Google+ Badge

segunda-feira, 28 de julho de 2014

O ENXERIDO INCONSCIENTE...O gigante ainda dormindo em berço esplêndido...


Meter-se em política e conflitos entre povos requer 3 coisas básicas que faltam ao nosso país...

Ou ao menos a este governo que gere nossas decisões atualmente e que bem ou mau nos representa diante da comunidade internacional todo nós.

Por mais que sintamos e digamos que ELE NÃO NOS REPRESENTA infelizmente para a comunidade internacional é "O BRASIL' que fez...ponto!

Vamos as ditas 3 coisas, falta mais mas estas 3 sinto as mais sintomáticas: 

ISENÇÃO

PODER DE BARGANHA

PODER DE ARGUMENTAÇÃO

Vejamos os pecados capitais de nossa diplomacia nestas 3 áreas vitais que  entendo, se um país tem realmente interesse em ser influente em alguma coisa.




I.ISENÇÃO.

A primeira coisa que há que se ter é isenção.

Sem isto não há como ser realmente um mediador, não há como ser imparcial, não há como ser justo.

Dois tristes e horrorosos fatos praticamente separados por dias demonstram como a diplomacia brasileira é desastrosa neste quesito por primar por laços antigos ideológicos ao invés de um olhar global e atual sobre as questões que estão a chacoalhar o mundo.



1. O ABATE DO AVIÃO MALAIO POR UM MÍSSIL DE FABRICAÇÃO RUSSA EM TERRITÓRIO CONTROLADO POR SEPARATISTAS UCRANIANOS PRÓ RÚSSIA.

A Rússia e Putin são membros dos BRICS portanto estão entre os parceiros mais estreitos quer economicamente, quer ideologicamente, quer socialmente do Brasil.

O Brasil é o B, a Rússia o R, a Índia o I, a China o C e recentemente a África do Sul em sua versão em inglês assumiu o S do antigo plural da sigla(South África)...

Muito bem, este é o bloco dos principais países emergentes do mundo( há a flagrante ausência de México e Chile pelo menos no tal grupo mas tudo bem, vá lá rs)...

São países com ascensão meteórica(ou nem tanto mas bem consistente ao menos) nos últimos 20 anos economicamente principalmente, de grande destaque regional em suas zonas de influência, de relativo ou grande destaque no cenário internacional, alguns inclusive militarmente e de suposto poder de barganha com o grupo majoritário a anos no poder: 
O G 7(EUA, Inglaterra, França, Alemanha, Japão, Itália, Canadá)! 
Este último depois da cortina de ferro tentou associar-se à Rússia mas parece que esta cada vez mais bandeia-se para os BRICS onde esta se destacando como grande protagonista e não meramente convidada especial.

Com o fortalecimento dos  BRICS e gradual enfraquecimento do G 7 houve a necessidade de criar-se uma área de influência onde ambos pudessem atuar em paridade de condições, dai surgiu o G 20 que reúne os BRICS, OS EUA, o Canadá, os demais países europeus do G 7 conjunto a outros do continente sob o designativo de COMUNIDADE EUROPÉIA, Japão, Coréia do Sul, México, Austrália, Arábia Saudita, Argentina etc...ou seja; as 20 maiores economias do mundo!

Até recentemente durante os governos de FHC E LUIS INÁCIO LULA DA SILVA o Brasil gozava de prestígio ascendente tanto entre os BRICS quanto nesta comunidade de 20 países e até frente ao G 7, isto sem citar sua já antiga e própria zona de influência, a América do Sul.

ISTO MUDOU!

Infelizmente!



Já nos dois últimos anos de mandato de Lula para cá vinha-se percebendo isto mas com o governo atual e principalmente a política deste através do Itamaraty o Brasil virou bonequinho de frevo do Recife nos BRICS entre o poderio econômico de China e Índia e o poderio militar expansionista da Rússia. Se perigar dança até diante da África do Sul.

A paridade que uniu os BRICS ameaça ruir por incompetência da própria diplomacia brasileira e da forma como nossa economia vem sendo gerida.

Assim, quando o avião malaio foi destroçado por um míssil de fabricação russa provavelmente acionado por estes separatistas o mínimo que o mundo esperava era uma posição firme do país em condenar tal ato e requerer no fórum de discussão do grupo explicações detalhadas russas sobre o mesmo.

NADA DISTO HOUVE!

Muito pelo contrário; houve um silêncio constrangedor e consentido!

Muito bem, vamos ao segundo ponto e que acabou por selar de vez a 'importância' do país em querer meter o bedelho onde não lhe diz respeito.

2. A GUERRA ISRAEL VERSUS HAMAS

Silenciando em relação ao aliado dos BRICS o Brasil para mostrar "sua preocupação profunda e imensa com a paz mundial e a morte de inocentes" dirigiu suas garras de águia real para o conflito sanguinário entre o exército israelense e o grupo Hamas envolvendo os palestinos da faixa de Gaza.

E dai veio a grande piada universal e a humilhação da diplomacia brasileira diante do mundo todo estarrecido com a falta de pudor, e a imensa cara de pau do Itamaraty em ignorar um fato tão grave quanto o outro e ter o desplante de exigir de Israel explicações que nem cogitou pedir da Rússia.

Vejam a matéria do jornal o Globo:




E mais esta da revista de maior circulação nacional, a Veja em matéria de capa:



Claro, os radicais de plantão no partido majoritário do governo vão dizer que tais órgãos  são a imprensa vendida ao capitalismo e aos EUA e Israel etc...mas isto não apaga o triste fato de que há um flagrante parcialismo nas decisões diplomáticas deste governo.

Quem realmente quer fazer a diferença e critica a parcialidade dos EUA em tratar das questões do mundo e tem interesse em ser um diferencial mais digamos, justo e influente do que eles TEM que agir diferente!

PONTO!!!

NÃO PODE AGIR COMO ELES!

Afinal se sempre criticou-se a parcialidade dos EUA em relação a Israel e aliados como vai agora um país que ousadamente se propôs ser um diferencial de diálogo fazer o mesmo só que em sentido ideológico oposto?!

Qual a lógica diplomática e justeza disto?

Não seria mais lógico além de convocar os BRICS para ouvir as explicações 'putinianas' sobre o ataque ao avião malaio, querer ouvir OS DOIS lados desta triste e odiosa questão entre Israel e Hamas!?

Sim, pois o problema parece ser com este grupo específico e não com os palestinos como um todo ou seja; com a área de influência onde impera o FATAH!

Saber o porque da virulência do ataque israelense foi realmente muito humanitário, mas ignorar que crianças e famílias foram usadas como escudo humano pelo Hamas me parece o cumulo da desumanidade!

Assim as palavras realmente ofensivas do israelense em relação ao Brasil na capa do dito jornal ou mais especificamente à política do atual governo e sua diplomacia, mais que ofensivas são humilhantes e flagrantes do pior ou seja; da falta de credibilidade moral em exigir seja de quem for o que quer que seja se de antemão você já escolheu qual lado tem razão e qual esta sem a mesma. E repito; pior, ao se ignorar um outro fato acontecido praticamente igual onde o agressor é tudo indica, por trás de um grupo separatista, um estado amigo e aliado seu.



OS INOCENTES MORTOS PELOS ATAQUES DE ISRAEL NÃO SÃO MAIS INOCENTES QUE OS QUE FORAM MORTOS QUANDO DO ABATE DO AVIÃO DA MALÁSIA!



Tanto uns quanto os outros são vítimas de guerras insanas, diabólicas, recheadas de interesses escusos de AMBAS as partes conflitantes no meio dos quais um mediador realmente isento deveria saber se conduzir sem tomar parte de NENHUM dos lados e condenando veementemente arbitrariedades seja de quem fosse.

Não tendo sido feito isto pagou-se o grande mico internacional que se pagou esta semana!

II. O PODER DA BARGANHA

O que o Brasil tinha para barganhar nesta ou em QUALQUER outra querela em que fosse convidado pelos contendores(isto é o mais importante) fosse comissionado pelo ONU a arbitrar(deveras importante) ou se metesse a arbitrar( nenhum pouco importante) era imenso.

1.País de forte influência regional em sua zona de atuação.
2. Uma estabilidade regional e mundial que vem SEM guerras continentais desde meados do século 19 e fora de conflitos mundiais desde o fim da segunda grande guerra.
3. Estabilidade política conquistada a sangue, suor, lágrimas e depois com passeatas homéricas, apoteóticas  e históricas pelas diretas já a 30 anos!
4. Forte apelo cultural através do esporte mais popular do planeta o futebol, da música e artes em geral.
5. A estabilidade econômica que mesmo um pouco abalada ultimamente ainda é de se destacar.
6. A sociabilidade natural do brasileiro que cantada e louvada nesta Copa de triste memória pública e coletiva em se tratando de gastos e abusos com o dinheiro público até ao fatídico resultado final em campo, passou incólume por estes dois duros testes e encantou 9 entre 10 turistas que aqui estiveram.
7. Aquilo que é conhecido de quem estuda espiritualidade e esoterismo; a missão conjunta Brasil/Portugal como dois celeiros de manifestação crística decisivas neste tempo de fim de ciclo e celeiro de uma nova raça síntese e raiz.






Não era portanto pouco o que tínhamos para barganhar mas a isenção que faltou à diplomacia brasileira jogou tudo isto pelo ralo, INFELIZMENTE!



III. PODER DE ARGUMENTAÇÃO

O MELHOR ATRIBUTO DE UM MEDIADOR DEPOIS DA IDONEIDADE E INTEGRIDADE É O ARGUMENTO!

SEM ARGUMENTO NÃO HÁ MEDIAÇÃO!



Mas com o argumento há que se ter um outro ingrediente essencial...

O BOM SENSO!

Sem o bom senso não pode haver bom argumento!

E onde nos faltou o bom senso?

1. Na nossa falta de isenção.
2. Na nossa falta em "tomar" metaforicamente o famoso "chá chines"...O "CHI... MAN... COL" ou seja; SE MANCAR de que não eramos bem vindos pelos motivos exaustivamente conhecidos e expostos aqui!

Esperar para ser convidado a opinar pelos próprios beligerantes ou ser escolhido por instância superior(no caso ONU) para fazê-lo teria sido muito mais dignificante e talvez com resultado realmente prático!

O argumento NÃO PODE ser somente emocional, só lógico e nunca ideológico, o argumento tem que ser isento, com bom senso, racional e profundamente intuitivo.

O bom argumentista consegue chegar ao âmago da questão não muito falando mas colocando-se como observador imparcial, com lógica e racionalidade afiada pelo bom senso, por esta visão imparcial mas aguda e uma intuição provada e aprovada para perceber sutilidades, máscaras, imposturas, verdades ocultadas etc...para que assim obtenha insights novos sobre a questão e se não puder conciliar os dois lados em conflito ao menos expor ao mundo o que verdadeiramente esta por trás de tudo aquilo desnudando-os.



E não é definitivamente dando somente a mão aos 'companheiros' ideológicos que a diplomacia brasileira vai conseguir fazer isto, nem nas Américas nem muito menos no mundo.

Assim, por pecar nestes 3 pontos básicos da diplomacia e arbitragem nosso país ou o governo que ai esta nos fez depois daqueles hediondos 7 X 1, daquele fatídico dia de terça feira de uma semifinal de Copa do mundo mais uma vexatória e ridícula figura diante da opinião pública universal. E esta a meu ver infinitamente mais importante e séria do que aquele jogo!

O Pior de tudo é que eles e os radicais de plantão não se tocam e continuarão fazendo das suas!

Carma negativo coletivo é fogo!

Paguemos logo isto para que este país alce sua cabeça e cumpra seu glorioso destino!

MISSÃO AVATÁRICA E MUNDIAL JÁ DO E NO BRASIL!

OM SHANTI SHANTI SHANTI

Valter Taliesin


VÍDEOS SAGRADOS


Os mais famosos músicos e cantores brasileiros da New Age e World Music


Marcos Viana & Sagrado Coração da Terra




Aurio Corra - As pedras guardam um segredo




Fortuna - Buena Semana


Corciolli - Mikhael


Alberto marsicano - A voz do outro




Ratnabali - Liberation



Thomaz de Lima(Homem de Bem)- Estrela Guia



FONTE YOUTUBE






















FONTE DE IMAGENS GOOGLE

Nenhum comentário:

Postar um comentário