Google+ Badge

terça-feira, 11 de outubro de 2011

AS 7 IGREJAS E SEUS ANJOS

7 Igrejas e 7 Anjos

















Fonte: Google imagens




João , às 7 Igrejas que estão na Ásia...Apocalipse 1.4.


Vi 7 Candelabros de ouro...e no meio dos candelabros alguém semelhante a um filho do homem...Apocalipse.1.12-13


Na mão direita ele tinha 7 estrelas...Apocalipse.1.16.






Quando nos aproximamos dos mistérios do Apocalipse nossa mente tende a divagar por diversos conceitos de simbologia cabalística e hermética... naturalmente.


Mesmos os cristãos fundamentalistas sem o saber e reconhecer fazem isto pois a essência do hermetismo e do cabalismo é o simbolismo, a analogia, a figura e a metáfora ainda que divergindo no entendimento e no conceito dos tais.


Quando João apresenta o mistério das 7 Igrejas e das 7 estrelas com a Entidade Crística entre elas uma das imagens que surgem diante de nós são as 7 Sephirots inferiores da Árvore da vida(os 3 superiores estariam em outro nível do Ser e poderiam ser simbolizados pela própria Entidade Crística ou Adam Kadmon entre os candelabros, a qual simboliza com sua Presença: o Pai....Aquele que era...Kether; o Filho...Aquele que é...Chokmah; e o Espírito Santo(Mãe)...Aquele que vem...Binah...Apocalipse1.4) e dos 7 chackras básicos do ser humano.


Malkuth,Hod, Netzah,Yesod,Geburah,Chesed e Tiphareth...


Base,Alma,Plexo solar, Coração,Garganta,Terceiro olho,Coroa...


Que são os 7 Espíritos de Deus ante o trono...


Desta forma o ser humano evoluindo pela Árvore da vida encontraria em cada mensagem a cada Igreja um texto sagrado e secreto iniciático que desvelaria os mistérios de Deus para si.


O objetivo final desta evolução seria o pleno desenvolvimento da Entidade Crística dentro do ser humano( a kundalini que sobe até o chacra superior) e que simboliza no(a) homem/mulher a própria Presença da trindade divina.


Cada chacra assim funcionaria como um reino sephirótico e cada Anjo de cada Igreja seria um dos aspectos do ser que é manifestado a partir do momento que cada um dos chacras são vitalizados pelo poder Crístico!


Assim sendo as Igrejas e os 7 Anjos podem exemplificar uma verdade interior do ser humano em busca de cristificação, de evolução espiritual!


Percebam também que não é um candelabro com 7 lâmpadas mas 7 candelabros cada qual com 7 lâmpadas o que perfazem um total de 49 focos de luz e no meio deles a Entidade Crística com 7 Estrelas em sua mão...


Como temos visto o 7 é um numeral que denota perfeição, completitude, plenitude assim neste contexto estamos falando da plenificação do ser humano ...


A humanidade tem buscado a perfeição, a inteireza do ser por todos os meios possíveis...


Apesar de jocosamente muitos dizerem que a perfeição deve ser chata contudo o que vemos na prática são estas mesmas pessoas buscando de alguma forma saciar a sede, a fome que suas almas tem de coisas que as plenifiquem, as saciem...


De fato não são a plenitude ou a inteireza que são chatas mas as idéias e os conceitos que os humanos tem destes termos que o são...


Nossa visão dos mesmos estão recheados das limitações e das falhas de visão dos seres imperfeitos!


Cada candelabro somado resulta em 49 foco de luz...segundo muitos estudiosos ocultistas estes são os números de revoluções evolutivas do Ser...


E aqui saímos  do campo interior do homem e penetramos no reino macro da evolução terrestre e solar.


Cada idade da terra, cada era, cada raça raiz se dividem em 7 raças contendo cada uma 7 sub raças segundo Blavatsky e cia...


Assim em termos de conceitos biológicos/genéticos/evolutivos e espirituais as 7 igrejas ,os 7 candelabros  simbolizam as 7 raças raízes humanas cada uma com suas 7 sub raças.


Também em termos solares significam as 7 rondas evolutivas deste com cada uma contendo 7 sub rondas.


Percebam como do micro vamos ao macro e do macro descemos ao micro como bem dizia Hermes Trismegistus....'ASSIM EM CIMA COMO EMBAIXO'....e vice e versa.


Nesta contexto o Cristo funciona como a Entidade suprema desta evolução tanto terrestre  quanto solar e os 7 anjos ou estrelas como os hierarcas celestes que coordenam cada raça raiz terrestre ou cada ronda solar dependendo do conceito enfocado.


Mas não podemos perder também o foco cristão do texto que para todos os efeitos é o mais próximo do sentido literal e usual do mesmo.


As 7 Igrejas como vimos estavam localizadas na Ásia menor.


Esta era naquele tempo a região mais cristã do Império romano.


Com o evangelismo de Paulo na região e de 
diversos outros apóstolos o cristianismo se tornou rapidamente uma força espiritual entre aqueles povos.


Com a destruição de Jerusalém em 70 DC estas Igrejas assumiram a dianteira do Cristianismo em todo mundo....estava longe ainda o momento em que Roma  e seu bispo seria considerada a senhora da cristandade, ainda que fosse a capital do império.


As Igrejas em Éfeso...Esmirna...Pérgamo...Tiatira...Sardes...Filadélfia ...e Laodicéia...eram em torno da virada do primeiro para o segundo século da era cristã, época em que foi escrito o Apocalipse, as 7 Igrejas de ponta da cristandade e também aquelas que melhor exemplificavam em sua constituição o contexto em que as cartas queriam tocar. 


Éfeso era a Igreja perseverante, labutante,intolerante com a maldade e extremamente rigorosa com a liderança sempre provando as mesmas se eram de verdadeiros apóstolos ou lobos vestidos em pele de ovelha...


Entretanto é uma Igreja que paulatinamente esta esfriando em um ítem essencial: O PRIMEIRO AMOR....


O que significa isto? 


Significa que estava perdendo o foco da comunhão interna com o Cristo e se fixando demais no externo, no culto devocional,nos dogmas, nas tradições, nas doutrinas, na ritualística.


Se não houvesse uma mudança de rota o Cristo dizia ao Anjo desta Igreja(e as mensagens são sempre direcionadas ao Anjo ou responsável por cada igreja) que viria sobre ela e moveria o candelabro de sua posição ou seja; a perca da comunhão interior, no recesso do ser com o Cristo deixa a Igreja cada vez mais distante da Fonte e isto fatalmente levará a sua gradual morte.


Esmirna era uma Igreja sofredora, pobre, eivada de legalismo dentro de seus quadros(lideranças que primam pelo legalismo, ortodoxia, doutrinas, dogmas e tradições  ao extremo) e que enfrentaria um momento de terrível dificuldade no futuro entretanto o Cristo lhe diz que ela esta enganada....ela é rica e será vitoriosa em toda a situação futura .


Pérgamo era uma Igreja que enfrentava o próprio poder de Satan cara a cara, estava situada num local que o texto chama de Trono de Satanás(que estudiosos entendem ser o local e centro do culto ao Imperador romano naqueles tempos) tal o grau de energias disassociativas ali presentes; mas mesmo diante disto tudo ela se mostrou fiel, firme, não negou o Cristo...


Contudo entre eles tem ainda um grupo que esta pouco a pouco se afastando da pureza espiritual e se conspurcando com todo o ambiente vigente.


Deve mudar imediatamente sob pena de ver-se logo uma cisão dentro da Igreja entre os que são fiéis ao Cristo e os que fazem parte deste grupo chamados balaonitas.


Tiatira era uma Igreja repleta de amor, fé, dedicação e firmeza e que se multiplicava assustadoramente. Entretanto tinha dentro de si uma personagem que atuava de forma a seduzir os fiéis e poderia botar tudo a perder.
Esta entidade chamada de Jezabel se dizia profetiza, vidente, espiritualizada mas sua atuação era como a de uma meretriz, afastando as pessoas de um culto genuíno ao Divino...provavelmente priorizando mais o culto a uma figura de líder em especial ou de entidades intermediárias entre a Divindade e os fiéis do que ao Cristo Interno, verdadeiro intermediário entre nós e Deus através da obra feita pelo Cristo quando aqui esteve e nos revelou esta verdade. 


Ela(Jezabel) se não mudar de vida será atingida pela justiça divina e deverá sofrer amargamente pois Cristo não permitirá esta conspurcação entre os seus.


Sardes era uma Igreja que tinha fama de muito espiritualizada, crescente , viva,poderosa mas....ESTAVA MORTA....sua reprovação é quase que total...poucos  se salvam dentro dela...mas ELES EXISTIAM...


Se não mudasse esta Igreja poderia receber uma visitação carmática coletiva e inesperada do Cristo trazendo sobre ela juízo .


Filadélfia... era considerada e é ainda hoje... o modelo ideal de Igreja...


Era uma Igreja que aparentemente parecia fraca, mas interiormente era extremamente poderosa,fiel,determinada....


Ela receberia poderes ilimitados do Cristo e seria protegida(guardada) de um período TREMENDO de dor que viria sobre o mundo todo no futuro!


Laodicéia...era uma Igreja meio termo, pactuando com um lado e o outro da força, uma Igreja POLÍTICA, uma Igreja que não sabia bem o que queria ser...


Deveria mudar de rota ou então seria VOMITADA, expurgada da boca do Cristo....


É este talvez o juízo em palavras mais forte que faz o Cristo sobre desvirtuações da Igreja e vendo a politicagem, a simonia, os interesses de terceiros vigorando em grande parte das ditas igrejas cristãs hoje em dia entendemos bem o que ele quis dizer.


Percebemos assim que cada uma destas igrejas que realmente existiram no passado, como podemos ver nas imagens dos mapas acima, traduziam conceitos e condutas que com o tempo seriam entendidas por universais pelos estudiosos dos texto sacros e que seriam manifestadas no seio da Igreja cristã de todas as eras.


Elas não só simbolizavam em um primeiro momento a situação real daquelas Igrejas por ocasião das mensagens enviadas a elas como viriam a representar um conceito maior de Eras de toda a Igreja crista ou seja; os estudiosos cristãos conseguem ver o mesmo simbolismo ocultista e hermetista de Blavatsky, das rondas e das raças raízes só que aplicados ao conceito cristão...


Também podemos dizer que nos tempos finais estes 7 tipos de Igrejas cada uma com seus 7 sub tipos seriam encontradas no seio da cristandade mundial e porque não dizer?! Da religiosidade mundial como um todo, já que pessoas que desvirtuam as verdades sagradas não são patrimônio e 'mérito' apenas do cristianismo, e que demonstrariam o grau de deterioração da espiritualidade universal!


7 Igrejas, 7 idades de uma única Igreja e cada uma destas idades subdividas em 7 menores.


Aqui temos um exemplo de como alguns destes estudiosos veem este conceito.





Obviamente que este postado deve ser um conceito interpretativo adventista já que a Igreja modelo ou Filadélfia dele começa em 1833 e termina em 1844 que era o ano em que esperavam a volta do Cristo e diante do que chamaram de GRANDE DECEPÇÂO que foi o não retorno literal do mesmo naquele ano criaram um adendo onde o Cristo teria entrado no referido ano, no Santo dos Santos ou algo do gênero, costurando assim uma colcha de retalhos que manteria a Igreja viva nos anos sub sequentes sem sofrer a pecha de fracassada....hoje em dia como vemos no quesito Laodicéia ....eles não marcam mais datas...rs...


Mas outros estudiosos cristãos também criam seus organogramas de como se subdividem as Eras da igreja cristã(http://www.renovado.kit.net/apocalipse.htm...
http://www.missaoapocaliptica.com.br/a%20historia/7eras/index.html)


Percebam que nos organogramas dos 3 grupos cristãos aqui apresentados há consenso em que existirão 7 fases ou eras nesta Igreja mas não em quando começam e terminam cada era , colocando cada grupo(principalmente o contexto FILADÉLFIA) cada fase conforme suas idiossincrasias doutrinárias particulares.


Também se esquecem que são 7 CANDELABROS e não um só assim a maioria deles não enfocam que cada candelabro possui 7 focos de luz e são na realidade 49 os focos de luz a considerar e não só 7...


 Devemos assim ver 7 Eras da igreja com 7 fases em cada uma delas com um Anjo responsável por cada era e não somente 7 eras exclusivamente!


Outro ponto a enfocar é a figura das estrelas ou dos anjos....


Quem seriam?


Seres sobrenaturais?


Ou líderes espiritais humanos?


Se  pensarmos em termos de cada igreja local , no tempo do apóstolo, possivelmente podemos sim, ver uma figura humana responsável por cada igreja que receberiam as cartas e deveriam lê-las ante a Igreja e se responsabilizarem pelas mudanças necessárias a serem feitas ou manutenção do status quo quando necessário.


Mas quando adentramos os demais simbolismos não....


Se focarmos cada era cristã e suas sub eras os Anjos passam a ser hierarcas espirituais ligados a cada período de cada igreja.


O mesmo se dá quando focamos os conceitos de chakras(cujos anjos passam a ser conceitos espirituais interiores do ser) e sephirots, evolução terrestres e rondas solares.


Estes anjos assumem a figura de grandes entidades espirituais responsáveis por cada um destes contextos!


Por fim o Cristo em cada mensagem a cada Igreja se identifica com um titulo ou contexto espiritual poderoso de sua faceta e que tem relação com cada uma das mensagens a cada Igreja .


Também promete uma dádiva especial a cada uma dela ou melhor me exprimindo, a cada um dos vencedores das dificuldades enfrentadas por cada uma delas.


Estas 7 cartas mais que qualquer coisa contudo são uma promessa de que o Cristo esta, quer individualmente, quer coletivamente, conosco... humanidade, no longo caminho evolutivo que temos diante de nós e que a vitória pertencerá ao persistente! 




Para uma compreensão melhor do que falo sugiro a leitura completa dos textos às cartas em Apocalipse 2-3.








Vejamos agora um vídeo para meditação e reflexão sobre harmonia interior...Refletindo a harmonia interior de Charles Peterson
Fonte: Youtube






Abraços...




Pax e Lux






VALTER TALIESIN















Nenhum comentário:

Postar um comentário