Google+ Badge

sábado, 19 de abril de 2014

14 ABERTURAS PARA A PERCEPÇÃO

"Encavalar-se 'verdades' em cima de uma Mentira é a forma mais segura de manter os humanos na ilusão longe de qualquer possibilidade de libertação"...

Valter


" No ALEF contemos e somos contidos...
Ali, naquele ponto estão todas as dimensões do Ser. 
Na cabeça do Touro Divino e depois através de sua morte sacrificial(as manifestações das demais letras do Alfabeto) pelo Logos Cósmico esta tudo o que foi, é e será..."

Valter

"Eu sou um Cravo de essência única.
Você é uma Rosa de única essência.
Qual alquimia sagrada nos tornará
uma e só fragrância? " 

Valter


"Eu espero, nesta espera, de esperanças, esperançosas, que as esperas um dia cessem... 
Esperando estou ainda?
Que esperar é este que me(te) atormenta se 
esperar em verdade é esperança ter?
E esperança, virtude/fundamento, uma das 3 colunas
do Templo Interior não traz confusão
quando se espera no que realmente dever ser esperado.
E o que deve ser esperado?
Esperado é próprio Ser, esperança é a própria Alma e a espera é o próprio Caminho"...

Valter

" Não sufoque o nascer do jardim dentro de si...
Deixe as sementes germinarem, as flores nascerem,
as rosas brotarem, os cravos crescerem, as plantas
tomarem força, viço, beleza...
Faça de seu coração, de sua mente, de sua alma
o Éden de delícias que almejas ver no mundo."

Valter

"Não sou negro, não sou branco, não sou vermelho, não sou amarelo nem muito menos transparente ou opaco.
Sou gente, sou humano, sou sangue, suor e lágrimas.
Sou tudo e sou nada...
Sou você e você sou eu ainda que relutes em aceitar esta verdade.
Sou o mínimo e o máximo tudo num ínfimo hiato de tempo.
Sou o que pode ser, o que foi e o que é sem stress e sem revertério...
Não nasci, manifestei-me...
Tenho mãe e tenho pai mas também sou anterior a eles e vice versa...
Sou portanto um tanto de tudo e de tudo um tanto sem deixar de ser
único, pessoal, intransferível, indivisível, sem substantivo ou adjetivo.
Se há mistério neste mundo sou eu...é você...somos nós...
Deus?
Deus não é mistério...
Deus é a pura e completa saciedade do mesmo!"

Valter

"Para além de seus sonhos mais luminosos e seus desejos mais loucos estão as suas melhores e maiores possibilidades e probabilidades."

Valter

"Eu moro no teu coração, é aqui o meu jardim sagrado.
Aqui te encontro na forma da mais bela das dançarinas.
Aqui me sento embevecido vendo-te dançar as danças
dos 7 véus e do ventre boquiaberto e totalmente extático
e em puro e pleno êxtase.
Cada flor, cada rosa, cada planta dele conspira
consigo para que eu daqui nunca mais saia.
E eu adoro isto!"

Valter

"Ninguém nunca dá o fora em ninguém isto não existe...
Fora é uma palavra que deveria ser abolida dos dicionários.
O que as pessoas fazem é liberar outras para serem felizes,
nunca fora já que isto não existe, mas naquele cantinho de seus
corações onde o amor ao próximo é pura realidade ainda que
teimem em negar esta verdade suprema com a cegueira da
amargura, do ódio e da vingança, puras ilusões."

Valter

"Se você não parar para ouvir você não vai fazer e se teimar em fazer vais fazer pela metade ou pior, da forma mais dolorosa para tua evolução pois nada realmente é perdido, tudo é transmutado. 
Mas há anjos que se manifestam e anjos que se formam.
Os que se manifestam simplesmente fluem com a onda divina advindas de dentro de si.
Os que se formam sofrem em graus variados os processos da transformação que requer um anjo.
O desejo de ouvir, de prestar atenção possibilita que você se torne o que há de melhor em si sem sofreres demais no processo... a escolha é sua."

Valter

" LIBERDADE...

Liber...idade...

A idade de Baco(Liber) de Dioniso...

No vinho temos a comunhão, no sangue do Cristo a liberdade plena e revigorante.
A era dos festejos, da alegria, do manifestar do estado de felicidade interior, não do transitório.

Como tudo que o humano imperfeito mete o bedelho a idade de Liber, de Baco, de Dioniso uma das faces do grande sol oculto virou um imenso bacanal, uma orgia sem freios e sem limites onde sentidos somente eram alimentados e saciados e os super sentidos anestesiados.

Este vício era tão recorrente que até nos Ágapes cristãos, os substitutos das festas de Baco houveram excessos que tiveram que ser contidos...

Porque fazemos do fruto da vide, um dos mais sagrados, emblemáticos, místicos e míticos frutos terrestres, canal de dissolução e dissenção e não de vida e alegrias genuínas?

Porque em nós existe uma constante guerra, luz e trevas, personalidade e eu querendo prevalecer onde a alma deve e será o grande ponto da síntese definitiva e irrestrita entre os dois.

Esta é a grande mensagem dos mistérios de Liber, de Baco, de Dioniso e com certeza mais ainda...de Cristo."

Valter

"Esta imagem que perece é a ilusão que construíste, que forjaste em teu entorno pois nada que é real perece. 
Nada que realmente tenha vida morre. Nada que seja verdadeiro torna-se uma mentira; sejam entes, sejam pensamentos e sentimentos genuínos dos mesmos."

Valter

" Este é aquele momento de descer da montanha e levar a palavra sagrada ao povo.
A montanha hoje em dia é sua própria vida de confortos, de segurança; a palavra sagrada não são mandamentos mas palavras criativas, ordens de poder que tudo renovam.
Mandamentos bastam os dois que Jesus sintetizou, palavras de poder nascem tantas quanto o coração e a mente sintonizados na luz manifestam para serem ditas e transmitidas e são ferramentas para construirmos o novo mundo depois de fazermos de e em nós uma nova vida."

Valter



" Nos jardins suspensos de Babilônia caminhávamos e na beira do Eufrates e do Tigre nos banhávamos.
Nas selvas do hindustão nos escondemos dos vorazes demônios de Mara.
Na frente da grande pirâmide tecemos magias e sortilégios dos grandes mistérios de Isis e Osíris..
No palácio real dos hebreus eu e você abraçamos o pequeno infante e louvamos a YHVH.
Na grande montanha dos druidas contemplamos o alvorecer de Camelot, o ir e vir de cavaleiros e dissemos um ao outro - isto é bom.
Quando Tróia caiu estávamos tão distantes um do outro, mas com fios ligados e tecidos sentíamos eu no campo de batalha e você no lar distante o que só duas almas sagradas sentem.
Nas alamedas de Roma subíamos e descíamos evitando as intrigas palacianas e sonhando com uma sociedade mais justa.
No topo da pirâmide do sol trocamos nossos últimos olhares no Yucatan.
Nas terras de Constantinopla nos encontramos de novo, eu com uma cruz vermelha no peito e você nas salas do grande imperador.
E por fim nas pradarias do grande norte quantas vezes brincávamos de pique esconde entre os bisões?
Nem falarei de Atlantis ou de Lemúria pois sabes o quanto sentimos saudades daqueles momentos...só direi uma coisa...somos antigos...muito antigos...."

Valter





VÍDEOS SAGRADOS


Música das Fadas














FONTE YOUTUBE

Nenhum comentário:

Postar um comentário