Google+ Badge

sexta-feira, 18 de novembro de 2011

A OUTRA METADE DA LARANJA

O PAR PERFEITO...A OUTRA METADE DA LARANJA...




Fonte: Google imagens.




EXISTE PAR IDEAL? PERFEITO?


O que você pensa disto?


Esta semana tirei para escrever sobre relacionamentos.


Algo simplesmente necessário em nossas vidas, os relacionamentos estão em crise.


E o amoroso mais ainda!


Se os especialistas afirmam que a família é um orgão em extinção o que se dirá então daquilo que dá formas as mesmas?


Basicamente até meados da década de 60 a maioria dos casamentos eram ditadas  por afinidades...familiares, raciais,sociais e religiosas.


Com o advento da evolução sexual na segunda metade do século 20 e que alcançou seu ponto culminante naquela efervescente década(60) as parcas sementes que vinham sendo lentamente disseminadas mundo afora desde o final do século 19 criaram raízes e se alastraram pelo mundo trazendo no bojo um novo conceito de relacionamento.


Pouco a pouco as relações se tornaram ditadas mais pelo coração do que pela mente, pelos sentimentos, desejos, e afinidades do que por convenções sociais.


Parecia que finalmente tínhamos conseguido acessar aquilo que até então parecia lendário nas relações humanas...O PAR PERFEITO.


Ou seja; Aquele que é formado segundo o que entendiamos, por duas pessoas que se amam , sintonizam e não meramente por motivos alheios a suas vontades maiores.


Com o tempo até a interpretação da palavra casal mudou e hoje temos não só o tradicional casal heterossexual mas também o homossexual, com as relações nestes dois campos se diluindo em uma série de interligações possibilitando variados modos de se expressar a sexualidade sendo que a bissexualidade parece presente em boa parte dos que optam quer por um casamento hetero ou homo.


Aqui vale salientar que não acredito como alguns que todos os humanos nasçam com potencialidade bissexual latente já que entendo esta definição tão determinista ou preconceituosa quanto a que afirma que todos os humanos nascem heterossexuais e que o homossexualismo é uma anormalidade.
Se houvesse esta suposta latência bipolar em todos nós então estariam corretos os que afirmam que a sexualidade é questão de escolha não de natureza e todo o castelo de defesa dos direitos homossexuais ruiria por terra pois dariam argumentos para os que defendem que eles escolham praticar a 'opção' sexual que o status quo determina ser a certa pelo bem da comunidade ou seja; a heterossexual.


Seja como for é neste ponto que pouco a pouco as barreiras raciais,religiosas,sexuais e até a que notamos ser a mais resistente, a social - o desnível social,de formação,estudos e financeiro entre os parceiros ultimamente surge como o maior entrave nos relacionamentos,bem mais até que os de raça, religião e sexo - foram caindo e ainda o estão, já que é um processo em plena manifestação... por terra.


Todavia onde ficou o principal ou seja; a cola que nos une que nos aproxima?


Porque estamos vivendo uma crise social que atinge o relacionamento, o casal, se hoje hipoteticamente podemos escolher nossos parceiros pelo que sentimos por eles e não por imposição de nada nem de ninguém?


O que  impede que as pessoas encontrem o tal par perfeito se hoje temos tanta liberdade para escolher?


E é engraçado que você encontra esta reclamação em todos os tipos de casais inclusive aqueles quer héteros, homos ou bis que praticam o tal do casamento aberto ou seja; mantém um casamento estável com alguém mas tem liberdade sexual ilimitada.


Enfim, uma das ultimas barreiras alegadas que impediam a humanidade de ser feliz(a fidelidade sexual) em relacionamentos caiu por terra em muitos destes relacionamentos mas....porque mesmo assim a insatisfação continua em boa parte dos que optam por um relacionamento aberto?


Cada dia que passa a questão da outra parte da laranja parece mais pertencer ao campo ficcional que uma probabilidade, uma potencialidade!


Vivemos todo este tempo buscando uma miragem?


Ou será que investimos na forma errada de enxergar a coisa toda?


Diante da decepção total que muitos encontram em seus relacionamentos fraccionados, deteriorados, e destruídos a afirmação corrente é de que ...NÃO EXISTE par perfeito!


Mas o que diriam sobre isto os casais que estão juntos a tanto tempo que perdermos a noção do quanto, e que visivelmente se amam?


Sim pois ELES EXISTEM!


O que poderiam dizer os mesmos sobre isto?


Será que eles alguma vez se imaginaram longe um do outro?


Nesta ou na próxima vida(pós morte)?


Será que não se sentem feitos um para o outro?


A tal outra metade da laranja?


E se sentem o que isto significa?


Que nunca erraram?


Que nunca pisaram na bola um com o outro?


Que nunca se magoaram?


Que nunca tiveram momentos difíceis para tratar?


Ou de repente dúvidas sobre o que sentiam ou sobre o que o outro sentia por si?


Porque então conseguem no fim da vida olhar para trás e saberem que não poderia ter sido de outra forma!?


Que não poderia haver outra forma de ver a vida a não ser um com o outro?


Bem, neste ponto penso que talvez já tenhamos uma resposta...


A outra metade da laranja, o par perfeito,a alma gêmea existem sim...


Nasce na ligação eterna entre os dois e transcende esta unica manifestação de vida,esta presente na sintonia poderosa que os une quando se encontram encarnados, no desejo,na paixão e obviamente no amor que um sente pelo outro e na relação que cresce, constrói-se no dia a dia privilegiando estas coisas em detrimento daquilo que poderiam separá-las, pois apesar de todas as coisas que as unem são também seres cientes e livres que podem escolher seus destinos acima de tudo.



Um vídeo interessante sobre um casal que se sente a metade um do outro...HOMENAGEM A MINHA OUTRA METADE.


Fonte: Google Imagens



Uma alma gêmea, um parceiro perfeito poderia escolher ficar distante de seu par seja por que motivo for?


SIM!


Mas o ônus desta escolha ficaria com certeza sob sua responsabilidade...


Ninguém pode obrigar ninguém a ficar consigo, mas se por contextos e critérios egoístas ou que possam ser entendidos como 'justos' escolhemos ficar distantes e longe de quem amamos ou sentimos ser aquilo que de fato define o que entendemos por ...'a outra parte da laranja' devemos arcar com esta escolha...


Por outro lado....


Existe apenas uma única e exclusiva pessoa que compõe estas características ou podemos encontrar ao longo da vida outras que podem em maior ou menor grau satisfazê-las?


Penso que sim ou seja; podemos ao longo da vida encontrarmos outras pessoas que se afinam conosco e podem de alguma forma complementar o outro lado da relação e construirmos algo verdadeiro com elas... a dificuldade esta contudo em sabermos se as potencialidades entre estas almas sintônicas e afins e nós são ilimitadas ou seja; com o mesmo grau de potencialidades ou se existe uma graduação entre pessoas que cruzam nossos caminhos, e podemos de repente e por bobeira abrirmos mão de alguém muito, muito especial por algo ou alguém não tanto...


Seja como for se tínhamos hipoteticamente interesses e condições  de criarmos um mundo onde fosse mais fácil encontrarmos a tão decantada outra metade com o advento da revolução sexual  a prática contudo se revela bem abaixo da teoria.


Assim, seguimos nossos sonhos sem sabermos como manifestá-los e construí-los no nosso dia a dia...


Desejamos e não temos por que simplesmente NÃO SABEMOS manifestar o que pulsa dentro de nós na tridimensionalidade.


E isto não tem nada a ver com estudos e conhecimentos rebuscados  mas com a simplicidade de vivermos nossas vidas, sendo sinceros com as pessoas que amamos ainda quando falhamos ou elas falham, pois se existe uma ligação de fato entre os dois e uma sintonia poderosa que se traduz em como tratar e conduzir a relação não existe nada que não seja solucionável ENTRE OS DOIS, pois esta sintonia , esta vibração que os une sera uma realidade factual manifesta dia a dia pela VONTADE de ambos.


No final da história paradoxalmente cada um dos lados deve ser uma laranja inteira ou seja;manifestar também de dentro de si o que o atrai,liga e une ao outro para que a tal da outra metade FÍSICA desta laranja deixe de ser uma teoria e se torne numa prática.


Nos colocarmos no lugar do parceiro(a), sermos pelo menos em tese e meditação diária a outra parte da laranja poderia ajudar e muito nossas relações e muito casais que verdadeiramente nasceram para estarem juntos manifestariam isto na prática....nesta encarnação presente....


É o que penso...




A musica tema do mais famoso romance da literatura mundial e o conceito mais sublime e inquestionável da idealização do par perfeito entre nós humanos...Tema do filme clássico Romeu e Julieta de Franco Zefirelli baseado na obra imortal de William Shakespeare, belíssima e inesquecível canção do grande Henry Mancini.


Fonte: Youtube




Abraços


Pax e Lux




VALTER TALIESIN





















Nenhum comentário:

Postar um comentário