trabalhe os valores que já construiu e a sua sintonia com Deus.

Expresse o melhor de você, pois o mundo é o resultado do que irradiamos e manifestamos, do nosso esforço ou nossa preguiça nossa nobreza ou nosso desajuste.

Quando a descrença povoar seu coração e você vacilar, sofrer e chorar, é porque sua hora de renascer internamente chegou e pressiona você para não mais adiar sua busca de Deus.

Pare então de olhar só para fora e de se impressionar com a propaganda, com que os outros dizem sobre atualização, libertação ou modismos. Olhe demoradamente sua consciência, sua harmonia interna; indague-se, faça
silêncio para que a verdade brote natural.

Há um ponto de luz em seu interior que pode desfazer todas as sombras e dúvidas.

Busque o fluir da luz. Que importa se muitos se enquadraram num sistema egoísta e amargo?

Comece você a iluminar, a modificar, a permitir que a paz flua através de você.

Deixe que a fonte divina jorre sobre tudo. Comece agora.

O esforço próprio é a mola do verdadeiro crescimento humano, é nele que está o germe da vitória. Não creia nunca no sucesso fácil, na vitória sem luta.

Cada um se constrói ou se destrói, se arma, se fortalece e se conquista, ou deixa passar sua hora de crescer e de aperfeiçoar-se.

A mente nos oferece mil opções, escolha o esforço correto para as conquistas definitivas, ninguém pode fazer por nós o caminho.

Trabalho, desinteresse pelo supérfluo e concentração no definitivo eterno são as armas e as portas da libertação.

A cada hora você é chamado, é desafiado para se definir, para aprender nova lição, para expandir a consciência da conquista da paz e do amor a DEUS e ao próximo.



Sofia de Melo Volante


Musica Sagrada


FAUN - GAIA




LOREENA McKENNITT - THE MUMMER'S DANCE


EMERSON, LAKE & PALMER - STILL YOU TURN ME ON


SARAH BRIGHTMAN - MOMENT OF THE PEACE - COM AMÉLIA BRIGHTMAN E CORAL GREGORIANO








Nenhum comentário:

Postar um comentário