Google+ Badge

segunda-feira, 24 de agosto de 2015

LAKSHMI/VISHNU, PARVATI/SHIVA, SARASVATI/BRAHMA: A TRINDADE DIVINA MANIFESTA YIN/YANG....


O termo 'Conservador' é usado de forma totalmente arbitrária e indevida em nossa sociedade. Conservador para esta é sinônimo de reacionário, retrógrado, atrasado. Entretanto este termo em verdade refere-se a uma das 3 faces de Deus no hinduísmo, aquela inclusive mais associada ao conceito 'Avatar'.

VISHNU!
Do qual Rama e Krishna são as mais famosas encarnações divinas conscientes entre os humanos!
Conservar em seu cerne, em sua origem em verdade é...SER GUARDIÃ(ÃO)...não permitir que se deteriore...manter a essência das coisas intactas...manter o processo equilibrado...as leis universais funcionando...manter tudo no nível certo, pois se não haverá necessidade de destruir-se para reconstruir de novo(SHIVA) para que a criação do criador(BRAHMA) aflore novamente para então ser novamente mantida(VISHNU) em equilíbrio!

Valter Ludwig Taliesin


A 'coisificação' da pessoa humana atingiu o fundo do tacho da impiedade, rapou e ainda continua procurando restos.
Dizem que quando isto acontece é bom, pois não existe outro caminho que não...subir, no caso do tacho...encher-se novamente.
Mas...quando e como são questões que estão a afligir os mais sensíveis e sagrados corações que nada mais podem fazer a não ser vibrar luz e esperar...esperar...esperar...com fé e amor que a Grande Obra seja feita.
SHIVA!
É a face divina invocada e desejada neste momento pelos humanos de boa vontade!
Destruir o castelo deste sistema ímpio e reconstruir um novo mundo!
Somente isto a meu ver nos mantém firmes na jornada!
Para novamente criar-se(BRAHMA) e manter-se(VISHNU)...há que se destruir o sistema velho e gasto e recriar(SHIVA) tudo de novo!

Valter Ludwig Taliesin


"Eis que faço novas todas as coisas"
Coisas aqui esta muito longe da ' coisificação' citado no post anterior...aqui é a variedade a diversidade sagrada, a multiplicidade da vida, as diversas facetas que a mesma toma em todos os universos de manifestação!
BRAHMA!
A Vida e o Criador universal!
A Vida que se expande, expande, expande, envolvendo toda a humanidade, todos os seres, a Vida que é o centro, o cerne de todo o Vir a Ser do Criador em meio a sua Criação.
Na Vida estamos e na Vida somos!
E neste novo fazer(SHIVA) esperamos um novo mundo criar(BRAHMA) e este novo mundo manter(VISHNU) em pleno e prefeito equilíbrio.

Valter Ludwig Taliesin


No Coração dos Universos Deus nos olha com olhar triplo.
E esta triplicidade também é dual mas sua origem esta na unidade.
No Princípio houve o UM que se expressou como Pai e Mãe,
Yang e Yin, a dualidade na unidade.
Este dual cria, mantém e quando há necessidade destrói e recria o mundo tanta quantas vezes forem necessárias.
Cada uma destas faces trinas são em si únicas e se expressam contudo como duais...Pai e Mãe...
Esta verdadeira 'fatiar' do Mistério é uma forma de fazer com que o mesmo seja entendido e digerido pelos humanos pois no fundo...
SHIVA/PARVATI...VISHNU/LAKSHMI...BRAHMA/SARASVATI...
São somente... UM/OM expressando-se como AUM...

Valter Ludwig Taliesin

Deus/Deusa...
Um...Dois...Três... Múltiplos...
Perder-se nas entrelinhas do Mistério é muito fácil.
O fato é que o importante é estarmos no Caminho.
Sentir este dentro de nós...deixar que flua 
como um rio em e através de nós.
Permitir que o mesmo se expanda e envolva tudo
o que pudermos envolver em amor, em paz, em vida
e esta abundante...repleta de variedade pois não é
o variado, o diverso que denota separação mas o não
permitir que esta multiplicidade seja coesa dentro de nós
em amor...respeitando e mantendo tudo em seu pleno e
perfeito equilíbrio.
Este não permitir que o tudo seja coeso dentro, na
compreensão plena de que cada um é importante nisto
tudo é que é o mal da separatividade que causa cisão
e dor universal.

Valter Ludwig Taliesin


O perfume do Amor em seu estado mais puro envolve a(o) buscador(a).
Neste envolver ele(a) se sente preenchida(o) por um senso de dignidade pessoal e coletiva nunca antes visto em si.
Sente o equilíbrio das esferas divinas fluindo, plenas de contato em si.
Sente a brisa fresca do mar que chega e o(a) envolve.
Sente o canto dos pássaros e dos golfinhos.
Sente o ir e vir do universo que esta...
Sente e percebe a vida como algo único e diverso...
Sente a percepção do sagrado de uma forma nunca antes imaginada.
Esta em plena e perfeita comunhão com o divino em si em todas as coisas.
LAKSHMI é o nome surge então na mente e no coração desta pessoa
que percebe a energia divina em pleno equilíbrio!
Mas poderia Ser Atena, Afrodite, Hathor, Cibele...enfim...

Valter Ludwig Taliesin


O Poder...
A Força da Vida...
Força esta que nos levanta, e na qual caminhamos todos os dias!
Força esta que destrói o que perdeu o sentido e recria uma nova vibração de luz para nossos sentidos e corações.
Energia ilimitada que se expande, se expande, se expande e tudo e todas as coisas toca e transmuta!
Depois que ela passa nada mais é igual como antes!
O que não tinha mais vigor volta a vigorar, volta a ser, volta a manifestar-se com grandiosidade e riqueza!
Neste poder levantam-se os caídos...Poder divino...Energia divina...Glória divina!
Pouco a pouco vamos então caminhando, refazendo as coisas com este senso de poder renovado em nós!
PARVATI!
Durga, Khali, Shekinah, Shekmet!
A Shakti divina em ação destruindo e recriando o mundo segundo as mais perfeitas imagens de luz advindas do coração de toda Vida!

Valter Ludwig Taliesin

Um DIA houve um Princípio...
Um DIA houve...Um Dia...
E o Eterno estendeu seu braços
e tirou de si miríades de luzinhas,
miríades de cores, sons, tons...
Miríades de vozes e A Voz
animando-as todas...
A Voz que disse...
SEJA! HAJA! FAÇA!
A Voz que encantou o inanimado
com a mais perfeita das animações!
A Voz que tirou o mundo de dentro do
Grande Útero...ou melhor dizendo:
Mundos!
Todas as coisas vieram a ser através da
Voz e sem Ela nada poderia dizer...EU SOU...
A Voz que sendo onipotente entretanto espera,
calmamente ser ouvida dentro de cada um de nós.
SARASVATI!
Hera, Isis, Freya, Mama Pacha!
A Voz que floriu o mundo das mais belas canções
com forma e ciência de...entidades!

Valter Ludwig Taliesin





E que assim...
A Energia divina que em duas fases e em 3 faces, cada uma delas replicando estas duas fases se multiplica e se expande preenchendo de Vida e Ordem o imenso Caos indeterminado.
Vida brotando, nascendo...não há Morte; há mudança de pele, há renovar de vestimentas, há um ir e vir constante da Energia que se plenifica em tudo o que cria, que eleva, que toca.
Falar SEMPRE será insuficiente...
Entretanto é um exercício devocional!
Um perfeito yoga mântrico da Alma, um mudra em forma de letras que quer se pronunciar, e dizer o quanto é grata, feliz e alegre por ESTAR AQUI e de SER, de alguma forma, ainda que velada para uns e outros em diferentes camadas...o Mistério que almeja descobrir.
Olhar em torno de si...
Ver e sentir a Vida pulsante...
PARVATI, SHIVA, LAKSHMI, VISHNU, SARASVATI, BRAHMA ...
OU outro Nome para Deus e sua Energia...a Deusa e sua Energia...
Enfim... é pura disciplinação da Alma em ser eclética, inclusiva, sintônica e reconhecendo, ser reconhecida na diversidade da compreensão do UM.



Valter Ludwig Taliesin

VÍDEOS SAGRADOS

MANTRA A VISHNU


MANTRA A LAKSHMI

MANTRA A SHIVA

MANTRA A PARVATI

MANTRA A BRAHMA

MANTRA A SARASVATI

FONTE YOUTUBE







FONTE DE IMAGENS GOOGLE

Nenhum comentário:

Postar um comentário