Google+ Badge

sábado, 4 de janeiro de 2014

AMOR IMENSO...A fonte da alma


O sorriso é o elo entre a alma e o mundo,
e tem a força de despertar no coração uma
amizade profunda e duradoura, o começo de
um romance, a aliança de um amor,
ou o perdão incondicional...
 

Sofia de Melo Volante

AMOR... Que palavra bonita não é? Que sentimento forte, não é mesmo? Mas, quem realmente sabe amar? Amar é desapego. Amar é desinteresse por futilidades. Amar é anular-se em benefício do próximo. Amar é sentir-se feliz com a felicidade alheia. Amar não é acreditar em Deus, mas sim, ter certeza Dele, dentro de você. Portanto, meus amigos, mantenham a chama do amor em vocês e ele os fará criaturas felizes e bastante fortes para enfrentar os problemas do dia-a-dia. 

Sofia de Melo Volante

O que é mais importante: Perdoar ou pedir perdão? 
Quem pede perdão mostra que ainda crê no amor... 
Quem perdoa mostra que ainda existe amor para quem crê... 
Mas não importa saber qual das duas coisas é mais importante... 
É sempre importante saber que: Perdoar é o modo mais sublime de crescer, 
e pedir perdão é o modo mais sublime de se levantar .

Sofia de Melo Volante

O meu amor é feito de luz, da mais pura alegria, de realidade e de fantasia.

Ele tem um olhar firme, o mais cativante que já vi...

Um sorriso belo, que me alegra quando sorri.

Um rosto lindo, que me apaixona cada vez mais quando o vejo, vai chegando perto, me enche de desejo, desejo pelos beijos que são únicos, os melhores que já provei, e outros lábios como aqueles eu jamais beijei!

Uma voz calma, linda que me leva as nuvens, a mais apaixonante, de todas as músicas, a mais duradoura, de todas as vozes a mais encantadora...

Meu amor é lindo, é o que amo de verdade, é único e não importa a idade, não importa o tempo seja o que for, mas será eternamente o meu amor!
 — com Valter Taliesin.

Sofia de Melo volante
Há momentos em que somos tímidos para expressar o amor que sentimos, por medo de envergonhar a outra pessoa ou de nos envergonharmos a nós mesmos.
Fugimos de dizer "te amo" e tratamos de dizer esse amor com outras palavras.
Dizemos "se cuida", "se comporta bem", etc, mas, realmente, estas são maneiras diferentes de dizer "te amo", " és importante para mim", "eu me importo com o que acontece contigo", "não quero que estejas mal".
Às vezes, somos muito estranhos. A única coisa que queremos dizer, e a única coisa que devemos dizer, é, de fato, a única que não dizemos. Devemos escutar o amor nas palavras que as outras pessoas nos dizem. Um elogio dito carinhosamente transporta maior afeto e amor que os sentimentos que são expressados de maneira pouco sincera. Um abraço ou um beijo impulsivos dizem "te amo", mesmo quando as palavras dizem algo diferente. Qualquer expressão de preocupação significa "te quero bem".
Dizemos "te amo" de muitas maneiras: com pequenos presentes, com bilhetes, com sorrisos e, às vezes, com lágrimas. Outras vezes, mostramos o nosso amor quando nos mantemos em silêncio, sem dizer uma palavra. Muitas outras vezes, temos de demonstrar amor, perdoando alguém que não tenha conseguido perceber o amor que a gente tentou expressar.
A quantidade de amor que sente pode ser medida pela quantidade de amor que dá. Ou, em outras palavras, a medida em que dá é a medida em que recebe.


Sofia de Melo Volante


Eu Quero... Ser...

LUAR....
Para brilhar na noite dos amores incompreendidos

SILÊNCIO...
Para fazer calar as vozes que atordoam o coração

AMANHECER...
Para fazer um dia a mais de felicidade

LUZ...
Para os que vivem na escuridão

NOITE...
Para acalentar os que lutam durante o dia

VIDA...
Para fazer nascer os que estão morrendo

LÁGRIMA...
Para fazer chorar os corações insensíveis

SORRISO...
Para encantar os lábios dos amargurados

AMOR...
Para unir as pessoas...

Não é a casa que faz alguém feliz, um coração infeliz não se sente melhor em nenhuma casa, mas um coração em paz torna qualquer casa feliz...


Sofia de Melo Volante

Que você tenha de tudo um pouco; sensibilidade, coragem, solidariedade, bondade, tranqüilidade, alegria, humildade, amor próprio e principalmente:

Fé, para iluminar teu caminho, te guiar, te sustentar e sentir se seguro sempre;

Sinceridade, para que seja sempre verdadeiro, gostar de você e viver feliz e melhor;

Amizade, para descobrir que quem tem um amigo tem um tesouro raro, que nos permite nos doarmos e ter o amor sempre latente em nós;

Amor, para descobrir que existe um sol dentro de você; para sentir se feliz a cada amanhecer e saber que o AMOR é a razão maior da vida.
Mas se acaso não tiver um amor, que nunca deixe morrer em você a procura, o desejo de o encontrar e com ele encontrar a serenidade, a leveza da alma, a dedicação, a doação, a troca, a cumplicidade, a verdade, a amizade... enfim a felicidade, afinal não nascemos para vivermos só.


Sofia de Melo Volante


É comum as pessoas as dizerem que se amam, mas o Amor Próprio é muito mais profundo do que se imagina. 
Pergunte sempre: Você gosta de você? É feliz na sua vida? Faz todas as coisas que lhe fazem bem? Costumar tomar decisões em favor de sua felicidade? Lógicamente que a maioria das respostas serão "não". E aí eu pergunto: se você não se ama, se você não procura fazer sua felicidade, como pode amar outra pessoa? Como pode dar algo que não tem?
As pessoas dizem que ama outra pessoa, mas esta não é a realidade.
Quando a pessoa se ama de verdade, essa vibração magnética começa a irradiar um fluxo de energia especial, que se expande sobre todas as pessoas das quais se aproxima, fazendo elas sentirem um calor ou um sentimento de amor, vontade de ficar ao seu lado, de conversar, estreitar laços de amizade. Este encontro magnético acontece porque existe em você um fator de atração do Amor Próprio, e só conseguirá irradiar esta energia se realmente o estiver sentindo.
É por esta razão que muitas vezes algumas pessoas não se sentem bem ao lado das outras, porque ela está sem nenhum Amor Próprio e, desta forma, passa no espaço esta sensação de negatividade. Uma pessoa que não se ama não está preparada para atrair a pessoa certa no amor e, quando atrai alguém, certamente será a pessoa errada.
Muitos querem encontrar a sua verdadeira Alma Gêmea, mas como, se não existe o principal dentro dela? E assim vai levando a sua vida até chegar o cansaço, comodismo e a conclusão de que o mundo não presta, que o amor não existe.
Toda pessoa que não se ama, acaba atraindo também pessoas sem Amor Próprio (semelhantes se atraem ) e, devido a esta atração começam a acontecer problemas em relação à afetividade. Acabam sempre dividindo mágoas e ressentimentos, não chegando a lugar nenhum.
Assim, devemos cultivar este amor próprio. Aprender a se amar, pois nunca poderemos dar amor, ou sermos amados verdadeiramente, criarmos um escudo de amor à nossa volta, se não formos os primeiro a fazê-lo.


Sofia de Melo Volante



Há dias em que nos perguntamos, sinceramente, será que o amor existe mesmo, ou será uma invenção daqueles que desejam que ele exista?
Será que o amor não passa de uma ilusão?
No entanto, quando lançamos o olhar um pouco além do nosso limitado círculo de visão, podemos perceber que uma força invencível rege a vida.
E é a essa força que podemos chamar amor.
Sim, o amor de Deus no qual o universo inteiro está imerso.
Basta ter olhos de ver, que notaremos a acção do amor que, sem dúvida, existe sempre.
Arrebenta-se o átomo, desconcentrando a sua energia, e nasce o cosmo.
Brilha a estrela, como gema policromada no velário do céu, e o universo se incendeia.
Organiza-se a célula e exubera a vida.
Surge a semente, repositório de vida orgânica, e a floresta se instala.
Apresenta-se a flor como unidade de beleza, e multiplicam-se jardins.
Dobram-se os jardins, em homenagem à sensibilidade geral, e aromatiza-se todo o ambiente.
Goteja o pingo d´água e formam-se mananciais, desaguam rios e agiganta-se o mar.
Gesta a mulher, em cooperação com o Criador, e surge a humanidade.
Brilha o intelecto, devidamente direccionado, e constitui-se a ciência.
Medita o cientista, querendo dar utilidade aos seus estudos, e elabora-se a técnica.
Multiplicam-se as técnicas e vive melhor o ser humano.
No ensejo do silêncio, que facilita o olhar para dentro de si mesmo, nasce a meditação.
Medita o ser sobre como ver o mundo, e a arte encontra nascedouro.
Desenvolve-se a arte, desentranhando a criatividade humana, e projetam-se ideias de Deus.
E Deus é todo o amor que existe.
E tudo quanto existe se nutre do amor, que é Deus, e nele está imerso.
O amor existe sempre!
O zunzum dos insectos e o vôo dos pássaros, falam-nos de amor.
A germinação da semente e a fecundação humana, mostram-nos o amor.
O verme que fertiliza o solo e a fera que ruge na selva, dão-nos mostras de amor.
O sorriso da criança e o aconselhamento do velho são quadros do amor.
A disposição do jovem e a ponderação do adulto são obras do amor.
Em tudo vibra o amor... E o amor é Deus.
Busquemos, então, meditar sobre o que temos e o que não temos, sobre quem somos e sobre quem não somos, a respeito do que fazemos, e do que não fazemos, guardando a convicção de que sem a presença do amor naquilo que temos, no que fazemos e no que somos, estaremos imensamente pobres, profundamente carentes, desvitalizados.
Seja qual for a lida, a luta, a nossa actividade no mundo, vinculemos-nos ao amor, acatemos as suas sugestões e vibremos vitoriosos e felizes, plenos de vida, de candura, de harmonia, pois com o amor seguimos com Deus, agimos por Deus e em Deus, conscientemente, nos movimentamos.
 

Sofia de Melo Volante



Que bom que você veio!
O encontro é algo divino e maravilhoso
É maravilhoso,
Encontrar um coração que vem!
É maravilhoso encontrar a simplicidade, a disponibilidade, o olhar puro e o gesto pronto...
É maravilhoso encontrar num riso aberto, uma alma corajosa, um desejo de ser MAIS.
Aqui, se realiza a maravilha do encontro, porque você se fez presente...
Realiza, porque você veio, trazendo um pouco de seu próprio manancial cristalino: um pouco das suas próprias canções de ninar; um pouco das suas histórias de crianças; um pouco de você mesmo...
Esteja em casa e abra o seu coração!
A sua presença, há de nos deixar mais ricos, há de nos aumentar as esperanças, há de nos fortificar as energias, para a luta de construir...
Que o MUNDO de hoje precisa...
Com as nossas mãos apertando as suas mãos encontraremos
novos rumos!
 

Sofia de Melo Volante

VÍDEOS SAGRADOS












FONTE YOUTUBE



FONTE DE IMAGENS GOOGLE

Nenhum comentário:

Postar um comentário