Google+ Badge

quarta-feira, 31 de agosto de 2011

PÉROLAS DE AMOR





Escolhi esta imagem porque reflete a universalidade do amor a que quero me referir. Um casal e a Natureza conspirando ao redor...reparem que no centro do coração de nuvens no céu vemos sombras, imagens de pessoas e simbolos....lindíssimo!





Fonte: Imagens Google.






O Amor é o próprio cerne curativo da raça humana...


Amando nós entendemos a mecânica da vida universal...


Amando nós nos tornarmos doadores e recebedores naturais das energias da vida presente em todos os seres vivos...


Amor implica em dar e receber...não é um processo vampiresco mas simbiótico...


Quem ama não perdoa pois simplesmente quem ama não tem de que se magoar...


Quando nos magoamos contudo não é porque não amamos é porque não damos vazão plenamente ao amor que esta dentro de nós...


Amar implica em ver no outro um outro você...as coisas que te ferem ferirão ele ou ela, as coisas que te enaltecem enaltecerão ele ou ela e vice e versa não é uma estrada de mão única mas um extenso caminho de ida e volta que se torna eterno e ilimitado não pela distância mas pelo conteúdo que faz o processo de ir e vir...


Amar implica ser Deus por alguns instantes de nossa existência pois quem realmente ama esta livre de toda limitação dos sentidos e do espaço/tempo...


A Lei do Amor de fato não existe apesar de muitas vezes para exemplificação usarmos este termo pois tudo que se torna legal trás em si os contornos da formatação,da descrição e o amor é simplesmente incomensurável...


Quando entendemos que existe a Lei da vida, a Lei de Deus é porque entendemos que regras estão sendo percebidas na condução do universo mas estas regras tem a ver com a Lei da Causa e Efeito, do Carma e do Dharma...com a Justiça sagrada Divina....o Amor esta além de tudo isto e cada uma destas leis recebe um pouco de sua Presença...não toda a sua essência...
Entretanto no mistério inextrincável que é a Presença Divina no Universo nenhum adorador da Divindade de verdade perceberá uma destas leis sem o conteúdo contemporizador do amor ...


Deus em sua infinita bondade e amor criou as regras e as leis da vida não para castrar os humanos mas para guiá-los seguramente para o caminho que convergirá no Reino de seu amor...


Igualdade, Liberdade e Fraternidade são 3 palavras clássicas e sagradas que definem as relações humanas mas a liga divina que as une e faz com que interajam plenamente é o Amor....sem ele como já tivemos oportunidade de ver é impossível que estas 3 palavras por si mesmas construam uma sociedade  igualitária , fraterna e livre na Terra...


Ser Livre é amar a vida de tal forma que você não cria travas para si nem para ninguém mas por amor respeita o direito e os limites seus e dos outros na jornada da vida...


O caminhante da vida que não conhece o amor é como um peregrino em Terra seca e árida sem um cantil de água e sem nenhuma expectativa de ver algum oásis no horizonte...


Moisés o doador da Lei apesar de tudo o que sabemos dele era um homem de amor....pois só um homem de amor se colocaria a si mesmo e sua casa contra a destruição de toda a casa de Israel , entretanto seu amor ainda não era pleno pois não abarcava o mundo inteiro e todos os humanos nele...
Mesmo que entendamos que ele foi um agente do Carma universal fica contudo a lembrança de um amor mais racial que humanitário na figura do grande legislador...


Jesus Cristo o doador da Graça é contudo o máximo exemplo que temos do Amor irrestrito e operante no mundo pois não só abarcava os perdidos da casa de Israel quanto se revelou progressivamente uma missão universal...para todos os povos e raças do mundo de todas as épocas...a aparente contradição que se vê contudo em textos como o da mulher sírio-fenícia é mera lição moral que o mestre aplicou a ela e a seus seguidores desaguando na declaração explícita no final das contas de que o amor divino não tem e nunca terá fronteiras religiosas, raciais ou nacionais, basta ver como progressivamente o mestre vai tratando destes casos preconceituosos nas parábolas e em suas atitudes subsequentes com o centurião romano e a samaritana...


Amar implica libertar-se do estado do achismo e penetrar no reino do conhecimento e da sabedoria...


Amar é o bálsamo que cura todas as dores e exterminar todas as doenças terminais que corroem a humanidade...


Toda a condução de nossas vidas esta sob os olhos de infinitas testemunhas; algumas nos julgam, outras nos aprovam, para outras somos indiferentes, mas Deus apenas nos ama....infinitamente...


O verdadeiro amante jamais vai se sentir dono da pessoa amada; no máximo seu parceiro nunca seu dono...


Levar adiante um caso de amor é levar adiante uma ilusão. Não existem....'casos de amor'  o que existe é o encontro de almas que se afinam, se conectam e a união de corações afins, o resto é romance barato que se vende aos borbotões para pessoas que privilegiam mais o sensual da vida que o interativo real e pleno...


O sexo sem amor é desejo e prazer e não podemos julgar quem se satisfaça só com ele, cada um tem seu caminho evolutivo a seguir....mas o sexo com amor é o próprio manifestar do Deus e da Deusa na Terra dos viventes e beneficia não só as almas que se amam mas toda a sociedade em torno delas...


Libertar-se do julgamento é libertar-se da condição de suposta perfeição em relação aos demais....quem verdadeiramente é perfeito... não julga; vê, analisa, guarda tudo no seu coração e procura fazer diferente para ser exemplo e não voz mouca e sem ouvintes e QUANDO fala sabe o dia e a hora certas  e o JEITO certo de falar e ninguém contra argumenta pois o poder de suas palavras remói na mente e nos corações dos ouvintes como a própria Verdade de Deus na Terra...é impossível resistir um pregador, um palestrante cheio de autoridade conquistada pelo Amor Universal manifesto em si e através de si mesmo...


Deus e Diabo segundo as visões populares religiosas que temos hoje não passam de pura Maya....de pura ilusão... criados pelo ódio e separatividade não pelo amor.
Não é que não exista um Satanás; mas EM QUE implica este Satanás é que mora a divergência entre os crédulos e os conhecedores....
Estes verdadeiros conceitos só podem ser compreendidos e assimilados no Reino do amor onde todas as polaridades convergem para a Unicidade da Verdadeira Divindade...
Jesus Cristo falou do Céu, da Terra, de Deus e do Diabo nunca negou os conceitos mas sua visão de vida negou as crendices sobre tais conceitos...
Para ele todas as coisas no final convergiam para o Reino do amor do pai...dai porque Judas fazia parte de seu sacerdócio, que ele próprio escolherá...mesmo sabendo o que o futuro lhes reservava(claro, estamos partindo do ponto da tradição em que Judas é um traidor e não um conspirador com o Cristo para sua própria morte como encontramos em algumas teorias  e até evangelhos apócrifos interessantes diga-se)...


Entender a diversidade DA Vida e a diversidade NA vida é um sinal não só de conhecimento mas de tolerância e de amor...


Supor algo sobre alguém sem provas é não só leviandade mas um tiro no próprio pé; você, como diz a Bíblia acumula brasas(carma negativo) sobre a própria cabeça...


Amar é a maior prova que somos IMAGO DEI pois Deus é AMOR em Essência...
Não dependemos da mítica de Adão e Eva ou da teoria evolutiva de Darwin para sermos IMAGO DEI pois o Amor em nós define isto claramente...


Alguns cientistas dizem que amor é apenas uma reação química cerebral....ledo engano; confundem desejo, libido, paixão,desejo de companhia com amor.....amor é outra conversa;
Amor é o partilhar descompromissado de todas as virtudes, de todos os dons que temos sem primeiras, segundas ou terceiras intenções , é conectividade, interatividade,simbiose, empatia, unicidade...fluindo pura e simplesmente por absolutamente tudo que existe na criação e além dela...


Ser amado é uma maravilha mas amar é o próprio ato de ser UM CRISTO  na Terra, as duas coisas funcionando conjuntamente é a revelação universal de DEUS /DEUSA para todo o Universo...


Amor é Jesus pregado na cruz entre dois ladrões e um deles dizer: 'Mestre lembra-te de mim quando entrares no teu reino'....e o mestre lhe dizer entre dores atrozes....'Hoje mesmo estarás comigo no paraíso'...porque não houve paraíso para os dois ladrões?....porque um adentrou o reino do amor ainda em vida sofrendo as mesmas dores que o outro sofria apesar de que os motivos que os tenha levado ali possam ter sido diferentes....e o outro preferiu continuar no mundo da dualidade, do julgamento, da recriminação, do desafio e da chocarrice...mesmo estando na mesma condição aflitiva que seus dois companheiros...o estado interior de cada coração ali revelou o estado futuro de suas estadas nos mundos espirituais...


Falar de amor é fácil ...viver o amor é uma verdadeira arte para a maioria de nós mas que se revela natural quando damos lugar pleno a experiência....não é fácil contudo repito....digo por experiência própria... vivenciarmos tal estado diante dos clamores gritantes do nosso ego indomado de cada dia é doloroso....mas o prêmio final(a interatividade, a empatia , a comunhão e a unicidade) merece o esforço despendido de início e que se torna um fluxo calmo de águas cristalinas com o tempo...


O amor abre caminho até mesmo em meio a guerras fraticidas...
Conta-se uma história que existia uma aldeia no extremo Oriente que estava no caminho de conquistas do grande Kublai Khan o mais famoso dos descendentes do notório Genghis Khan e que na dita aldeia vivia um sacerdote budista muito devoto.
Certo dia Khan e seus exércitos chegaram até a aldeia e como todo exército conquistador começou com sua onda de abusos....vendo isto o sacerdote budista colocou-se no centro da aldeia e clamou ao Khan para que fizesse seus exércitos pararem com aquilo.
O Khan indignado desceu do cavalo, tirou sua espada da bainha, encaminhou-se ao sacerdote e lhe disse; 'cale-se, você não vê que estais diante de alguém que pode tirar-te a vida num segundo sem nem pestanejar?'...esperando que o sacerdote arrefecesse o Khan pasmou quando este caminhou calmamente mais para perto, até o grande rei... pegou na ponta de sua espada , colocou-a no pescoço e olhando em seus olhos disse firmemente: 'E VOCÊ AINDA NÃO PERCEBEU QUE ESTAIS DIANTE DE ALGUÉM QUE MORRERÁ SEM SOLTAR NEM UM GEMIDO E OLHANDO FIXAMENTE EM SEUS OLHOS SEM PESTANEJAR?
Naquele momento o grande Khan caiu em si, dobrou os joelhos e pediu a benção àquele sacerdote reconhecendo nele um ser superior...
Claro, o Khan também devia ter sua cota de qualidades pois se fosse outro cortava  a cabeça do sacerdote com ou sem lição moral rs....mas esta história nos mostra até que ponto vai um homem ou mulher que verdadeiramente amam...


Romeu e Julieta é a mais famosa das obras de Shakespeare junto com Hamlet, e é uma óde ao amor Eros Eterno que transcende limites e fronteiras impostas pelo ego humano e pelas rivalidades tolas dos mortais ainda dormentes neste ego...amar como Romeu e como Julieta contudo exige encontro de almas, sem isto é perca de tempo e desgate emocional...melhor exercitar o amor em outras freguesias ...
Contudo não se martirize se você ainda não conseguiu atingir o grau do seu conceito de amor ou do conceito universal do amor, apenas abra-se as experiências da vida e tente ser tolerante em todas elas, você verá, aliás provavelmente não verá... mas verão por ti, quando de fatos seus atos forem pautados no amor e não na egomania, inclusive no quesito Eros...


'Amei-te e você não me amou'...sim isto é uma possibilidade...impossibilidade contudo é amar de verdade e se tornar um 'encosto' para a pessoa amada....isto é confusão de sentimentos da grossa...


Lide com as experiências da vida como se elas fossem durar um instante mas como se cada ato de amor fosse perene na eternidade...


'Dei meu coração a quem não o merecia'...isto não existe....o que existe é você se equivocar ao dar seu coração a quem não teve nenhuma empatia real com você no sentido Eros...merecimento implica a moralidade do certo e errado e no fundo você esta se julgando melhor que o outro pelo fato de amar e ele/ela não de você estar certo e ele /ela errados....mas talvez ele/ela ame sim... mas não você  ou da forma que você quer ser amado...talvez ele/ela te ame como um ser humano,amigo(a), irmão(a) e ponto...


Qual sua História de amor favorita?
Se não for uma História que você viveu esta na hora de você sair do mundo dos romances e folhetins e vir para o mundo das experiências da vida...


Amor Ágape e Amor Eros podem ser ambos eternos... porque subtrair, dividir, quantificar e qualificar o que não pode ser mesurado?...




Aqui um vídeo que fala de amor universal, incomensurável e além de adjetivos....




Fonte: Youtube




Que o amor reine e flua em todos os corações e vidas que lerem este texto...é meu humilde desejo sincero ao Universo e a Vida Divina em tudo permeante!




Abraços...




Pax e Lux




VALTER TALIESIN













Nenhum comentário:

Postar um comentário