Google+ Badge

sexta-feira, 22 de novembro de 2013

A TERCEIRA VIA...


O texto a seguir estava sendo escrito para ser postado em um site de relacionamentos quando à medida que escrevia e o texto fluía percebi o potencial dele para ser tema de um post do Blog pois mais e mais era escrito e percebo muito mais ainda poderia ser dito pois é um assunto que puxa outro e outro e assim sucessivamente. Espero humildemente que o que foi apresentado aqui sirva de incentivo introdutório ao menos para que cada buscador possa fazer suas próprias pesquisas e MAIS...cada um(a) sinta-se encorajado a colocar-se na posição sagrada e interna de contemplação de onde virá aquele 'Fiat de Lux' que o(a) alçara àquele ponto/não ponto de pura e infinita Luz Divina!!!

Namastê

Valter Taliesin



As possibilidades de escolhas podem ser infinitas mas essencialmente num mundo dual elas se resumem em duas básicas...

Bem e Mal...Luz e Trevas...

O que na verdade existe são infinitos tons de cinza de um ao outro extremo destes dois pólos...estranho falar em infinito quando falamos de dois pólos e de 'entre meios' entre eles mas este é o grande paradoxo da dualidade...dois pontos...dois caminhos...dois referenciais mas este limite na verdade contém em si o germe do eterno e do infinito.

Podemos ficar indefinidamente perdidos entre estas duas polaridades nesta dualidade tremenda aparentemente sem fim como se estivéssemos perdidos em um imenso cubo cósmico/quântico e neste lutássemos com nossa índole de um ao outro extremo sabendo que cada um deles conduz a um rumo definido e certo mas que enquanto não forem atingidos permitem avanços e retrocessos em ambos os caminhos...INDEFINIDAMENTE...

Um conduz à revelação, à luz, à união com o sagrado e o outro ao caos, ao indiferenciado, à perdição(e quando dizemos isto estamos longe dos conceitos definidos como tal pelos ortodoxos).

Entretanto num nível mais profundo ou elevado do Ser até esta aparente dualidade e duplicidade de caminhos se torna uma maia, uma ilusão muito grande quando nos alçamos neste cubo cósmico de interatividade ACIMA destas interações para um contemplar unitivo da vida. 


Percebemos entre os dois caminhos não as infinitas interações e probabilidades mas  A VONTADE DIVINA em nós e além de nós operando algo sagrado e vasto em e a partir de nós.

Mas até chegarmos aqui, neste ponto, temos que vencer esta dualidade, temos que parar de ir de um extremo ao outro das polaridades e ascendermos 'ACIMA' delas.

Tanto a queda quanto a ascensão podem ser alcançadas nos extremos mas o caminho DO MEIO, do equilíbrio, esta terceira via  que os sagrados, os iluminados descobrem, existe em potencia, num ponto indefinido, oculto entre estes dois extremos, estas duas vias, no cinza mais cinza, sem o reflexo mais ou menos de um ou de outro extremo...num lugar onde a dualidade é percebida e vencida pelo que é....ilusão...

Buda enxergou este caminho, Cristo também...um caminho único, de chance única, de libertação única, onde os corajosos entram e são imediatamente iluminados por uma luz de pleno conhecimento da dualidade, da ilusão das polaridades do que elas representam de separatividade e que habilita que o próximo passo seja um passo sagrado, ACIMA das interações intermináveis entre um e outro extremo e que projeta nossa consciência JÁ, aqui e agora, no 'ponto' ACIMA de todos os pontos mas sem um referencial tempo/espacial definido e que domina entre os dois extremos...

Este é o segredo do caminho do meio...apesar de estar fora de conceituação dual é o único realmente verdadeiro, real entre os 3 porque transcende os demais.

O iluminado é assim mais realizado que o santo ou o pecador pois não se limita aos extremos de luz e trevas, santidade e pecaminosidade mas enxerga que nesta aparente ilimitude  de escolhas, entre estes dois opostos existe o invisível, secreto e sagrado caminho do meio que vê ALÉM E ACIMA destes opostos e nos conduz imediatamente ao centro do Ser... além e acima do dual(entenda, apesar de entendê-lo como acima e além dos conceitos, para nossa compreensão há que se falar como se existisse algum referencial, mesmo que sabemos ser isto enquanto manifestação espaço/temporal...ilusória).

Por isto até hoje as palavras do Cristo para o ladrão na cruz confunde muitos que acreditam apenas nos processos de queda e ascensão dos dois extremos ...para estes o normal seria que o ladrão, pela lei dos dois opostos ou operante neles, mesmo se arrependendo seguisse a regra vigente entre os tais e voltasse aqui infinitas vezes para reparar seus delitos ou não fosse perdoado já que esperou até a hora fatal para arrepender-se...Mas o 'HOJE MESMO ESTARÁS COMIGO NO PARAISO'(Lucas 23. 39-43)  confunde muitas mentes apegadas apenas à LETRA DA LEI, seja esta a dos fundamentalistas ou da reencarnação...Demora para 'cair-se a ficha'(nesta era de celulares este termo esta cada vez mais obsoleto) que AQUELE LADRÃO conseguiu num ato de fé extremo, num momento extremo, atingir um nível de fé, de liberdade interior, que imediatamente o libertou da roda samsara, sem que seus delitos anteriores o retivessem sem que seus méritos também fossem considerados, mas simplesmente se ILUMINOU, ASCENDEU imediatamente, venceu os pares de opostos e a dualidade pois AQUELE LADRÃO viu a ilusão presente em tudo e sua confiança naquilo que o Cristo trazia, fez AQUILO QUE NEM TODAS AS VIDAS ATÉ ALI VIVIDAS POR ELE TINHAM FEITO...LIBERTOU-O PARA SEMPRE....ETERNAMENTE da dualidade pois seu encontro com o Cristo externo abriu imediatamente as portas para o Cristo em si e dali à liberdade plena acima de todas as dualidades(interessante que outro texto diz que OS DOIS  zombavam do Cristo, ou estamos aqui diante daqueles lances confusos onde duas tradições falam coisas diferentes sobre o mesmo assunto ou melhor ainda...AQUELE LADRÃO ANTES UM ZOMBADOR COMO O OUTRO EM ALGUM MOMENTO SE ARREPENDE, MUDA SEU DISCURSO APÓS UMA ILUMINAÇÃO IMEDIATA ATRAVÉS DO CRISTO EM SI , EM CRISTO JESUS, NO QUE ESTE DISSE E FEZ E QUE REPRESENTAVA O CRISTO CÓSMICO EM MANIFETAÇÃO VISÍVEL E AUDÍVEL...Marcos 15. 29-32). 

João Batista foi o maior dos profetas, o mais santo entre todos os santos do caminho da direita, estreito, da luz, mas o Cristo diz que ' um filho do reino' o menor deles, é MAIOR QUE JOÃO(Mateus 11.11) ou seja; um iluminado... mesmo aquele de vida mais vil  como o ladrão da cruz quando liberta-se do jogo dual num 'Fiat de Lux' de fé e entrega, se torna maior ou seja; alça-se ACIMA até mesmo do mais santo dos santos que ainda se encontra enxergando e vivenciando o jogo dual e ilusório entre os dois extremos...uma pessoas destas, quer volte aqui numa vida futura agora como um bodisatva ou alcance um nirvana como um buda...será o que é, pois nada de seu passado antigo quer bom ou ruim terá poder de retê-lo em uma visão polarizada da vida.

O caminho do meio, ENTRE, de forma conceitual poderia estar entre os dois, da direita e da esquerda mas na realidade esta ...ACIMA E ALÉM destes conceitos na esfera do Ser e é aqui e agora uma POSSIBILIDADE REAL E PALPÁVEL para cada humano transcender as infinitas possibilidades de escolhas entre os dois extremos, vencer os opostos, transcendê-los e libertar-se do samsara.

Deus, o termo Deus, só é definidor de conceitos abstratos referentes às esferas de religiosidade A ou B enquanto olhado quer por um ou outro caminho polar...quando visto através do misterioso e sagrado caminho do meio ELE SE TORNA UMA REALIDADE VIVA, PRESENTE...deixa de ser abstração e passa a ser vivenciação. Ou seja; uma vida realmente vivida, vivenciada, um ato constante de auto descoberta e do divino em si.

Liberte-se dos opostos, deixe a luz do Cristo, do Buda internos reinar em si. Nesta luz verás que tanto a luz, quanto as trevas duais são puros reflexos imperfeitos da Verdade plena do Ser.

Os fundamentalistas e até alguns que primam pelo ecletismo teológico dizem que para ir para o céu, para salvar-se, não existem atalhos existe o caminho da perdição e da salvação. SIM...estão certos, mas o caminho do meio não é um atalho é a liberdade plena acima de qualquer conceito, de qualquer definição, inclusive de caminhos...é O SER pura e simplesmente em sua inteireza e mistério eternamente transcendente acima dos opostos. É SER, AQUI E AGORA e não meramente seguir...A VERDADE do divino em si...É ILUMINAR-SE...além dos deuses(os conceitos sobre Deus) e dos demônios(os conceitos sobre o Mal) que povoam nossas vidas! 

O caminho do meio portanto apresento como terceira via pois na verdade ele é...AQUI E AGORA, a Realidade que o caminho da Luz do mundo dual aponta e conduz...uma realidade que pode ser vivida JÁ neste momento por você...seja você um santo ou o pior dos pecadores...basta querer e dizer um BASTA JÁ a toda dualidade dentro de ti, aceitar que sois DEUS EM AÇÃO no mundo, que sois a Realidade que procuras e que esta no ÍNTIMO DO SER, e que esta realidade pode e irá ser a partir de hoje sua esfera de vida, que seu ego deixou de ter libertinagens consigo e que sua alma esta livre para VIVER toda a diretriz que o caminho da luz do mundo dual apresenta como uma possibilidade no além vida... aqui e agora...
NESTE MOMENTO E ESPAÇO de manifestação...
VIVER O INFINITO NUM MOMENTO...não é para qualquer um, mas pode ser para você...se você se abrir seja quem fores para a REALIDADE QUE, SOIS O EU SOU!!!

A TERCEIRA VIA PORTANTO SOMOS NÓS!

Nossa tomada de posição aqui e agora como LUZ DO MUNDO E SAL DA TERRA...como filhos e filhas de Deus ou seja; como IMAGO DEI...manifestações individuais do EU SOU o grande mistério por trás de toda vida.

Quando Cristo disse 'EU SOU...O Caminho...A Verdade...e a Vida' ele apresentava claramente esta terceira via...

Ele mostrava claramente que a descoberta do divino em si...O EU SOU...do Cristo vivo dentro de nós é a via que conduz aqui e agora à iluminação plena e à libertação definitiva da roda das reencarnações...esta frase vai MUITO além da visão literal que os fundamentalistas bíblicos vêem nela; de Jesus, o homem encarnado ser este caminho, esta verdade e aponta para O CRISTO VIVO NELE E EM CADA UM DE NÓS...como este Caminho, esta libertação...

Até podemos ver Jesus o Cristo como Caminho, Verdade e Vida mas JAMAIS podemos nos ver sem esta Verdade, potencialmente semente dentro de nós, pois não é pela cristicidade de Jesus que iremos aos céus mas pela cristicidade potencial dentro de cada um de nós despertada pelas palavras sagradas de Jesus e pelo seu exemplo vivo como Cristo PRIMÍCIAS(o primeiro) de um novo mundo  e pela sua obra na cruz do mundo, de libertação sim mas não do pecado em si, mas da ILUSÃO DE SEPARAÇÃO que moldava mentes e corações humanos até então...mostrar em si e através de si pós cruz que a morte na verdade é a maior de todas as ilusões do mundo dual.

Para libertar-se do pecado o homem tem que, não aceitar o sacrifício de sangue de Jesus mas o sacrifício de consciência dele ao se fazer ilusão(corpo mortal) por nós em puro amor e nos revelar a luz do Cristo vivo dentro de nós que estava até então oculta.

O PRIMEIRO entre muitos irmãos e irmãs 'cristificados' e ressuscitados(ascensos)! 

Sem esta visão, esta compreensão, de Cristo Jesus como o PRIMEIRO entre muitos com potencial de serem iguais(Cristos), perdemos o sentido deste termo...CRISTO AS PRIMÍCIAS(I Coríntios 15. 20-28) pois ele seria UM SEM IGUAL não o primeiro entre muitos caso a visão teológica tradicional fosse correta NÃO É?

A visão correta é aquela que permite ver Cristo as primícias ou seja; Cristo Jesus o primeiro entre muitos que seguiriam seu caminho ao centro, o despertar do Cristo interior, o manifestar do FILHO DE DEUS na terra...o ascender...
Isto JAMAIS alguém em qualquer tempo e espaço futuro tirará dele, mas reconhecer que você é um Cristo em potencia aqui e agora é vital se quiser realmente seguir as pisadas que ele trilhou.

Os fundamentalistas acabam tropeçando em palavras quando dizem que 'aceitar Jesus como único e suficiente salvador' é o único caminho aos céus, que obras meritórias não salvam para logo a seguir apresentar uma série de regras que devemos observar se quisermos ir ao céu. Ora, se só o sangue de Jesus pura e simplesmente nos salva para que então observar tais regras? Ah! mas sem elas nós não fazemos o bem!....Correto, mas isto sempre foi compreendido em TODOS os tempos pelos humanos não é novidade apresentada pelo Cristo. A novidade do Cristo é que ao fazer-se em SI MESMO Lei (o cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo) ele nos apresenta aquilo que EM NÓS cumpre toda Lei, e toda a vida...CRISTO dentro de nós...a semente crística pronta para desabrochar em cada um de nós.

Cristo Jesus é portanto o grande hierofante, o grande sumo sacerdote EM TODOS OS TEMPOS E ESFERAS DO SER , o grande iniciador do Cristo interno em nós e a grande manifestação individual do Cristo cósmico no mundo em todos os tempos...mas não a única!!!

Compete portanto agora a cada um de nós seguirmos suas pisadas('pelas suas pisadas fomos sarados'...Isaías 53.5), e isto é o grande diferencial entre nós e a visão fundamentalista...seguimos as pisadas de quem podemos imitar, sermos iguais, não de quem é superior e sempre o será... superior e inalcançável!!!

Fomos CURADOS E SARADOS por ele, fomos libertos de nossas transgressões não porque seguimos um homem que esta acima de nós mas porque aceitamos UM IGUAL A NÓS que primeiro que nós FOI DEUS PLENO EM AÇÃO NO MUNDO... 


Nossas transgressões só poderiam ser perdoadas quando alguém ENTRE NÓS, semelhante a nós , e não acima de nós se 'CRISTIFICASSE'...manifesta-se o Cristo em si...e foi o que ele fez! 

Claro que antes disso foi um grande iniciado, mas talvez até quem sabe, uma manifestação, um individualidade... 'virgem' e pura...'sem pecados' ou sem vidas anteriores do Cristo cósmico, vinda pela primeira vez no mundo de manifestação, mas não diferenciada e acima do mesmo Cristo cósmico que vive em potência DENTRO de cada um de nós como Cristo interno!

Se Deus diferenciado de nós, em sua singularidade e divindade, como crêem os literais descesse à terra e vivesse uma vida humana para nos mostrar que poderíamos ter vivido diferente, agido diferente, mas permanecesse em essência diferente de nós, que absurdo seria este???

Será que a divindade sábia e sagrada não sabe que esta 'diferença', este pequeno detalhe torna tudo realmente diferente? 
Ainda mais se for, como dizem os literais, um ente IMPOSSÍVEL DE PECAR? 
E portanto toda a cena da 'tentação no deserto' foi mero teatro e encenação pois aquela entidade JAMAIS poderia cair, pecar?...

Vê-se um absurdo constante nesta postura pois de que nos vale uma vida que vem aqui e diz; 'olha vocês poderiam agir diferente, assim como eu agi mas SURPRISE!!! Eu sou Deus e não posso literalmente pecar entendem? Jamais poderia realmente ter caído no 'conto do diabo' mas mesmo assim acreditem...VOCÊS PODERIAM TER AGIDO DIFERENTE DO QUE AGIRAM!!! Eu sou prova disto!' 
E depois ainda o absurdo se torna risível quando completam que sem ele e seu sacrifício de sangue jamais seriamos salvos!? 

Então, onde esta a virtude de vir aqui, viver uma vida que 'poderíamos' ter vivido se no fundo dependemos de nossa dubiedade de escolhas enquanto ele nunca poderia realmente fazer outra escolha que não A CERTA??? 

Ou seja; desde o mítico Adão e sua pureza original qualquer um de nós podemos cair(aliás, segundo os teólogos fundamentalistas NASCEMOS EM PECADO), mas não ele!? 

E mesmo assim ele veio viver uma vida que poderíamos ter vivido???!!! 

Batman e Superman são ambos EM ESSÊNCIA super heróis mas a vantagem física do segundo sobre o primeiro é algo evidente(apesar disto quem conhece a mítica dos dois personagens sabe que Batman através de sua inteligência privilegiadíssima descobriu meios e armas para em uma eventualidade se sobrepor ao filho de Kripton como bem vimos, leitores de quadrinhos e fãs de desenhos animados em O cavaleiro das trevas de Frank Miller e num dos episódios de Liga da Justiça no qual a Legião do mal através de dados roubados da Batcaverna - o senhor dos espelhos consegue se disfarçar de espelho do batmóvel e nela entrar, em uma das missões da Liga - obtem meios de destruir cada membro da Liga pelos registros armazenados que Batman tem de suas fraquezas) e muitos fãs do primeiro dizem preferir este ao segundo exatamente por isto, porque o primeiro apresenta uma vida que poderíamos viver se alguém se dispusesse ao heroísmo mas o segundo é algo absolutamente fora de nosso contexto apesar de em essência AMBOS serem SUPER!

Assim poderíamos até aceitar um Cristo virgem de vida terrestre vindo a primeira vez à terra, CIENTE de quem era(este seria o efeito Superman nele), na forma de uma individualidade chamada Jesus(este seria o efeito Batman) mas dizer que este detalhe, esta consciência não é uma vantagem para ele e dizer que isto não o torna um degrau acima de nós seria uma mentira! 

Por outro lado se EM ESSÊNCIA somos iguais, mesmo ele tendo esta pequena diferença de consciência isto não me torna inferior a ele pois esta é uma diferença de MANIFESTAÇÃO não de SER(como Batman e Superman percebem?), e sua vida, se assemelha sobretudo ao do Adão original...puro...virgem... não a algo inalcançável, dai ele SIM pode exemplificar em si o que um suposto Adão puro e virgem como ele poderia ter feito numa primeira encarnação terrestre e não o fez e apesar desta aparente vantagem, também exemplifica em si o que cada ser humano perdido em erros pode AGORA fazer de si, consigo e a partir de si, com sua vida, para assemelhar-se a ele...desta forma assim ele realmente pode ser o PRIMEIRO entre muitos...UM NOVO ADÃO como diz Paulo, de uma nova humanidade e não um Ser único e diferenciado de tudo e todos! 

Talvez, ironia das ironias...mais que qualquer outra coisa, esta visão é que seja o verdadeiro ANTICRISTO tão aguardado pelos fundamentalistas... 

Um Cristo único, inatingível, inalcançável, que vem só uma vez, vive uma vida que diz ser a vida que eu poderia ter vivido mas detalhe; ele NUNCA poderia ter caído e eu sim e no final se torna um ícone de adoração universal mas não de exemplificação efetiva na vida dos seus supostos seguidores do que ele foi...

Isto tornou-se um câncer dentro do cristianismo corroendo toda e qualquer possibilidade de fraternidade  universal REAL pregada por ele e filiação divina PLENA pois nesta visão sempre somos filhos de Deus por tabela e não de fato e sempre somos irmãos por tabela, só se fazemos parte do grupo, do rebanho de eleitos, dos seguidores da doutrina, e não dos demais humanos...estes se não se converterem à nossa visão serão condenados, MESMO que sejam pessoas de vida MUITO MELHORES que as nossas no dia a dia se falarmos de coisas como; fraternidade, amor, paz, alegria, mansidão, humildade, fé etc...pois 'eles' 'não tem' Jesus, não o aceitaram como 'único' e 'suficiente' salvador!

E como dizia o título de GIANT obra prima clássica de George Stevens com Elizabeth Taylor, Rock Hudson, James Dean, Denis Hooper e Carroll Backer em português/Brasil...

'ASSIM CAMINHA A HUMANIDADE'!!!


Paz profunda

Valter Taliesin 

Vídeos sagrados

HANS ZIMMER

Time


Batman - The dark knight tema principal

Aurora

Now we are free

Superman - Man of steel tema principal

Hour Epic music - 65 minutos



Greatest hits from Hans Zimmer - 107 minutos










Fonte Google imagens

Nenhum comentário:

Postar um comentário