Google+ Badge

sexta-feira, 14 de outubro de 2011

O TRONO DE DEUS



O TRONO DO KARMA E DO DHARMA


































Fonte Google imagens






Tive uma visão....


Havia uma porta aberta no céu...


E a primeira voz(do Cristo) que ouvira falar-me como trombeta disse: Sobe até aqui, para que te mostre as coisas que devem acontecer depois destas.


Fui imediatamente movido pelo ESPÍRITO:


Eis que havia um TRONO no Céu...


E no TRONO Alguém sentado...


O que estava sentado tinha aspecto de uma pedra de jaspe e cormalina, e um ARCO ÍRIS  envolvia o TRONO com reflexos de esmeralda.


Ao redor desse TRONO estavam dispostos 24 Tronos, e neles se assentavam 24 Anciãos(I Crônicas 24), vestidos de branco e com coroas de ouro na cabeça.


Do trono saíam relâmpagos, vozes e trovões(Êxodo 19.16-25), e diante do trono ardiam 7 lâmpadas de fogo(Êxodo 25.31-40;27.20-21;37.17-24):


SÃO OS 7 ESPÍRITOS DE DEUS.


À frente do TRONO, havia como um Mar vítreo, semelhante ao cristal, No meio do TRONO e ao seu redor estavam 4 Seres vivos, cheios de olhos pela frente e por trás(Ezequiel1.)



Fonte :Google imagens


O primeiro ser vivo semelhante a um Leão...


O segundo ser vivo a um Touro...


O terceiro ser vivo tem a face como de Homem...


O quarto ser vivo é semelhante a uma Água em voo...


Os quatro seres vivos tem cada um 6 asas e são cheios de olhos ao redor e por dentro.


E dia e noite sem parar, proclamam:


'DIGNO É TU,
SENHOR E DEUS NOSSO,
DE RECEBER...
A GLÓRIA, A HONRA E O PODER,
POIS TU CRIASTE TODAS AS COISAS;
POR TUA VONTADE ...
ELAS NÃO EXISTIAM MAS FORAM CRIADAS.'
Apocalipse 4




Estamos diante de um momento singular na carreira de João , apóstolo do Cristo.


Depois de anos sendo um dos maiores esteios do cristianismo,considerado uma das colunas, um dos notáveis da Igreja(os outros seriam Tiago - que era o irmão do Cristo que parece ter sucedido ao irmão na liderança dos Nazarenos em Jerusalém demonstrando claramente que qualquer animosidade entre o Cristo e seus irmãos tinham sido sanadas...Atos12.17;15.13;Gálatas.1.18-20; desta forma Gálatas dirime todas as dúvidas quanto a quem é este Tiago...NÃO É O FILHO DE ALFEU como querem alguns exegetas. Paulo diz textualmente que ao voltar para Jerusalém 3 anos depois da sua conversão o Tiago que ele procurou no encontro relatado em Atos foi....O IRMÃO DO SENHOR  que é chamado por ele de apóstolo....como Paulo que NÃO ERA dos 12 poderia assim ser nomeado....PORQUE NÃO TIAGO e outros?!....Parece que de alguma forma após a escolha de Matias para o lugar de Judas Iscariotes este título não ficou restrito apenas a escolhas entre o circulo de discípulos original de Jesus , assim sendo o Tiago que vem logo a seguir no capítulo 2 e tido como um dos notáveis e colunas da Igreja só pode ser o mesmo relatado no capítulo um que é chamado de IRMÃO DO SENHOR e ao qual se refere Paulo nos textos de Atos - e Pedro - também chamado de Cefas - Gálatas 2.10).


João em sua velhice, muitos anos depois da morte de Paulo, Pedro e Tiago esta preso na ilha grega de Patmos por causa de seu trabalho e liderança entre os cristãos( a tradição reza que ele foi o único que morreu de morte natural, já a lenda diz que ele NUNCA morreu mas espera a volta do Senhor... calcada a mesma nos ditos de João 21.20-24... lenda aliás que nem ele mesmo parecia gostar muito já que em sendo ele o autor do evangelho....parece rebater).


É neste cenário de solidão e desolação que o apóstolo tem contato com aquela que se tornará a mais famosa e hermética revelação da História das religiões.


Depois de ver e ouvir as palavras inefáveis do Cristo em relação as 7 Igrejas agora ele recebe deste um convite para que como o mítico Enoque do remoto passado da humanidade vá até o Céu dos céus onde se localiza o Trono de Deus.


Ao aceitar a ordem João se vê levado em Espírito(portanto não havia uma idéia de abdução corporal) até o Trono sagrado e se vê diante de um quadro que NÃO É desconhecido de quem conhece os simbolismos do templo judaico e do hermetismo da Qabala.


A descrição da sala do Trono onde Deus esta é toda ela calcada no simbolismo do que havia no templo judaico e também de muitas interpretações qabalistas.


A Moisés, no Êxodo, foi ordenado fazer TUDO conforme o modelo que lhe tinha sido mostrado no monte Sinai ou seja; Moisés também provavelmente deve ter sido levado até este lugar além do espaço/tempo(Êxodo 25.9).


A QUESTÃO ALIENÍGENA


De alguns anos para cá uma visão mais 'racional' e materialista tem procurado ver nestas visões elementos de conteúdo EXTRATERRESTRE... e claro, esta leitura também pode ser feita se observarmos por outros ângulos certos detalhes da revelação.


Mas minha opção aqui é ver tudo isto pelo ângulo do simbolismo e da mítica, pelo ângulo do hermetismo, analogia, figura e metáfora....


Desta forma entrar pelo caminho aliên completamente não me será proveitoso....


Mas talvez em um ou outro momento até seja interessante...


Entretanto, só quero deixar registrado que CONHEÇO a teoria, RESPEITO a mesma, e acho que nesta busca por contextos interpretativos de textos estilo Apocalipse NADA deva ser considerado exagero ou fantasia.


INCLUSIVE...


Entendermos que de repente estamos mesmo diante de símbolos e mitos da esfera divina e não meramente de um contexto de outro Planeta.


A questão alienígena tem defensores excepcionais os quais reputo entre os maiores estudiosos dos temas antigos na nossa sociedade.


Eric Von Danniken,Zecharia Sietchin, Robert Charroux,Charles Berlitz,J. J. Bennitez,David Hatcher Childress dentre outros, na minha opinião, tem todo o direito de verem aqui tecnologias de aliêns extremamente desenvolvidos e interessados na evolução humana e interferindo nesta.


Entretanto também entendo que quem vê aqui, como eu, um contexto celeste, com simbolismos e figuras que refletem verdades do mundo divino que por outros meios dificilmente poderiam os humanos apreender , também merecem ser ouvidos.


Ou seja; o hermetismo, o esoterismo, a Qabala oculta em tais textos me atraem mais!


Um dia provavelmente vamos entender quem tem ou não razão!


Enquanto este dia não chega...


Que a Liberdade seja sempre uma constante no estudo de tais temas!

Com este enfoque não podemos nunca nos esquecer dos literalistas(a grande maioria dos religiosos) que entendem e veem todos estes relatos como verdades incontestes em todos os sentidos.


Enquanto ninguém provar EFETIVAMENTE o contrário, eles também tem direito de entenderem o Apocalipse da forma como entendem e gostam.


Vejamos então alguns detalhes do texto...


1.HAVIA UM TRONO NO CÉU E NO TRONO ALGUÉM ASSENTADO...


João não consegue descrever a contento, em palavras humanas, com a visão e conhecimento anatômico humano de seu tempo o que ele via.


Diante dele estava um imenso Trono no céu como se fosse um imenso objeto glorioso, brilhante, radiante...


No Trono ele via Alguém sentado...


A própria aparência deste Alguém é descrita como se o mesmo fosse um ser mineral(jaspe e cormalina) pedras preciosas... 


Mas o que lhe chamava a atenção era o brilho, a luz que emitia a aparição!


As pedras preciosas são um referencial que ele usa para que as atenções se foquem no supranatural do que ele viu e reflitam que não é algo usual, normal...


A comparação assim foge de uma literalidade explicíta anatomicamente falando e adentra pelo caminho do análogo e metafórico...


Na falta de termos melhores então...ele descreve esta luz como sendo igual o brilho desta pedras preciosas!


Em torno do Trono ele vê um arco iris mas de uma cor só ....


Com reflexos ESMERALDA!


Muitos estudiosos fazem comparação entre este arco iris e aquele que apareceu no mundo logo após o dilúvio(Gênesis 9.12-17).


A analogia é devido ao fato de que, na visão, Deus esta prestes a fazer um novo julgamento carmático coletivo de toda a humanidade, e como o arco iris era simbolo de sua aliança anterior com a humanidade... de não destruir de novo com águas toda a terra estes intérpretes entendem que este arco iris simboliza isto ou seja; este pacto de que não veremos aquilo que se vê em 2012 o filme, destruindo o mundo....


Não sei até certo ponto onde tal interpretação é válida diante dos fatos atuais que vemos no mundo mas seja lá como for, o arco iris de Gênesis não afastava uma destruição global futura, apenas sinalizava que o elemento água 'poderia' não ser utilizado nesta.


Parece que Apocalipse foca o Sol....


E diante do que muitos tem falado sobre as explosões solares e a estranha evidência de que nem sempre elas são regulares e fixas, podendo muitas vezes surpreender pelo ineditismo e violência...


Talvez este seja o grande 'executor' de nossa combalida civilização no futuro!


Pelo menos os maias tinham uma preocupação incomum com ele e a data futura!


A cor esmeralda nos leva ao simbolismo do chamado quinto raio divino VERDE da Verdade,Cura, Conhecimento e JUSTIÇA divinos...


É assim o raio do DHARMA(Verdade,Conhecimento) e do CARMA(Cura e Justiça) divinos!


Aparecer  em volta do Trono divino no Apocalipse significa que chegou o momento da colheita, o momento do juízo divino sobre o carma coletivo humano ,da pesagem na balança entre este carma coletivo humano e o dharma divino, se formos achados em falta(Daniel 5.25-27), se o nosso Conhecimento sobre Deus e a Verdade Eterna for considerado deficiente e se esta deficiência for por nossa conta e risco por fecharmos durante milhares de anos os olhos para os avisos que emissários sagrados de tantas religiões e até fora das mesmas nos advertiram, então o Juízo divino atuará para reajustar as coisas no mundo e Curar toda a terra dos danos que a humanidade desregrada tem causado a ela!



2. Ao redor do Trono estavam dispostos 24 Tronos e neles se assentavam 24 anciãos...


O Trono se encontrava no meio de um círculo formado por outros 24 tronos em que se assentavam 24 anciãos vestidos como os antigos sumo-sacerdotes israelitas se vestiam.


No templo judaico o simbolismo que vemos é o do Santo dos Santos e da Arca da Aliança os quais recebiam o ofício sacerdotal de 24 classes de sacerdote oficiando o culto divino diante dos tais.


O Trono assim no contexto do templo era o Santo dos Santos e a Presença divina a arca da aliança entre os querubins....


Presença divina esta que se manifestava visivelmente as vezes como uma Nuvem negra luminosa( Êxodo 13.21-22;Êxodo 19.16-25;I Reis 8.10-13).


Desta forma o templo terrestre, tanto no tempo do tabernáculo como no templo construído por Salomão especificamente, continham simbolismos e analogias que refletiam o celeste, o mundo dos arquétipos onde como dizia Platão moram e existem os modelos das verdades ocultas universais e que se revelam para aqueles iniciados que conhecem as chaves da interpretação e mais importante: 


Tem suas mentes e corações dispostos a perceber-lhes as metáforas e analogias.


O LIVRO DE URANTIA


O Livro de Urantia é um  dos trabalhos mais interessantes e espetaculares feitos sobre interpretação dos mistérios arcanos que tive a oportunidade de ler.


É um texto que mescla tudo o que se tem de melhor na área da ufologia com altíssimos conceitos de espiritualidade e tenta fazer um mix que não impossibilita um trabalho conjunto de entidade aliêns carnais extremamente evoluídas e entidades espirituais em pról da evolução terrestre.


Uma das afirmações deste livro é que os 24 ANCIÃOS simbolizados na Bíblia pelas 24 classes sacerdotais em redor do Trono são mega hierarcas dimensionais que comandam a criação em nome do Deus Pai ou mais especificamente são extensões, manifestações do Pai da Trindade.


Em suma; eles seriam para estas dimensões  e universos contidos nelas a imagem que teriam do Pai para reverenciarem!


Neste mesmo veio interpretativo ele diz que as extensões do Filho para estas dimensões e universos seriam os MICAEIS(Micael ou Miguel) do qual Cristo Jesus seria o representante no nosso Universo local (que eles chamam de NEBADON)e as do Espírito Santo seriam os AJUSTADORES DE PENSAMENTO.


Assim desde a Ilha Paraíso onde a trindade esta metaforicamente centrada sua luz ou Presença se expargiria, irradiaria por toda a criação e por todas as 7 dimensões do ser como: 


A.Anciãos dos dias(senhores dimensionais), 


B.Micaeis(senhores universais) e 


C.Ajustadores de pensamento
(Deus interno atuante na humanidade em toda criação).


É uma visão interessante e poderosa convenhamos e merece como as demais nossa consideração e profunda reflexão!


3.São os 7 Espíritos de Deus...


Diante do apóstolo 7 lâmpadas ardiam como se estivessem num grande Candelabro sagrado , o similar terrestre dele foi o candelabro colocado por Moisés no tabernáculo.


Aquele candelabro que Moisés colocou no tabernáculo era o simbolo visível destes 7 Espíritos ante o trono de Deus....


Em contextos cósmicos e celestes estes seres são iguais de certa forma, em simbolismo aos da interpretação dos seres do contexto das 7 Igrejas,os mesmos seres que estão nas mãos do Cristo em Apocalipse...


Só que aqui estamos vendo por um ângulo cósmico e celeste!


Alguns interpretam que eles simbolizam as 7 virtudes do Espírito Santo(Isaías 11.1-3 presentes no Cristo), outros que são 7 hierarcas que atuam em cada uma das dimensões do ser como hierarcas supremos atuando em nome da Trindade.


O fato de estarem não ao redor mas diante do Trono parece indicar que estas 7 entidades estão mais próximas do Divino na escala de manifestação desta que os 24 anciãos.


Talvez estejam, se formos aceitar a interpretação do Livro de Urantia... ou na Ilha Paraíso ou na primeira dimensão manifesta logo em seguida a esta, a dimensão mais próxima da trindade.


Esta Ilha estaria centrada dentro de um grande circulo espiral de manifestação que partindo de seu centro espalha-se pelos quatro quantos do universo em ondas cada vez mais sutis de manifestação a vida divina.


É a Árvore da vida vista por um novo prisma de expressão!







Fonte :Google imagens


Vejam que nestas imagens acima, a partir do centro a Árvore da vida se espalha!


4.À frente do Trono um  Mar vítreo...


Como vimos em outro tópico, havia no templo de Salomão um imenso mar de bronze que ficava ao sudoeste do Templo.


Aqui vemos que EM FRENTE ao Trono havia um mar vítreo provavelmente uma analogia a luz, brilho e refulgência...


Este mar é também uma analogia ao mar primordial de onde toda a vida proveio um dia!


5.No meio do TRONO e ao seu redor estavam 4 Seres vivos, cheios de olhos pela frente e por trás...


Os seres mais próximos da divindade não eram os 7 Espíritos, não eram os Anciãos....eram estes 4 animais simbólicos que diferente da visão de Ezequiel NÃO TINHAM cada um 4 cabeças diferentes mas segundo o texto cada um tinha uma cabeça específica....


Talvez fosse o pelo qual João olhava que o fizesse ter esta certeza e não que DE FATO tais entidades não tivessem 4 cabeças diferentes cada uma como afiança Ezequiel em sua visão.


Um tinha cabeça de Leão, outro de Águia, outro de Touro e outro de Homem.


Segundo muitos intérpretes esta visão simboliza os 4 elementos universais Fogo(Leão),Águia(Ar),Água(Homem) e Terra(Touro)...


Se cada ser como afiança Ezequiel e como é aceito pela ampla maioria dos intérpretes, tinham 4 cabeças diferentes então podemos dizer que cada um deles continham em si os 4 elementos criativos e eram eles mesmos o quinto ou seja; o Éter.


Ao todo seriam 4 animais com 4 cabeças cada um o que perfazem 16 cabeças...4 de homem, 4 de leão, 4 de águia e 4 de touro...16 fatorado(1+6) é 7 o número da perfeição, completitude e inteireza...e o 4 é associado aos 4 pontos cardeais e ao todo da criação.


Assim estes animais são a perfeição do ato criativo de Deus espargindo de Si mesmo a vida universal em todas as direções!


Eles sustentavam o Trono Divino e o Divino se assentava sobre eles, eles estão no meio do Trono ou seja; formam o próprio assento  e estão ao redor mostrando que a trindade reina absoluta em toda a criação e esta completamente presente nesta.


Desta forma eles não tem coroas como os 24 anciãos(mas tem olhos por todos os lados...símbolo da Onisciência) , nem Tronos para si, nem estão radiantes, brilhantes em frente ao Trono de Deus  e aparentemente são os mais servis desta visão servindo de assento para a divindade....


ENTRETANTO...


ELES SÃO EM TODO O UNIVERSO OS SERES MAIS ÍNTIMOS DA DIVINDADE....


OS QUE PARTILHAM MAIS INTIMAMENTE DO CONTATO COM O SAGRADO....


EIS AQUI A LEI UNIVERSAL DE QUE OS HUMILDES SERÃO EXALTADOS!


ELES NÃO MORAM COM DEUS ....


NEM ESTÃO AO SEU REDOR


OU EM SUA FRENTE...


ELES SÃO O TRONO DE DEUS!


ESTAS ENTIDADES SÃO O ASSENTO UNIVERSAL DE DEUS!


E SENDO ESTE ASSENTO E SIMBOLIZANDO A PRÓPRIA NATUREZA EM TODAS AS SUAS MANIFESTAÇÕES...


ELES SÃO MAIORES QUE A PRÓPRIA ILHA PARAÍSO DO LIVRO DE URANTIA E TODAS AS DIMENSÕES DO SER E TODOS OS MEGA HIERARCAS MANIFESTOS NELAS...


ELES SÃO  SIMBOLICAMENTE A PRÓPRIA SHEQUINÁH...


A MANIFESTAÇÃO DA MÃE UNIVERSAL QUE RECEBE A DIVINDADE DENTRO DE SI TANTO COMO O PAI E GERADOR, TANTO COMO FILHO O GERADO....


E COMO GERATRIZ PARTILHA COM OS MESMOS DO ELEMENTO DA DIVINA ESSÊNCIA!


Por isso Maria é louvada e venerada na beleza de sua humildade(Lucas 1.46-56)pois como ventre humano santificado que gerou o Cristo ela foi receptáculo desta Mãe Eterna que a cobriu com sua sombra negra e geradora, a Shequináh luminosa e negra que já citei acima em outra parte ...(Lucas 1.35) e possibilitou ao Pai gerar em si O Filho através da Mãe!


Um mistério que pode ou não ter a participação de um homem comum já que a geração humana normal não excluiria a grandeza do Espírito do Cristo....


Mas talvez ,quem sabe, pudessemos ver aqui uma participação efetiva de elementos aliêns(como disse antes não sou fechado a hipótese) extremamente evoluídos atuando em sintonia com a esfera espiritual, semeando em Maria a Entidade que seria conhecida como Cristo Jesus .....o Filho de Deus!


J.J. Bennitez um divulgador da filosofia do Livro de Urantia em seus escritos parece defender esta possibilidade em Astronautas de YHVH!


O que vemos contudo é que quer no meio cristão, ou fora dele ,naqueles tempos... havia um consenso de que José não era o pai biológico de Jesus.


Enquanto os cristãos viam ai um elemento sobrenatural os demais viam uma prevaricação de Maria antes de casar.


José dificilmente seria o pai devido ao tipo de reação que teve ao saber que Maria estava grávida(Mateus 1.18-25).


Então o problema de negar-lhe a paternidade não é o fato de que duvidamos que Deus possa usar um relacionamento sexual normal para manifestar-se ao mundo...


Em absoluto...


É simplesmente porque os únicos relatos que temos da reação de José é de perplexidade e rejeição inicial em relação a gravidez de sua noiva.



Se tivesse de alguma forma tido algo com ela antes da efetivação do casamento seria irracional agir como se não tivesse tido  nada  como ele agiu não é mesmo?




As únicas soluções que sobram são...


Uma gravidez de outro homem da qual era acusada pelos inimigos dos cristãos ...


Ou de algo supranatural como alegavam seus seguidores.


E para nós que sabemos da possibilidade da inseminação artificial  nos dias atuais acrescemos mais esta hipótese dos defensores das teorias aliên além do milagre pura e simples para explica a contento  o que se sucedeu.


MAS ...


Como disse em outros lugares, todas as interpretações merecem ser estudadas e vistas sem o olhar do preconceito!


Reparem que no louvor direcionado a Deus pelos 4 animais é exatamente a criação universal o mote principal para este louvor....


Assim nossa divagação e reflexão de que os mesmos representem a Natureza , uma hipóstase da Mãe Universal, dos elementos criativos, se fortalece e tem razão de ser.


Bem terminamos mais um tópico sobre o Apocalipse espero que vocês tenham gostado do que postamos aqui....




Agora um vídeo de luz....QADOSH(um outro nome para Merkabah e Glória de Deus)...de Paulo Stekel....Excelente!!!




Fonte: Youtube




Abraços 


Pax e Lux


VALTER TALIESIN



Nenhum comentário:

Postar um comentário