Google+ Badge

segunda-feira, 10 de outubro de 2011

APOCALIPSE...Origem e Objetivo

 7 Imagens do Apocalipse




João, prisioneiro na ilha de Patmos recebe a Revelação



 Os 4 cavaleiros do Apocalipse


A Besta 



O gigantesco Anjo Solar



Cristo e os Anjos executores



As Duas Testemunhas ou as Duas Oliveiras



O Grande Trono Branco do Juízo Final de Deus


Fonte: Google imagens






"Revelação de JESUS CRISTO: DEUS lha concedeu para que mostrasse aos seus servos as coisas que devem acontecer muito em breve. Ele a manifestou com sinais por meio de seu ANJO, enviado ao seu servo JOÃO, o qual atesta tudo quanto viu como sendo A PALAVRA DE DEUS e o TESTEMUNHO DE JESUS CRISTO. Feliz O LEITOR e os OUVINTES das palavras desta profecia, se observarem o que nela esta escrito, pois o Tempo esta próximo."
Apocalipse 1.1-3.




Comentário


Até agora estive comentando o lado mais tétrico e tenebroso do Apocalipse.


As partes que focam o Dragão, a Besta, O Falso Profeta, a Meretriz , os 4 Cavaleiros e tudo o que lhes digam respeito.


Cristo e o lado luminoso apareciam na periferia como adereços de comentário a estes personagens simbólicos singulares.


Deixei  assim propositalmente para comentar o lado mais luminoso depois  porque creio sinceramente que a ESPERANÇA contidas nestas passagens são muito mais poderosas do que as imagens de dor, sofrimento e trevas do outro lado.


Assim elas afastam o medo dos nossos corações , trabalharão a esperança, a fé e principalmente o amor pela vida que deve ser SEMPRE o norte, o sul, o leste e o oeste de nossas vidas.


E... quem sabe...


Uma mensagem de que podemos MUDAR todo este contexto de dor e evitar o pior não porque a Palavra de Deus seja mutável mas porque nosso Destino o seja!!!


Deus não mente jamais!!!!


CONCORDO!!!


E o terrível destino que esta prognosticado; de dor e reinado do mal sobre a terra acontecerá se a humanidade continuar na toada em que esta!


Mas creio sinceramente que se mudarmos....


Todo este contexto muda ...


E se mudar Deus não deixará de cumprir sua Palavra poi esta era para um contexto de humanidade afastada Dele mas cumprirá o lado mais luminoso de sua faceta multifacetada....a misericórdia , a graça e o perdão.


Deus não tem prazer nenhum em julgar o mal no mundo permitindo que o carma coletivo humano se desencadeie sobre nossa civilização, mas Ele NÃO VIOLA sua Lei, a Lei da Vida que reza que cada ser ciente é responsável por seus atos diante do conhecimento que tem de Deus , a Lei da vida e do inter relacionamento desta em todas as formas de seres vivos. 


Deus é Amor, Graça, Misericórdia, Perdão e Bondade mas também é Justiça,Lei,Rigor,Juízo e Severidade.


A criação tem leis de funcionamento que se violadas podem trazer dano a infinitos  seres vivos.


A mensagem central por exemplo, do filme O DIA EM QUE A TERRA PAROU de Robert Wise...estrelado por Michael Reinie,Patricia Neall e Hugh Marlowe e refilmado com Keanu Reeves,Jennifer Connelly e Kathy Battes  nos dias atuais, é que TUDO o que fazemos em nosso pequeno globo terrestre tem repercussões cósmicas e não meramente locais.


No primeiro filme era a guerra fria e o perigo da guerra nuclear que motivava a vinda do extraterrestre a terra com a missão de repreender e avisar os humanos do perigo que corriam e das medidas que a Federação galáctica tomaria caso eles não ouvissem suas palavras e continuassem da forma em que estavam.


Na refilmagem o etê vem por causa da devastação climática da qual o homem é um dos mais ativos vilões(claro, existem correntes que dizem ser diferente mas o consenso maior é que somos SIM responsáveis em boa medida no mínimo pela aceleração e quantificação de um processo supostamente natural que do contrário causaria danos bem menores)e há muito custo a humanidade escapa da extinção.


Se temos consciência que até seres menores em conhecimento e infinitude(ainda que anos luz a nossa frente) podem intervir para o pleno funcionamento da vida terrestre e universal ou seja; das leis que regem a criação e que quando violadas podem desencadear um efeito em cadeia que pode atingir não um só local mas muitos outros como alegava a mensagem final de Klaatu em O dia em que a terra parou...quanto mais a Hierarquia espiritual, Cristo e Deus!?


Assim sendo o Apocalipse segue sendo um alerta poderoso de que se a humanidade não mudar de rota estará fadada a vivenciar o pior dos momentos seus neste planeta!


Mas também há a PROMESSA de que mesmo que escolhamos o mais difícil dos caminhos no final estará Deus nos esperando com um futuro muito além dos nossos sonhos mais brilhantes e luminosos....


Claro, para quem quiser evidentemente!


Aos renitentes sobrará apenas a esperança de que pelo menos a pena para seus delitos não sejam o tal Inferno eterno dos fundamentalistas mas algo alternativo em algum outro mundo em evolução ainda inicial para que RECOMESSEM tudo de novo!




Vejamos agora a análise do texto...


REVELAÇÃO DE JESUS CRISTO...


A primeira coisa que o livro diz é que ele é uma Revelação, um Apocalipse daquele homem que viveu a 2 mil anos na Palestina.


Sim, Jesus, Yeshua....o filho de Maria cujo pai oficialmente era José mas a geração... um mistério que levanta debates até hoje, este mesmo Jesus aparece vivo e triunfante ante João na ilha de Patmos.


Esta revelação tem portanto uma origem específica e veremos, um objetivo especifico nela também.


Não é pirotecnia, nem 'miração' motivada por alucinógenos tomados pelo profeta, um desejo pessoal dele de ver o 'outro lado' mas uma intervenção de seu Mestre no espaço/tempo tridimensional de nossa esfera revelando coisas que brevemente iriam acontecer(não nos esqueçamos que para os habitantes do mundo eterno a passagem do tempo é nada pois vivem num eterno agora) e que mudariam futuramente todo o contexto da humanidade caso continuassem na rota em que estavam vivendo.


Deus lha concedeu...


Jesus não fala de si mesmo, Jesus recebe do Pai Eterno a mensagem que transmite a João.


Portanto o apocalipse tem origem em Deus , no coração da divindade, do Deus imanente e presente em cada um de nós, do Deus emanente presente em toda a criação pois tudo Dele adveio e do Deus transcendente que esta acima de todo o conceito possível que possamos nomear.


Deus que tudo sabe e tudo vê, cujos Destinos quânticos de suas criaturas ou seja; todas as infinitas possibilidades que nossas vidas podem tomar nas multifacetadas escolhas que possamos fazer, conhece e sabe que no contexto que a humanidade vivencia a milênios pouco restará ao mundo a não ser vivenciar este caminho doloroso de livre arbítrio humano ....


Entretanto ele deixa claro que o objetivo final é demonstrar que SUA VONTADE, SEU REINO  prevalecerá sobre esta possibilidade quântica também!


Assim, Livre arbítrio humano e Vontade Divina se unem para no final, depois de muitos entreveros estabelecerem o Reino Divino sobre terra.


Um roteiro magistral e dramático superior a tudo que poderia imaginar o mais ilustre e criativo roteirista de cinema ou mestre da literatura!


Ele a manifestou com sinais por meio de seu Anjo...


Cristo aqui tem uma participação de fundo essencial na revelação do Apocalipse,mas na verdade quem entra em contato com João é uma entidade denominada aqui de Anjo.


Quem seria este Anjo?


Um ser supra ou sobrenatural?


Um alienígena?


Um ser humano que atua em nome de Deus e foi comissionado a levar a mensagem até João em Patmos?


Destas 3 opções a mais popular e aparentemente mais verás é a primeira.


Uma entidade do mundo Eterno, do mundo do Espírito, manifesta-se a João e trás a este a revelação do Cristo, que este recebeu do Pai/Mãe Eterno!


Tal revelação se dá com sinais sobrenaturais ou tão espetaculares, de tal forma que não resta dúvida a João de que teve um contato com algo sagrado, veraz e significativo.


Cada uma das visões e revelações que o suposto apóstolo vê é um sinal de que esta distante de algo inusual não conhecido nos dias em que viveu.


Poderíamos estar realmente diante de fatos sobrenaturais ou de uma tecnologia tão avançada que para o apóstolo soasse como tal?


Não sabemos!


O que sabemos é que este Anjo parece não ser alguém comum!


Enviado ao seu servo João...


João é o próximo elo nesta cadeia descendente da revelação....


Primeiro Deus A FONTE...


Depois Cristo O REVELADOR E A REVELAÇÃO...


Depois o Anjo O EMISSÁRIO...


Agora João O DIVULGADOR...


João estará incumbido de não somente receber a revelação mas divulgá-la para um grupo seleto de cristãos nomeados como SETE ANJOS DAS IGREJAS DA ÁSIA!


Esta mensagem contém todo o mistério de Deus para restaurar a humanidade ao centro de sua vontade mesmo diante de um quadro futuro de alienação e rebeldia espiritual!


A Palavra de Deus...


Como revelador do Apocalipse Cristo é o próprio ou seja; ele é a revelação...pois esta revelação é a Palavra de Deus e este é  titulo máximo do Cristo nas escrituras...


Cristo é a personificação desta Palavra para o contexto humano porque cumpriu em si esta Palavra em suas vidas: terrena e pré terrena, desde quando se predispôs encarnar em si esta Palavra criadora e restauradora e vir para nosso contexto espaço/temporal para revelá-la!


O Testemunho de Jesus Cristo...


Este testemunho é a vida sagrada que o Cristo viveu  quando esteve aqui a 2 mil anos.


Cristo em cada um daqueles momentos encarnou a testemunha fiel de Deus, de seu amor, de sua palavra, de sua vontade, de seu reino, viveu cada momento de seus dias testemunhando em vida a paternidade/maternidade de Deus, a filiação divina/humana e a fraternidade entre os homens.


Cristo também foi um testemunho ao homem da veracidade de Deus e do que ele quer para o homem...


Os textos dos evangelhos dizem que quando ele falava deixava sua assistência boquiaberta porque falava como alguém que tem autoridade( ou seja; alguém que VIVENCIOU o que diz) e não como os demais pregadores que pareciam falar de coisas bem distantes de suas vivencias e mais por estudos e tradições(Mateus.7.28-29).


Ser uma testemunha fiel portanto é não só ver, e receber uma mensagem mas SER esta mensagem em pensamentos, palavras e ações....assim é o Cristo em relação A PALAVRA DE DEUS e dai advém sua autoridade plena em revelar os mistérios de Deus!


Feliz o LEITOR e os OUVINTES das palavras desta Profecia,se observarem o que nela esta escrito...


Na escala descendente da recepção da revelação após João vem outras duas categorias de personagens.


O leitor que podemos comparar com os 7 anjos ou líderes espirituais das 7 Igrejas da Ásia que receberiam a carta e a revelação ...


E os ouvintes ou a congregação destas Igrejas, ou mais especificamente estas Igrejas, os 7 candelabros sagrados que deveriam ouvir esta revelação e OBSERVAREM....PRATICAREM.. seus ensinamentos secretos,transformadores e sagrados.


Todo o contexto demonstra que o Apocalipse foi originalmente escrito como um livro iniciático para iniciados, pessoas que teriam capacidade de compreender os simbolismos, as analogias, as figuras, as metáforas a mítica envolvidas nele.


Deus....Jesus...Anjo....João...Leitores ou os Anjos das 7 igrejas...Ouvintes ou as 7 Igrejas...é uma escala descendente que trás o Mistério de Deus para dentro do contexto de toda a Igreja cristã e do mundo em geral.


Este grupo de iniciados seriam os responsáveis para divulgarem por fim esta mensagem para o ultimo grupo desta escala descendente...


Todos nós em qualquer época a partir da divulgação da revelação...


De certa forma todos nós fazemos parte do ultimo dos 6 grupos descendentes ou seja; é como se o ultimo grupo descendente, os ouvintes se dividissem em duas vertentes....os fiéis das 7 igrejas e todos aqueles que um dia teriam contato no tempo e espaço com o livro  no presente do Apóstolo e também no futuro fora destas 7 igrejas locais...pois como veremos futuramente em outro tópico atinente, estas 7 igrejas simbolicamente transcendem  os seguidores daqueles tempos, daquelas localidades e representam todo aquele que tomar contato com esta profecia no tempo/espaço futuro da humanidade.


Pois o tempo esta próximo...


Uma das coisas mais interessantes quando se trata de profecias deste teor é o sentido de urgência que vemos nelas embutidas.


Não sabemos se João tinha ou não conhecimento que estes acontecimentos ainda demandariam um certo processo e tempo na escala humana ou se ele esperava para seus dias o cumprimento dos tais.


Muitos acreditam  que o Apocalipse é um livro datado com cumprimento ídem e que se refere exclusivamente ao contexto espaço/temporal do autor.


Outros creem que é um livro de cumprimento duplo ou seja; para aqueles tempos mas também com um contexto maior para o futuro.


Já outros entendem que não, que as coisas vistas por João fogem do vulgo, do cenário daquele tempo e representam coisas estranhas, intraduzíveis para o autor e que podem muito bem representar imagens alegóricas de coisas que hoje estamos vendo acontecer como o avanço da tecnologia, o mundo cibernético, a TV , a robótica, as guerras mundiais, o contexto de apostasia espiritual global,  o ateísmo materialista etc...


Por outro lado João poderia até entender que nada daquilo iria ocorrer no tempo dele , nem imediatamente depois mas quando diz que o tempo esta próximo ele pode estar olhando pelo prisma da eternidade para o cenário espaço/temporal humano....


Para alguém que esta em ligação íntima com o sagrado, mil anos e como se fosse mil minutos apenas e olha lá...pois o conceito eterno reina absolutamente em seu coração e ele vivencia cada momento e cada dia por esta ótica.




Bem, como vimos O Apocalipse diz sobre si mesmo que origina-se no coração da Divindade, é uma Revelação do Cristo a Palavra viva desta Divindade, foi enviada através de um mensageiro sagrado , a um homem especial de alta estirpe evolutiva  e iniciática na ilha de Patmos, dada aos 7 anjos das 7 igrejas cristãs da Ásia menor os que deviam ler a mesma ante as tais igrejas e em ultima instância aos ouvintes ou as Igrejas em questão em seus cultos de mistério e ensinamento secretos.


Por fim ele seria um canal de conhecimento a todos os humanos que dele se aproximassem com o coração aberto para ouvir o chamado de Deus


Sendo assim talvez não exista livro mais hermético mas no mesmo instante mais importante para a humanidade do que este!


E esta importância cresce na medida em que parece estarmos vendo muitos dos fatos ali relatados acontecerem diante de nossos olhos!


Agora vejamos um vídeo sagrado...O APOCALIPSE... estrelado pelo grande e imortal Richard Harris como João em Patmos.



Fonte Youtube






Abraços 




Pax e Lux




VALTER TALIESIN





































Nenhum comentário:

Postar um comentário