Google+ Badge

sábado, 18 de fevereiro de 2017

EU E O TEMPO - O TEMPO E EU -




NOSSOS RASTROS PERDIDOS E ESQUECIDOS PELA MENTE COMUM NO RIO DO TEMPO SÃO CONTUDO O QUE NOS PRENDE OU NOS LIBERTA PARA UM NOVO RAIAR DE DIA.
ACORDAR, TRANSMUTAR E TRANSCENDER BEM E MAU FEITO É A GRANDE CIÊNCIA DO SER...IMORTAL E ETERNO!

Valter Luís


EU E O TEMPO - O TEMPO E EU

Eu devoro o tempo mais que o Tempo me devora...

Aliás; dou a ele a impressão que devora, que vence, que envelheço, mas dentro sou cada vez mais e mais jovem.


Ele olha por fora e vê seus 'estragos' nas linhas e nas curvas que ele pensa estar impingindo à mim, mas mau sabe ele que simplesmente pego o que me dá e no cadinho sagrado transmuto isto em energia que remoça cada vez mais minha alma, meu coração e minha mente; abençoando até meu ego cada vez menos renitente.


Tudo isto porque não foco nele, não aceito sua tirania, não observo suas leis. Sou um Ser fora do Tempo e do Espaço que provisoriamente usa o espaço/tempo para cumprir um propósito que para o Tempo é puro mistério.


Nele, no propósito, neste plano sagrado, não há diretrizes que o Tempo leia e decifre, ele não consegue. E assim dou-lhe a ilusão que vence, que me corrói, que se alimenta de mim, mas sou Eu que o devoro, sou eu o São Jorge que pisa no Dragão do tempo.


Ficarei aqui mais alguns anos brincando de esconde com ele, fazendo com que se sinta o deus que intenta ser, o absoluto que projeta em si mesmo, e quando ele nem bem esperar dou-lhe uma rasteira, pulo fora Dele e do espaço e levo comigo tudo aquilo que 'roubei' deles e eles nem perceberam. E dai usarei isto para criar além do espaço/tempo um universo de possibilidades que o devorará definitivamente de lá...sugando-o, escoando-o, chupando-o e quando ele acordar deixará de ser o que é, e terei vencido sua tirania para sempre.


Outros e outras como eu estão a fazer o mesmo, estão a devorar-lhe a partir da cauda, sugando-o, devorando-o, enquanto passam-lhe a imagem de que vence e são estes que conjuntos e unificados no Não Tempo lhe darão futuramente o golpe mortal; futuro este que já existe num presente além das suas malhas e que ele sem imagina que lhe espera para findar-lhe o reinado.


Imortalidade e Eternidade aqui e agora é o que Vivo e Eu Sou e ele nem sabe e nem percebe isto. A morte? Ora, nem ela sabe; mas é só uma carruagem para mim e outros que como eu vem e vão daqui quando terminam o que vieram fazer. Numa nebulosa ilusão ela também sonha que é tirana, mas como o tempo seu irmão e aliado, esta com seus dias contados.


Sou imortal, sou eterno!!! E todo(a) aquele(a) que descobre esta verdade em si venceu os 3: o Espaço que também se acha absoluto e detentor do direito de reter almas - mesmo quando se entende e se vê como umbral, purgatório, inferno ou até céu, pois até mesmo o mais belo dos céus não passa de pura maia -. o Tempo e seu rio que parece interminável e não navegável e a Morte com sua presença fria e intimidativa se achando a grande rainha da noite.


Já os venci, e muitos fizeram o mesmo...é questão de...tempo, SIM...questão de usar o que peguei deles mesmos...E EM DEUS(A)...SER UM SÓ SER COM O OCEANO DA VIDA!!!

Paz e Bem

Valter Luís

VÍDEOS SAGRADOS

Across The Universe - Beatles

Time - Pink Floyd

Child In Time - Deep Purple

Wrapped Around Your Finger - The Police

Stairway To Heaven - Led Zeppelin





Nenhum comentário:

Postar um comentário